o pensamento conceitual e o ensino de história na ...· cecília meireles, romanceiro da...

Download O pensamento conceitual e o ensino de história na ...· Cecília Meireles, Romanceiro da Inconfidência

If you can't read please download the document

Post on 27-Jan-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

UNIVERSIDADE DE SO PAULO

FACULDADE DE EDUCAO

Lucas Antonio Nizuma Simabukulo

O pensamento conceitual e o ensino de histria na educao de jovens e

adultos

So Paulo

2018

LUCAS ANTONIO NIZUMA SIMABUKULO

O pensamento conceitual e o ensino de histria na educao de jovens e

adultos

Verso corrigida

(A verso original encontra-se na Biblioteca da Faculdade de Educao da

Universidade de So Paulo e na Biblioteca Digital de Teses e Dissertaes da

USP)

Dissertao apresentada Faculdade de Educao da Universidade de So Paulo para obteno do ttulo de Mestre em Educao.

rea de Concentrao: Educao, Linguagem e Psicologia

Orientadora: Profa. Dra. Elizabeth dos Santos Braga

So Paulo

2018

AUTORIZO A REPRODUO E DIVULGAO TOTAL OU PARCIAL DESTE TRABALHO, POR QUALQUER MEIO CONVENCIONAL OU ELETRNICO, PARA FINS DE ESTUDO E PESQUISA, DESDE QUE CITADA A FONTE.

Catalogao na Publicao

Servio de Biblioteca e Documentao

Faculdade de Educao da Universidade de So Paulo

375.42 Simabukulo, Lucas Antonio Nizuma

S588p O pensamento conceitual e o ensino de histria na educao de jovens e adultos / Lucas Antonio Nizuma Simabukulo; orientao Elizabeth dos Santos Braga. So Paulo: s.n., 2018.

234 p.

Dissertao (Mestrado Programa de Ps-Graduao em Educao. rea de Concentrao: Educao, Linguagem e Psicologia) - Faculdade de Educao da Universidade de So Paulo.

1. Histria (estudo e ensino) 2. Educao de jovens e adultos 3. Formao de conceito 4. Psicologia 5. Sala de aula 6. Interao professor aluno I. Braga, Elizabeth dos Santos, orient.

Ficha elaborada por Natalina de Jesus Delfina da Luz Bibliotecria CRB 4018

DEDICATRIA

Dedico este trabalho memria de meu irmo Kenzo, que muito me

incentivou e encorajou desde criana. Dedico tambm a toda minha famlia:

meus pais Julieta e Kenso, e meus irmos Carla e Felipe.

Dedico tambm minha companheira, Priscila, que durante esta

pesquisa me cercou de compreenso, amor e, no raro, contribuies ao

prprio trabalho acadmico.

Dedico tambm a todos aqueles e aquelas que, com suor e lgrimas,

no aceitam o desmonte da educao pblica, e lutam por dias melhores.

AGRADECIMENTOS

Profa. Dra. Elizabeth dos Santos Braga, que desde que nos

conhecemos muito me incentivou e, posteriormente, me orientou, com sua

experincia e sua extensa indicao de leituras.

A todas as professoras das bancas de qualificao e defesa de

Mestrado, pelas importantssimas contribuies para este trabalho: Cludia

Lemos Vvio, Giovana Azzi de Camargo e Marta Kohl de Oliveira.

Aos professores da Faculdade de Educao da USP com quem estudei

na Ps-Graduao e que de muitas maneiras auxiliaram esta pesquisa ao

longo do processo: Ktia Maria Abud, Kimi Aparecida Tomizaki, Teresa Cristina

Rego e Valdir Heitor Barzotto.

Faculdade de Educao da Universidade de So Paulo, com destaque

aos funcionrios da Secretaria de Ps-Graduao, sempre solcitos em auxiliar

os alunos.

A toda a equipe gestora, professores, funcionrios e alunos do CIEJA

Aluna Jssica Nunes Herculano, em especial Coordenadora Pedaggica

Laura Cymbalista, pelo apoio.

Por fim, a todos os gestores, professores, funcionrios, responsveis e

alunos que passaram pela EMEF Synsio Rocha Min., com quem tenho tido a

experincia de me fazer professor todos os dias.

Liberdade essa palavra que o sonho humano alimenta: que no h ningum que explique, e ningum que no entenda!

Ceclia Meireles, Romanceiro da Inconfidncia.

