os avisos contendo o resumo do presente instrumento ... · pdf file3 desta...

Click here to load reader

Post on 15-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1

FEDERAO NACIONAL DOS CLUBES ESPORTIVOS - FENACLUBES

EDITAL DE COTAO PRVIA DE PREOS

PREMBULO

A FEDERAO NACIONAL DOS CLUBES - FENACLUBES, pessoa jurdica de direito privado sem fins

lucrativos, inscrita no CNPJ sob o n 05.232.628/0001-36, com sede na Rua Babau, n 261, CEP 13092-564

Bairro das Palmeiras, Campinas/SP, torna pblico a quem interessar que se acha aberta a COTAO PRVIA

DE PREOS, do tipo MENOR ORAMENTO DE MO DE OBRA POR METRO QUADRADO em

conformidade ao disposto neste Edital e seus anexos, o qual regido pelos termos do Regulamento de

Contrataes de Bens e Servios da FENACLUBES, disponvel em seu stio eletrnico na internet

.

As instrues estabelecidas neste Edital de COTAO PRVIA DE PREOS determinam os procedimentos que

orientaro o presente processo at a assinatura do respectivo contrato ou documento equivalente.

Os avisos contendo o resumo do presente instrumento convocatrio, foram devidamente publicados no stio eletrnico da FENACLUBES e no Dirio Oficial da Unio.

Recebimento dos Envelopes: Os envelopes contendo a proposta de preo devero ser entregues at o dia

30/05/2016, no endereo da sede da FENACLUBES acima descrito.

A empresa participante dever encaminhar o envelope contendo a proposta de preos atravs dos Correios, com

Aviso de Recebimento AR, para o endereo da FENACLUBES mencionado no prembulo deste edital, ou

entregue pessoalmente no mesmo endereo, mediante protocolo de recebimento emitido pela FENACLUBES.

Data prevista para incio da obra: Dia 15/06/2016.

Todas as referncias de horrios no Edital e no aviso observaro obrigatoriamente o horrio de Braslia/DF.

Obra: Construo Institucional Sede Administrativa

Proprietrio: Federao Nacional dos Clubes - FENACLUBES

Endereo da Obra: Rua Aa 540 Jardim das Palmeiras Campinas/SP

Autor do Projeto Arquitetnico: Vieitez Bernils Arquitetos Ltda. ME Arqta. Luz Divina Vieitez Garcia e Arqto.

Fabio Silveira Bernils

Autor de Calculo Estrutural: Eng. Paulo Cesar Bonfim

Autor Projeto de Instalaes (Eltrica/Hidraulica): Enconcil Engenharia Eng. Sergio H. Afonso.

Autor Projeto Arquitetura Interiores: RSH Arquitetura e Interiores Arqta. Renata Oliveira Selmi Herrmann.

1. OBJETO

http://www.fenaclubes.com.br/file:///C:/Users/Fatima/AppData/Local/Microsoft/Windows/Temporary%20Internet%20Files/Content.Outlook/6W3XW0F1/%3chttp:/www.fenaclubes.com.br%3e

2

1.1 Contratao de mo de obra completa para construo institucional da Sede Administrativa da

Federao Nacional dos Clubes - FENACLUBES, consistindo em todas as etapas, conforme

discriminadas no Cronograma Fsico-Financeiro Anexo I.

2. DO LOCAL DA OBRA

2.1 A Sede Administrativa ser construda na Rua Aa, n 540, Bairro das Palmeiras, Campinas/SP.

3. DA CARACTERIZAO DO EMPREENDIMENTO

3.1 Composto por 03 (trs) pavimentos, sendo o Inferior destinado copa/refeitrio, sanitrio de servios,

rea servio, arquivo morto e local para equipamento de TI. No pavimento trreo: hall/recepo,

sanitrios feminino/masculino, staff, hall escada e sala do Diretor com banheiro privativo. No superior:

sala do Presidente com copa e banheiro privativo e suporte administrativo da Presidncia. A concepo

arquitetnica da sede administrativa prope um longo recuo frontal, gerando um amplo espao ocupado

por uma praa jardim interno e afastando a edificao da Rua Aa.

4. EXECUO DOS SERVIOS

4.1 Projeto aprovado pela Secretaria Municipal de Urbanismo da Prefeitura Municipal de Campinas/SP em

22 de fevereiro de 2016, sob o protocolo 15/11/16584. rea construda aprovada: A=221,03 m. Alvar

de Execuo de nmero 241/2016 emitido em 08 de maro de 2016, com validade de dois anos a partir

desta data.

4.2 Os servios sero executados conforme especificaes, memoriais descritivos, plantas e projetos

aprovados, pelo regime de prestao de servios de mo de obra.

5. DA FISCALIZAO DOS SERVIOS

5.1 A FENACLUBES contratar um profissional, arquiteto ou engenheiro para acompanhamento tcnico e

fiscalizao de todos os servios de obra contratados. Toda e qualquer etapa da obra somente ser

liberada para pagamento da parcela correspondente aps laudo e aceite por parte do profissional

contratado pela FENACLUBES para fiscalizao da obra.

