paradigmas semiotica

Download Paradigmas semiotica

Post on 22-Jul-2015

869 views

Category:

Design

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Na foto acima podemos ver primeiramente uma menina sendo pintada por algum.Provavelmente esta ocorrendo um ritual nessa tribo indigena como pode se notar ao fundo da foto a movimentao de varios indios.

    A India na frente apresenta supostas penas/pelos sobre o corpo, e est recebendo uma pintura facial por algum tecnico na rea,algum mestre, a arte pura, feita com tintas vegetais, pois esse o recurso que os indios tem ao seu redor, e com isso que eles sobrevivem, com a materia prima ao seu alcance.

    no corpo que os indigineas encontraram suporte para a arte nesse caso. A pintura corporal para eles alem do conteudo esttico apresenta tambem um paradgima mistico, mgico, simblico relacionado com esse universo em que vivem. Retirando da natureza da forma mais naturalista que existe materiais para a sua cosmoviso.

    Reynaldo Costacurta Neto6 perodo - DI- PV

  • Nessa imagem percebe-se uma tcnica mais avanada utilizada.Uma tecnica digital, onde a imaginao no apresenta limitao junto a fotografia e ambientes reais modificados..Caracteristica que podemos encontrar nos tempos de hoje com os avanos tecnolgicos e influncias de pocas passadas, no caso da imagem o surrealismo uma forte influencia.Percebida por elementos at entao nunca vistos no mundo real trazendo esse ar te estranhismo e alucinao num ambiente bastante incomum.

    Reynaldo Costacurta Neto6 perodo - DI- PV

  • Nessa escultura de Umberto Boccioni, Formas nicas de Continuidade no Espao 1913, a noo de movimento, fora e velocidade est fortemente representada, caracterstica forte das maquinas.

    Com essa escultura ele conseguiu representar bem em 3 dimenses da escultura caracteristas do futurismo ligados com o paradigma cientifico da mquina, ultrapssando os limites corpreos do ser humano por exemplo, na perna que esta para traz, uma ideia de bandeira em movimento, porm bem pesada e firme, parece que o corpo ali representado luta contra uma fora invisivel.

    Na sua "luta" contra essa fora invisvel, o corpo vai-se deslocando, deixando para trs pedaos de si.Embora o resultado (fsico) seja um retrato a trs dimenses, o corpo em movimento introduz uma quarta dimenso, o tempo.

    Reynaldo Costacurta Neto6 perodo - DI- PV

    Page 1Page 2Page 3