palestra ingresso desenquadramento - fesdt.org.br .efeitos do desenquadramento , se de ordem...

Download palestra ingresso desenquadramento - fesdt.org.br .efeitos do desenquadramento , se de ordem tributária

Post on 27-Jan-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

Introduo.Introduo.I) Ingresso.I) Ingresso.

A) Sujeitos, Modos, Condies e Efeitos.A) Sujeitos, Modos, Condies e Efeitos.B) Excluses ou Impedimentos.B) Excluses ou Impedimentos.C) Vedaes.C) Vedaes.

II) II) DesenquadramentoDesenquadramento..A) Modos.A) Modos.B) Causas.B) Causas.C) Efeitos.C) Efeitos.

Concluso.Concluso.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

Introduo Introduo questionamentos.questionamentos.

Quem pode ingressar?Quem pode ingressar?

Como?Como?

Desde quando?Desde quando?

Quais os efeitos do ingresso?Quais os efeitos do ingresso?

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

Introduo Introduo questionamentos.questionamentos.

Por que se excludo?Por que se excludo?

Como?Como?

Desde quando?Desde quando?

At quando se permanece excludo?At quando se permanece excludo?

Quais os efeitos da excluso?Quais os efeitos da excluso?

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

Introduo.Introduo.

Ingresso:Ingresso:Sujeitos: art. 3, caput: sociedade empresria, Sujeitos: art. 3, caput: sociedade empresria,

sociedade simples e o empresrio.sociedade simples e o empresrio.Modos: art. 16.Modos: art. 16.Condies: art. 3, I e II.Condies: art. 3, I e II.Efeitos: Efeitos: artsarts. 18 e 42. 18 e 42--67: tributrios, 67: tributrios, licitatrioslicitatrios, ,

trabalhistas, trabalhistas, associativistasassociativistas, , creditcioscreditcios e de apoio e de apoio inovao.inovao.

Excluses ( 4) ou Impedimentos ( 6): art. 3.Excluses ( 4) ou Impedimentos ( 6): art. 3.Vedaes: art. 17.Vedaes: art. 17.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

Introduo.Introduo.

DesenquadramentoDesenquadramento: :

Modos: LC 123, art. 28.Modos: LC 123, art. 28.

Causas: LC 123, Causas: LC 123, artsarts. 29 e 30.. 29 e 30.

Efeitos: LC 123, Efeitos: LC 123, artsarts. 3, 31 e 32. Os . 3, 31 e 32. Os efeitos do efeitos do desenquadramentodesenquadramento, se de ordem , se de ordem tributria ou total, dependem da causa. tributria ou total, dependem da causa. Assim, determinadas essas, o que importa Assim, determinadas essas, o que importa estabelecer o intervalo em que a empresa estabelecer o intervalo em que a empresa deve permanecer desenquadrada.deve permanecer desenquadrada.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

A.1) Modos: Por migrao, para os contribuintes A.1) Modos: Por migrao, para os contribuintes j enquadrados no Simples Federal que no j enquadrados no Simples Federal que no impedidos ou vedados, sujeita manifestao em impedidos ou vedados, sujeita manifestao em contrrio do contribuinte; ou por opo, a ser contrrio do contribuinte; ou por opo, a ser manifestada at o ltimo dia til de janeiro de cada manifestada at o ltimo dia til de janeiro de cada ano, em carter irretratvel, produzindo efeitos a ano, em carter irretratvel, produzindo efeitos a partir de 1 de janeiro do mesmo ano. No caso de partir de 1 de janeiro do mesmo ano. No caso de incio de atividades, a opo pode ser feita at o 10 incio de atividades, a opo pode ser feita at o 10 dia do deferimento da ltima inscrio, com efeitos dia do deferimento da ltima inscrio, com efeitos retroativos.retroativos.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

A.1) Modos: Excepcionalmente, em 2007, a A.1) Modos: Excepcionalmente, em 2007, a opo pde ser feita at 15/8/2007, produzindo opo pde ser feita at 15/8/2007, produzindo efeitos a partir de 1/7/2007, efeitos a partir de 1/7/2007, cfecfe. art. 17 da . art. 17 da Resoluo Resoluo nn 4 do CGSN. O resultado da opo, 4 do CGSN. O resultado da opo, contudo, somente ser ratificado depois de contudo, somente ser ratificado depois de 31/10/2007, em razo da extenso concedida 31/10/2007, em razo da extenso concedida pela Receita Federal para o parcelamento pela Receita Federal para o parcelamento especial, com base no art. 21especial, com base no art. 21--A da Resoluo A da Resoluo nn4 do CGSN. No Estado, o parcelamento pde ser 4 do CGSN. No Estado, o parcelamento pde ser feito at agosto.feito at agosto.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

A.2) Condies: dizem respeito ao A.2) Condies: dizem respeito ao elemento que diferencia a Microempresa e elemento que diferencia a Microempresa e a Empresa de Pequeno Porte (EPP) das a Empresa de Pequeno Porte (EPP) das demais: o tamanho do empreendimento, demais: o tamanho do empreendimento, mensurado objetivamente pela receita mensurado objetivamente pela receita bruta (art. 3, 1).bruta (art. 3, 1).

