palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2

Download Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2

Post on 18-Jan-2017

111 views

Category:

Spiritual

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

DEPRESSO: UMA VISO ESPRITADOENAS DA ALMA

1

DOENA DE TODOS OS TEMPOSA depresso uma doena somente dos nossos tempos ?

...porque se d luz ao miservel, e vida aos amargurados de nimo, que esperam a morte, e ela no vem: e cavam em procura dela mais do que de tesouros ocultos; que de alegria saltam, e exultam, achando a sepultura Livro de J; Cap. 3, ver. 20 a 22

2

QUANTOS SO OS DEPRESSIVOS ?10% da populao mundial seriam depressivos.15% da populao mundial, podero contrair este mal.100 milhes estariam padecendo da enfermidade segundo a psicografia do Esprito Joanna de ngelis.

3

QUANTOS SO OS DEPRESSIVOS ? Na realidade atual da humanidade, a depresso , sem dvida, a doena que faz mais vtimas na face da Terra.

4

QUEM PODER CONTRAIR DEPRESSO?Pessoas de todas e quaisquer condies:

Crianas, adolescentes, jovens, adultos e idosos;Ricos e pobres, cultos e ignorantes;Encarnados e desencarnados;Negros, brancos, amarelos, em suma filhos de todas as naes

5

QUANTO TEMPO PODE DURAR UMA DEPRESSO?A depresso pode perdurar por toda a encarnao e acompanhar o esprito desencarnado no seu retorno ao mundo espiritual, sendo possvel, ainda, que o esprito desencarnado e com depresso retorne para uma nova experincia na Terra, trazendo consigo a enfermidade.

6

O QUE DEPRESSO?Em poucas palavras: depresso uma tristeza profunda e prolongada.

Depresso condio mental da alma que comea a resgatar o encontro com a verdade sobre si mesma depois de milnios nos labirintos da iluso. Ermance Dufaux

This template can be used as a starter file for a photo album.

7

GRAUS DA DEPRESSOA depresso apresenta sempre a mesma intensidade e ou durao? No. A intensidade e a durao deste estado dependem da personalidade, dos fatores que desencadeiem o processo e da situao atual da vida do depressivo. Obs: Todo o depressivo, pelo menos est a regra geral, apresenta-se triste; mas, nem toda pessoa triste est clinicamente depressiva. Disse Jesus: " no mundo tereis aflies.....".

8

Aparncia triste e abatida;Os movimentos se tornam mais lentos, diminui a gesticulao que acompanha a fala e o andar;A pessoa fala pouco e o tom de voz baixo; tem poucos assuntos para conversar;Preocupaes constantes com doenas fsicas;

PERFIL COMPORTAMENTAL DO DEPRESSIVO

9

E por ltimo vontade de morrer,( pensamento de morte), ou ainda, pensamentos em torno do suicdio, idias suicidas recorrentes "que surgem, que desaparecem e que ressurgem na mente da pessoa".

Com a Doutrina Esprita tem-se a certeza de que as Leis de Justia e de Causa e Efeito acompanham a criatura no corpo e fora dele, nesta e nas prximas encarnaes; que a morte no elimina de imediato os problemas no superados enquanto no corpo, e que a alma muito especialmente quem se apresentar depressiva.

CONTRIBUIO DA DOUTRINA ESPRITA

11

O HOMEM NO CONCEITO ESPRITA

REGISTRO IMPORTANTE

Sobretudo o Esprito quem efetivamente poder cair em depresso, por conseqncia e por extenso podendo afetar o perisprito e o corpo orgnico.

Segundo Wanderlei de OliveiraNs estamos passando por um processo de construo da nossa educao emocional, por isso no sejamos to rigorosos conosco mesmo.

Um dos grandes problemas que nos acontecem fingir de conta que no temos problemas e fingir que somos o que no somos.

necessrio o auto-enfrentamento, a disposio para se perdoar e entender o que acontece dentro de voc.

