o período democrático ou populista

Download O período democrático ou populista

Post on 20-Feb-2017

411 views

Category:

Education

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • (1945-1964)O PERODO DEMOCRTICO OU POPULISTAPOPULISMO: doutrina e prtica poltica, de esquerda ou de direita, que prega a defesa dos interesses das camadas no privilegiadas da populao, mas que frequentemente se limita a aes de cunho paternalista, angariando dessa forma o apoio popular. Frequentemente o povo aglutina-se em torno da figura de um lder carismtico. (Dicionrio Houaiss)

  • O FIM DO ESTADO NOVOParticipao do Brasil na 2 Guerra Mundial: apesar do governo de Vargas ter certa simpatia pela ideologia nazista e manter relaes comerciais com a Alemanha, o Brasil entra na guerra ao lado dos Aliados.Contradio: Getlio Vargas posicionou-se externamente ao lado das democracias, ao mesmo tempo em que mantinha um governo no-democrtico no Brasil.Presses populares e da oposio pediam pelo restabelecimento da democracia no Brasil.

  • O FIM DO ESTADO NOVOReorganizao da vida partidria:Unio Democrtica Nacional (UDN): oposio liberal a Getlio Vargas.Partido Social Democrtico (PSD): criado por Vargas e formado pela elite econmica.Partido Trabalhista Brasileiro (PTB): criado por Vargas com o apoio dos trabalhadores.Partido Comunista Brasileiro (PCB): reorganizado em 1943.Queremismo: movimento que queria a continuidade de Vargas na presidncia.Com boatos de um novo golpe de Vargas, as foras armadas obrigaram o presidente a renunciar.Eleies foram realizadas no final do ano de 1945.

  • O GOVERNO DUTRA (1946-1951)Criao de uma nova Constituio

    em 1946: mistura de princpios liberais com outros de carter centralizador.O PCB foi colocado na

    ilegalidade em 1947 porser considerado antidemocrtico.Desarticulao do movimento

    operrio.Rompimento de relaes com

    a Unio Sovitica e alinhamento aos Estados Unidos na Guerra Fria.

  • O GOVERNO DUTRA (1946-1951)Poltica liberal: reintegrao do Brasil ao livre comrcio internacional.Grande aumento no volume de importaes, diminuindo as reservas econmicas e mergulhando o pas em uma grande crise.Plano SALTE: plano de recuperao econmica baseado em investimentos do governo nas reas: sade, alimentao, transporte e energia.

  • Charge Governo Dutra

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)Reordenao de uma poltica de carter trabalhista e nacionalista.Projeto de industrializao acelerada e desenvolvimento do pas baseado no nacionalismo.Plano Lafer: investimentos na criao de novas fontes de energia, na ampliao da indstria de base, em transportes, e em tcnicas de agricultura, com base no capital nacional.Criao da Eletrobrs e da Petrobrs (monoplio da perfurao e da maior parte das refinarias de petrleo do pas).

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)Apoio poltico estratgico aos Estados Unidos buscando auxlio para o desenvolvimento econmico, ao mesmo tempo em que mantinha relaes com outros pases.Campanha popular O petrleo nosso (1952-53): carter nacionalista e anti-imperialista que desagradou o governo americano.Crise econmica: inflao, falta de investimentos externos no setor industrial e declnio nos preos do caf.Greve dos 300 mil: organizada pelo PCB, reivindicava aumento salarial e controle inflacionrio.

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)Vargas passou a reprimir os protestos, e a classe mdia passou a temer por um novo golpe.Forte oposio, grave crise econmica e poltica: presses para renunciar e tentativas de impeachment.Crime da Rua Toneleros: o chefe da guarda pessoal de Vargas encomendou o assassinato do jornalista e oposicionistas de Vargas, Carlos Lacerda. Lacerda tomou um tiro no p, e a suspeita pela tentativa de assassinato recaiu sobre Vargas.Em meio crise, Getlio Vargas suicidou-se em 1954.

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)

  • E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitria. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo no mais ser escravo de ningum. Meu sacrifcio ficar para sempre em sua alma e meu sangue ser o preo do seu resgate. Lutei contra a espoliao do Brasil. Lutei contra a espoliao do povo. Tenho lutado de peito aberto. O dio, as infmias, a calnia no abateram meu nimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereo a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na Histria." (Rio de Janeiro, 23/08/54 - Getlio Vargas)Trecho da Carta Testamento do Presidente Getlio Vargas.

