parecer final da ca - vale da pedreira - siaia. final da ca - vale da... · tem como antecedente um

Download Parecer final da CA - Vale da Pedreira - siaia. final da ca - vale da... · Tem como antecedente um

Post on 08-Nov-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PRESIDNCIA DO CONCELHO DE MINISTROS CCDRLVT Comisso de Coordenao e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo

    Parecer da Comisso de AvaliaoParecer da Comisso de AvaliaoParecer da Comisso de AvaliaoParecer da Comisso de Avaliao

    Ampliao da Pedreira Vale da PedreiraAmpliao da Pedreira Vale da PedreiraAmpliao da Pedreira Vale da PedreiraAmpliao da Pedreira Vale da Pedreira PARAPEDRA PARAPEDRA PARAPEDRA PARAPEDRA ---- Sociedade Sociedade Sociedade Sociedade Transformadora dTransformadora dTransformadora dTransformadora de Pedras, S.A.e Pedras, S.A.e Pedras, S.A.e Pedras, S.A.

    Processo de AIA n Processo de AIA n Processo de AIA n Processo de AIA n 1127112711271127////2012012012014444

    Comisso de Avaliao:Comisso de Avaliao:Comisso de Avaliao:Comisso de Avaliao:

    CCDR LVT (entidade que preside) Dr. Helena Silva

    CCDR LVT (participao pblica) Eng. Ldia Amorim

    CCDR LVT Eng. Joo Gramacho

    APA, I.P. /ARH Tejo e Oeste Eng. Conceio Ramos

    ICNF Eng. Manuel Duarte

    DGPC Dr. Alexandra Estorninho

    LNEG Dr. Susana Machado

    DRE LVT Eng. Ferreira da Costa

    dezembro de 2014

  • Pgina 1 de 26

    Procedimento de Avaliao de Impacte Ambiental Ampliao da Pedreira Vale da Pedreira EIA 1127/2014 Parapedra Sociedade Transformadora de Pedras, S.A..

    PARECER DA COMISSO DE AVALIAOPARECER DA COMISSO DE AVALIAOPARECER DA COMISSO DE AVALIAOPARECER DA COMISSO DE AVALIAO

    IDENTIFICAOIDENTIFICAOIDENTIFICAOIDENTIFICAO

    DESIGNAO DO DESIGNAO DO DESIGNAO DO DESIGNAO DO EIA/PROJETOEIA/PROJETOEIA/PROJETOEIA/PROJETO

    Ampliao da Pedreira Ampliao da Pedreira Ampliao da Pedreira Ampliao da Pedreira Vale da PedreiraVale da PedreiraVale da PedreiraVale da Pedreira

    TIPOLOGIA DE TIPOLOGIA DE TIPOLOGIA DE TIPOLOGIA DE PROJETOPROJETOPROJETOPROJETO

    Indstria Extractiva Fase em que se Fase em que se Fase em que se Fase em que se encontra o projeto:encontra o projeto:encontra o projeto:encontra o projeto: Projeto de execuo

    PROPONENTEPROPONENTEPROPONENTEPROPONENTE Parapedra Parapedra Parapedra Parapedra Sociedade Sociedade Sociedade Sociedade Transformadora de Pedras, S.A.Transformadora de Pedras, S.A.Transformadora de Pedras, S.A.Transformadora de Pedras, S.A.

    ENTIDADE ENTIDADE ENTIDADE ENTIDADE LICENCIADORALICENCIADORALICENCIADORALICENCIADORA

    DRELVT-MEI

    EQUIPA EQUIPA EQUIPA EQUIPA RESPONSVEL PELA RESPONSVEL PELA RESPONSVEL PELA RESPONSVEL PELA ELABORAO DO EIAELABORAO DO EIAELABORAO DO EIAELABORAO DO EIA

    Gold Fluvium Consultores em Engenharia e Ambiente, Lda.

