o correio - ed 992

Download O Correio - Ed 992

Post on 09-Mar-2016

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

TRANSCRIPT

  • LAGUNA/SC - ANO IXX - EDIO 992 - LAGUNA/SC 12/10/2013 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL O Senhor meu pastor, nada me faltar

    Laguna: 3646-5123 / 9926-6333Brao do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

    Fone: 3646-2488Fone: 3646-2488

    Dr. Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

    Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

    A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor TcnicoMauro Srgio Fernandes da Silva

    CRM 8789 - PediatraRQE 4329

    Prximo a Colnia de Pescadores

    Temos sala de VacinasVisite o site: http://clinicavidalaguna.wix.com/vida

    Espetculo inspirado no Boi de Mamo circula o estado no Ba de Histrias do Sesc O projeto Ba de Histrias do Sesc apresenta o espe-tculo Alevanta Boi, da Cia Etc. e Tal, de Itaja, em 14 cidades catarinenses, em outubro. Encenado pelo ator Cidval Batista Jr, a pea inspirada na cultura popular de Boi de Mamo e utiliza formas animadas como bonecos de vara, marionetes e elementos diversos, como renda de bilro e

    pau de fita.Laguna: 13/10, s 15h e 17h, em frente ao Centro Cultural (Rua Santo Antonio, 24). Obs. Se chover ser no Clube Unio Operria.

    COMUNICADOA PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGUNA INFORMA QUE A ETAPA MUNDIAL DO 15 JET WAVES, QUE SERIA REALIZADA NA PRAIA DO IR, ENTRE OS DIAS 25 A 28 DE OUTUBRO EST CANCELADA.A RELAO DE AUTORIZAES DAS ENTIDADES COMPE-TENTES (SPU E MARINHA) E LICENAS AMBIENTAIS (IBAMA/FLAMA) SOLICITADAS NO FOI APRESENTADA EM TEMPO HBIL PELA FEDERAO DE ESPORTES RADICAIS, ENCAR-REGADA DA ORGANIZAO DO EVENTO, FICANDO INVIVEL PARA PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGUNA AUTORIZAR A REALIZAO. DIANTE DOS FATOS, EM COMUM ACORDO, OPTOU-SE POR SUA SUSPENSO.NO PRXIMO DIA 15 DE OUTUBRO, A CMARA DE VERE-ADORES REALIZAR AUDINCIA SOBRE A PRTICA DE ESPORTES NUTICOS, QUE CERTAMENTE AUXILIAR NA PADRONIZAO E REALIZAO DE EVENTOS DESTE PORTE.

    Pedra dever ser implodidaO que vem causando transtorno para os motoristas, que trafegam pelas proximidades da praia do Ir, dever ser resolvido nos prximos meses. Na manh desta sexta-feira, dia 11, o engenhei-ro e secretrio do Planejamento Urbano, Daniel Roberge, a presidente da Fundao Lagunense do Meio Ambiente (Flama), Amenar de Oliveira estiveram vistoriando o local, juntamente com o tcnico de segurana, Willian Floriano. Nos prximos meses, a pedra dever ser implodida. Quem chega ou sai da praia do Mar Grosso passando pela Beira-Mar, indo em direo a avenida Castelo Branco, ou vice-versa, precisa tomar cuidado ao passar pelas proximidades da praia do Ir devido uma pedra de cinco toneladas, que prejudica o fluxo de veculos.

    Para imploso da pedra ser usada uma tecno-logia, usada j em outras obras, a argamassa expansiva. Segundo o tcnico em segurana Willian Floriano, esse mtodo bem mais rpido e no causa nenhum dano nas estru-turas ao redor.O processo feito da seguinte forma: per-furao da pedra, e depois a colocao da argamassa, com isso, facilitando e agilizando todo o trabalho. A data e o horrio da imploso dever ser anunciada nas prximas semanas. A Guarda Municipal esteve monitorando o trnsito para a vistoria do local.

    Empresa notificada. Equipe de drenagem ser trocadaPor determinao da Secretaria de Planejamento Urbano, aps a empresa Setep ser notificada, a at-ual equipe que estava trabalhando na drenagem da pavimentao asfltica da avenida Calistrato Muller Salles, ser trocada. Segundo o secretrio da pasta, Daniel Roberge, eles no estavam cum-prindo prazos e exigncias estabelecidas.

    Est em andamento a fase de colocao dos tubos de drenagem da rede pluvial da avenida Calistrato Muller Salles, prximo ao cruza-mento com a rua Coronel Fernandes Martins (La-volks). Na semana passada, foi retirado o asfalto danifi-cado da pista direita (sen-tido centro-BR 101) e feita uma camada de asfalto para regularizao. A previso que nos prximos dias inicie as obras no segundo ponto de drenagem da avenida.

  • O CORREIO P. 02NOSSAS UTOPIAS

    Advocacia & AssessoriaDr. Victor Baio Pereira

    OAB/SC 15.896

    Atanazio Lameira lameira00@hotmail.com

    EXPEDIENTEFundado em 29.07.1995

    Direo Geral: PAULO SRGIO SILVAJORNAL O CORREIO. LTDA. ME.

    C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375

    Redao e Administrao:Rua Voluntrio Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC

    Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00

    Tiragem: 1.000 exemplaresOs artigos assinados so de

    responsabilidade de seus autores. Circulao quartas-feiras e aos sbados :

    Laguna, Pescaria Brava, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes e Imaru.

