o correio - ed 990

Download O Correio - Ed 990

Post on 06-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

TRANSCRIPT

  • LAGUNA/SC - ANO IXX - EDIO 990 - LAGUNA/SC 05/10/2013 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL O Senhor meu pastor, nada me faltar

    Laguna: 3646-5123 / 9926-6333Brao do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

    Fone: 3646-2488Fone: 3646-2488

    Dr. Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

    Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

    A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor TcnicoMauro Srgio Fernandes da Silva

    CRM 8789 - PediatraRQE 4329

    Prximo a Colnia de Pescadores

    Temos sala de VacinasVisite o site: http://clinicavidalaguna.wix.com/vida

    EXPOSIO com:

    De 26/09 a 11/10 (de segunda sexta)

    Das 09h s 12h/ Das 13h s 17h

    Local: Museu Anita Garibaldi GRATUITO.

    O Servio Social do Comrcio Centro de Atividades de Laguna traz a esta cidade a atividade cultural: Exposio de Artes do artista Joo Rodrigues Jnior, atravs do Projeto Arte no Singular do SESC/SC - 2013.

    Este Projeto tem o intuito de valorizar a produo artstica local, criando mercado de artes e profissionalizando de maneira substancial a rea; alm de ampliar a compreenso da cidade em relao arte produzida por seus artistas, e viabilizar o contato e o questionamento sobre a arte.

    Artista Visual: Joo Rodrigues Jnior Joozinho, como carinhosamente chamado por

    todos, conhecido por seu desempenho como artista plstico, cantor, entre outros. Nosso Joozinho diz ser autodidata. A julgar pelo seu desempenho artstico, nada deixa a

    desejar como profissional dentro das artes. - Deise Machado (Pretexto 2008)

    MAIORES INFORMAES CENTRAL DE ATENDIMENTO OU PELO TELEFONE: (48) 3644-0152.

    Regio de Laguna recebe cerca de R$ 19 milhes em investimentos

    O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira assinaram, nesta quinta-feira, 3, em Laguna, convnios que somados chegam a R$ 2,5 milhes para os municpios de Laguna, Imbituba, Paulo Lopes e Imaru, e repassaram, tambm, R$ 15,6 milhes do Fundo de Apoio aos Municpios (Fundam). O governo autorizou, ainda, a recuperao asfltica da Avenida Calistrato Muller Salles. (Pgina 4)

    Obra: Casan e Governo Municipal assinam convnio A rua Jlio Maurcio, popular estrada da Malvina, no bairro Progresso, ser pavimentada. Na sexta-feira, dia 4, o Governo Municipal e a Casan assinaram um convnio de R$ 180 mil para a obra. A regio usada pelos motoristas para desvios do trnsito da avenida Calistrato e Joo Marronz-inho. As melhorias iro iniciar somente aps a finalizao da repavimentao asfltica da Calistrato Muller Salles.O diretor de planejamento e de relaes da Casan, Osny Souza Filho, esteve no

    gabinete do prefeito Everaldo dos Santos assinando o convnio, juntamente com o gerente da estatal em Laguna, Renato Lopes.Tambm acompanharam a assinatura o secretrio da Educao, Luis Fernando Schiefler Lopes; secretrio da Admin-istrao, Luiz Rezende; secretrio do Planejamento Urbano, Daniel Roberge; procurador do municpio, Victor Baio; secretrio de Comunicao, Celso Fer-nandes e os vereadores Kleber Lopes e Patrick Mattos.

  • O CORREIO P. 02NOSSAS UTOPIAS

    Advocacia & Assessoria

    Dr. Victor Baio PereiraOAB/SC 15.896

    Atanazio Lameira lameira00@hotmail.com

    EXPEDIENTEFundado em 29.07.1995

    Direo Geral: PAULO SRGIO SILVAJORNAL O CORREIO. LTDA. ME.

    C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375

    Redao e Administrao:Rua Voluntrio Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC

    Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00

    Tiragem: 1.000 exemplaresOs artigos assinados so de

    responsabilidade de seus autores. Circulao quartas-feiras e aos sbados :

    Laguna, Pescaria Brava, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes e Imaru.

    E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net

    Este jornal filiado:

    Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

    LAGUNA/SC 05/10/2013

    Causas cveis: aes possessrias, indenizatrias e de famlia.

    Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882 LAGUNA/SC

    Reinventando o Profissional

    artigo

    Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

    Hora do cafezinho

    Paulo Srgio Silva

    Notcia publicada no jornal Dirio do Sul demonstrou o esprito participativo de nossos poliiciais, confiram: Policiais impedem suicdio de mulherOs policiais militares Anderson Machado Pereira e Jones Jos Leandro da Silva se tornaram heris para uma famlia de Laguna no incio desta semana. Eles impediram que uma mulher se matasse na frente dos prprios filhos e do companheiro. A PM de Laguna foi acionada para impedir o suicdio no bairro Mato Alto. Os soldados Anderson e Jones foram designados a ir at o local, onde encontraram a mulher com um pedao de vidro na mo, ameaando cortar o prprio pescoo. Os filhos e o companheiro da vtima j estavam fora da residncia, onde ela permanecia quebrando os mveis.Anderson e Jones buscaram acalmar a vtima e, em um momento de distrao durante o dilogo, conseguiram imobilizar a mulher. Ela j havia cortado os dois braos e tentou reagir, mas foi contida e hospitalizada sem risco de morte.Presidente da Cmara Municipal de Laguna convocou reunio extraordinria para este sbado (05) s 14:00h. Deciso atende apelo de vereadores e do executivo que para sanar compromisso financeiro com servidores depende da aprovao da matria que estar em pauta.

