o evangelizador 148 - maio 2011

Download O Evangelizador 148 - Maio 2011

Post on 30-Mar-2016

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • e-mails: sbenedito@dj.org.br / pascomsaobenedito@dj.org.br

    Diretor Responsvel: Pe. Joo Benedito Pires das NevesJornalista Responsvel: Valdir Lbero - MTB 20.420Produo: Pastoral da Comunicao Social Reviso: Dicono Jos Carlos Pascoal - Colaborao: Cidinha D. V. AlvesBia D. V. Alves / Maria Anglica Gonalves / Claudimara TorresTiragem: 1.500 exemplares / Diagramao e Impresso: Grafsalto.

    O EvangelizadorE X P E D I E N T E D O R G O I N F O R M AT I V O D A PA R Q U I A S O B E N E D I TO

    N 1 4 8D I O C E S E D E J U N D I A S A L T O / S P / M A I O2 0 1 1 A N O 1 3

    E d i t o r i a l 2O Evangelizador

    Mensagem do PadreO TEMPO DA PSCOA

    RUA PRUDENTE DE MORAES, 730 - CENTRO - SALTO - FONE: (11) 4029-5897

    A SUA LIVRARIA CATLICA

    Material escolar e vrios tipos de agendas 2011Venha conferir nossos preos!

    ARTIGOS RELIGIOSOS: TEROS, BBLIAS, LITURGIA DAS HORAS E LITURGIA DIRIA

    Pe. Joo Benedito Pires das Neves

    As celebraes da Semana Santa na Parquia So Benedito foram muito bem participadas. A Pastoral Litrgica promoveu ensaios e o resultado foi o empenho e a qualidade mostrada por todos os agentes.

    Os espaos celebrativos estiveram totalmente tomados em todas as celebraes, mostrando a f, o desejo de orar e de louvar do nosso povo. Tambm devem ser destacados os ritos penitenciais e os atendimentos de confisso dos Padres na Parquia. Quando solicitados, muitos agentes se doaram na arrumao do Espao Missionrio, mostrando uma unidade paroquial cada vez mais forte.

    A novidade foi a retomada da Via Sacra nas Ruas. Nos dois ltimos anos foi feita a experincia de Via Sacra e teatro da paixo com catequizandos no Espao Missionrio. A Via Sacra nas ruas mostrou o acerto da deciso: quase trs centenas de fiis acompanharam a solene ao litrgica. Destaque-se a doao e alegria das famlias que cederam suas casas.

    Outra boa notcia a da continuidade da ao de conscientizao da Campanha da Fraternidade de 2011, que teve como tema Fraternidade e Vida no Planeta. Foi formado um Grupo de Ao para dar continuidade Campanha nas Parquias, Escolas e Movimentos Sociais, alm das propostas que sero levadas ao Poder Executivo e ao poder Legislativo do municpio.

    A fora do Ressuscitado seja a nossa fora. CRISTO RESSUSCITOU, ALELUIA, VERDADEIRAMENTE RESSUSCITOU!

    Me...Que ao dar a bno da vida,

    entregou a sua...Que ao lutar por seus filhos,esqueceu-se de si mesma...

    Que ao vibrar com suas vitrias,Esqueceu seu prprio mrito...

    Que ao receber injustias,respondeu com seu amor...

    E que, ao relembrar o passado,s tem um pedido:

    DEUS, proteja meus filhos por toda a vida!Para voc, me, um mais que merecido

    Feliz Dia das Mes!!

    MENSAGEM DO DIA DAS MES08 DE MAIO

    Maria Anglica Gonalves - Pascom So Benedito

    A p a l a v r a Pscoa tem sua raiz na p a l a v r a

    hebraica Pessach, que significa Passagem, Libertao. O povo de Deus era escravo no Egito, ento Deus se revelou a Moises no Monte Sinai, como o Deus q u e l i b e r t a o p o v o d a escravido e conduz para uma terra boa, terra que tem leite e mel com abundncia, terra que frutifica a liberdade. O povo de Deus fez sua passagem e conquistou, com a ajuda de Deus, a liberdade to desejada. Tornou-se uma grande nao sob a gide da Lei Divina.

