orçamento doméstico - files.· 6 cartilha do orçamento doméstico orçamento doméstico É o...

Download Orçamento Doméstico - files.· 6 Cartilha do Orçamento Doméstico Orçamento doméstico É o cálculo

Post on 10-Nov-2018

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Oramento Domstico

  • Todo mundo sabe que pesquisar, procurar e contratar um seguro de automvel envolve uma baita burocracia e perda de tempo.

    Que tal ler as suas necessidades, on-line e em TEMPO REAL?

    Acesse economizeem1clique.com.br e faa um teste.S a PROTESTE, em parceria com a Smartia, ajuda voc a fazer as melhores escolhas.

    RPIDO > ONLINE

    CONFIVEL > SEGURADORAS INDICADAS PELA PROTESTE

    ECONMICO > A MELHOR OPO PARA O SEU BOLSO

    economizeem1clique.com.br

  • PROTESTE Associao de Consumidores 3

    Na ponta do lpis Ns somos uma sociedade mais ligada s palavras do que aos nmeros. Gos-tamos de debates, de uma boa conversa e de expor nossas opinies sobre todos os assuntos do momento.

    Isso se refora com as redes sociais e os programas de comunicao instant-nea dos dispositivos mveis. No por acaso, temos mais de um telefone celular por habitante, e somos um dos campees mundiais de acesso Internet, em tempo mdio de conexo (apesar das dificuldades dos servios de banda larga).

    Fazer contas, entretanto, fundamental. E elas tm de fechar no final do ms, pois corremos o risco do endividamento, se no nos familiarizarmos com plani-lhas que contraponham receitas e despesas.

    A educao financeira, contudo, ainda engatinha. Em algumas situaes, so-mos convidados a adquirir produtos e servios para ativar a economia brasileira. No haveria nada de condenvel nisso, se as taxas de juros no fossem estra-tosfricas, e se ocorresse uma distribuio de renda mais equilibrada.

    Alm disso, os preos de quase tudo que consumimos so fortemente impacta-dos pelo Custo Brasil, decorrente de uma carga tributria e fiscal voraz, de uma burocracia renitente e de uma infraestrutura claudicante. Sem contar os lucros diferenciados em relao s matrizes das companhias que aqui atuam.

    Tudo custa mais caro no Brasil. Ento, quando se incentivam, por exemplo, as vendas de automveis, convidam-se os consumidores a pagar at o dobro por um carro, e a entupir as ruas das grandes e mdias cidades.

    O crdito tem taxas de juros escorchantes. Se uma pessoa no avaliar muito bem o peso dos pagamentos obrigatrios (gua, energia eltrica, condomnio, aluguel ou prestao do imvel, compras de supermercado, refeies fora de casa, medicamentos, telecomunicaes, transporte, plano ou seguro sade), correr o risco de comprometer em demasia os seus rendimentos.

    O superendividamento comear exatamente no momento em que no fizer-mos as contas, e ser alimentado pelo apetite das instituies financeiras e dos governos.

    Maria Ins Dolci Coordenadora institucional da PROTESTE

  • Cartilha do Oramento Domstico4

    SumrioNa ponta do lpis ....................................................................................................... 3Conhea a legislao ................................................................................................. 5Oramento domstico ..............................................................................................6Simuladores de despesas .........................................................................................7Pingos nos is/Conhea seus direitos .................................................................8Aprenda a usar o carto de crdito ......................................................................11Linhas de crdito ...................................................................................................... 12Portabilidade/Adeus, endividamento ............................................................. 14Economizar para viver melhor .............................................................................16Onde reclamar ...........................................................................................................18Faa as contas ...........................................................................................................19PROTESTE, a servio do consumidor ................................................................ 22

    ExpedienteCartilha do Oramento Domstico

    Realizao: PROTESTECoordenao editorial: Maria Ins Dolci;Redao final: Carlos Thompson;Projeto Grfico: Marcus Vinicius Pinheiro;Diagramao: Andr Mucheroni;Ilustraes: Perkins;Assessoria de Imprensa e jornalista responsvel: Vera Lcia Ramos, MTb: 769;Contedos e apoio editorial: Camila Souza, David Freitas Passada, Gisele Rodrigues, Hessia Costilla, Joo Dias Antunes, Renata Pedro, Rodrigo Alexandre, Sonia Amaro, Tatiana Viola de Queiroz, Vera Lcia Ramos, Vernica Dutt-Ross e Weberth Costa.

    PROTESTE

    Sede: Avenida Lcio Costa, 6.240 Trreo Barra da TijucaCEP 22630-013Rio de Janeiro RJ

    Escritrio em So Paulo:Rua Machado Bittencourt, 361 6 andar Vila Clementino CEP 04044-905 So Paulo SP

  • PROTESTE Associao de Consumidores 5

    Conhea a legislaoO que o Cdigo de Defesa do Consumidor (CDC)Foi promulgado em 1990. uma das mais avanadas leis do mun-do de proteo aos direitos do consumidor. Antes dele, faltava clareza na definio de responsa-bilidade nas relaes de consumo. Isso facilitava abusos em contra-tos, entrega de produtos, presta-o de servios, propaganda etc. A lei n 8.078/90 ampliou, ento, a cidadania das pessoas tambm como consumidoras.

