oficinas: metodologia e descrição - wiego. methodology and... · pdf...

Click here to load reader

Post on 10-Nov-2018

219 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • OFICINAS: METODOLOGIA

    E DESCRIO

    Encontro 09 de abril de 2015

  • OFICINAS DE GNERO Quatro Oficinas em quatro regies em Minas

    Gerais

    Regio Metropolitana de Belo Horizonte

    Joo Monlevade

    Conselheiro Lafaiete

    Itana

  • OFICINAS DE GNERO

    As oficinas duraram o dia inteiro

    Baseada em uma metodologia participativa/

    concepo feminista / educao popular (Paulo

    Freire)

    Entre 12-24 mulheres participando em cada

    oficina.

  • DISCUTINDO GNERO COM AS MULHERES

    O que discutir relaes de gnero?

    Relacional pensar nos papis dos homens e

    das mulheres

    Social, histrica e culturamente construdo

    no algo biolgico, mas construdo

    Pensar no poder que estrutura as relaes

    Buscar novas formas mais justas e

    igualitrias de pensar as relaes de gnero

  • DISCUTINDO GNERO COM AS MULHERES

    Discusso comeou e focou somente nas

    Mulheres, como ponto de partida.

    Espao solidrio para falar de suas

    experincias e dificuldades

    Espao para as mulheres sentirem

    confortveis para relatar as suas histrias de

    vida

    No significa excluir homens, pois s podemos

    construir relaes mais justas e igualitrias

    com homens

    Homens so essenciais nessa construo

    como aliados agora hora de ampliar

  • OFICINAS DE GNERO

    Dividido em 2 partes: Manh

    Apresentao das participantes e a equipe que atuou

    como facilitadoras das oficinas (NEPEM e INSEA)

    Mulheres introduzindo uma s outras

  • OFICINAS DE GNERO

    Primeira Atividade: O que autonomia? O

    que a autonomia da mulher?

  • O QUE AUTONOMIA PARA VOC?

    Dirigir minha prpria vida, s de ter o prprio dinheiro para comprar as nossas coisas (j esta bom.

    Saber o que voc quer. Ter deciso dentro de casa, no ter indeciso, decidir o que voc quer realmente.

  • AUTONOMIA NA CASA, DO CORPO, NO

    TRABALHO E NO MOVIMENTO

    CONSTRUINDO A RVORE DA

    AUTONOMIA

  • PARTE DA TARDE: DISCUTINDO OS PAPIS DE

    GNERO

  • PENSANDO E DISCUTINDO AS DIFERENAS

  • CERTIFICAO E AVALIAO DAS

    ATIVIDADES

    Dificuldades e obstculos; habilidades e conhecimentos

    necessrios para lutar contra essas dificuldades; quais as

    mudanas necessrias na sociedade, no mundo da catao.

    Apresentao das prximas etapas do projeto.

    Discusso sobre o papel de cada uma na luta por igualdade entre

    homens e mulheres

  • ENCERRAMENTO

    Avaliao da oficina

    Entrega dos certificados

    Entrega de uma relao com nome de instituies

    e endereos que apoiam mulheres.

  • ENCERRAMENTO

    rico e deu para perceber que tem muita

    luta...

    descobertas, empoderamento,

    renovada...

  • OBRIGADA A TODAS E TODOS ENVOLVIDOS

    Equipe de Facilitadoras: Naiara Silva

    (NEPEM/UFMG), Clarisse Paradis (NEPEM/UFMG),

    Ana Carolina Ogando (NEPEM/UFMG) Angela

    Oliveira (INSEA), Laura Martello (NEPEM/UFMG),

    Fernanda Oliveira (UFMG)

    Madalena Duarte e Valdete Roza pela participao

    ativa e ajuda indispensvel em todas as fases do

    projeto

    Catadoras: participaram e compartilharam as suas

    experincias de vida. Somos gratas e inspiradas pelas

    suas histrias de fora e superao, pelo seu interesse

    e principalmente pelo seu conhecimento.

  • Ningum liberta ningum, ningum se

    liberta sozinho: os homens [e as mulheres]

    se libertam em comunho.

    (Paulo Freire, Pedagogia do Oprimido, 1968.)