o orçamento público e o cidadão rogério grof. entendendo o orçamento público a importância do...

Download O Orçamento Público e o cidadão Rogério Grof. Entendendo o Orçamento Público A importância do Orçamento Público p/ o Cidadão A importância do Orçamento

Post on 16-Apr-2015

118 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • O Oramento Pblico e o cidado Rogrio Grof
  • Slide 2
  • Entendendo o Oramento Pblico A importncia do Oramento Pblico p/ o Cidado A importncia do Oramento Pblico p/ o Cidado Compreendendo o ciclo oramentrio no Brasil Compreendendo o ciclo oramentrio no Brasil Interpretando o PPA Interpretando o PPA Interpretando a LDO Interpretando a LDO Interpretando a LOA Interpretando a LOA Monitoramento da execuo Oramentria e Financeira Monitoramento da execuo Oramentria e Financeira
  • Slide 3
  • Oramento Pblico: Quando e Onde?? O marco significativo a Magna Carta do Rei Joo sem-terra em 1215 na Gr Bretanha O marco significativo a Magna Carta do Rei Joo sem-terra em 1215 na Gr Bretanha No Brasil ocorre com D Joo VI, em 1808, quando a adm. das finanas transferida para o Pas atravs da criao do Errio Pblico e do Regime de contabilidade. No Brasil ocorre com D Joo VI, em 1808, quando a adm. das finanas transferida para o Pas atravs da criao do Errio Pblico e do Regime de contabilidade.
  • Slide 4
  • Oramento Pblico: o que ??? a sntese do contrato firmado entre o governo e a sociedade, no qual as contribuies da sociedade (receitas) so transformadas em aes do governo (despesas) para o perodo de 1 ano. a sntese do contrato firmado entre o governo e a sociedade, no qual as contribuies da sociedade (receitas) so transformadas em aes do governo (despesas) para o perodo de 1 ano.
  • Slide 5
  • Oramento pblico: para que serve? O oramento pblico utilizado para gerenciar e controlar a aplicao dos recursos pblicos e monitorar os gastos realizados pelo governo. O oramento pblico utilizado para gerenciar e controlar a aplicao dos recursos pblicos e monitorar os gastos realizados pelo governo.
  • Slide 6
  • Quem gerencia, controla e monitora? O poder executivo gerencia O poder executivo gerencia O poder legislativo controla O poder legislativo controla A sociedade civil monitora A sociedade civil monitora
  • Slide 7
  • Oramento pblico como instrumento de planejamento Como os recursos so limitados e o oramento feito para o perodo de um ano, necessrio planejar: Como os recursos so limitados e o oramento feito para o perodo de um ano, necessrio planejar: Quais so as aes que devero ser executadas Quais so as aes que devero ser executadas Como isso ser feito? Como isso ser feito?
  • Slide 8
  • Oramento pblico como expresso das decises polticas O processo de priorizao das aes abrange trs etapas de negociaes: O processo de priorizao das aes abrange trs etapas de negociaes: Entre o Poder executivo e a Adm. Pblica; Entre o Poder executivo e a Adm. Pblica; Entre o Poder executivo e o legislativo; Entre o Poder executivo e o legislativo; A sociedade deve participar das duas etapas. A sociedade deve participar das duas etapas.
  • Slide 9
  • Oramento pblico como instrumento de distr. de renda Isso ocorre tanto nas aes de carter universal quanto nas de carter focalizado. Exemplo: A oferta de servios de educao, sade, transporte publico trar mais benefcios s pessoas que somente podero ter acesso a esses servios se eles forem ofertados pelo Estado. Exemplo: A oferta de servios de educao, sade, transporte publico trar mais benefcios s pessoas que somente podero ter acesso a esses servios se eles forem ofertados pelo Estado.
  • Slide 10
  • O oramento pblico como instrumento de controle O acompanhamento e o monitoramento do oramento a maneira mais tradicional de realizar o controle social sobre os atos do Executivo. O acompanhamento e o monitoramento do oramento a maneira mais tradicional de realizar o controle social sobre os atos do Executivo. Esse controle da execuo oramentria pode ser utilizado tanto pela Sociedade, quanto pelos rgos de Controle interno e Externo O controle interno realizado pelos rgos do prprio poder pblico, como rgos de auditoria interna ou contabilidade, que cuidam para que todo o processamento da receita e despesa respeite as leis existentes O controle externo, que tem o objetivo de verificar a legalidade das contas pblicas exercido pelo poder legislativo, com o auxlio do Tribunal de Contas.
  • Slide 11
  • Princpios Oramentrios Clssicos Unidade: Cada unidade governamental deve possuir um oramento. Universalidade: deve conter todas as despesas e receitas do governo. Anualidade ou periodicidade: deve ser elaborado e autorizado para um perodo determinado, geralmente 1 ano. Oramento bruto: todas as parcelas da receita e da despesa devem aparecer no oramento em seus valores brutos, isto , sem deduo. Discriminao ou especializao: as receitas e as despesas devem aparecer no oramento de maneira discriminada para que se possa conhecer a origem dos recursos e sua aplicao. Equilbrio: havendo desestabilizao no sistema econmico(estagnao e desemprego) compete ao governo criar condies para a retomada do crescimento. Legalidade: determina que o oramento precisa virar lei e ser elaborado conforme normas legais para poder valer.
