orçamento,planejamento e custos de obras

Download Orçamento,planejamento e custos de obras

Post on 03-Jul-2015

4.940 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

curso ano 2008

Oramento, planejamento e custos de obrasprofessor

Ivan Xavier

ExpedienteFupam Fundao de Apoio a Pesquisa Ambiental Diretoria Diretor presidente Pedro Taddei Neto Administrao Conselho presidente Vice-presidente Conselheiros Diretor de cursos Paulo Pellegrino Coordenador do curso Simes Redao/edio Ivan Xavier Projeto grco e diagramao Daniela Nogueira Secondo

Ficha catalogrcaXAVIER, IVAN e-mail: lmivan@usp.br APOSTILA DO CURSO ORAMENTO, PLANEJAMENTO E CUSTOS DE OBRA: VISA OFERECER AOS PROFISSIONAIS INICIANTES NA REA DE CONSTRUO CIVIL, EXPERINCIAS PARA EXECUO DE ORAMENTO DE MATERIAS DE CONSTRUO E MO DE OBRA, PLANEJAMENTO DE OBRA E LEVANTAMENTO DE CUSTOS. APOSTILA DA FUPAM FUNDAO PARA A PESQUISA AMBIENTAL 1.Introduo ao curso e objetivos; 2. Apresentao do curso; 3.Teoria do memorial; 4. Teoria do oramento, 5. A elaborao de oramento nas empresas; 6. Atributos do oramento; 7. Etapas da oramentao; 8. Graus de oramento; 9. Levantamento de quantidades; 10. Custo direto, indireto, lucro, impostos, BDI e preo de venda; 11. Planejamento e custos de obra; 12. Bibliograa. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo FAU USP Universidade de So Paulo USP FUPAM Fundao para a Pesquisa Ambiental

Todos os direitos reservados por

Rua Alvarenga, n. 1882 - Butant CEP 05509-004 - So Paulo - SP Telefone: 3554-6060 www.fupam.org.br

2

ndice1. Introduo ao curso e objetivos ..................................................... 4 2. Apresentao do curso .................................................................. 5 O oramento .................................................................................. 5 O planejamento de obra ................................................................. 7 Ferramentas de planejamento ....................................................... 8 Controle de custos ......................................................................... 9 3. Teoria do memorial ....................................................................... 10 4. Teoria do oramento .................................................................... 14 5. Elaborao do oramento nas empresas..................................... 18 6. Atributos do oramento ................................................................ 19 Aproximao ................................................................................ 20 Especicidade ............................................................................. 21 Temporalidade ............................................................................. 22 Enfoques do oramento ............................................................... 22 7. Etapas da oramentao ............................................................. 23 Entendimento e estudo das condicionantes................................. 24 Elaborao de custos ................................................................... 26 Utilidades do oramento............................................................... 30 8. Graus de oramento .................................................................... 31 9. Levantamento de quantidades ..................................................... 33 10. Custo direto, indireto, lucro, impostos, BDI e preo de venda ..... 40 11. Planejamento e custos de obras ................................................. 44 Programao da obra aps a contratao ................................ 49 Organizao de uma obra ............................................................ 52 Procedimentos prvios execuo ............................................. 52 Precedimentos gerenciais para controle da obra ......................... 53 Ferramentas de controle .............................................................. 53 Diagrama de rede......................................................................... 54 Grco de Ghant .......................................................................... 54 Cronograma fsico-nanceiro ....................................................... 54 Operao e controle da obra ....................................................... 54 12. Bibliograa .................................................................................. 62

