o silencio do campo .ppt file  web view2010-04-02  mario quintana mario quintana...

Download O Silencio do Campo .PPT file  Web view2010-04-02  Mario Quintana Mario Quintana “Haver

If you can't read please download the document

Post on 07-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

A eternidade um relgio sem ponteiros,

escreveu certa vez o poeta Quintana.

O luar a luz do sol,

que est sonhando...

Mario Quintana

Haver ainda, no mundo, coisas to simples e to puras como a gua bebida na concha das mos?

Mario Quintana

preciso caminhar, e caminhar,

para se alcanar a Fonte.

A Fonte que

sacia a sede

da alma.

A gua, cujo frescor satisfaz

os anseios

do corao...

Os dias somente tero sentido se nos conduzirem em direo Fonte.

O silncio do campo.

E o barulho

da cidade.

dias sem pssaros, noites sem estrelas.

Mario Quintana

Cidade grande:

Vento

Pastor das nuvens.

Vento,

Pastor das nuvens.

Mario Quintana

Os pssaros

pousados na

pauta dos fios

do telgrafo,

Eles que vo sucessivamente improvisando um aps outro

A letra e a msica dos ventos...

Mario Quintana

Eles que vo sucessivamente improvisando um aps outro

A letra e a msica dos ventos...

Mario Quintana

H sempre, afastada das outras,

uma nuvenzinha preguiosa

que ficou sesteando no azul.

Mario Quintana

H sempre, afastada das outras,

uma nuvenzinha preguiosa

que ficou sesteando no azul.

Conhecer o mistrio de um corpo

Mario Quintana

talvez mais importante do que

conhecer o mistrio de uma alma.

Em que estrela, amor,

o teu riso estar cantando?

Mario Quintana

est sempre

no presente.

Mario Quintana

O passado

no reconhece

o seu lugar:

O passado

no reconhece

o seu lugar:

est sempre

no presente.

Mario Quintana

O passado

no reconhece

o seu lugar:

est sempre

no presente.

Mario Quintana

O passado

no reconhece

o seu lugar:

est sempre

no presente.

Mario Quintana

Mario Quintana

nasceu na cidade de

Alegrete/RS, em 1906,

e faleceu, na cidade

de Porto Alegre/RS,

em 1994, prximo de

seus 87 anos.

Formatao:

um_peregrino@hotmail.com

E eis que, tendo

Deus descansado

no stimo dia,

os poetas continuaram

a obra da Criao.

Mario Quintana