    AUTORIDADE DE AIAAUTORIDADE DE AIAAUTORIDADE DE AIAAUTORIDADE DE AIA CCDRLVT

    COMISSO DE COMISSO DE COMISSO DE COMISSO DE AVALIAOAVALIAOAVALIAOAVALIAO

    Constituda nos termos do n 2 do art. 9 do DL 151-B/2013, de 31 de outubro e suas alneas.

    CCDRLVT (DSA/DAMA) - Dr Helena Silva Presidente

    Eng Ldia Amorim e Eng Joo Gramacho alnea a)

    APA, I.P (ARH do Tejo) - alnea b) Eng. Conceio Ramos

    ICNF alnea c) Eng. Manuel Duarte

    DGPC. - alnea d) Dr. Alexandra Estorninho

    LNEG alnea e) Dr. Susana Machado

    DRE LVT alnea h) Eng Ferreira da Costa

    Data:Data:Data:Data: 05050505----11112222----2014201420142014

    ENQUADRAMENTO ENQUADRAMENTO ENQUADRAMENTO ENQUADRAMENTO LEGALLEGALLEGALLEGAL

    Subalnea ii) da alnea b) do n. 3 do artigo 1 conjugado com a alnea a), do n. 2 do Anexo II do Decreto-Lei n. 151-B, de 31 de outubro.

    DESCRIO DO DESCRIO DO DESCRIO DO DESCRIO DO PROJEPROJEPROJEPROJETOTOTOTO

    Objetivos e Justificao do ProjetoObjetivos e Justificao do ProjetoObjetivos e Justificao do ProjetoObjetivos e Justificao do Projeto

    Com o presente projeto pretende-se obter o licenciamento da ampliao de uma pedreira de calcrio (ornamental e industrial) de 2,5 ha para 11,7 ha, totalizando a rea a explorar cerca de 14,2 ha.

    A explorao desta permitir assegurar o fornecimento de matria-prima proponente e aos seus clientes.

    Localizao do ProjetoLocalizao do ProjetoLocalizao do ProjetoLocalizao do Projeto

    A ampliao da pedreira Vale da Pedreira localiza-se no extremo norte do ncleo de pedreiras de rocha industrial denominado por Vale Pedreira, freguesia de Rio Maior, concelho de Rio Maior, distrito de Santarm.

    AlternativasAlternativasAlternativasAlternativas

    No foram consideradas alternativas ao projeto, uma vez que, segundo o EIA, a explorao do recurso mineral est diretamente dependente da sua localizao.

  • Pgina 2 de 26

    Procedimento de Avaliao de Impacte Ambiental Ampliao da Pedreira Vale da Pedreira EIA 1127/2014 Parapedra Sociedade Transformadora de Pedras, S.A..

    AntecedentesAntecedentesAntecedentesAntecedentes

    Tem como antecedente um licenciamento de pedreira datado de agosto de 2005 (no mbito do DL n. 270/2001, de 12 de outubro), para uma rea de 2,5 ha, a qual foi sujeita a procedimento de AIA, tendo sido emitida, em dezembro de 2007, DIA favorvel condicionada. Nessa sequncia, a entidade licenciadora, em dezembro de 2011, atribuiu a licena de explorao, concedendo a essa pedreira o nmero de ordem nacional 6653.

    Descrio do ProDescrio do ProDescrio do ProDescrio do Projetojetojetojeto

    A pedreira situa-se no extremo norte do ncleo de pedreiras de rocha industrial denominado por Vale da Pedreira. A pedreira atualmente licenciada tem uma rea de 2,5 ha pretendendo-se ampliar cerca de 11,7 ha, totalizando assim cerca de 14,2 ha.

    A totalidade da rea atualmente licenciada encontra-se em rea sensvel no Stio Rede Natura 2000 PTCON 0015 Serras de Aire e Candeeiros sendo que apenas uma pequena parte da rea de ampliao se localiza dentro dessa rea sensvel.

    O acesso pedreira faz-se a partir da Estrada Nacional 1, que liga Alto da Serra a Venda das Raparigas, localizada mais a norte e depois por uma estrada de terra batida que serve essencialmente a zona norte das pedreiras localizadas em Vale da Pedreira e ainda uma indstria nas proximidades da pedreira em avaliao.