    O projeto de lei que fixa regras para preveno e se-gurana contra incndio em Santa Catarina deve ser votado at a prxima semana no plenrio da Assembleia Legislativa. O prazo foi estabelecido em reunio dos lderes das bancadas do parlamento realizada na tarde

    O esporte e a vida corporativa

    Imagine chamar um profissional que trabalha com voc e detentor de diferenciais para seu negcio solicitando que se integre a uma equipe que re-alizar um trabalho em uma nova unidade e ele simplesmente recusa-se, alega motivos particula-res, que est focado em seu setor e simplesmente perde (em sua opinio e na de muitos outros) uma oportunidade de estar entre os melhores. Outro funcionrio gosta da noite, das baladas, de tomar umas a mais, chega atrasado, mistura vida pessoal com profissional e cria grupinhos desfazendo o es-prito de equipe. Um outro ateia fogo na casa, alega problemas mentais, vai preso e sua empresa pensa em acompanhar e auxiliar no tratamento. Outro, porque sua empresa atrasou o pagamento dos salrios, faz corpo mole, cria dificuldades de rela-cionamento com seu lder e coloca a equipe contra ele. E tem um ainda pior: foi flagrado com drogas, a empresa resolve ajudar, paga tratamento, cria uma oportunidade de resgate e ele simplesmente no est nem a. Se voc reparar as manchetes dos jornais esportivos de um ms para c, vrios exemplos de jogadores com todas as condies para terem sucesso, garantia de bons salrios e reconhecimento, mas jogaram tudo fora. O mais impressionante foi do Mrio Fernandes, jogador do Grmio, de Porto Alegre, convocado pela segunda vez pelo tcnico Mano Menezes para a seleo brasileira, que simplesmente no se apresentou, disse no querer jogar agora na seleo porque est

    focado no Grmio. O garoto tem somente 20 anos, joga muito, um daqueles diferenciados.Mais que jogar futebolNa vida corporativa, de se pensar, os programas de reteno procuram contemplar os talentos, os dife-renciados, os exemplos. No esporte, tambm deveria ser assim, pois motivar um filho a ser jogador de fu-tebol pela grana isso todos querem, formar homens e mulheres dignos de serem cidados e exemplos na sociedade o grande desafio. Tenho um filho de 10 anos que decidiu ser jogador de futebol, tem todo o meu apoio, mas meu desafio mostrar-lhe que, alm do talento e o dom de ser bom de bola, dever ter uma viso do que ser profissional, gente e, acima de tudo, humilde. O bom quando ele me ligou para me contar e disse tambm que vai fazer faculdade de educao fsica, isso me mostra que ele quer ter uma formao acadmica, traz segurana e alvio. Tenho um amigo de Porto Alegre em que o filho, aos 9 anos, j diz que um jogador, joga muito e j pensa grande, quer jogar no exterior e, para isso, alm do talento, j estuda ingls e at Mandarim, pensando no seu futuro. preciso avaliarPrecisamos refletir, avaliar todo o cenrio que nos-sos filhos esto inseridos e sinalizam querer chegar, orientando-os para serem grandes profissionais em qualquer profisso que escolherem. Desejo que meu filho, se por um motivo no decolar como jogador, aprenda o que a vida vai lhe ensinar alm da faculda-

    Neste dia 05/10

    Participe e prestigie!

    Nada acontece por acasoTodos ns vivemos as incertezas da vida. Caminhamos por lugares minados sem controle absoluto da ao. No sabemos o que acontecer amanh. Toda dvida be-nfica. Tudo nos trs alguma experincia, que poderemos usar em determinado momento. Nada acontece por acaso. Nada se move sem o comando csmico. No devemos viver como se estivssemos aprisionados esperando que algo ruim nos acontea. A vida para ser vivida sem que para isto devssemos procurar explicao para tudo. A morte para todosEu no vejo necessidade de tanta babaquice, por parte de algumas pessoas. No resta alternativa, seno a morte para todos. Com esta certeza, j nos faz refletir tanta coisa, no mesmo? Existem pessoas por ai que no fala com uma pessoa se ela for pobre. Coloca a posio social acima de qualquer coisa. No importa carter, honestidade. Se tiver uma boa conta bancria tudo certo pode ser um grande canalha, mesmo assim se leva para a casa e oferece-lhe bolinhos com caf, com direito a sala, famlia reunida, olhando a figura como se fosse um animal no zoolgico. Eu vou conseguirNo d muita importncia para a opinio alheia. Fuja da escravido que ela trs. Sinta--se bem, diga mentalmente, eu posso, eu vou co