oque n£o fazer numa palestra

Download Oque n£o fazer numa palestra

Post on 26-Jun-2015

624 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Dicas para fazer apresentações de sucesso.

TRANSCRIPT

  • 1. [email_address] Prof. Eugnio Rocha

2. Voc o fator Principal! 3. Teoria dos 33% 4. TEORIA GESTALT Voc ouve os rudos da sociedade e os segue x TEORIA DE GESTALT PADRES 5. CRIAO DE PARADIGMAS 6. PARADIGMAS LMINA DE BARBEAR Palha de Ao 7. x Estratgia Psicodinmica 8. ANDRAGOGIA E O PODER DEPERSUASO 9. Voc conduz osInterlocutores. D 10. AUDITIVO VISUAL SINESTSICO 11. TUDO AQUILO QUE VOC PRECISA FAZER PARA ACABAR COM A APRESENTAO. 12. Os ces e gatos alimentados com dieta caseira podem e devem receber leo vegetal na alimentao. Deve-se evitar a mistura de raes comerciais com alimentao caseira para no alterar o equilbrio das dietas balanceadas. Deve-se evitar o emprego de raes comerciais destinadas a outros animais (aves, porcos, etc.) j que estas tm constituintes indesejveis para os carnvoros. As vsceras (fgado, corao) so contra-indicadas na fase de crescimento e, principalmente, para gatos de qualquer idade. Vsceras, a exemplo do bao ("passarinho") e dos pulmes ("bofe") devem ser evitadas. s "carnes especiais" antes de serem oferecidas devem ser averiguadas quanto s suas composies e procedncias. Algumas raes comerciais destinadas a gatos podem, eventualmente, desencadear, em animais predispostos obstruo urinria ou eliminao de sangue na urina. Procure a orientao do mdico veterinrio para a indicao adequada do tipo de alimento/rao. Animais alimentados com raes comerciais devem ter constante acesso gua de bebida. Deve-se evitar o oferecimento de ossos artificiais. O acesso constante a ossos grandes, de bovinos, como profiltico da deposio de trtaro pode acarretar excessivo desgaste dentrio ou fratura dental. totalmente contra indicado o fornecimento de ossos grandes de aves e de sunos pela possibilidade de formao de fragmentos lacerantes e de obstruo intestinal, quando deglutidos. Deve-se restringir o uso de cabea e pescoo de aves na alimentao mesmo com coco prolongada pelo possvel desencadeamento de irritao da mucosa ntestinal. Os ces da raa Dlmata, no devem receber alimentao baseada em gros, frutos do mar, vsceras de bovinos e de aves, embutidos e vagens de leguminosas. Deve-se evitar o preparo e estocagem de alimentos caseiros por muito tempo prevenindo-se assim a fermentaao e a rancificao. Raes comerciais provindas de sacos midos e engordurados, ou com prazo de validade vencido, no devem ser administrados. No oferecer doces, balas, chocolates, farinceos, fub, etc., embutidos (salsicha, presunto, salame, etc.) e pat NUNCA FAA ISSO ! 13. Os ces e gatos alimentados com dieta caseira podem e devem receber leo vegetal na alimentao. Deve-se evitar a mistura de raes comerciais com alimentao caseira para no alterar o equilbrio das dietas balanceadas. Deve-se evitar o emprego de raes comerciais destinadas a outros animais (aves, porcos, etc.) j que estas tm constituintes indesejveis para os carnvoros. As vsceras (fgado, corao) so contra-indicadas na fase de crescimento e, principalmente, para gatos de qualquer idade. Vsceras, a exemplo do bao ("passarinho") e dos pulmes ("bofe") devem ser evitadas. s "carnes especiais" antes de serem oferecidas devem ser averiguadas quanto s suas composies e procedncias. Algumas raes comerciais destinadas a gatos podem, eventualmente, desencadear, em animais predispostos obstruo urinria ou eliminao de sangue na urina. Procure a orientao do mdico veterinrio para a indicao adequada do tipo de alimento/rao. Animais alimentados com raes comerciais devem ter constante acesso gua de bebida. Deve-se evitar o oferecimento de ossos artificiais. O acesso constante a ossos grandes, de bovinos, como profiltico da deposio de trtaro pode acarretar excessivo desgaste dentrio ou fratura dental. totalmente contra indicado o fornecimento de ossos grandes de aves e de sunos pela possibilidade de formao de fragmentos lacerantes e de obstruo intestinal, quando deglutidos. Deve-se restringir o uso de cabea e pescoo de aves na alimentao mesmo com coco prolongada pelo possvel desencadeamento de irritao da mucosa ntestinal. Os ces da raa Dlmata, no devem receber alimentao baseada em gros, frutos do mar, vsceras de bovinos e de aves, embutidos e vagens de leguminosas. Deve-se evitar o preparo e estocagem de alimentos caseiros por muito tempo prevenindo-se assim a fermentaao e a rancificao. Raes comerciais provindas de sacos midos e engordurados, ou com prazo de validade vencido, no devem ser administrados. No oferecer doces, balas, chocolates, farinceos, fub, etc., embutidos (salsicha, presunto, salame, etc.) e pat NUNCA FAA ISSO ! 