o orÇamento empresarial como forma de gestÃo

Download O ORÇAMENTO EMPRESARIAL COMO FORMA DE GESTÃO

Post on 07-Jan-2017

214 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE MINAS GERAIS

    NUCLEO UNIVERSITRIO DO BARREIRO

    Curso de Cincias Contbeis nfase em Controladoria

    O ORAMENTO EMPRESARIAL COMO FORMA DE GESTO.

    Edilaine Aparecida Maia

    Fernanda Ap. T. de Souza

    Glucia de Souza Almeida

    Michele Aline Ap. de Castro

    Belo Horizonte

    2009

  • Edilaine Aparecida Maia

    Fernanda Aparecida Teixeira de Souza

    Glucia de Souza Almeida

    Michele Aline Aparecida O ORAMENTO EMPRESARIAL COMO FORMA DE GESTO

    Trabalho interdisciplinar apresentado como requisito parcial de avaliao das disciplinas do 5. perodo do curso de Cincias Contbeis da Pontifcia Universidade Catlica de Minas Gerais Ncleo Barreiro, no 2. semestre de 2008. Disciplinas:

    Direito Tributrio Cont.e Or. Empresarial

    Cultura Religiosa l tica Geral e Profissional Sistemas Contbeis l Contabilidade de Inst. Financ. e Mercado de Capitais

    Prof. Orientadores: Flvio Valentim

    Alexandre Eduardo Antonio Jardim

    Messias Jos Carlos Dias

    Alex Diamante

    Belo Horizonte

    2009

  • SUMRIO

    1. INTRODUO ......................................................................................................4

    1.2 Objetivo Geral .............................................................................................4 1.3 Objetivo Especfico......................................................................................4 1.4 Justificativa.......................................................................................................4 1.5 Problemtica.....................................................................................................5 1.6 Metodologia......................................................................................................5

    2. REFERNCIAL TERICO....................................................................................6 2.1. O desafio de uma prestadora de servios na rea de educao em expandir seus negcios.................................................................................................................6

    3. CAPTAO DE RECURSOS DE TERCEIROS...................................................7 3.1 Formao de taxas de juros no mercado.........................................................8 3.2 Contratos e garantias.......................................................................................8 3.3 Financiamentos mais utilizados nas empresas para captao dos recursos...9 3.3.1 Capital de giro...............................................................................................10 3.3.2 Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES)...........11

    4. SOCIEDADE ANNIMA DE CAPITAL ABERTO................................................14 4.1 Tipos de aes de uma S.A.............................................................................16 4.2 Os principais custos para abrir o capital..........................................................16 4.3 Outros custos inerentes abertura de capital.................................................17

    5 ESTUDO DE CASO...............................................................................................19 6 CONSIDERAES FINAIS...................................................................................28 REFERNCIAS.........................................................................................................29

  • RESUMO

    O presente trabalho apresenta uma anlise do oramento empresarial como um

    elemento fundamental no processo de gesto. Evidencia de forma ampla os principais

    conceitos, caractersticas e tipos de oramento para conhecimento geral do processo.

    Aborda o impacto dos principais oramentos na tomada de deciso do controller. Para

    uma implantao bem sucedida necessria a organizao dos dados e

    parametrizaes para que o orado seja alcanado. Isto porque uma ferramenta

    importante para a tomada de deciso. Para evidenciar sua implantao e eficcia h

    um plano de negcios que busca responder a viabilizao da abertura de uma filial da

    empresa de cosmticos para ampliao de seus negcios, um breve estudo feito no

    intuito de responder este questionamento.

    Palavras-chave: Oramentos, plano de negcio, gesto, controller.

  • 1. INTRODUO

    No cenrio do mundo atual, observa-se cada vez mais que para sobreviver na

    arena dos negcios empresarias o mercado busca profissionais qualificados e com

    viso difusa para gerir os processos. O oramento vem agregar informaes rpidas e

    eficientes. Mesmo que sua implantao seja complexa ele pode trazer benefcios que

    contribuiro para reduzir a margem de erro, a redundncia de informaes e a

    maximizao de lucros da empresa.

