para uma educação no século 21 paradigmas paradigmas ruptura ruptura articulação dos saberes...

Download Para uma Educação no Século 21 Paradigmas Paradigmas Ruptura Ruptura Articulação dos saberes Articulação dos saberes Os setes saberes Os setes saberes

Post on 16-Apr-2015

107 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Para uma Educao no Sculo 21 Paradigmas Paradigmas Ruptura Ruptura Articulao dos saberes Articulao dos saberes Os setes saberes Os setes saberes Educao transformadora Educao transformadora
  • Slide 2
  • TICA DO CARTER paradigma social Integridade Integridade Humildade Humildade Fidelidade Fidelidade Temperana Temperana Coragem Coragem Justia Justia Pacincia Pacincia Diligncia Diligncia Simplicidade Simplicidade Modstia Modstia Regra de ouro Regra de ouro Fazer aos outros o que desejamos que nos faam. Fazer aos outros o que desejamos que nos faam.
  • Slide 3
  • TICA DA PERSONALIDADE paradigma social Sucesso decorre: Sucesso decorre: Da personalidade Da imagem pblica Das atitudes Dos comportamentos Da habilidade e das tcnicas que lubrificam o processo de interao humana
  • Slide 4
  • TICA DA PERSONALIDADE Trilha dois caminhos bsicos Trilha dois caminhos bsicos Tcnicas nas relaes pblicas e humanas Uma atitude mental positiva Sua atitude determina sua altitude Sua atitude determina sua altitude A mente humana pode conquistar tudo aquilo que consiga conceber e acreditar. A mente humana pode conquistar tudo aquilo que consiga conceber e acreditar.
  • Slide 5
  • Em vez de modific-lo, tentamos ficar de fora, separ-lo de ns, procurando reconhecer sua identidade, individualidade, autonomia e valor. QUE VISO DE MUNDO SUSTENTA NOSSO VIVER? SUSTENTA NOSSO VIVER? Ser esta uma atitude humanizadora?
  • Slide 6
  • a maneira como vemos o mundo no sentido de percepo, compreenso e interpretao PODER DE UM PARADIGMA
  • Slide 7
  • O ensino se d por fragmentos O ensino se d por fragmentos A inteligncia que s sabe separar reduz o complexo a fragmento desunidos, fraciona os problemas e unidimensionaliza o multidimensional. Morin, 2005
  • Slide 8
  • A maneira de pensar para encontrar solues para os problemas planetrios se tornou um dos mais graves problemas. Morin destaca: Cultura humanstica Cultura cientfica
  • Slide 9
  • Reforma do pensamento paradigmtica No ser humano existe um aspecto biolgico, encarnado pelo crebro, e um aspecto cultural, ligado ao esprito.
  • Slide 10
  • ARTICULAO DOS SABERES Quem somos? Qual o nosso mundo ? De onde viemos ?
  • Slide 11
  • ARTICULAO DE CONHECIMENTOS A constituio de um objeto simultaneamente A constituio de um objeto simultaneamente Interdisciplinar Polidisciplinar Transdisciplinar Permite criar a troca, a cooperao e a policompetncia
  • Slide 12
  • A aprendizagem da religao O que voc v em uma taa de vinho?
  • Slide 13
  • Resposta de um astrofsico Michel Cass Vejo o nascimento do universo j que vejo as partculas que se formaram nos primeiros segundos.
  • Slide 14
  • Vejo o sol anterior ao nosso j que os tomos de carbono se formaram no interior da forja deste sol que explodiu.
  • Slide 15
  • Depois o carbono chegou nesta espcie de lata de lixo csmica que foi a origem da Terra.
  • Slide 16
  • Vejo tambm a formao de macromolculas.
  • Slide 17
  • Vejo o nascimento da vida, o desenvolvimento do mundo vegetal, a domesticao das vinhas nos pases mediterrneos. Vejo o desenvolvimento da tcnica moderna que permite hoje controlar de forma eletrnica a temperatura de fermentao nas cubas. Vejo toda a histria csmica e humana nessa taa de vinho.