3

1. Introduo ao curso e objetivosO mercado da construo civil, com a rapidez das transformaes tecnolgicas (tcnicas e tecnologia) associada competitividade cada vez mais acirrada e abrangente entre as empresas, exige do mercado prossionais aptos e capazes de atender e dar respostas rpidas a estas demandas. As empresas e os contratantes, exigem qualidade associada produtividade e rapidez (cronogramas cada vez mais apertados); hoje em dia este desempenho quase uma obrigao. A satisfao do cliente tornou-se prioridade, assim o nosso pensar e agir devem estar relacionado com um novo processo de execuo de projeto e obra, onde os trabalhos, a produo e o planejamento devem ser elaborados dentro desta nova realidade. A produtividade est relacionada com a qualidade e desempenho, com a eliminao do desperdcio, o consumo elevado de materiais, mo de obra e equipamentos; acompanhados da utilizao de tcnicas, tecnologias e normas que respeitem o meio ambiente. No temos mais condies de tomar decises amadorsticas, devemos, pois, acompanhar a demandas de mercado e as novas sistematizaes dos processos de construo. Devemos sempre estar busca de boas solues com qualidade e custos compatveis de execuo, associando ao mximo o aproveitamento de idias que elevem o processo produtivo, aproveitando os novos conceitos de planejamento e de execuo de obras. Precisamos ter em mente o que signica o projeto do produto e ou empreendimento, como denir e especicar a maior quantidade de informaes e detalhes possveis para, posteriormente temos uma execuo mais racional e simplicada, no se esquecendo da mxima: Atrs de uma boa OBRA, sempre existe um bom PROJETO e um bom ORAMENTO. No projeto do produto / empreendimento, a elaborao do oramento signica tambm a denio de como se executar cada uma das etapas participantes do processo produtivo ou seja: para podermos chegar aos melhores resultados necessitamos conhecer as melhores tcnicas e tecnologia, o emprego de materiais adequados e mo-de-obra cada vez mais qualicada e preparada so necessidades fundamentais para tornar o objeto (edifcio) cada vez eciente. Este o nosso grande desao, considerando sempre neste processo a melhor relao entre o custo e benefcio.4

Precisamos denir e organizar os elementos disponveis para que o processo de planejamento, execuo e controle da obra ocorram da melhor forma possvel considerando a realidade e as prticas vigentes no mercado atual.

2. Apresentao do cursoA organizao e execuo de uma obra exigem dos prossionais, ateno em todas as suas fases, especialmente as dedicadas ao planejamento e ao controle da mesma. Este curso prope discutir os principais elementos de planejamento de uma obra: O oramento, o planejamento de obra em si, as ferramentas de planejamento e o controle de custos. Abordaremos os seguintes aspectos: O oramento O oramento um produto denido, informando o valor para a realizao de um determinado produto ou servio, as condies necessrias para a sua realizao, o objeto a ser realizado e o prazo para que este produto ou servio se realize. Elaborar um oramento exige um processo ao qual denominamos de oramentao. A tcnica oramentria exige identicao clara do produto e ou servio, descrio correta, quanticao, anlise e valorizao de uma srie de itens, requerendo tcnica, ateno e, principalmente, conhecimento de como se executa uma determinada obra e ou servio. O conhecimento detalhado do servio, a interpretao detalhada dos desenhos, planos e especicaes da obra lhes permite a melhor maneira de realizar cada tarefa de uma obra, bem como identicar a diculdade de cada servio e consequentemente seus custos. Alm dos servios identicados e extrados do projeto, existem outros parmetros que devem ser identicados, como o caso das chuvas, condies do solo, acesso, diculdades de abastecimento de materiais, utuaes na produtividade dos operrios e despesas indiretas, tais como: gua, luz, telefone, refeies, combustivis, manuteno do canteiro, etc. A elaborao de um oramento pode determinar o sucesso e ou fracasso de uma empresa construtora e ou construtor, um erro no oramento acarreta imperfeies, frustaes, falta de credibilidade e prejuizos a curto e mdio prazo. O oramento base de xao do preo de um determinado projeto e ou empreendimento, uma das mais importantes reas no negcio da construo civil.5

Executar um oramento, no pode ser considerado um jogo de adivinhao, deve ser um trabalho bem executado com critrios, normas, regras e utilizao de informaes conavis; para que o verdadeiro custo de um empreendimento se aproxime ao mximo da estimativa de custo realizado, ou seja; nenhum oramento xa de antemo o valor exato dos custos, o que um bom oramento realmente consegue uma estimativa de custos bem precisa em funo da qual a empresa construtora ir atribuir o seu melhor Preo de Venda. Em geral, um oramento elaborado considerando-se: Custos diretos: Mo-de-obra de operrios, materiais e equipamentos; Custos indiretos: equipes de superviso e apoio, despesas gerais com o canteiro de obras, taxas, etc; Preo de venda: Incluindo custos diretos e indiretos, adicionando-se os impostos e lucro da operao. O preo nal de um oramento numa planilha de vendas proposto por uma construtora ou construtor no deve ser to baixo a ponto de no permitir lucro, e tambm no deve ser to alto a ponto de no ser competitivo com outras empresas na disputa da realizao de determindo servio e ou emprendimento. Na elaborao de um oramento, duas empresas construtoras chegaro sempre a oramentos bem distintos e diferentes para uma determinada concorrncia; porque diferentes so os critrios utilizados, a metodologia de levantamento de quantidade, as tcnicas e mtodos utilizados para a execuo de obra, os preos coletados, o BDI (Bonicao d

Recommended

View more >