orçamento cidadão - ?· estado para 2015. ao longo do orçamento cidadão, ... lucros das...

Download Orçamento Cidadão - ?· Estado para 2015. Ao longo do Orçamento Cidadão, ... lucros das empresas,…

Post on 22-Nov-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Oramento Cidado

    O ORAMENTO DO ESTADO 2015

  • ndice

    Oramento Cidado 3

    Quais os impostos mais relevantes e qual a receita

    fiscal do Estado estimada do OE 2015?

    De onde vem a receita do Estado? (IRS - escales de

    rendimento)

    De onde vem a receita do Estado)? (IRC escales

    de volume de negcios)

    Onde ser gasto o dinheiro dos contribuintes em

    2015?

    Dfice das Administraes Pblicas: de 2010 a 2015

    Glossrio

    Conhecer o Oramento do Estado - Informao

    sobre o Oramento do Estado

    Informao desagregada por organismo

    Onde encontrar mais informao Ficha Tcnica

    18

    19

    20

    21

    23

    24

    25

    26

    27

    Porqu um Oramento Cidado?

    O que o Oramento do Estado?

    O que est includo no Oramento do Estado?

    Como se faz, aprova, implementa e monitoriza o

    Oramento do Estado?

    Previses macroeconmicas para 2015.

    O que se prev para o dfice oramental em 2015?

    Financiamento do Estado.

    Evoluo da Dvida Pblica.

    Do dfice oramental de 2014 ao dfice oramental

    de 2015

    Quais as medidas para reduzir o dfice em 2015?

    De onde vem a receita em 2015?

    4

    5

    6

    7

    10

    11

    12

    13

    14

    16

    17

  • Porqu um Oramento Cidado?

    O que ?

    O Oramento Cidado (OC) resume o Oramento do

    Estado (OE) nos seus pontos essenciais. Pretende-se,

    atravs de quadros e tabelas simplificados, a fcil

    compreenso pelos eleitores das prioridades e

    decises implcitas na poltica oramental.

    A comunicao das prioridades oramentais

    fundamental para que os cidados entendam como o

    Governo pretende cobrar receitas e onde elas vo ser

    gastas; como espera cumprir os objetivos do dfice

    oramental e da dvida pblica.

    A elaborao deste documento pretende estabelecer

    boas prticas de transparncia que servem para

    aumentar a qualidade da democracia em Portugal.

    O valor da Transparncia Oramental

    Existem Oramentos Cidado em vrios pases

    europeus, tais como o Reino Unido, a Sucia, os Pases

    Baixos, entre outros. Em todos estes, o Oramento

    Cidado visto como um instrumento que serve dois

    objectivos: por um lado a responsabilizao dos

    governantes e por outro o envolvimento dos cidados

    no processo poltico.

    Como utilizar?

    Neste Oramento Cidado, poder encontrar

    informao acessvel e objetiva sobre:

    1. Processo do Oramento do Estado e respetivas

    componentes.

    2. Cenrio que o Governo antecipa para a evoluo

    da economia em 2015, o qual condiciona as

    escolhas oramentais.

    3. Os objectivos para o dfice oramental e a dvida

    pblica, bem como um conjunto de outros

    indicadores-chave.

    4. Receitas e despesas previstas para 2015.

    5. Sntese das principais medidas da poltica

    oramental do lado da receita e despesa.

    4 Oramento Cidado 4

    O presente documento tem por base Oramento do Estado para 2015. Ao longo do Oramento Cidado, procura-se utilizar uma linguagem simples e acessvel a todos. Ainda assim, no Glossrio esto disponveis definies precisas de alguns conceitos-chave (marcados a azul).

  • O que o Oramento do Estado?

    O Oramento do Estado o documento ou conjunto de documentos que, com fora de lei, detalha todas as receitas e despesas do Estado previstas para um determinado ano, propostas pelo Governo e autorizadas pela Assembleia da Repblica. Cumpre em simultneo trs funes fundamentais:

    Constitui um instrumento de poltica econmica do

    Governo que afecta o rendimento das famlias, os

    lucros das empresas, o investimento pblico e o

    privado

    Permite s famlias e s empresas formar as

    suas expectativas

    Constitui uma autorizao poltica pela Assembleia

    da Repblica para o planeamento do Governo para

    um determinado ano

    Clarifica as prioridades polticas do Governo e

    permite o controlo democrtico da

    governao

    Limita os poderes financeiros do Estado ao que for

    inscrito no Oramento, no que respeita s despesas,

    receitas e endividamento

    Enquadra legalmente a governao,

    garantindo uma medida de estabilidade e

    previsibilidade

    Oramento Cidado 5

  • O que est includo no Oramento do Estado?

