opini£o sport 813

Download Opini£o Sport 813

If you can't read please download the document

Post on 30-Mar-2016

272 views

Category:

Documents

29 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

desporto sport

TRANSCRIPT

  • Ribeiroderrotaex-lderda 2diviso

    PadockpreparouDakar emFronteira

    OOlliivveeiirraa ee MMaarrttiinnssccoonnffiirrmmaarraamm oobbjjeeccttiivvooss

    partida para o Rali de Gondo-mar, o grande objectivo da equipafamalicense constituda por Ant-nio Oliveira e Filipe Martins era aconquista dos ttulos de vice-cam-pees de condutores e de navega-dores do Campeonato Regional deRalis Norte. Esses objectivos fo-ram perfeitamente conseguidos,com a dupla do Peugeot 205 GTI aconseguir uma quarta posio,entre os concorrentes do Regio-nal, que chegou e sobrou, paraque os seus intuitos fossem cum-pridos.

    Com uma prova feita com algu-

    mas cautelas, at porque necessi-tavam de terminar, Oliveira/Mar-tins andaram sempre entre os pri-meiros do Regional Norte, nas se-te provas classificativas que cons-tituram este Rali gondomarense.E no fossem algumas desistn-cias, a meio da temporada, e An-tnio Oliveira e Filipe Martins bempoderiam ter chegado ultimaprova, esta disputada na zona doGrande Porto, em posio de con-quistarem o campeonato.

    O Rali de Gondomar, prova or-ganizada pelo Estrela e VigorosaSport, teve 14 equipas partida,

    tendo oito delas conseguido ter-minar a prova. O vencedor do Ralide Gondomar foi a dupla PedroPeres/Tiago Fernandes, em FordEscort Cosworth. Quanto ao Regio-nal Norte, Alfredo Guimares e Do-mingos Mendes, com um Mazda323 4WD, so os novos campees,sucedendo a Antnio Oliveira quetinha conquistado o ttulo na po-ca passada. Foi mais um excelenteresultado, este conseguido porAntnio Oliveira, que alm de sesagrar vice-campeo, ficou em pri-meiro no campeonato entre oscarros de traco a duas rodas.

    No Rali de Gondomar a contar para o Regional Ralis Norte

    Vtor Hugoassinou pelaOliveirense pp..2266

    Escolas AFamalicovencem drbi

    A equipa do escalo de esco-las A do FC Famalico recebeue goleou o GD Louro por 13-1,em jogo da quinta jornada docampeonato distrital do esca-lo. O resultado no merece amnima contestao e de-monstra bem a diferena devalores entre as duas forma-es.

    O Famalico entrou algonervoso no jogo e o Louroaproveitou uma falha da defe-sa local para inaugurar o mar-cador. Na jogada seguinte osda casa empataram a partidae a partir da controlaram to-dos os acontecimentos. Aequipa depressa se colocouem vantagem e a partir da osjogadores ganharam confian-a e foram elevando o marca-dor. O Famalico chegaria aointervalo a vencer por 5-1.

    Na segunda parte o Fama-lico no deu qualquer hipte-se de reaco ao Louro, domi-nando o jogo por completo eavolumou o resultado para n-mero expressivos, atingindo o13-1 final. De salientar a confi-ana e entreajuda da equipa eainda Hugo, com cinco golos,e Hlder, com quatro, que fo-ram os jogadores que maiscontriburam para o resultadofinal.

    As escolas A do FC Famali-co jogaram com: Z, Filipe,Marco, Tiago, Jorge, Joo Vale,Hlder, Hugo, Migas, Gonaloe Fbio.

    RRuuii FFiilliippee

    Rita Vilaa campe nacional da 1 diviso por equipasRita Vilaa, tenista que treina no Tnis Clubede Famalico, sagrou-se no domingo campenacional da 1 diviso por equipas pela Asso-ciao Acadmica de Coimbra que renovou ottulo de campe nacional feminino, em tnis.