14. Os ces e gatos alimentados com dieta caseira podem e devem receber leo vegetal na alimentao. Deve-se evitar a mistura de raes comerciais com alimentao caseira para no alterar o equilbrio das dietas balanceadas. Deve-se evitar o emprego de raes comerciais destinadas a outros animais (aves, porcos, etc.) j que estas tm constituintes indesejveis para os carnvoros. As vsceras (fgado, corao) so contra-indicadas na fase de crescimento e, principalmente, para gatos de qualquer idade. Vsceras, a exemplo do bao ("passarinho") e dos pulmes ("bofe") devem ser evitadas. s "carnes especiais" antes de serem oferecidas devem ser averiguadas quanto s suas composies e procedncias. Algumas raes comerciais destinadas a gatos podem, eventualmente, desencadear, em animais predispostos obstruo urinria ou eliminao de sangue na urina. Procure a orientao do mdico veterinrio para a indicao adequada do tipo de alimento/rao. Animais alimentados com raes comerciais devem ter constante acesso gua de bebida. Deve-se evitar o oferecimento de ossos artificiais. O acesso constante a ossos grandes, de bovinos, como profiltico da deposio de trtaro pode acarretar excessivo desgaste dentrio ou fratura dental. totalmente contra indicado o fornecimento de ossos grandes de aves e de sunos pela possibilidade de formao de fragmentos lacerantes e de obstruo intestinal, quando deglutidos. Deve-se restringir o uso de cabea e pescoo de aves na alimentao mesmo com coco prolongada pelo possvel desencadeamento de irritao da mucosa ntestinal. Os ces da raa Dlmata, no devem receber alimentao baseada em gros, frutos do mar, vsceras de bovinos e de aves, embutidos e vagens de leguminosas. Deve-se evitar o preparo e estocagem de alimentos caseiros por muito tempo prevenindo-se assim a fermentaao e a rancificao. Raes comerciais provindas de sacos midos e engordurados, ou com prazo de validade vencido, no devem ser administrados. No oferecer doces, balas, chocolates, farinceos, fub, etc., embutidos (salsicha, presunto, salame, etc.) e pat NUNCA FAA ISSO ! 15. Os ces e gatos alimentados com dieta caseira podem e devem receber leo vegetal na alimentao. Deve-se evitar a mistura de raes comerciais com alimentao caseira para no alterar o equilbrio das dietas balanceadas. Deve-se evitar o emprego de raes comerciais destinadas a outros animais (aves, porcos, etc.) j que estas tm constituintes indesejveis para os carnvoros. As vsceras (fgado, corao) so contra-indicadas na fase de crescimento e, principalmente, para gatos de qualquer idade. Vsceras, a exemplo do bao ("passarinho") e dos pulmes ("bofe") devem ser evitadas. s "carnes especiais" antes de serem oferecidas devem ser averiguadas quanto s suas composies e procedncias. Algumas raes comerciais destinadas a gatos podem, eventualmente, desencadear, em animais predispostos obstruo urinria ou eliminao de sangue na urina. Procure a orientao do mdico veterinrio para a indicao adequada do tipo de alimento/rao. Animais alimentados com raes comerciais devem ter constante acesso gua de bebida. Deve-se evitar o oferecimento de ossos artificiais. O acesso constante a ossos grandes, de bovinos, como profiltico da deposio de trtaro pode acarretar excessivo desgaste dentrio ou fratura dental. totalmente contra indicado o fornecimento de ossos grandes de aves e de sunos pela possibilidade de formao de fragmentos lacerantes e de obstruo intestinal, quando deglutidos. Deve-se restringir o uso de cabea e pescoo de aves na alimentao mesmo com coco prolongada pelo possvel desencadeamento de irritao da mucosa ntestinal. Os ces da raa Dlmata, no devem receber alimentao baseada em gros, frutos do mar, vsceras de bovinos e de aves, embutidos e vagens de leguminosas. Deve-se evitar o preparo e estocagem de alimentos caseiros por muito tempo prevenindo-se assim a fermentaao e a rancificao. Raes comerciais provindas de sacos midos e engordurados, ou com prazo de validade vencido, no devem ser administrados. No oferecer doces, balas, chocolates, farinceos, fub, etc., embutidos (salsicha, presunto, salame, etc.) e pat NUNCA FAA ISSO ! 16. TEM ALGUM ANALFABETO AQUI ? Ento Porque fica lendo o texto da apresentao ! ALGUM AQUI NASCEU EM CRYPTON ? Ento Porque no escreve algo que entenda ! QUANTO TEMPO AINDA VAI FALAR ? D pr encurtar a conversa ? Reaes Adversas 17. VOC CONHEE UM MTODO DE APRESENTAOEFICIENTE ? CONHEA UM MTODO COM POUCOS SLIDES, POUCAS FONTES, COM TAMANHO VISVEL E NO TEMPO EXATO. 18. 3 REGRAS N 1 = 10 N 2 = 20 N 3 = 30 APRESENTAO DE SUCESSO 1 19. REGRA N 1 Use somente 10 Slides APRESENTAO DE SUCESSO 2 20. REGRA N 2 Use somente 20 Minutos APRESENTAO DE SUCESSO 3 21. REGRA N 3 Use somente Fonte Tam. 30 APRESENTAO DE SUCESSO 4 22. Mas como eu componho os slides ? 5 23. PRIMEIRO ESCOLHA O TEMA, DEPOIS ESTUDE ! ESTUDE MUITO, ESTEJA PREPARADO PARA APRESENTAR ! 6 24. S DIGITE OS TPICOS DA APRESENTAO 1 2 3 4 5 6 1 2 3 4 5 6 Use seis palavras por linha Seis frases PorColuna e Nada mais 7 25. DIVDA OS SLIDES COM O GRUPO ! USE CORS COMBINADAS ! CADA UM NO SEU QUADRADO PRATIQUE EM CASA VOC O PRINCIPAL ESTEJA SEGURO DE S 8 26. FONTE 30 E BEM LEGVEL TODO MUNDO ENXERGA! TODO MUNDO ENTENDE! 9 27. NO FALE MAIS QUE SUA BOCA SO SOMENTE 20 MINUTOS DE APRESENTAO 10