    Oramento Cidado 6

    Oramento do Estado

    Estado

    (Servios

    Integrados)

    Segurana

    Social

    Empresas

    pblicas

    reclassificadas

    Servios e

    Fundos

    Autnomos

    Administrao

    Regional

    e Local

    Empresas

    pblicas no

    reclassificadas

    O que est includo

    O Oramento do Estado detalha as receitas e despesas de

    todos os organismos da Administrao Central (A.C.) - que

    inclui os servios integrados do Estado em sentido estrito

    (Ministrios, Secretarias de Estado e Direes Gerais) e os

    Servios e Fundos Autnomos da A.C. (Institutos Pblicos,

    Entidades Reguladoras, que gozam de maior autonomia na sua

    gesto, e as empresas pblicas reclassificadas, que dependem

    significativamente do OE) e da Segurana Social.

    e o que no est

    Os oramentos da Administrao Regional (Madeira e

    Aores) e Local (municpios, freguesias), embora se inclua

    uma estimativa da conta destas entidades para que se

    possa ter uma estimativa do saldo oramental agregado

    de todas as entidades (Administraes Pblicas).

    bem como as empresas pblicas no reclassificadas

  • 2016 2015

    Como se faz, aprova, implementa e monitoriza o OE? (1)

    O Governo comea a preparar o OE no incio do ano, sobretudo a partir de abril-maio, num processo que envolve todos os ministrios que discutem entre si a melhor distribuio dos recursos. Com base neste trabalho em conjunto, so definidas as prioridades de poltica, conjugando-as com uma estratgia oramental de longo-prazo e com os objectivos para o ano. Definido o cenrio macroeconmico, prepara-se a PROPOSTA DE LEI DO ORAMENTO DO ESTADO.

    2014

    Limite para a entrega da PROPOSTA DE LEI DO OE na Assembleia da Repblica.

    Num prazo de 45 dias, a PROPOSTA DE LEI DO OE deve ser discutida e aprovada, com eventuais alteraes, na Assembleia da Repblica.

    O Governo responsvel pela execuo do OE, isto , efetuar despesa e cobrar receita, em conformidade com o disposto na LEI DO ORAMENTO DO ESTADO.

    A proposta promulgada pelo Presidente da Repblica, passando a constituir a LEI DO ORAMENTO DO ESTADO.

    Todos os meses, so publicadas SNTESES DE EXECUO ORAMENTAL, onde so registados os valores efetivos das receitas cobradas e da despesa realizada em cada perodo.

    Limite para a CONTA GERAL DO ESTADO ser discutida e aprovada na Assembleia, depois de analisado parecer do Tribunal de Contas.

    31 dezembro

    outubro

    a novembro

    Limite para a entrega da CONTA GERAL DO ESTADO na Assembleia da Repblica.

    Oramento Cidado 7

    Perodo em que

    vigora a Lei do OE

    15 outubro 30 junho

  • Como se faz, aprova, implementa e monitoriza o OE? (2)

    Proposta de Lei do Oramento

    Lei do Oramento

    A Lei aprovada pela Assembleia da Repblica,

    que corresponde ao articulado da Proposta de

    Lei do OE , depois de alterado de acordo com

    os resultados da discusso parlamentar.

    Snteses de Execuo Oramental

    Publicadas mensalmente pela DGO,

    apresentam dados sobre a liquidao mensal

    da receita e da despesa para os vrios

    subsectores das administraes pblicas.

    Os principais documentos do ciclo oramental

    Oramento Cidado 8

    Conta Geral do Estado

    Documento que apresenta as receitas e

    despesas do ano oramental, comparando os

    valores oramentados e executados.

    Articulado Mapas

    oramentais

    Desenvolvimentos

    oramentais

    Relatrio do

    OE

    O DEO enquadra a poltica oramental num

    horizonte temporal superior a um ano, foi

    publicado anualmente, e estabelece os

    principais indicadores de finanas pblicas

    numa tica de mdio prazo, por norma

    cinco anos, que se iniciam no ano da

    publicao.

    Substituiu o Programa de Estabilidade e

    Crescimento (atualmente designado de

    Programa de Estabilidade - PE) durante o

    Programa de Assistncia Econmica e

    Financeira (2011-14). A apresentao

    anual do PE deriva do quadro Europeu das

    regras oramentais de superviso e

    monitorizao das finanas pblicas .

    Documento de Estratgia Oramental

    Enquadramento do ciclo oramental

    numa estratgia de mdio prazo

    http://www.dgo.pt/execucaoorcamental/Paginas/Sintese-da-Execucao-Orcamental-Mensal.aspx?Ano=2014&Mes=Dezembrohttp://www.dgo.pt/politicaorcamental/Paginas/Conta-Geral-do-Estado.aspx?Ano=2013

  • Como se faz, aprova, implementa e monitoriza o OE? (3)

    Oramento Cidado 9

    Os documentos que compem e acompanham a Proposta de Lei do Oramento

    Mapas do OE que incluem as receitas e

    despesas dos servios integrados e

    servios e fundos autnomos de forma

    totalmente desagregada; e o oramento

    da segurana social. Permitem um

    acompanhamento e fiscalizao da

    execuo do oramento a um nvel

    desagregado das receitas e despesas.

    Desenvolvimentos oramentais

    Integra os elementos que justificam a poltica oramental vertida na

    Propost

Recommended

View more >