    Jesus o Filho de Deus, o Messias, e tambm Judeu. Ele celebrou durante sua vida terrena a festa da Pscoa Judaica. Conhecia o d e s e j o p r o f u n d o d a humanidade em viver a liberdade que se encontra somente em Deus. Por isso na nova aliana inaugurada por Cristo ns que ramos povo de Deus nos tornamos Corpo Mstico de Cristo e vivemos sob a gide da nova Lei, uma nova liberdade - o Amor - selada no mais em tbuas de pedras, mas no nosso corao pela fora santificante do Esprito recebida junto fonte batismal. Em Cristo tomamos conscincia do Reino de Deus, seus valores fundamentais, sua essncia e seu significado profundo para ns . Na c o m u n i d a d e C r i s t aprendemos esses valores quando participamos com

    ateno da Semana Santa (O T r d u o P a s c a l ) . A s celebraes vo tomando forma e apresentando o contedo em nosso corao e em nossa mente. A fora de Cristo ressuscitado clareia nossa mente que define e conceitua o contedo da f, e tambm clareia nosso corao para que tudo em nossa vida possa ser discernido e julgado conforme os valores de Cristo.

    A partir da luz de Cristo o conceito de liberdade vai se definindo em nossa vida e alargando o horizonte de nossa compreenso sobre a nossa Vida em Cristo. Para ns cristos a liberdade a s s u m e c r i t r i o s m a i s humanistas, solidrios e fraternos, fundamentados no mandamento da caridade. O conceito de liberdade se torna conciliador, pacificador e caritativo. Por isso que os primeiros mrtires da Igreja compreendiam que a morte era um limite totalmente supervel. Eles sabiam que em Cristo no h limites para exercer a liberdade de amar. Nem a morte podia destruir o amor de Deus derramado sobre ns pela graa do Seu Filho que se ofereceu como vitima pacificadora no altar da Cruz.

    Em Cristo a Pessach se torna a passagem da morte para a vida eterna para todos ns que acreditamos Nele e somos por Ele conduzidos.

  • A r t i g o d o M s 3O Evangelizador

    ARTIGO DO MS:MULHER, EIS O TEU FILHO... EIS A TUA ME

    Antonia Incia A. LeopoldinoComunidade 1

    Caminho Neocatecumenal.

    Rua Prudente de Moraes, 750 - SALTONOVO TELEFONE - Fone: 11 4028-9640

    UA RE E E GA COM C FLS D D LI O A P

    REDE fc li CPFL

    www.saltoluz.com.br

    Tel.: (11) 4029.5009 - Fax: (11) 4028.0835Rua Benjamin Constant, 294 - SALTO - SP

    Desenvolvimento de Peas Especiais,Usinagem de preciso p/ ManutenoIndustrialCORTI

    Indstria Mecnica Ltda

    O ms de maio sempre nos lembra O MS DE MARIA, o DIA DAS MES, e as pessoas sempre ficam sentimentalmente sensveis a estes assuntos: nas Igrejas e nas casas rezam-se novenas, teros, coroaes de Nossa Senhora, homenagem s mes nas escolas, presentes, flores, visitas dos filhos que esto distantes, visitas s mames idosas e ou doentes que esto nas clnicas de repouso, visitas aos cemitrios para lembrar as mes j falecidas. Enfim, os filhos com o corao agradecido reverenciam cada um sua maneira quela que

    lhes deu a vida, que os educou, cuidou, e lhe deu todo carinho e amor.

