os católicos optaram?: os “setores católicos” e o partido ...· osm-sp – oposição sindical

Download Os católicos oPTaram?: os “setores católicos” e o Partido ...· OSM-SP – Oposição Sindical

If you can't read please download the document

Post on 13-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE SO PAULO

PUC - SP

Adriano Henriques Machado

Os catlicos oPTaram?:

os setores catlicos e o Partido dos Trabalhadores (PT) na grande

So Paulo (1978-1982)

MESTRADO EM HISTRIA

SO PAULO

2010

1

Adriano Henriques Machado

Os catlicos oPTaram?:

os setores catlicos e o Partido dos Trabalhadores (PT) na grande

So Paulo (1978-1982)

MESTRADO EM HISTRIA

Dissertao Apresentada Banca Examinadora da Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo, como exigncia parcial para obteno do ttulo de MESTRE em Histria Social, sob a orientao da Prof. Doutora Heloisa de Faria Cruz

SO PAULO

2010

2

Banca Examinadora

______________________________

______________________________

______________________________

3

AGRADECIMENTOS

Primeiramente a bolsa concedida pela Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior (CAPES), sem a qual este trabalho simplesmente no existiria. A orientadora e professora Dr. Heloisa de Faria Cruz, pelas importantes observaes, questionamentos, grandiosas e certeiras indicaes feitos durante todo o trabalho de pesquisa e na elaborao e formatao final do texto, com relaes sempre marcadas pelo respeito diversidade de pensamento e de opinio, fazendo com que o pensamento cientfico antes de ser fruto de uma imposio, seja uma construo crtico-construtiva. Aos professores que participaram de minha banca de qualificao: Prof. Dr. Paulo Roberto de Almeida da PUC-SP e Prof. Dr. Fernando Torres-Londoo da UFU pela disponibilidade, pelas importantes anlises criticas e pelos apontamentos feitos em vrios pontos do trabalho. Aos demais professores do Programa de Ps-Graduao de Histria da PUC-SP que me auxiliariam em diversas questes, sempre se mostraram interessados em relao minha pesquisa e se disponibilizaram a discutir algumas temticas envolvidas nela: Prof. Dra. Mrcia Barbosa Mansor DAlessio, Prof. Dra. Yara Maria Aun Khoury, Prof. Dra. Estefnia K. C. Fraga e Prof. Dra. Olga Brites. Ao colega e professor da UFSC-BA Luiz Henrique dos Santos Blume pela disponibilidade em fazer a leitura de meu texto na aula de Pesquisa Histrica e pelas suas crticas, as quais alm de muito criteriosas e perspicazes foram muitos pertinentes e estimulantes. Aos diversos Arquivos, Centros de Documentao ou outros rgos de pesquisa, os quais seus acervos foram fundamentais para a realizao desta dissertao, com destaque para seus funcionrios e colaboradores que foram extremamente solcitos e prestativos na disponibilizao de seu tempo e mesmo na pesquisa e indicao de materiais, sendo eles: o Centro de Documentao e Pesquisa Vergueiro (antigo Centro de Pastoral Vergueiro - CPV), atravs da disponibilidade da Luiza; ao Arquivo Metropolitano de So Paulo D. Duarte Leopoldo e Silva, mais conhecido como o Arquivo da Cria; ao Centro Srgio Buarque de Holanda (CSBH), mantido pela Fundao Perseu Abramo, atravs do atendimento feito pelo Carlos; ao Centro de Documentao e Informao Cientfica Prof. Casemiro dos Reis Filhos (CEDIC) da PUC-SP; e pela ateno e conversa tida com a Pastoral Operria de Santo Andr. A minha me Natalia que alm do apoio e do incentivo, ainda disponibilizou o seu tempo para ajudar na correo deste texto. A minha namorada Gisele, pelo carinho e pelo companheirismo nesse momento em que por diversas razes se encontram no mesmo ritmo e em sintonia. A todos os colegas de caminhada do mestrado da PUC-SP, com os quais apesar da correria discutamos bastante sobre as questes de nossas pesquisas, sobre as dificuldades do

4

prprio mestrado e outras coisas s para descontrair, alm das diversas observaes, seminrios e discusses realizadas durantes as aulas e aps delas: Alfredo, Andr Freitas e o Cezareto, Antonio Carlos, Ktia, Luiz, Marcelo, Mariana, Michele, Regiane, Samantha e aos colegas da UNESP-Franca com quem mantenho contato, em especial ao Marcelo, que foi muito solcito com o auxlio do gravador.

