“rgƒo oficial do corecon-rj, ierj e sindecon-rj .“rgƒo oficial do corecon-rj,...

Download “RGƒO OFICIAL DO CORECON-RJ, IERJ E SINDECON-RJ .“RGƒO OFICIAL DO CORECON-RJ, IERJ E SINDECON-RJ

Post on 20-Nov-2018

233 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • RGO OFICIAL DO CORECON-RJ, IERJ E SINDECON-RJRGO OFICIAL DO CORECON-RJ, IERJ E SINDECON-RJRGO OFICIAL DO CORECON-RJ, IERJ E SINDECON-RJRGO OFICIAL DO CORECON-RJ, IERJ E SINDECON-RJRGO OFICIAL DO CORECON-RJ, IERJ E SINDECON-RJ

    JORNAL JORNAL JORNAL JORNAL JORNAL DOSDOSDOSDOSDOS

    O primeirO primeirO primeirO primeirO primeirooooooramento de Lulaoramento de Lulaoramento de Lulaoramento de Lulaoramento de Lula

    Pgina 3 FHC dobrFHC dobrFHC dobrFHC dobrFHC dobrouououououpassivo epassivo epassivo epassivo epassivo externoxternoxternoxternoxterno

    Pgina 11

    EleiesEleiesEleiesEleiesEleiesno Conselhono Conselhono Conselhono Conselhono Conselho

    Pgina 7

    Em entrevista ao JE, o professor Wilson Cano,do Instituto de Economia da Unicamp, afirmaque no h outra alternativa para o Brasil queno seja a de buscar um crescimento alto epersistente. O que deve ser feito atravs deamplos programas de habitao, educa-o, reforma agrria e polticas mais ar-rojadas que recriem um sistema finan-ceiro nacional e reescalonem as dvidasdo pas. Autor de livros importantes so-bre economia e colaborador dos pro-gramas de governo do PT, o professorCano teme que o Governo Lula percaa oportunidade conquistada nas urnase que o pas tenha que esperar outros25 anos para implementar as mudan-as que se fazem necessrias.

    Pgina 8

    Crescer aalternativa

    N 170 SETEMBRO DE 2003

  • EDITORIAL

    rrrrrgo Oficial dogo Oficial dogo Oficial dogo Oficial dogo Oficial doCORECON - RJ, IERJ E SINDECON - RJCORECON - RJ, IERJ E SINDECON - RJCORECON - RJ, IERJ E SINDECON - RJCORECON - RJ, IERJ E SINDECON - RJCORECON - RJ, IERJ E SINDECON - RJ

    ISSN 1519-7387

    Conselho Editorial:Conselho Editorial:Conselho Editorial:Conselho Editorial:Conselho Editorial: Ceci Juru, Paulo Passarinho,Paulo Mibielli, Sidney Pascotto, Nelson Le Cocq, Gil-berto Caputo Santos, Gilberto Alcntara e JulioMiragaya

    Editor: Editor: Editor: Editor: Editor: Nilo Srgio GomesCorreio eletrnico: nilosgomes@bol.com.brIlustrao:Ilustrao:Ilustrao:Ilustrao:Ilustrao: AliedoCaricaturista:Caricaturista:Caricaturista:Caricaturista:Caricaturista: Cssio LoredanoDiagramao e FDiagramao e FDiagramao e FDiagramao e FDiagramao e Finalizao:inalizao:inalizao:inalizao:inalizao:Rossana Henriques (21) 2462-4885FFFFFotolito e Improtolito e Improtolito e Improtolito e Improtolito e Impresso:esso:esso:esso:esso: TipolgicaTTTTTiragem: iragem: iragem: iragem: iragem: 13.000 exemplaresPPPPPeriodicidade:eriodicidade:eriodicidade:eriodicidade:eriodicidade: Mensal

    Correio eletrnico: apoio@corecon-rj.org.br

    As matrias assinadas por colaboradores no refle-tem, necessariamente, a posio das entidades. permitida a reproduo total ou parcial dos artigosdesta edio, desde que citada a fonte.