    1.2 Objetivo Geral

    Apresentar de que forma o oramento contribui para que o objetivo que foi traado

    seja realmente alcanado.

    1.3 Objetivo Especfico

    Histria do oramento, seus principais conceitos, objetivos e

    caractersticas.

    Condicionantes bsicos para implantao e utilizao de um sistema

    oramentrio.

    Vantagens e desvantagens de um oramento.

    Principais oramentos para controle e gesto.

    Oramento e contabilidade dentro da controladoria.

    A importncia do oramento como ferramenta para a abertura de um novo

    negcio.

  • 1.4 Justificativa

    Diante da competitividade do mercado necessrio que a organizao planeje

    suas metas e objetivos a fim de obter os resultados esperados. Por esse motivo vamos

    abordar o oramento como instrumento de gesto e sua relao com a contabilidade.

    1.5 Problemtica

    Quais as informaes que o oramento disponibiliza para contribuir na

    constituio de uma empresa ou dentro de uma organizao j constituda?

    1.6 Metodologia

    Para obter o desenvolvimento desse trabalho, foi adotada uma pesquisa de

    carter explicativo, bibliografia usando livros tericos, sites sobre o assunto e artigos

    peridicos.

  • 2. REFERENCIAL TERICO

    2.1. O desafio da implantao de oramento nas organizaes

    O oramento um instrumento de planejamento e controle que se torna de

    grande relevncia para as empresas, pois estabelece com antecedncia as aes a

    serem executadas e os recursos que sero despendidos, ou seja, a empresa mensura

    o quanto deseja produzir para alcanar a receita proposta e a partir da tem que

    analisar quais recursos vai disponibilizar para que consiga produzir o almejado, isso

    significa que ela precisa saber qual custo ter com mo de obra, matria prima e se vai

    precisar investir no imobilizado.

    Segundo Frezatti (2007)

    O oramento o plano financeiro para implementar a estratgia da empresa para determinado exerccio. mais do que uma simples estimativa, pois deve estar baseado no compromisso dos gestores em termos de metas a serem alcanadas.

    O oramento deve ser acompanhado diariamente e sempre comparando o

    orado com o executado para que sejam feitos os ajustes necessrios, pois fatores

    externos como a economia, mercado, moeda, tecnologia, cenrio social, legal, fiscal e

    concorrncia influenciam diretamente no mesmo.

    Frezatti (2003) assegura:

    Anlise externa a maneira pela qual a organizao olha o ambiente externo e identifica as oportunidades que pretende auferir. Serve para os gestores entenderem, coletivamente, o que esperar do ambiente futuro e, a partir da, definirem como se comportar.

    Depois de analisado os fatores externos, se torna necessria a anlise interna

    que avalia os recursos humanos como investimentos, sistemas de informao,

  • equipamentos, tecnologia e capacidade de produo para que tudo favorea a

    elaborao perfeita do oramento.

    Depois que tudo estiver no plano de trabalho, comea a etapa mais importante

    do oramento que vem a ser o seu acompanhamento dirio, pelo controller, que utiliza

    o mesmo para gerenciar a empresa e nesse momento esse profissional tem que ser

    tico o suficiente para transpassar aos gestores as informaes corretas extradas dos

    relatrios gerados, como o fluxo de caixa e balano e estudar a situao da economia

    criteriosamente, para juntos corrigir e mudar o que for necessrio afim de que se faa

    cumprir as metas propostas.

  • 3. HISTRIA DO ORAMENTO

    Segundo Lunkes (2003)

    A necessidade de orar to antiga quanto a humanidade. Os homens da caverna precisavam prever a necessidade de comida para os longos invernos, com isso desenvolveram prticas antigas de oramento.

    Desde os antigos romanos, a palavra oramento j era conhecida e servia para

    coletar os impostos atravs de uma bolsa de tecido chamada de fiscus.

    Contudo, as prticas contemporneas de oramento devem-se ao desenvolvimento da