5

RESUMO

O presente trabalho discute as relaes estabelecidas entre os diversos setores catlicos da regio da grande So Paulo com o Partido dos Trabalhadores (PT), durante o perodo de 1978 e 1982, a partir das perspectivas da histria social, ou seja, de suas tenses, disputas, aproximaes, rejeies e pontos de identificao e convergncia. No interior da conjuntura dos diversos movimentos que emergiram ao longo dos anos 1970 e que posteriormente articularam a criao do PT, problematiza as relaes estabelecidas entre os diversos grupos catlicos tais como: Pastoral Operria (PO), Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), Comisses de Justia e Paz, a prpria hierarquia, dentre outros, com os movimentos populares e os movimentos operrio-sindicais. Alm disso, analisa como a hierarquia, os diversos grupos e militantes catlicos relacionaram-se e posicionaram-se perante a abertura poltica, a reorganizao partidria e as eleies de 1982, ou seja, desde as articulaes visando a criao de um Partido Popular (PP), passando pela criao do PT, por sua consolidao e a participao do partido nas eleies de 1982.

Palavras-chave: Histria e Partido dos Trabalhadores, Igreja Catlica, Religio e Poltica, Teologia da Libertao, Comunidades Eclesiais de Base.

6

ABSTRACT

This paper discusses the relations between the various sectors Catholics in thebig region of So Paulo with the Workerss Party (PT) during the period between 1978 and 1982, from the perspectives of social history, ie, their tensions, disputes, approaches, rejections and points of identification and convergence. Inside the juncture of the various movements that have emerged over the years 1970 and later articulated the creation of PT, discusses the relations between the various Catholic groups such as: Pastoral Workers (PO), Basic Ecclesial Communities (BEC), Commissions Justice and Peace, the hierarchy itself, among others, with popular movements and labor-union movements. Moreover, examines how the hierarchy, the various groups and Catholics were related and positioned himself in the presence to political openness, reorganizing party and the elections of 1982, ie, since the joints seeking to create a Popular Party (PP), passing through the creation of the PT, its consolidation and the involvement of party elections in 1982. Keywords: History and Workerss Party, the Catholic Church, Religion and Politics, Liberation Theology, Basic Ecclesial Communities.

7

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

ABCD Santo Andr, So Bernardo do Campo, So Caetano do Sul e Diadema.

ACO Ao Catlica Operria

AI-2 Ato Institucional n. 2

AI-5 Ato Institucional n. 5

APML Ao Popular Marxista Leninista

ARENA Aliana Renovadora Nacional

CBA Comit Brasileiro pela Anistia

CEBs Comunidades Eclesiais de Base

CEBRAP Centro Brasileiro de Anlise e Planejamento

CEDIC Centro de Documentao e Informao Cientfica Prof. Casemiro dos Reis Filho

CELAM Conselho Episcopal Latino-americano

CEMI Centro de Comunicao e Educao Popular de So Miguel Manoel do

CMTC Companhia Municipal de Transportes Coletivos de So Paulo

CNBB Conferncia Nacional dos Bispos do Brasil

CPT Comisso Pastoral da Terra

CPV Centro de Documentao e Pesquisa Vergueiro (antigo Centro de Pastoral Vergueiro)

CSBH Centro Srgio Buarque de Holanda

CUT Central nica dos Trabalhadores

DEOPS Departamento de Ordem Poltica e Social

FIESP Federao das Indstrias de So Paulo

FNT Frente Nacional do Trabalho

JOC Juventude Operria Catlica

JUC Juventude Universitria Catlica

MCV Movimento do Custo de Vida

MEP Movimento de Emancipao do Operariado

MDB Movimento Democrtico Brasileiro

OSM-SP Oposio Sindical Metalrgica de So Paulo

ORM- Polop Organizao Revolucionria Marxista Poltica Operria

PAC Proletrios Armados pelo Comunismo

8

PCB Partido Comunista Brasileiro

PC do B Partido Comunista do Brasil

PDC Partido Democrata Cristo

PDS Partido Democrtico Social

PDT Partido Democrtico Brasileiro

PJ Pastoral da Juventude

PL Partido Liberal

PO Pastoral Operria

POC Partido Operrio Comunista

PMDB Partido do Movimento Democrtico Brasileiro

PPDS Partido Popular Democrtico Socialista

PSDB Partido da Social Democracia Brasileira

PSOL Partido Socialismo e Liberdade

PT Partido dos Trabalhadores

PTB Partido Trabalhista Brasileiro

RCC Renovao Carismtica Catlica

STF Supremo Tribunal Federal

TL Teologia da Libertao

TRT Tribunal Regional do Trabalho

TSE Tribunal Superior Eleitoral

Unicamp Universidade de Campinas

USP Universidade de So Paulo

9

SUMRIO

INTRODUO ...................................................................................................................... 10 CAPTULO 1 A PRTICA CATLICA E A FORMAO DO PT ............ 35

1.1 Os setores catlicos e o movimento popular ....................................................... 40

1.2 Os setores catlicos e o movimento operrio-sindical ....................................... 57 CAPTULO 2 DA CRIAO DE UM PARTIDO POPULAR AO SURGIMENTO DO PT ...................................................................................................... 78

2.1 Os setores catlicos e o partido popular ......................................................... 79

2.2 Os setores catlicos e o surgimento do PT .......................................................... 9