  • O SEGUNDO GOVERNO VARGAS (1951-1954)

  • O GOVERNO CAF FILHO (1954-1955)

  • O GOVERNO CAF FILHO (1954-1955)Implantao do liberalismo econmico exacerbado, abrindo portas ao capital estrangeiro.Ficou no poder por pouco mais de um ano, e foi substitudo pelo presidente da Cmara dos Deputados (Carlos Luz) e depois pelo presidente do Senado (Nereu Ramos).Instruo 113 da SUMOC (Superintendncia da Moeda e do Crdito): garantia a importao de mquinas e equipamentos no exterior, sem impostos, desde que os empresrios estrangeiros tivessem scio nacional.

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)Tentativa de um golpe militar aps a sua eleio, por ser considerado da linha getulista.Poltica de Boa Vizinhana: atravs de sua habilidade poltica, JK conseguiu neutralizar as oposies mais duras e fez um mandato com bastante tranquilidade.Surgimento das Ligas Camponesas: defesa dos interesses do homem do campo e luta por um projeto de reforma agrria.Internacionalizao do mercado interno com investimentos nas indstrias de bens de consumo durveis (automobilstica, caminhes e eletrodomsticos).Contratao de altos emprstimos pblicos externos.

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)Utilizao da Instruo 113 da SUMOC: entrada de investimentos estrangeiros no pas.Plano de Metas - 50 anos em 5: promover o desenvolvimento e modernizao do pas, com o foco em energia, transporte, indstria pesada e alimentao, a partir de capital estrangeiro.Construo da nova capital do pas (Braslia), marcando a ocupao sistemtica da regio Centro-Oeste.Consequncias do governo de JK: desnacionalizao da economia brasileira, crescimento significativo da dvida externa e aumento da dependncia da tecnologia estrangeira.A modernizao do Brasil no resolveu os problemas de concentrao de renda e desigualdade social no Brasil.

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHECK (1956-1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)Poltico personalista, carismtico e moralista.Poltica de conteno dos gastos pblicos e de combate inflao.Tinha como smbolo de seu governo a vassoura, para varrer a corrupo do governo.Adotou uma poltica externa independente, aproximando-se dos pases de Terceiro Mundo e tambm com a URSS e Cuba.Preocupao com problemas menores, proibies de: brigas de galo, corridas de cavalo em dias teis, mais indecentes nos concursos de misses, uso de minissaias nas reparties pblicas etc.

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)Renunciou com 7 meses de governo sem razes convincentes. Acreditava-se que Jnio queria comover o povo, que pediria o seu retorno, dando-lhe poder para impor um governo autoritrio.

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JNIO QUADROS (1961)

  • O GOVERNO JOO GOULART (1961-1964)

  • O GOVERNO JOO GOULART (1961-1964)Aps a renuncia de Jnio, o governo deveria ser entregue ao seu vice Joo Goulart, entretanto, alguns setores militares da sociedade no aceitavam a sua posse, por ser herdeiro da poltica trabalhista de Vargas.Soluo parlamentarista: Joo Goulart assumiu o governo, mas com os poderes limitados. Para governar junto a ele, Tancredo Neves foi designado Primeiro-Ministro.Poltica externa independente: reatamento de relaes com a URSS, e adoo de posio contrria expulso de Cuba da OEA.

  • O GOVERNO JOO GOULART (1961-1964)Cancelamento das autorizaes de funcionamento da empresa de minerao americana Hanna Corporation em Minas Gerais.Reformas de Base: Jango iniciou um projeto de reformas educacional, agrria e administrativa.Aps votao de plebiscito em 1963 a populao escolheu o retorno ao presidencialismo.Plano Trienal: com o objetivo de reduzir a inflao e manter o crescimento econmico.Setores conservadores da sociedade combatiam as reformas de base.

  • O GOVERNO JOO GOULART (1961-1964)No campo as lutas das Ligas Camponesas pela reforma agrria se radicalizavam.As medidas defendidas por Jango eram barradas pelo Congresso, e os movimentos de esquerda passaram a comandar manifestaes, greves e invases de terras.Marcha da Famlia com Deus pela Liberdade: 500 mil pessoas manifestaram-se contra a possibilidade de uma revoluo socialista no Brasil.Em 1 de Abril de 1964, militares apoiados pel

Recommended

View more >