    O EIA estima que a produo anual seja de cerca de 350 000 toneladas. De acordo com este ritmo de produo, prev-se que o tempo de vida til da pedreira seja de 14 anos, a que acrescero 5 anos relativos a desativao e recuperao.

    Os trabalhos de extrao iniciam-se com a desmatagem e a remoo da terra vegetal que ser armazenada em pargas para posterior utilizao na recuperao paisagstica.

    A explorao ser efetuada a cu aberto, inicialmente em flanco de encosta e posteriormente, com o aprofundamento da parte central da rea de explorao.

    A pedreira ir explorar dois tipos de materiais: Rocha Industrial e Rocha Ornamental. Os mtodos de desmonte diferem de acordo com o tipo de calcrio a explorar, assim:

    Desmonte de calcrio industrial

    O mtodo utilizado envolve os seguintes trabalhos de explorao:

    Desmatagem e a decapagem - remoo e limpeza do coberto vegetal e terras de cobertura com recurso a giratrias, ps carregadoras e dumpers. As terras de cobertura sero armazenadas em pargas para posterior utilizao na recuperao paisagstica;

    Desmonte fragmentao da rocha com recurso a pegas de fogo;

    Remoo dos fragmentos de rocha com recurso a giratrias e ps carregadoras;

    Expedio transporte da matria-prima para a unidade de britagem (localizada no interior da pedreira), onde ser fragmentada e classificada.

    A explorao desenvolve-se em profundidade, em degraus inclinados, de acordo com a estratificao existente.

    Desmonte do calcrio ornamental

    O desmonte realizado pela serragem das camadas com recurso ao fio diamantado, acionado por motor eltrico ou a gasleo que, por abraso, cortam a pedra ou com guilhao paralela com martelos pneumticos que, assim, individualizam as massas.

    O mtodo de desmonte utilizado envolve os seguintes trabalhos de explorao:

    Preparao da frente de desmonte, com desmatagem e remoo das terras de cobertura numa faixa de 10 m em torno do jazigo;

    Desmonte de cima para baixo, formando degraus inclinados;

    Remoo da massa mineral desmontada e limpeza da bancada, de modo a manter as condies necessrias realizao dos desmontes subsequentes.

    A massa mineral removida retirada.

  • Pgina 3 de 26

    Procedimento de Avaliao de Impacte Ambiental Ampliao da Pedreira Vale da Pedreira EIA 1127/2014 Parapedra Sociedade Transformadora de Pedras, S.A..

    A explorao ser efetuada em duas fases, sendo considerada como fase 0, a fase em que se realizam os trabalhos de manuteno, conservao e reforo da vegetao existente na zona de defesa, de modo a constituir uma cortina arbrea.

    A fase 1, compreende a explorao de 4 pisos. O incio da explorao realiza-se de Sul para Norte e, consequentemente, o aprofundamento da cota 170 m at cota 160m (Piso 1) e posteriormente da cota 160 m at cota 150 m, atingindo o piso 2, sucessivamente at cota 130 (piso 4).

    No final desta fase, todos os equipamentos sero transportados para a rea em que ocorrer a fase 2, atravs de estruturas metlicas. Para o efeito, a passagem das trs linhas de gua ser efetuada por trs atravessamentos que, de acordo com os clculos apresentados, se encontram dimensionados por forma a assegurar uma capacidade de vazo para o caudal de ponta de cheia com um perodo de retorno de 50 anos.

    O EIA prev que esta fase ocorra durante 5 anos.

    Com o faseamento proposto, o material rejeitado ser depositado no interior da cava em explorao, sendo a recuperao paisagstica efetuada de acordo com o avano da lavra, de forma a que esta recuperao atinja 50% da rea total intervencionada. A restante rea ser recuperada aps o trmino da lavra, correspondendo ao encerramento da pedreira.

    O perodo de laborao de 5 dias por semana

Recommended

View more >