padrões e normas para instalação de rede elétrica ... e normas para... · normas ... eia/tia...

Download Padrões e Normas para Instalação de Rede Elétrica ... e Normas para... · NORMAS ... EIA/TIA 568B…

Post on 01-Oct-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    Padres e Normas para Instalao de Rede

    Eltrica Estabilizada e Rede Lgica de Dados e

    Voz do SENAC-Paran

    Data ltima modificao: 20/04/2012

  • 2

    Apresentao: Nome da Edificao:

    xxxx Proprietrio: xxxx Contato: xxxx (41) 1111-1111 Xxxgxxx.xx.xxx Objeto:

    Documento de Padres e Normas para Instalao de rede

    eltrica estabilizada e rede lgica de dados e voz do SENAC-

    Paran

  • 3

    SUMRIO - Padres e Normas para Instalao de rede eltrica estabilizada e rede

    lgica de dados e voz do SENAC-Paran

    1. Introduo ........................................................................................................................................ 4 2. Dados Bsicos.................................................................................................................................. 4 3. Responsabilidade Tcnica deste Documento ....................................................................... 5 4. Definies de Instalao e Fornecimento ............................................................................. 5 5. NORMAS ............................................................................................................................................ 9 6. PROJETO .......................................................................................................................................... 10

    7. GENERALIDADES .......................................................................................................................... 11

    8. INSTALAES ELTRICAS REDE ESTABILIZADA E NO-BREAK .................................. 12 9. ATERRAMENTOS ........................................................................................................................... 19 10. INSTALAES DE REDE LGICA (DADOS/TELEFONIA) ............................................... 20 11. ATUALIZAO DE PROJETO AS BUILT ............................................................................. 26 12. VERIFICAO FINAL DAS INSTALAES / CHECK LIST............................................... 27 13. GARANTIA DOS MATERIAIS E SERVIOS .................................................................... 27 14. ATESTADO DE GARANTIA INTEGRAL DE EQUIPAMENTOS, MATERIAIS E SERVIOS. 27 15. ESPECIFICAO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS ..................................................... 28

  • 4

    1. Introduo

    O presente documento tem por objetivo fornecer detalhes, informaes e subsdios para a implantao de infra-estrutura de Tecnologia da Informao na edificao xxx, na cidade de xxx, no Estado do Paran.

    Este projeto o elemento balizador da execuo, servindo de item de planejamento, onde define quase a totalidade de materiais que sero aplicados nesta obra. Todavia, os materiais e informaes aqui enunciados no esgotam todos os itens que sero empregados.

    O projeto visa orientar e prover informaes ao integrador/construtor, em relao s expectativas do SENAC - Paran. 2. Dados Bsicos Nome da Edificao:

    xxxx Proprietrio: xxxx Contato: xxxx (41) 1111-1111 Xxxgxxx.xx.xxx Objeto:

    Documento de Padres e Normas para Instalao de rede

    eltrica estabilizada e rede lgica de dados e voz do SENAC-

    Paran

  • 5

    3. Responsabilidade Tcnica deste Documento XXX (41) xxxx-xxxx xxx@xxx.xxx A responsabilidade tcnica aqui informada limita-se a este documento orientativo. Eventuais obras e reformas devero ser construdas conforme aqui apresentado. Qualquer alterao em projeto, durante a sua implantao, ser de responsabilidade da CONTRATADA. 4. Definies de Instalao e Fornecimento

    Estas definies e especificaes tm por objetivo estabelecer caractersticas tcnicas mnimas das Instalaes Eltricas Estabilizadas, Cabeamento Estruturado (Rede Lgica de Dados e Voz) para as unidades do SENAC Paran (Centros de Educao Profissional, Ncleos de Atendimentos, Administrao Regional):

    4:1. Com respeito a licenas e franquias, ser obedecido o disposto nas instrues de licitao, com especial ateno as exigncias do CREA; A CONTRATADA dever comprovar que est inscrita e autorizada a realizar estes tipos de servios no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura), possuindo um profissional habilitado responsvel, o qual dirigir e supervisionar a execuo de todos os servios de Instalaes Eltricas Estabilizadas, Cabeamento Estruturado (Rede Lgica de Dados e Voz) especificados neste projeto. Para tanto, dever apresentar documentao que comprove registro jurdico da empresa no CREA-PR (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Paran) ou CREA equivalente do Estado sede da Proponente, com comprovao que o engenheiro responsvel pela empresa perante o CREA-PR ou CREA equivalente do Estado sede da Proponente, conforme resoluo do CREA - CEEE - NF 02 - DEZ/93 REV: 00 (ou reviso posterior) tem uma das seguintes atribuies:

  • 6

    I. Engenheiro Eletrnico ou Engenheiro Eletricista, modalidade Eletrnica ou Telecomunicaes ou Engenheiro de Comunicaes ou Engenheiro de Telecomunicaes, com atribuies do artigo 9 da Resoluo n 218 de 29.06.1973.