    CORECON - CONSELHO REGIONALCORECON - CONSELHO REGIONALCORECON - CONSELHO REGIONALCORECON - CONSELHO REGIONALCORECON - CONSELHO REGIONALDE ECONOMIA/RJDE ECONOMIA/RJDE ECONOMIA/RJDE ECONOMIA/RJDE ECONOMIA/RJ

    Av. Rio Branco, 109 19 andarRio de Janeiro RJ Centro CEP 20054-900

    Telefax: (21)2232-8178 ramal 22Correio eletrnico: corecon-rj@corecon-rj.org.br

    internet: http://www.corecon-rj.org.brPPPPPrrrrresidente: esidente: esidente: esidente: esidente: Sidney Pascotto VVVVVice-price-price-price-price-presidente:esidente:esidente:esidente:esidente:Joo Manoel Gonalves Barbosa ConselheirConselheirConselheirConselheirConselheirosososososEfetivos:Efetivos:Efetivos:Efetivos:Efetivos: ngela Maria Puppim Buzanovsky, CeciJuru, Francisco Bernardo Karam, Ronaldo Rangel,Nelson Le Cocq, Gilberto Caputo Santos, Jos AntonioLutterbach Soares ConselheirConselheirConselheirConselheirConselheirososososos Suplentes: Suplentes: Suplentes: Suplentes: Suplentes: ArthurCmara Cardozo, Eduardo Carnos Scaletsky, JulioDiniz Bastos Pinto, Julio Flavio Gameiro Miragaya,Luiz Mario Behnken, Mario Luiz Freitas Lemos, MauroOsrio da Silva.

    SINDECON - SINDICASINDECON - SINDICASINDECON - SINDICASINDECON - SINDICASINDECON - SINDICATO DOSTO DOSTO DOSTO DOSTO DOSECONOMISTECONOMISTECONOMISTECONOMISTECONOMISTAS DO ESTAS DO ESTAS DO ESTAS DO ESTAS DO ESTADO DO RJADO DO RJADO DO RJADO DO RJADO DO RJ

    Av. Treze de Maio, 23 Grupos 1607/1608/1609 Rio de Janeiro RJ CEP 20031-000

    Tel.: (21)2262-2535 Telefax: (21)2533-7891 e 2533-2192Correio eletrnico: sindecon@sindecon.org.br

    Coodenador Geral: Coodenador Geral: Coodenador Geral: Coodenador Geral: Coodenador Geral: Paulo Passarinho CoorCoorCoorCoorCoordenadordenadordenadordenadordenadorde Assuntos Institucionais: de Assuntos Institucionais: de Assuntos Institucionais: de Assuntos Institucionais: de Assuntos Institucionais: Sidney Pascotto DirDirDirDirDiretoretoretoretoretores de Assuntos Institucionais:es de Assuntos Institucionais:es de Assuntos Institucionais:es de Assuntos Institucionais:es de Assuntos Institucionais: RonaldoRangel, Ceci Juru, Rogrio da Silva Rocha, RafaelVieira da Silva, Nelson Le Cocq, Antnio Melki Jr eEduardo Carnos Scaletsky CoorCoorCoorCoorCoordenador dedenador dedenador dedenador dedenador deRelaes Sindicais: Relaes Sindicais: Relaes Sindicais: Relaes Sindicais: Relaes Sindicais: Joo Manoel GonalvesBarbosa DirDirDirDirDiretoretoretoretoretores de Relaes Sindicais:es de Relaes Sindicais:es de Relaes Sindicais:es de Relaes Sindicais:es de Relaes Sindicais: JlioMiragaya, Gilberto Caputo Santos, Sandra Maria deSouza, Carlos Tibiri Miranda, Jos Fausto Ferreira,Csar Homero Lopes, Neuza Salles Carneiro e reginaLcia Gadioli dos Santos CoorCoorCoorCoorCoordenador dedenador dedenador dedenador dedenador deDivulgao e FDivulgao e FDivulgao e FDivulgao e FDivulgao e Finanas: inanas: inanas: inanas: inanas: Gilberto Alcantara da Cruz DirDirDirDirDiretoretoretoretoretores de Divulgao e Fes de Divulgao e Fes de Divulgao e Fes de Divulgao e Fes de Divulgao e Finanas:inanas:inanas:inanas:inanas: WellingtonLeonardo da Silva e Jos Jannotti Viegas ConselhoConselhoConselhoConselhoConselhoFFFFFiscal: iscal: iscal: iscal: iscal: Ademir Figueiredo, Luciano Amaral Pereira eJorge de Oliveira Camargo.

