o populismo - prof medeiros

Download O Populismo - Prof Medeiros

Post on 18-Dec-2014

1.820 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Populismo - Prof Medeiros - História do Brasil República Populista - Conceito de Populismo Dutra - Vargas - JK - Jânio Quadros - Jango www.historiasdomedeiros.blogspot.com

TRANSCRIPT

  • 1. www.historiasdomedeiros.blogspot.com
  • 2. www.historiasdomedeiros.blogspot.com
  • 3. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O Populismo O Populismo foi um fenmeno da Amrica Latina, caracterstico de um mundo ps Segunda Guerra Mundial, momento que se exigia democratizao. No Brasil ocorreu durante a crise do sistema agroexportador e, por consequncia, da dominao oligrquica da poca. Um estilo de governo paternalista e ao mesmo tempo autoritrio, no qual o clientelismo das massas se mostrou fundamental para a manuteno deste tipo de Estado.
  • 4. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O Populismo ... uma forma de governar em que o governante utiliza de vrios recursos para obter apoio popular. O populista utiliza uma linguagem simples e popular, usa e abusa da propaganda pessoal, afirma no ser igual aos outros polticos, toma medidas autoritrias, no respeita os partidos polticos e instituies democrticas, diz que capaz de resolver todos os problemas e possui um comportamento bem carismtico. muito comum encontrarmos governos populistas em pases com grandes diferenas sociais e presena de pobreza e misria. http://www.jornallivre.com.br/52850/populismo-revolucao-politeismo.html
  • 5. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O Declogo do Populismo Ibero- americano por Enrique Krauze 1 - O populismo exalta o lder carismtico. 2 - O populista no s usa e abusa da palavra: se apodera dela. 3 - O populismo fabrica a verdade. 4 - O populista utiliza de modo discricional dos fundos pblicos. 5 - O populista reparte diretamente a riqueza. 6 - O populista incentiva o dio de classes. 7 - O populista mobiliza constantemente os grupos sociais: apela, organiza, engrandece as massas. 8 - O populismo fustiga por sistema o "inimigo exterior". 9 - O populismo deprecia a ordem legal. 10 - O populismo mina, domina e, em ltima instncia, do- mestica ou cancela as instituies da democracia liberal.
  • 6. www.historiasdomedeiros.blogspot.com Juan Domingo Pern e Evita Pern
  • 7. www.historiasdomedeiros.blogspot.com
  • 8. www.historiasdomedeiros.blogspot.com
  • 9. www.historiasdomedeiros.blogspot.com
  • 10. www.historiasdomedeiros.blogspot.com Era Vargas Ditad. Militar 1946 1964 51 54 56 61 61
  • 11. www.historiasdomedeiros.blogspot.com Perodo posterior Segunda Guerra Mundial; URSS, a vencedora; EUA, uma grande potncia; A Guerra Fria, A Descolonizao Afro-asitica; Difuso de ideias democrticas X manuteno do poder das velhas oligarquias; Crescimento: da industrializao, do proletariado, da urbanizao, da demanda dos setores populares e das tenses sociais (contidas nos anos anteriores). O Contexto Internacional
  • 12. www.historiasdomedeiros.blogspot.com Era Vargas Ditad. Militar 1946 1964 51 54 56 61 61
  • 13. www.historiasdomedeiros.blogspot.com Galeria dos Presidentes
  • 14. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-1951)
  • 15. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-1951) Eleito pelo PSD/PTB em 2 de Dezembro de 1945, juntamente com uma Assembleia Nacional Constituinte; Na mesma eleio, o PCB elegeu 15 deputados federais e Lus Carlos Prestes como Senador da Repblica; A Constituio Brasileira de 1946 foi liberal, mas tambm com algumas limitaes;
  • 16. www.historiasdomedeiros.blogspot.com
  • 17. www.historiasdomedeiros.blogspot.com A Constituio de 1946: Promulgada; Reestabelecimento da harmonia entre os 3 poderes: Legislativo, Judicirio e Executivo; Reafirmou o Federalismo; Mandato de 5 anos para o Presidente (com Vice); Manteve-se o corporativismo sindical; Direito greve, com algumas restries; Voto direto, secreto e obrigatrio, com exceo dos analfabetos e soldados; Liberal:
  • 18. www.historiasdomedeiros.blogspot.com A igualdade de todos perante a lei; A liberdade de manifestao de pensamento, sem censura, a no ser em espetculos e diverses pblicas; A inviolabilidade do sigilo de correspondncia; A liberdade de conscincia, de crena e de exerccio de cultos religiosos; A liberdade de associao para fins lcitos; A inviolabilidade da casa como asilo do indivduo; A priso s em flagrante delito ou por ordem escrita de autoridade competente e a garantia ampla de defesa do acusado. Liberal: A Constituio de 1946:
  • 19. www.historiasdomedeiros.blogspot.com Art. 131 - So eleitores os brasileiros maiores de dezoito anos que se alistarem na forma da lei. Art. 132 - No podem alistar-se eleitores: I - os analfabetos; II - os que no saibam exprimir-se na lngua nacional; III - os que estejam privados, temporria ou definitivamente, dos direitos polticos. Pargrafo nico - Tambm no podem alistar-se eleitores as praas de pr, salvo os aspirantes a oficial, os suboficiais, os subtenentes, os sargentos e os alunos das escolas militares de ensino superior. Art. 133 - O alistamento e o voto so obrigatrios para os brasileiros de ambos os sexos, salvo as excees previstas em lei. Art. 134 - O sufrgio universal e, direto; o voto secreto. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao46.htm
  • 20. www.historiasdomedeiros.blogspot.com
  • 21. www.historiasdomedeiros.blogspot.com Agora o quequeesse! T achando qeu no s cuiabano?!
  • 22. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-1951) Dutra desenvolveu uma poltica econmica (desastrosa) de aproximao com os EUA, marcada pela abertura do pas s importaes (principalmente de produtos suprfluos); Em 1946, o Brasil rompeu relaes com a URSS; Em 1947, o registro do PCB foi cassado; Interveno do governo nos sindicatos; Em 1949, formou-se a Escola Superior de Guerra; Criou (a partir de 1947) o Plano SALTE (investimentos em Sade, Alimentao, Transporte e Energia), cujas metas jamais foram alcanadas.
  • 23. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O (segundo) Governo de Vargas (1951-1954)
  • 24. www.historiasdomedeiros.blogspot.com O (segundo) Governo de Vargas (1951-1954) (A falta de novos lderes polticos.); Vargas (com apoio do paulista Ademar de Barros) foi candidato pelo PTB, enfrentando o PSD (Cristiano Machado) e Eduardo Gomes (UDN); Um tom nacionalista: O Petrleo Nosso.; No governo adotou uma poltica desenvolvimentista, com interveno do Estado na economia, atravs de um discurso nacionalista; O monoplio estatal do petrleo foi efetivado com a criao da Petrobras, totalmente fechada participao de estrangeiros. A Siderrgica de Volta Redonda foi expandida, assim como a Usina hidreltrica de Paulo Afonso;