    II. Engenheiro Eletricista com atribuies do artigo 33, do Decreto Federal n 23.569 de 11.12.1933.

    III. Engenheiro Eletricista com atribuies dos artigos 8 ou 9 da Resoluo n 218, de 29.06.1973.

    IV. Engenheiro Mecnico-Eletricista com atribuies do artigo 32, do Decreto Federal n 23.569 de 11.12.1933.

    4.2 Dever possuir Engenheiro Eletricista responsvel, o qual dirigir e supervisionar a execuo de todos os servios das Instalaes Eltricas Estabilizadas, Cabeamento Estruturado (Rede Lgica de Dados e Voz) e por ventura automao especificados em edital e/ou contrato;

    4:3. Caber ao Construtor, proponente adjudicado do edital do qual faz parte

    o presente caderno de encargos, o fornecimento e a instalao dos equipamentos, servios e materiais para o perfeito funcionamento do SENAC xxxx.;

    4.4. Efetuar sob sua exclusiva responsabilidade o transporte horizontal e

    vertical dos equipamentos na obra; 4.5. Executar a montagem de todos os componentes da instalao, devendo

    utilizar para isto, mo-de-obra especializada, sob-responsabilidade de engenheiro credenciado;

    4.6. Colocar a instalao em operao, efetuando ajustes, regulagens e

    programaes necessrias ao perfeito desempenho e funcionamento das instalaes e sistemas;

    4.7. O Construtor ser responsvel pela anotao nas plantas das divergncias

    e/ou complementaes introduzidas durante a construo e montagem do projeto para posterior apresentao do As Built;

    4.8. As solues encontradas para a implementao do projeto orientativo

    devero obedecer s prescries da ABNT;

  • 7

    4.9. As marcas e modelos apresentados nas especificaes tcnicas anexo a este documento so considerados referncias, admitindo-se o fornecimento de materiais e equipamentos similares, obedecendo integralmente s normas de fiscalizao e homologao do SENAC Paran. A indicao do material similar, incluindo o fabricante proposto, dever ser realizada na planilha de fornecimento da proposta. O SENAC Paran entende que na ausncia de indicao do fabricante e do modelo na proposta de fornecimento, devero ser fornecidos os materiais e equipamentos descritos como referncia neste projeto.

    4.10. Se necessrio, aps o incio do fornecimento, a utilizao de material similar diferente do informado na proposta, a CONTRATADA dever submeter ao SENAC Paran uma aprovao prvia. A solicitao para aprovao de material similar dever ser feita em tempo hbil e por escrito, contendo a marca do fabricante, acompanhada de catlogos e especificaes tcnicas. O SENAC Paran se reserva o direito de aprovar ou no as substituies solicitadas.

    4.11. As especificaes, plantas e os detalhes apresentados, sero seguidos

    com toda a fidelidade, podendo a fiscalizao impugnar servios de montagens de quadros, armrios, estruturas, equipamentos, instalaes, pinturas, acabamentos, instrumentos, etc., que no condigam com as mesmas;

    4.12. Em caso de impugnao, a CONTRATADA obrigar-se- refazer ou refornecer os servios, correndo por sua conta exclusiva as despesas com a mo-de-obra, encargos sociais, materiais, transportes, impostos, e demais custos envolvidos;

    4.13. A Contratada dever comprovar experincia na realizao dos servios.

    Dever comprovar tambm que o pessoal tcnico que dirigir, no s a fabricao, mas tambm as montagens locais possuam experincia no ramo;

    4.14. A instalao dos materiais dever ser executada por profissionais

    treinados e qualificados dentro das normas de segurana exigidas para os servios em questo, devendo a empresa comprovar que todos os colaboradores envolvidos na execuo das obras possuem cursos de NR-10, NR-33 e NR-18;

  • 8

    4.15. A Contratada dever apresentar seu Programa de Segurana, Higiene e Sade Ocupacional atravs de PCMSO Programa de Controle Mdico e Sade Ocupacional NR-07 e PPRA Programa de Preveno de Riscos Ambientais NR-09, bem como comprovar a realizao de exames mdicos mnimos obrigatrios para realizao das atividades em questo, tais como: Audiometria, Eletro cardiograma, glicemia e acuidade visual;

    4.16. Os tcnicos/empresas tratados no item anterior, devero comprovar,

    atravs de Acervo Tcnico do CREA, que executaram obras de porte equivalente do presente Edital.

    4.17. Diante das caractersticas de como os servios sero executados, a

    Contratada dever ter sempre na obra as cpias heliogrficas das plantas das Instalaes Eltricas Estabilizadas, Cabeamento Estruturado (Rede Lgica de Dados e Voz), onde sero anotadas, com caneta/lpis na cor vermelha, todas as tubulaes e caixas de passagem eliminadas/mantidas/novas, executadas no decorrer desses servios de modo que se permita a verificao dessas ins

Recommended

View more >