    Jornal dos

    2 jornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembro de 2003o de 2003o de 2003o de 2003o de 2003

    A vez do Brasil

    O Jornal dos Economistas tem bus-cado, em suas ltimas edies,ouvir economistas engajados naluta pela transformao do pas, paraconhecer suas opinies, sugestes e cr-ticas ao Governo Lula.

    Neste nmero, ouvimos o professorWilson Cano, da Unicamp, conhecidoestudioso e pesquisador da economiae colaborador dos programas de gover-no do PT na rea econmica. Sua ava-liao acentua a preocupao com osrumos econmicos do Governo Lula,embora reconhea as suas valiosas con-tribuies poltica externa do pas.

    no campo macroeconmico quese ampliam suas apreenses, queabrangem desde questes como a au-tonomia do BC forma como foramencaminhadas as reformas da Previ-dncia e Tributria.

    A manter essa poltica de alinha-mento com organismos internacionaiscomo FMI e Bird, o professor WilsonCano acredita que o pas poder per-der uma grande oportunidade de rea-

    SumrioPgina 03 Oramento 2004 Jorge Bittar, deputado federal

    Pgina 05 Reforma tributria Alexandre Teixeira

    Pgina 07 Eleies Corecon

    Pgina 08 Entrevista: Wilson Cano, professor da Unicamp

    Pgina 11 Passivo externo Rodrigo Vieira de vila

    Pgina 14 Balano financeiro

    Pgina 15 Aes contra a Prefeitura

    Pgina 16 Economistas na InternetCurso sobre Karl Marx

    lizar as transformaes to necessri-as ao seu povo.

    Mas o JE traz tambm artigo do de-putado federal Jorge Bittar (PT-RJ),relator do projeto de Oramento para2004, o primeiro do Governo Lula. Oparlamentar mostra os nmeros que es-to sendo previstos para o ano que veme conclui que o governo atual est ope-rando em um espao estreito que, po-rm, poder render grandes frutos afrente para que o pas retome o cami-nho do crescimento, e, desta vez, deforma sustentvel e sem recuos.

    Para os economistas do Rio, contu-do, o ms de outubro de eleio. Nodia 30, as urnas do Conselho se abrempara receber os votos dos economistaspara a eleio do tero de conselheirosdo Corecon-RJ. uma nova oportuni-dade de cravar a opo no rumo doprogresso e do desenvolvimento da en-tidade, destino que todos almejamostambm para o pas.

    Uma boa leitura e bom voto a todosos leitores e eleitores.

  • ORAMENTO 2004

    3jornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembrjornal dos economistas - setembro de 2003o de 2003o de 2003o de 2003o de 2003Jorge Bittar*

    Um passo para o crescimento

    oramento de 2004 reflete o resulta-do das iniciativas adotadas pelo Go-verno Lula para reorganizar a eco-

    nomia brasileira e preparar o caminhode retomada do crescimento econmico.

    Com medidas duras e severas, o Go-verno Lula conseguiu reverter o pro-cesso de degenerao macroeconmicado Brasil. O risco Brasil, que em janei-ro estava em 2.400 pontos uma pon-tuao estratosfrica hoje situa-se abai-xo dos 700. A inflao brasileira que seencontrava na faixa de 40%, est agoraentre 7% e 8%. O dlar, que alcanavaos R$ 4, neste momento apresenta-sena faixa de R$ 3.

    Alm disso, graas ao enorme esfor-o exportador, revertemos o crnico d-ficit na balana comercial e nas contascorrentes do balano de pagamentos,geramos um saldo de US$ 10 bilhes nabalana comercial do primeiro semestree apontamos um supervit nesse mes-mo item superior a US 20 bilhes. Essequadro oferece-nos uma posio maisconfortvel para discutir um novo acor-do com o FMI, buscando eliminar as res-tries que limitam os investimentos dasempresas pblicas e o endividamentodo setor pblico brasileiro.

    A prpria economia brasileira j re-vela sinais claros de reanimao e

Recommended

View more >