RESUMO

SIMABUKULO, Lucas Antonio Nizuma. O pensamento conceitual e o ensino

de histria na educao de jovens e adultos. 2018. 234 f. Dissertao

(Mestrado em Educao) Faculdade de Educao, Universidade de So

Paulo, So Paulo, 2018.

O presente trabalho traz, a partir da leitura de Lev S. Vigotski (1896-1934) e de

outros autores da Perspectiva Histrico-Cultural, uma reflexo sobre a

constituio do pensamento conceitual, nas aulas de Histria em uma turma de

Educao de Jovens e Adultos. Nosso objetivo neste trabalho investigar, a

partir de um estudo de caso etnogrfico, como nas interaes dialgicas em

sala de aula de EJA tem se constitudo o pensamento conceitual em aulas de

Histria, alm de compreender como elementos do que autores da Didtica da

Histria chamam de conscincia histrica emergem. A partir da pesquisa de

campo em uma turma de EJA equivalente ao 6 ano, em uma escola pblica

municipal de So Paulo, analisamos quatro episdios, buscando identificar os

diferentes discursos neles produzidos, a conscincia histrica relacionada a

eles, e como a escolarizao possibilita (ou no) a formao do pensamento

conceitual. Questionamos a viso um tanto preconceituosa de que os sujeitos

pouco escolarizados seriam deficitrios em seu desenvolvimento psicolgico;

de fato eles constroem significativos saberes a partir de suas vivncias

cotidianas. Contudo, no podemos desconsiderar as contribuies que a

escolarizao pode trazer em termos de desenvolvimento para esses sujeitos.

A escola segue como uma importante instituio que possibilita um certo

mtodo de pensamento, pela sistematizao de determinados conceitos.

Palavras-chave: Educao de Jovens e Adultos. Formao de conceito.

Psicologia. Histria. Sala de aula. Interao professor-aluno.

ABSTRACT

SIMABUKULO, Lucas Antonio Nizuma. Conceptual thinking and history

teaching in the youth and adult education. 2017. 234 f. Dissertao

(Mestrado em Educao) Faculdade de Educao, Universidade de So

Paulo, So Paulo, 2017.

The present work brings, from the reading of Lev S. Vigotski (1896-1934) and

other authors of the Historical-Cultural Perspective, a reflection on the

constitution of conceptual thinking, in History classes in a class of Youth and

Adult Education. Our objective in this work is to investigate, from an

ethnographic case study, how the dialogic interactions in Youth and Adult

Education classroom has been constituted the conceptual thinking in classes of

History, besides understanding how elements of which authors of the Didactics

of History call it historical consciousness emerge. From the field research in an

Youth and Adult Education class equivalent to the 6th grade, in a public school

in the city of So Paulo, we analyzed four episodes, seeking to identify different

discourses produced in them, historical consciousness related to them, and how

schooling enables (or not) the formation of conceptual thinking. We question the

rather biased view that subjects with low schooling would be deficient in their

psychological development; in fact, they build meaningful knowledge from their

everyday experiences. However, we can not disregard the contributions that

schooling can bring in terms of development for these subjects. The school

continues as an important institution that makes possible a certain method of

thinking, through the systematization of certain concepts.

Keywords: Youth and Adult Education. Concept formation. Psychology. History.

Classroom. Teacher-student interation.

SUMRIO

Introduo .......................................................................................................... 9

1. Educao de Jovens e Adultos ............................................................. 13

1.1. A EJA no Brasil ..................................................................................... 13

1.2. Conflitos geracionais.............................................................................. 25

1.3. Contextualizao ................................................................................... 32

1.3.1. O CIEJA Aluna Jssica Nunes Herculano ....................................... 36

1.3.2. Os alunos do CIEJA ........................................................................ 37

1.3.3. As instalaes e o espao fsico da escola ..................................... 41

1.3.4. O contato com a escola ................................................................... 42

1.3.5. As aulas de Histria no CIEJA ........................................................ 43

2. Teoria Histrico-Cultural e EJA ............................................................. 49

2.1. O trabalho precursor de Vigotski e Luria ................................................ 49

2.1.1. Escolarizao de jovens e adultos .................................................. 63

2.2. Escolarizao e Teoria Histrico-Cultural .............................................. 73

2.2.1.O pensamento por conceitos: uma polmica ................................... 78

2.2.2 .O desenvolvimento do pensamento para Vigotski .......................... 84

2.2.3. Conceitos espontneos e cientficos ............................................... 90

2.2.4. Aprendizagem e desenvolvimento .................................................. 99

2.2.5. Do inter ao intrapsicolgico ...