    A equipa de Coimbra venceu todos os en-contros que disputou no campeonato nacionalde equipas seniores, 1 diviso femininos,prova que terminou no domingo no Clube T-nis do Estoril, com o apoio da Cmara Munici-pal de Cascais e da Junta de Turismo da Costa

    do Estoril. A Associao Acadmica Coimbraimps-se aos quatro adversrios que competi-ram num sistema de round robin (todos contratodos), vencendo o CET Oeiras (2 classifica-do), o CT Porto (3), o CIF (4) e o Carcavelos T(5).

    J Rita Vilaa, campe nacional de sub-14,e coqueluche da equipa de Coimbra, realou aexperincia adquirida na prova: "Foi bastantepositivo poder jogar com jogadoras mais ve-lhas, algo a que no estava habituada. Sinto

    que ainda tenho muito a trabalhar, mas j de-cidi que quero ser profissional de tnis".

    Hoje, quarta-feira, a atleta que treina no T-nis Clube Famalico vai participar em Sarago-a no Masters Nacional de infantis em Espa-nha, competio que engloba as melhoresclassificadas do ranking espanhol. Rita Vilaa a nica portuguesa apurada, aproveitandopara se ambientar com as suas companheirasj que internacionalmente vai representar oClube Mercantil de Vigo.

    Esmeriz empata no distrital de futsal

    Jogou-se no fim-de-semana a 11jornada do campeonato distritalda 1 diviso de futsal, sem quequalquer uma das formaes fa-malicenses tenha vencido. O Es-meriz empatou a trs bolas na re-cepo ao Gualtar, o Moquimperdeu tambm em casa com oSanto Adrio por 4-3 enquantoque o Pousadense no disputouo seu encontro com o Santo TirsoFutsal.

    pp..2277

    pp..2266

  • 26 opinio sport: 5 de Dezembro de 2007 ggrraannddee rreeaa

    PDIO

    A tenista do Tnis Clubede Famalico conseguiu,ao servio da AssociaoAcadmica de Coimbra,garantir mais um ttulo,sagrando-se desta vezcampe nacional da 1 di-viso por equipas. Rita Vi-laa volta a dar que falarno tnis.

    2

    O Clube de Rugby de Fa-malico est a comearbem a temporada e de-pois da boa prestao naTaa, conseguiu iniciarbem o campeonato. Nasegunda jornada derrotouo Prazer de Jogar e agora de esperar mais boas exi-bies na 2 diviso destamodalidade.

    1

    Continua a recuperaona classificao e j sest a trs pontos da lide-rana na 2 diviso. A boacampanha iniciou-se coma chegada de Lito Vidigale depois de derrotar oUnio Madeira resta saberpara quando a subida aoprimeiro lugar.

    3

    Rita Vilaa

    Clube Rugby Famalico

    GD Ribeiro

    Excelente eennssaaiioo para o Lisboa-Dakar

    Padock vence categoria T2 nas 24 Horas TTTT em Fronteira

    Um ano depois da primeira vi-tria da Padock Competies noTodo-o-Terreno, o triunfo repetiu-senas 24 Horas TT de Fronteira, agorana categoria T2, com o Toyota LandCruiser utilizado pelo lder da Pa-dock, Adlio Machado, no nacionalde TT. A equipa formada por Cu Pi-res de Lima, Hlder Oliveira e Pa-trick Lardeau alcanou mais um ex-celente resultado para a maior es-trutura presente no Terrdromo daVila de Fronteira ao inscrever cincoviaturas na prova.

    De regresso a um carro que dei-xou saudades, Filipe Campos (ven-cedor de duas edies) liderouuma equipa formada ainda por Joa-na Sotto Mayor, Bernardo Maia eBernardo Sotto Mayor, terminandona nona posio. Dez posiesabaixo, classificou-se mais umaequipa da Padock/Americano TT:Miguel Veloso, Paulo Ferreira, LusBarros e Tiago Marques. Uma provabrilhante que s no foi mais posi-tiva devido aos problemas com adireco da Nissan Navara.