Pessoa deprimida ouve afirmaes do tipo:

voc no tem nada ou o que voc tem frescura

CONTRIBUIO DA DOUTRINA ESPRITA

Larga de frescura, faa uma viagem que tudo vai passar

V ao shopping se distrair que toda essa tristeza passa

CONTRIBUIO DA DOUTRINA ESPRITA

FALTA DE DESEJO SEXUALDESNIMO

FALTA DE ENERGIA

TRISTEZA

APATIA OU LENTIDO

DIMINUIO OU AUMENTO DO APETITE

INSNIA OU AUMENTO DE SONO

16

Morte do Pai do AlbertoPerda do PaiDepresso reativaGatilho disparador da depresso

Microsoft Engineering ExcellenceMicrosoft Confidential17

causasFATORES:

ORGNICOS,PSICOEMOCIONAIS,SOCIAIS ESPIRITUAIS

18

CONSEQUNCIAS

Comprometimento do sistema imunolgicoEnfermidades orgnicasSuicdioFator destrutivo da mente e personalidadeTragdias vrias

This template can be used as a starter file for a photo album.

19

Como construda a depresso? Foi construda em

MLTIPLAS EXISTNCIAS CORPORAIS.

Chamaremos de

DEPRESSO CARMTICA.

20

DOENA DE TODOS OS TEMPOSA depresso no uma doena construda em uma s existncia , um efeito construdo na vida mental ao longo de uma caminhada milenar na estrada do egosmo. Dr. Alrio Cerqueira

21

ANTES DA DOENA MENTAL EXISTE A DOENA MORAL

22

EGOSMO!!!! Doena milenar!!!

Postos de lado os defeitos e os vcios acerca dos quais ningum se pode equivocar, qual o sinal mais caracterstico da imperfeio?

O interesse pessoal. Frequentemente, as qualidades morais so como, num objeto de cobre, a douradura que resiste pedra de toque. Pode o homem possuir qualidades reais, que levem o mundo a consider-lo homem de bem. Mas essas qualidades conquanto assinalem um progresso, nem sempre suportam certas provas e s vezes basta que se fira a corda do interesse pessoal para que o fundo fique a descoberto. O verdadeiro desinteresse coisa ainda to rara na Terra que, quando se patenteia, todos o admiram como se fora um fenmeno.Apego s coisas materiais constitui sinal notrio de inferioridade, porque, quanto mais se aferrar aos bens deste mundo, tanto menos compreende o homem o seu destino. Pelo desinteresse, ao contrrio, demosntra que encara de um ponto mais elevado o futuro. Allan Kardec, O Livro dos Espritos, questo 895

23

Em razo das atitudes de egosmo, rebeldia e inaceitao, renascemos com um nvel de inconformao, que o estado psquico predominante, consolidado por meio de repetio desses comportamentos em vrias reencarnaes.

depresso crmica

egosmo

rebeldia

depresso

24

New Work

Como vemos, possumos em ns mesmos, o passado,Presente e o futuro. Esprito Andr Luiz

Matrizes do quadro depressivo

This is another option for an overview using transitions to advance through several slides. 25

SENTIMENTOSVida afetiva do depressivo

4 PADRES

TristezaCulpaMedoRaivaSINTOMAS

InadequaoSensao de no merecimentoIncapacidadeAusncia de motivaoBaixa tolerncia frustraoSentir-se insuficentemente bom para ser amado.

This template can be used as a starter file for a photo album.

26

ATITUDESVida afetiva do depressivoCONDUTAS

ArrognciaPerfeccionismoRigidezDesrespeito aos limites pessoais

This template can be used as a starter file for a photo album.

27

ESTADOS PSQUICOSVida afetiva do depressivoRESULTADO DOS SENTIMENTOS E ATITUDES

AflioTormenta MentalCarncia Angstia

This template can be used as a starter file for a photo album.

28

CAMPOS ENERGTICOSVida afetiva do depressivoRESULTADO DOS SENTIMENTOS E ATITUDES

CansaoDesequilbrio NeuroqumicoDesvitalizao Intestinos e Pulmo

This template can be used as a starter file for a photo album.

29

CURAS ESPIRITUAIS CURAS ESPRITISMOF e PRECEGUA FLUIDAPASSES

30

CURA PELAREFORMA NTIMA

31

MUITA PAZMrcio Augusto Guariente

32