    Mas, olhando as notcias recentes observamos que as coisas nem sempre so assim. Porque a palavra ME e a palavra FILHO tm mostrado no uma relao de amor, carinho, ateno; mas, sim, abandono e violncia ao extremo, com mes abandonando seus filhos recm nascidos no lixo, com filhos causando grande sofrimento s suas mes (geralmente com o envolv imento nas drogas) , gerando grande violncia dentro

    das famlias, de assassinatos inclusive. O que poderemos pensar sobre estes acontecimentos. Que as pessoas so ms realmente? Que precisam ser castigadas pelo mal que fazem? Eu os convido hoje a olhar como Jesus na cruz: Pai, perdoa-lhes porque no sabem o que fazem. Algum lhe estendeu a mo na hora de seu desespero, de seu abandono tambm? A jovem me adolescente, a mulher abandonada pelo companheiro, a pobreza extrema de tudo, inclusive de saber que h um Deus no cu que as ama e protege. Algum lhes

    anunciou isso?E os filhos, nem sempre os

    pais so para eles todo amor e carinho, e a resposta que eles do ao mundo o que eles tambm receberam em casa. A esses questionamentos uma s a palavra d a d a p o r J e s u s , h o m e m experimentado em toda espcie de sofrimentos: AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI, E AO PRXIMO COMO A SI MESMO.

    Com aes missionrias, a Comunidade So Jos Operrio da Parquia So B e n e d i t o f e s t e j o u s e u Padroeiro. A preparao para a festa foi feita entre os dias 26 e 30 de abril, com Celebraes da Palavra em casas do Jardim Maria Jos, com grande participao de fiis. No dia 30, aps a celebrao, aconteceu a t radic ional quermesse com show de prmios. Foi sorteada uma

    bicicleta entre os participantes.O ponto alto da Festa foi a Missa Solene em louvor a So Jos

    Operrio, presidida pelo Padre Joo Benedito Pires das Neves, Administrador Paroquial, auxiliado pelo Dicono Antonio Cruchello. Na homilia Padre Joo Benedito falou das motivaes especiais dessa data: Hoje domingo, dia do Senhor; Dia do Trabalhador; iniciamos o Ms de Maria; comemoramos a beatificao de Joo Paulo II e celebramos neste segundo domingo da Pscoa o Domingo da Misericrdia. Deus nos agracia muito. Pelo Batismo renascemos e nos tornamos filhos de Deus. Alegremo-nos e exultemos. Cristo ressuscitou, aleluia! Foi feita a procisso com a imagem do Padroeiro pelas principais ruas do jardim Maria Jos. Ao final da Celebrao foram abenoados os pezinhos, que tradicionalmente so distribudos aos fiis nessa data. O Salo de Celebrao esteve praticamente lotado para essa grande festa.

    COMUNIDADE DE SO JOS OPERRIO FESTEJOU O PADROEIRO

    Claudimara Torres - Pascom So Benedito

  • S e m a n a S a n t a 4O Evangelizador

    CULOS - JIAS - RELGIOS

    Rua 9 de Julho, 198 - Centro - CEP 13320-000 - Salto/SPFone: (11) 4029-1046

    Tambm no Plaza Shopping Itu

    ESCOLA DE ARTES MUSICAISSOM MAIOR

    Prof Maria de Lourdes Vicente Mezzalira

    CURSOS DE: Violo Popular e Clssico, Piano, Teclado, Orgo, Guitarra, Bateria, Percusso,Saxofone, Violino, Iniciao Musical I e II (crianas partir de 4 anos), Teoria Musical e Solfejo,

    Canto Livre e Flauta Doce. NOVOS CURSOS: Cavaquinho, Contrabaixo, Musicalizao infantil paracrianas de 3 a 5 anos, musicalizao para bebs de 8 meses a 2 anos, Coral Infantil e de Adultos.

    EMAIL: somaior@uol.com.br - SITE: www.somaior.com.br

    R. 7 DE SETEMBRO, 476 - TEL.: 4028-0204 - SALTO - SP

    CELEBRAES DO DOMINGO DE RAMOS NAS COMUNIDADES

    Na Matriz, no sbado, 16, Padre Edmilson celebrou com as Comunidades Neocatecumenais. No domi