    Com alguns problemas pelomeio, a noite foi madrasta para osdois Toyotas Land Cruiser, de Hl-

    der Oliveira/Cu Lima/Patrick Lar-deaux e Bernardo Maia/Joana Sot-to Mayor/Filipe Campos/BernardoSotto Mayor, a dar trabalho extra equipa de mecnicos da PadockCompeties.

    Dos cinco carros partida, trssubiram ao pdio no final de 24 ho-ras de puro desgaste mecnico e f-sico, numa admirvel prova de es-

    foro: chegamos a ter trs carrosno top ten mas estas provas so deresistncia e por vezes a mecnicacede. Por vezes tivemos de mode-rar o andamento e fazer uma provade gesto. Sabamos que seriamuito difcil repetir o terceiro lugardo ano passado, face a carros maispotentes. Conseguimos vencer ogrupo T2 e colocar um carro em no-

    no, um resultado final excelente.Vamos agora direccionar todas asnossas foras para o Lisboa Dakar,a dura prova africana que dura 20dias!, afirmou o piloto, assistente,Adlio Machado, em franca recupe-rao para estar partida de Lis-boa em direco a Dakar.

    Uma quarta equipa formadapor pilotos franceses e com as co-res da Padock acabou por terminarduas horas mais cedo, devido quebra da direco, provocado poruma sada de pista. Na estreia noTodo-o-Terreno, Francisco Pita eNuno Pereira no conseguiram oto desejado treino ao volantedo Toyota. Acompanhados por Ar-mindo Neves e pelo mais experien-te Pedro Mexia Alves, esta equipaficou arredada ainda na primeirahora devido a problemas mecni-cos irremediveis no Toyota LandCruiser.

    A menos de um ms da 30 edi-o do Euromilhes Lisboa-Dakar,a Padock Competies prepara-separa a grande aventura de levar osseis carros inscritos na mais duraprova de TT do mundo at capitalsenegalesa de Dakar.

    Ponta de lana quer jjooggaarr mais e j se estreou com a nova camisola

    VVttoorr HHuuggoo refora OliveirenseVtor Hugo, ponta de lana famalicense, refor-ou recentemente a formao de Oliveira San-ta Maria, depois de uma experincia em Ribei-ro. Depois de ter alinhado nas camadas jo-vens do Futebol Clube Famalico, o jovem jo-gador representou com sucesso a equipa doJoane durante trs anos, assinando depoiscom o Ribeiro. Agora chegou a vez da Olivei-rense.

    No final da ltima poca o avanado foipretendido por diversos clubes, mas acaboupor rumar, juntamente com o seu ex-treinadorJos Soeiro, para o Ribeiro onde raramentejogou como titular. Vtor Hugo no se conse-guiu impor no novo clube tanto com Jos Soei-ro frente da equipa, como com Lito Vidigal. Amudana de ares e a pretenso de jogar commaior regularidade fez com que o ponta delana quisesse novamente mudar de ares e aOliveirense recebeu o jovem jogador.

    Devido leso de Pedro Carvalho, pontade lana da equipa encarnada, ainda por tem-po indeterminado, Mrio Jorge, treinador daOliveirense, ficou com menos uma opo paraa frente de ataque e da a sua equipa ter avan-ado para a contratao de Vtor Hugo. Na ho-ra da mudana de clube, o avanado justificoua deciso com o facto de poder jogar mais re-gularmente e esse o intuito de mudar declube pois fundamental na minha idade.

    Vou em busca de poder ser mais vezesopo, prometendo muito trabalho, muitavontade e uma grande atitude para ajudar aequipa nos seus objectivos, referiu Vtor Hu-go ao OPINIO SPORT. O jogador muda tam-bm de diviso, facto no qual no v qualquerproblema. Na Oliveirense conheo o treina-dor e alguns jogadores que