  • Slide 18
  • Paradigma da Complexidade O que foi tecido junto Interao
  • Slide 19
  • Os Sete Saberes Necessrios Educao do Futuro
  • Slide 20
  • I - As cegueiras do Conhecimento: o erro e a iluso TraduoReconstruoAmeaado Subjetivo
  • Slide 21
  • Educao: identificar a origem dos erros, iluses e cegueiras Inteligncia + Afeto
  • Slide 22
  • A INCERTEZA DO CONHECIMENTO O conhecimento do conhecimento, que comporta a integrao do conhecedor em seu conhecimento, deve ser, para a educao, um princpio e uma necessidade permanentes. Edgar morin, 2005
  • Slide 23
  • II - Os princpios do Conhecimento Pertinentes Contexto Planetrio: conhecer problemas do mundo
  • Slide 24
  • Slide 25
  • A educao deve promover a inteligncia geral apta a referir-se ao complexo, ao contexto, de modo multidimensional e dentro da concepo global. Complexidad e
  • Slide 26
  • III - Ensinar a Condio Humana Situada no Universo Csmica Fsica Terrestre Humana
  • Slide 27
  • V - Enfrentar as Incertezas O conhecimento a navegao em um oceano de incertezas, entre arquiplagos de certezas (p.86)
  • Slide 28
  • VI - Ensinar a compreenso - Objetiva - Subjetiva
  • Slide 29
  • Humanizar: Unidade Humana X Diversidade Cultural
  • Slide 30
  • VII - A tica do gnero humano Carter ternrio: Indivduo - sociedade - espcie Democracia Cidadania Terrestre
  • Slide 31
  • - Autonomias individuais - Participaes comunitrias - Conscincia de pertencer a espcie humana
  • Slide 32
  • A educao deve contribuir no somente para a tomada de conscincia da nossa Terra-Ptria, mas tambm permitir que esta conscincia se traduza em vontade de realizar a cidadania terrena
  • Slide 33
  • Reformar, quebrar, modificar requer pensamento que religue, pois no se pode reforma o sistema de educao sem ter reformado os espritos e vice- versa.
  • Slide 34
  • EDUCAO E TRANSFORMAO
  • Slide 35
  • OS HBITOS DAS PESSOAS ALTAMENTE EFICAZES 7
  • Slide 36
  • HBITO 1 Seja pr-ativo Ou voc assume o controle de seu destino ou algum o far por voc.
  • Slide 37
  • HBITO 2 Comece com o objetivo em mente No fundo, o ser humano no deve perguntar qual o sentido de sua vida, mas na verdade perceber que ela quem pergunta. Victor Frankl
  • Slide 38
  • HBITO 3 Primeiro o mais importante Voc ama a vida? Ento no desperdice o tempo, pois ele quem forma a matria da vida. Benjamin Franklin
  • Slide 39
  • HBITO 4 Pensa em ganha ganha No pode haver amizade sem confiana, nem confiana sem integridade. Samuel Johnson
  • Slide 40
  • HBITO 5 Primeiro compreender e depois, talvez, ser compreendido O corao tem razes que a prpria razo desconhece. Pascal 6
  • Slide 41
  • HBITO 6 Crie sinergia Ser igual no significa proximidade. A proximidade, ou unidade, a capacidade de complementar. A essncia da sinergia valorizar a diferena. Stephen Covey
  • Slide 42
  • HBITO 7 Afine o instrumento No devemos parar de investigar E o fim de toda nossa investigao ser chegar ao ponto de partida e ver o lugar pela primeira vez. T. S. Eliot
  • Slide 43
  • Slide 44
  • Sucesso em suas mos Cada um de ns toma conta da porta da mudana, que s pode ser aberta pelo lado de dentro. Marilyn Ferguson
  • Slide 45
  • Lembre-se que cada um um ser diferente com suas virtudes e seus defeitos.
  • Slide 46
  • Slide 47
  • vanderlei@iei.org.br