Microempresas: At R$ 240.000/ano.Microempresas: At R$ 240.000/ano.

EPPsEPPs: At R$ 2.400.000,00/ano.: At R$ 2.400.000,00/ano.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso.I) Ingresso.

Receita Bruta: Conceituao nos Receita Bruta: Conceituao nos moldes do que restou fixado pelo moldes do que restou fixado pelo entendimento do STF nos Recursos entendimento do STF nos Recursos Extraordinrios 150.764, 346.084 e no Extraordinrios 150.764, 346.084 e no RERE--AgRAgR 371.258: receitas oriundas do 371.258: receitas oriundas do exerccio das atividades empresariais.exerccio das atividades empresariais.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

B) Excluses ou Impedimentos: Dizem B) Excluses ou Impedimentos: Dizem respeito forma de constituio ou respeito forma de constituio ou composio societria, em regra. So composio societria, em regra. So situaes que j eram tratadas na legislao situaes que j eram tratadas na legislao do Simples Federal, com pequenas variaes, do Simples Federal, com pequenas variaes, e, no que cabia, pela legislao do Simples e, no que cabia, pela legislao do Simples Gacho. Impedem que a empresa goze de Gacho. Impedem que a empresa goze de qualquer benefcio (efeito) da LC 123. qualquer benefcio (efeito) da LC 123.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

B) Excluses ou Impedimentos.B) Excluses ou Impedimentos.

1) De cujo capital participe outra PJ;1) De cujo capital participe outra PJ;

2) Filial de PJ com sede no exterior;2) Filial de PJ com sede no exterior;

3) De cujo capital participe empresrio 3) De cujo capital participe empresrio ME ou EPP, ou scio de ME ou EPP;ME ou EPP, ou scio de ME ou EPP;

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

B) Excluses ou Impedimentos.B) Excluses ou Impedimentos.

4) Cujo titular ou scio participe com mais 4) Cujo titular ou scio participe com mais de 10% do capital de empresa, desde que a de 10% do capital de empresa, desde que a RB global ultrapasse o limite de EPP;RB global ultrapasse o limite de EPP;

5) Cujo scio ou titular seja administrador 5) Cujo scio ou titular seja administrador de outra PJ com fins lucrativos, desde que a de outra PJ com fins lucrativos, desde que a RB global ultrapasse o limite de EPP;RB global ultrapasse o limite de EPP;

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

B) Excluses ou Impedimentos.B) Excluses ou Impedimentos.

6) Cooperativas, salvo as de consumo;6) Cooperativas, salvo as de consumo;

7) Que participe do capital de outra PJ, 7) Que participe do capital de outra PJ, com excees;com excees;

8) Que exera determinadas atividades; 8) Que exera determinadas atividades; 9) Cindida ou desmembrada h 5 anos;9) Cindida ou desmembrada h 5 anos;

10) Sociedades por aes.10) Sociedades por aes.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso.I) Ingresso.

C) Vedaes: Dizem respeito s atividades C) Vedaes: Dizem respeito s atividades do contribuinte, em regra. So situaes que do contribuinte, em regra. So situaes que j eram tratadas na legislao do Simples j eram tratadas na legislao do Simples Federal, com pequenas variaes, e, no que Federal, com pequenas variaes, e, no que cabia, pela legislao do Simples Gacho. cabia, pela legislao do Simples Gacho. Impedem que a empresa se beneficie dos Impedem que a empresa se beneficie dos efeitos tributrios, mas no dos demais. efeitos tributrios, mas no dos demais.

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

C) Vedaes.C) Vedaes.

1) Que explore algumas atividades de 1) Que explore algumas atividades de crdito;crdito;

2) Com scio domiciliado no exterior;2) Com scio domiciliado no exterior;

3) De cujo capital participe entidade da 3) De cujo capital participe entidade da Administrao Pblica, direta ou indireta, Administrao Pblica, direta ou indireta, federal, estadual ou municipal;federal, estadual ou municipal;

SIMPLES NACIONAL:SIMPLES NACIONAL:INGRESSO E DESENQUADRAMENTOINGRESSO E DESENQUADRAMENTO

I) Ingresso. I) Ingresso.

C) Vedaes.C) Vedaes.

4) Que preste servio de comunicao;4) Que preste servio de comunicao;

5) Com dbito com a Fazenda Pblica (ou 5) C