6. MATERIAS E EQUIPAMENTOS

6.1 Todos os materiais necessrios execuo da obra, assim como todos os servios a serem realizados

por terceiros, sero adquiridos e contratados pela FENACLUBES. As requisies e solicitaes dos

diversos materiais e dos diferentes servios de terceiros devero ser efetuadas pela empresa vencedora

3

desta COTAO PRVIA DE PREOS com, no mnimo, uma semana de antecedncia, respeitando-se

eventual especificidade do material e/ou servio a ser adquirido e/ou contratado. A compra do material

e/ou a contratao de terceiros, ser efetivada somente aps a concordncia e aval do profissional

contratado pela FENACLUBES para fiscalizao da obra.

6.2 Caso a futura contratada no aprove quaisquer decises ou sinta-se prejudicada pelo profissional

contratado pela FENACLUBES, dever apresentar laudo tcnico de contestao elaborado por

profissional devidamente capacitado e habilitado.

7. DOS DOCUMENTOS DE HABILITAO

7.1 A empresa participante vencedora dever apresentar os seguintes documentos FENACLUBES:

7.1.1 Inscrio no Cadastro Nacional da Pessoa Jurdica - CNPJ;

7.1.2 Contrato ou Estatuto Social, com as alteraes, em cpia autenticada;

7.1.3 Comprovao de que a empresa funciona no endereo por ela declarado, em cpia

autenticada;

7.1.4 Comprovao de regularidade Fiscal e Trabalhista, consistindo em:

7.1.4.1 Certido de regularidade perante a Fazenda Nacional, no tocante aos tributos federais

e Divida Ativa da Unio;

7.1.4.2 Prova de regularidade relativa Seguridade Social e ao Fundo de Garantia por Tempo

de Servio FGTS, no cumprimento dos encargos por Lei;

7.1.4.3 Certido Negativa de Dbitos Trabalhista (CNDT) comprovando a inexistncia de dbitos

inadimplidos perante a justia do trabalho.

7.2 Os documentos de habilitao devero ser protocolados no endereo da sede da FENACLUBES, ou remetidos atravs

dos Correios, com Aviso de Recebimento, dentro do prazo de 5 (cinco) dias, contar da data de convocao por parte

da FENACLUBES.

8. DO CONTEDO DA PROPOSTA

8.1 A proposta dever ser redigida de maneira clara e sucinta, em papel com a identificao da empresa

participante, datada e assinada pelo seu representante legal, contendo endereo e CNPJ e entregue,

em envelope lacrado, at a data de encerramento no endereo da FENACLUBES.

4

8.2 A proposta de preo dever conter os seguintes elementos:

8.2.1 Nome completo do interessado, endereo completo, CNPJ e Inscrio Estadual;

8.2.2 preo unitrio do servio de mo de obra proposto, por m, em Real (R$), assim como o valor

total da proposta, considerando a rea total da obra a ser edificada. O preo proposto dever conter

apenas 02 (dois) dgitos aps a vrgula;

8.2.3 cronograma fsico financeiro;

8.2.3.1 a empresa participante dever declarar expressamente, nos termos do Modelo de

Declarao constante do ANEXO II, que concorda com o cronograma fsico financeiro

estabelecido pela FENACLUBES;

8.2.3.2 o cronograma fsico-financeiro elaborado pela FENACLUBES servir como elemento

orientador para o acompanhamento da execuo dos servios.

8.2.4 plano geral de trabalho;

8.2.5 relao dos equipamentos a serem empregados;

8.2.6 portflio atualizado da empresa participante, quando houver;

8.2 As propostas no podero conter rasuras, emendas ou entrelinhas.

8.3 Os valores devero ser expressos em algarismos e por extenso, sendo que a obrigatoriedade da

descrio do valor por extenso se restringe apenas ao campo do total do item.

8.4 A composio dos custos para o preo unitrio por metro quadrado dever obrigatoriamente

incluir mo-de-obra, encargos sociais e trabalhistas, ferramentas, equipamentos e quaisquer

outras despesas incidentes sobre os servios.

8.5 Caso se verifique discrepncias entre os valores de preos grafados em algarismo e por extenso,

prevalecero sempre os valores indicados por extenso.

8.6 Plano geral de trabalho e relao dos equipamentos.

8.6.1 A empresa participante dever analisar os projetos e plantas a fim de elaborar um detalhado

plano geral de trabalho, compreendendo a proposta de organizao do canteiro da obra; a

quantificao e qualificao do pessoal tcnico; o planejamento, a metodologia executiva a ser

5

empregada; o detalhamento da sequncia das atividades e o equipamento a ser utilizado;

informando claramente como pretende executar a totalidade dos servios propostos, no prazo

contratualmente fixado.

8.6.2 Dever ser entregue, em folha parte, a relao dos equipamentos a serem empregados, cuja

efetiva presena fsica na obra poder ser posteriormente questionada pelo profissional

contratado pela FENACLUBES para acompanhamento tcnico dos servios.

8.6.2.1 A empresa participante dever informar expressamente em seu Plano Geral de Trabalho, quais os equipamentos devero ser providenciados pela FENACLUBES.

8.7 A proposta dever ter prazo de validade de, no mnimo, 60 (sessenta) dias, cont