    E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net

    Este jornal filiado:

    Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

    LAGUNA/SC 12/10/2013

    Causas cveis: aes possessrias, indenizatrias e de famlia.

    Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882 LAGUNA/SC

    Hora do cafezinho

    Paulo Srgio Silva

    Apenas uma chanceSe h apenas uma chance uma vida qual ento reside a razo de no aproveit-la o mximo. Seja tudo aquilo que quiser. Sonhe - no h impedimento nisto. No deixe para amanh. Ar de choroH um desejo em mim que no suporta v-la infeliz. No suporta v-la triste com o semblante fechado. H uma fora, que me transporta quando a vejo com o ar de choro. Aqueles que buscam sempreParece que a felicidade costuma apa-recer, para aqueles que choram e, para aqueles que se machucam, na inteno de viver uma vida intensamente. Para aqueles que no desistem e buscam sem-pre, sem medo aquilo que deseja. Para aqueles que valorizam a importncia das pessoas, que passam pela sua vida. Perdoar os errosSe permita a errar - administrando as decepes do passado. Com isto voc ver que tudo fica mais fcil e num passe de mgica voc alcanar o sucesso. Se d a chance da felicidade e, no queira resolver todos os problemas do mundo. Tempo perdido da solidoTirei minha bicicleta da garagem e sai para passear. Quem sabe encontro outras bicicletas. Talvez ache o par per-feito para juntos encontrarmos o tempo perdido da solido. Caminharemos lado a lado rumo a um destino desconheci-do aproveitaremos a total liberdade e sentiremos o vento sul, que sem medo toca no nosso rosto. So Jorge me empresta o dragoEu andarei vestido e armado com as armas de Jorge para que meus inimi-gos, tendo ps, no me alcancem, tendo mos, no me peguem, tendo olhos no me vejam, e nem, em pensamentos eles possam me fazer mal.(Jorge Ben Jor)

    Reinventando o Profissionalartigo

    Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

    O mercado consumidor est colhendo os resultados de vrios programas e inves-timentos realizados pelo governo, entidades sociais e ncleos privados visando o crescimento econmico e social do pas. Temos vinte e cinco milhes de brasileiros de baixa renda ou com renda abaixo da crtica que utili-zavam seus recursos para manuteno bsica e que agora, atendidos pelo bolsa famlia por exemplo, esto migrando para a classe D e atraindo a ateno de novos empresrios que j investem em produtos e estruturas adequadas ao seu poder de compra e perfil de consu-midor. Lembre-se: se este mercado no fosse atraente, porque vrias redes de su-permercados esto indo para os bairros mais populares? Porque fbricas de vrios segmentos esto criando a segunda marca direcionada para este novo horizonte? Por isso, aos que j tm neste

    segmento a garantia de seu sustento, 1,99 e as lojinhas ou bazar, estejam atentos s mudan-as tecnolgicas, marketing, associativismo e velocidade, pois como todo cliente, devero ser fidelizados para que o trabalho de conquista traga melhores resultados empresa, sendo a unio e a busca de solues em conjunto garantia para sua manuteno e crescimento. Sabemos que este segmento existe h muito tempo, desde a poca dos meus avs, que so tradicionais e sobreviveram todas as mudanas impostas pela competitividade, porm no po-demos fechar os olhos para as propores das mudanas que vivemos nestes ltimos anos. claro que as classes E e F j surgem como po-tenciais consumidores, porm com novas neces-sidades e desejos. sempre bom enfatizar que os produtos populares no so produtos sem qualidade. O bazar que vende utenslios para o lar vende muita coisa boa e o consumidor sabe o que bom. J visitei amigos que decoram suas casas com produtos comprados em feirinhas e 1,99 e fica linda! Eu mesmo vou seguidas vezes visitar e comprar em lojas que vendem artigos para 1,99 e o que vejo so processos modernos em tecnologia, produtos e organizao. Porm o que marcante e que precisa melhorar muito a questo do atendimento, isso sim uma ame-aa porque as marcas que esto buscando esta fatia com a segunda pele (marca) tm pessoas treinadas para atender bem. Um cliente popular

    um cliente e como tal deve ser conquistado! Gosta de bom atendimento, bons pro-dutos e bons preos. Outra coisa que dever ser traba-lhado com muita rapidez so os ncleos ou associaes, no para encontro social, mas para realizar reunies que discutam e decidam sobre estratgias de fortale-cimento do setor. Um ncleo forte no diferente de uma grande empresa ou rede de empresas. Comprar juntos, fazer marketing juntos, dis-cutir aes, etc. Como o nome diz MERCADO POPULAR o maior e mais tradicional mercado mundial, a China cresceu com este mercado e hoje o grande DRAGO econmico do segmento. Pensem bem no assunto, faam do mercado voltado para as classes C e D tudo que aprenderam quando falavam em populares. Vamos refletir. E agir!!!

    Segmento de consumo popular

    Os Correios devem levar at sete dias teis para nor-malizar a entrega de cartas e encomendas na maior parte das localidades afetadas pela greve, j encerrada. Os trabalhadores que estavam parados retornaram s atividades nesta quinta-feira (10), por deciso do Tribunal Superior do Trabalho TST no julgamento do dissdio na tera-feira (