    Direitos Bsicos do Consumidor (CDC) 1. Proteo da vida, sade e segurana contra os riscos provocados por prticas no fornecimento de produtos e servios considerados perigosos ou nocivos;2. Educao e divulgao sobre o consumo adequado dos produtos e servios;3. Informao adequada e clara sobre os diferentes produtos e servios, com especi-ficao correta de quantidade, caractersticas, composio, qualidade e preo, bem como seus eventuais riscos;4. Proteo contra a publicidade enganosa e abusiva, mtodos comerciais coerci-tivos ou desleais, bem como contra prticas e clusulas abusivas ou impostas no fornecimento de produtos e servios;5. Modificao das clusulas contratuais que estabeleam prestaes despropor-cionais, ou sua reviso caso se tornem excessivamente caras;6. Efetiva preveno e reparao de danos patrimoniais e morais;7. Acesso aos rgos judicirios e administrativos;8. Facilitao da defesa de seus direitos, inclusive com a inverso do nus da prova;9. Adequada e eficaz prestao dos servios pblicos em geral.

  • Cartilha do Oramento Domstico6

    Oramento domstico o clculo e previso de receitas e de despesas de uma pessoa ou grupo familiar. Pode ser definido, ento, como uma conta que, se tiver resultado positivo, apontar eventuais sobras de dinheiro. Em caso de empate, no teremos nada para poupar. Mas, se for negativo, indicar dvida, seja no cheque especial, carto de crdito ou em emprstimos.

    Um bom oramento domstico deve ser, acima de tudo, completo e verdadeiro. Na coluna das receitas, s devemos considerar os ingressos de dinheiro j garantidos (salrios, apo-sentadorias, penses, valores a serem recebidos por servios prestados, pr-labore).

    Os gastos devem ser divididos em fixos (que no variam durante o ano, como plano de sade, condomnio, TV por assinatura e escola dos filhos); semifixos (supermercado e contas de luz), e os variveis (roupas, calados e lazer).

    Um oramento bem feito traz vrios benefcios: ajuda a planejar os gastos para o ms seguinte; programa a poupana necessria para realizar sonhos e nos proteger em pe-rodos de dificuldades financeiras, e nos mostra onde deveremos e poderemos cortar despesas. Tudo isso, evidentemente, demandar mudanas de hbitos.

    importantssimo ser criterioso no lanamento das despesas. Por exemplo, uma com-pra no credirio ter de ser lanada at o vencimento da ltima parcela. Com relao a gastos que no sejam exatos como, por exemplo, combustvel para o carro e refeies em restaurantes o ideal orar para mais, nunca para menos.

    Se possvel, bom atualizar o oramento semanal ou quinzenalmente. E planejar para que sobre algum dinheiro periodicamente, para poupana ou investimento financeiro, a fim de se criar um colcho de proteo para dias mais difceis (tratamento de sade, desemprego, despesa inesperada) ou mais felizes (viagens, passeios, troca de carro ou compra de imvel, faculdade do filho).

  • PROTESTE Associao de Consumidores 7

    Simuladores de despesaComo cortar despesas? A PROTESTE Associao de Consumidores ajuda voc a fazer suas contas, economizar, eliminar gastos suprfluos e a reduzir gastos para organizar sua vida financeira. Para isso, utilize nossos simuladores:

    Oramento familiar www.proteste.org.br/simulador/orcamento-familiar

    Supermercado www.proteste.org.br/simulador/guia-de-supermercado

    TV por assinatura www.proteste.org.br/simulador/tv-por-assinatura

    Plano de sade www.proteste.org.br/simulador/planos-de-saude

    Tarifas de celular www.proteste.org.br/comparar/tarifa-2g

    Gasolina ou lcool? www.proteste.org.br/simulador/alcool-ou-gasolina

    Investimento (CDB) www.proteste.org.br/simulador/cdb-investimento

    Crdito imobilirio www.proteste.org.br/simulador/credito-imobiliario

    Seguro de automvel www.proteste.org.br/carros/seguro-de-automovel

    Contas bancrias www.proteste.org.br/simulador/contas-bancarias

    Tarifas DDD www.proteste.org.br/simulador/ddd

    Tarifas DDI www.proteste.org.br/simulador/ddi

    Alguns simuladores so exclusivos para os associados da PROTESTE. Alm disso, para orientao da PROTESTE, associados podem entrar em contato pelos telefones (11) 4003-3907 (So Paulo), ou (21) 3906-3900 (Rio de Janeiro e demais estados).

    Se ainda no for associado, entre em contato com nossa Central de Atendimento pelo telefone (21) 3906-3906, ou acesse o site www.proteste.org.br.

  • Cartilha do Oramento Domstico8

    Pingos nos is Est l, bem no comecinho do Cdigo de Defesa do Consumidor (CDC), no Art. 2:

    Consumidor toda pessoa fsica ou jurdica que adquire ou utiliza produto ou servio como destinatrio final.

    E no Art. 3: Fornecedor toda