  • Slide 12
  • Princpios Oramentrios Tradicionais No Afetao das receitas: a exigncia de que as receitas no sejam vinculadas aos gastos. Exclusividade: a lei oramentria dever conter apenas matria financeira, isto , no deve abordar nenhum assunto que no se relacione com a estimativa de receita e com a fixao da despesa para o prximo exerccio. Clareza: deve ser apresentado em linguagem clara e compreensvel. Publicidade: deve ser amplamente divulgado. Exatido: deve retratar a realidade e a efetiva capacidade de interveno do setor pblico. Programao: deve expressar as realizaes pretendidas de forma programada, isto , especificando os meios necessrios para sua efetivao: pessoal, material, servio, etc., em termos fsicos e financeiros.
  • Slide 13
  • Dispositivos Legais O contrato oramentrio lei e seu processo de construo tambm obedece a dispositivos legais. O contrato oramentrio lei e seu processo de construo tambm obedece a dispositivos legais. As principais determinaes esto: As principais determinaes esto: Na CF/88 (captulo II, as finanas pblicas) Na CF/88 (captulo II, as finanas pblicas) Na Lei 4320/64, que estabelece as normas especficas sobre elaborao e organizao oramentria; Na Lei 4320/64, que estabelece as normas especficas sobre elaborao e organizao oramentria; Na Lei complementar 101/00, tambm conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal Na Lei complementar 101/00, tambm conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal
  • Slide 14
  • A CF/88 e o Ciclo Oramentrio A CF/88 determina a elaborao do contrato com base em trs instrumentos legais: A CF/88 determina a elaborao do contrato com base em trs instrumentos legais: Plano Plurianual- PPA; Plano Plurianual- PPA; Lei de Diretrizes Oramentrias - LDO; Lei de Diretrizes Oramentrias - LDO; Lei Oramentria Anual - LOA Lei Oramentria Anual - LOA
  • Slide 15
  • Plano Plurianual o documento que expressa o planejamento do governo para um perodo de 4 anos, que abrange o segundo, terceiro e quarto ano do governante eleito e o primeiro ano do governo seguinte para garantir a continuidade de aes de um governo para o outro. o documento que expressa o planejamento do governo para um perodo de 4 anos, que abrange o segundo, terceiro e quarto ano do governante eleito e o primeiro ano do governo seguinte para garantir a continuidade de aes de um governo para o outro. Contm o programa de trabalho do governo e o detalhamento dos investimentos que sero realizados. Contm o programa de trabalho do governo e o detalhamento dos investimentos que sero realizados.
  • Slide 16
  • Exemplo de PPA link: PPA BRPPA BR
  • Slide 17
  • Lei de Diretrizes Oramentrias link:LDO 2009LDO 2009 Define metas e prioridades para a administrao pblica a partir do PPA, assim como orientaes para a Lei Oramentria. Define metas e prioridades para a administrao pblica a partir do PPA, assim como orientaes para a Lei Oramentria. Indica possveis alteraes na legislao tributria, na poltica salarial e de contratao de novos servidores. Indica possveis alteraes na legislao tributria, na poltica salarial e de contratao de novos servidores. A CF/88 prev a edio anual da LDO. A CF/88 prev a edio anual da LDO.
  • Slide 18
  • Lei Oramentria Anual link: loa 2009loa 2009 elaborada pelo executivo segundo as diretrizes aprovadas na LDO e estabelece a previso de despesas e receitas para o exerccio seguinte elaborada pelo executivo segundo as diretrizes aprovadas na LDO e estabelece a previso de despesas e receitas para o exerccio seguinte
  • Slide 19
  • LINKS 1. oramento publico\manualdeelaborao2008- 2011.pdf oramento publico\manualdeelaborao2008- 2011.pdf oramento publico\manualdeelaborao2008- 2011.pdf 2. oramento publico\MTO_2008.pdf oramento publico\MTO_2008.pdf oramento publico\MTO_2008.pdf 3. PPA SP PPA SP PPA SP 4. EXECUO ORAMENTRIA SP 2007.pdf EXECUO ORAMENTRIA SP 2007.pdf EXECUO ORAMENTRIA SP 2007.pdf
  • Slide 20
  • Fases do Ciclo Oramentrio
  • Slide 21
  • Prazos do Ciclo Oramentrio Ente da Federao PPALDOLOA Unio (ADCT, art 35) 31 de agosto 15 de abril 31 de agosto
  • Slide 22
  • Interao PPA, LDO e LOA
  • Slide 23
  • Participao no Ciclo Oramentrio Na Campanha eleitoral. Na Campanha eleitoral. Na negociao do PPA, da LDO e da Loa. Na negociao do PPA, da LDO e da Loa. No monitoramento da execuo oramentria. No monitoramento da execuo oramentria. No controle dos conselhos e fundos. No controle dos conselhos e fundos.
  • Slide 24
  • Class

Recommended

View more >