o correio - ed 989

Download O Correio - Ed 989

Post on 09-Mar-2016

219 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

TRANSCRIPT

  • LAGUNA/SC - ANO IXX - EDIO 989 - LAGUNA/SC 02/10/2013 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL O Senhor meu pastor, nada me faltar

    Laguna: 3646-5123 / 9926-6333Brao do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

    Fone: 3646-2488Fone: 3646-2488

    Dr. Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

    Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

    A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor TcnicoMauro Srgio Fernandes da Silva

    CRM 8789 - PediatraRQE 4329

    Prximo a Colnia de Pescadores

    Temos sala de VacinasVisite o site: http://clinicavidalaguna.wix.com/vida

    Informa abertura de processo seletivo

    rea/ Requisito Cidade Inscries e informaes

    INSTRUTOR DE ATIVIDADES (DANA): Ensino mdio completo. Formao em Dana. Habilidade com ballet ou jazz ou Dana de salo. 40h/semanais.

    LAGUNA

    Comparecer SESC Laguna dia 02/10/2013

    s 10h para Entrega de currculo e

    Prova tcnica.

    Acompanhe os processos seletivos do SESC/SC atravs do site www.sesc-sc.com.br- cone Trabalhe Conosco

    Pacto por SC traz Governador Raimundo Colombo Laguna

    Dando sequencia ao seu roteiro que visa a prestao de contas das aes do Governo do Es-tado em todas as regies catarinenses, Raimundo Colombo estar em nossa cidade na prxima quinta feira. O eventos, objetiva detalhar as obras realizadas desde janeiro de 2011 e em andamento ou previstas pelo programa Pacto por Santa Catarina. A soma dos recursos do Pacto para aes em todo o Estado de R$ 9,4 bilhes, resultando no maior pacote de investimentos da histria catarinense. A prestao de contas uma obrigao nossa e isso que o governador Colombo faz durante estas visitas em todas as regies do Estado, reforando a total transparncia na aplicao destes re-cursos que esto transformando Santa Catarina, afirma o secretrio de Estado de Assuntos Estratgicos, Geraldo Althoff, um dos organizadores da iniciativa. O Encontro em Laguna ser realizado no au-ditrio do CEAL com incio previsto para as 09:00h com entrevista coletiva, que o primeiro mandatrio do Estado, conced-er a imprensa da regio. (Pgina 12)

    Energia elica ter audincia pblica

    A regio da Madre poder receber o primeiro parque elico da regio sul de Santa Catarina. Em agosto, foi liberada a licena ambiental de viabilidade pela Fatma para o empreendimento em Laguna. Nesta quinta-feira, dia 3, s 19h30min, no Centro Cultural Santo Antnio, o projeto ser apresentando comunidade atravs de uma audincia pblica, atravs do relatrio de impacto ambiental. (Pgina 08)

  • O CORREIO P. 02NOSSAS UTOPIAS

    Advocacia & Assessoria

    Dr. Victor Baio PereiraOAB/SC 15.896

    Atanazio Lameira lameira00@hotmail.com

    EXPEDIENTEFundado em 29.07.1995

    Direo Geral: PAULO SRGIO SILVAJORNAL O CORREIO. LTDA. ME.

    C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375

    Redao e Administrao:Rua Voluntrio Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC

    Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00

    Tiragem: 1.000 exemplaresOs artigos assinados so de

    responsabilidade de seus autores. Circulao quartas-feiras e aos sbados :

    Laguna, Pescaria Brava, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes e Imaru.

    E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net

    Este jornal filiado:

    Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

    LAGUNA/SC 02/10/2013

    Causas cveis: aes possessrias, indenizatrias e de famlia.

    Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882 LAGUNA/SC

    Reinventando o Profissional

    artigo

    Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

    Hora do cafezinho

    Paulo Srgio Silva

    S e salvaNo quero saber desta gente indecente que rouba e justifica o crime. No quero saber destes crpulas travestidos de ovelhinhas indefesas. No quero saber deste maldito partido que susten-tou toda esta corja. Eu quero apenas a minha cidade s e salva de volta. Rir ou fugirO que eu no escrevi sumiu como fu-maa. O que eu no pude viver se pre-cipitou. O que eu tive medo morreu de rir. O que eu enfrentei acabou de fugir.Teses simplesNo tenho resposta para tudo. No sou algum que vai resolver todos os prob-lemas da sua empresa. Apenas levanto teses simples que, por razes que no vem o caso neste momento, as pessoas esquecem e ai entra algum que se coloca l na frente de uma forma bem humorada - com simpatia e, empatia com o pblico passa a discuti-las e que por vezes - servem para algumas questes que anteriormente pareciam insolveis.

    O destino do varejo para as classes C e D

    H anos, estudo o movimento do mercado em busca de novas alternativas para atender milhes de pessoas migrantes para as classes C e D, cada vez mais fortalecidas por uma economia mais estabilizada, mexendo com indstria, varejo, servios, bancos, cartes de crdito, telefonia, tecnologia, enfim, um mercado altamente prom-issor. O da moda tambm est atento a essas mu-danas e empresas que antes apenas esperavam o cliente comprar no seu ponto de venda esto tornando-se mais pr-ativas e estruturando-se para ir at o cliente.Como exemplo, visitei a Fenim, em Gramado, no Rio Grande do Sul, uma feira forte, referncia no mercado da moda, com grandes marcas, muitos empresrios e lojistas, e um movimento organi-zado crescente h alguns anos com alternativas interessantes vem do Brs, de So Paulo - mer-cado competitivo em todos sentidos - focados em volume, preos, rapidez e inovao. Reforo, movimento organizado, ou seja, as mar-cas do Brs resolveram aumentar suas fatias de mercado, esto indo direto aos clientes e, para isso, a maioria delas est montando equipes de profissionais de vendas (representantes com-erciais) para prospeco e manuteno de seus clientes em todo o Brasil, criando colees com amplo material e campanha publicitria; trabal-

    hando com entregas imediatas e programadas; participando de feiras e criando estratgias para atingir a seus clientes o mais rpido possvel e com foco bem definido. Imaginem uma loja comprar produtos destas marcas, colees atualizadas, com preo baixo, qualidade, prazo para pagar, entrega imediata, frete pago e sem quantidade mnima de peas no pedido. Tudo o que o mercado varejista deseja. um grande negcio! Vi alguns produtos e materiais destas marcas e pude observar a unio de tecidos, que teorica-mente no atraem, com bordados, pedras e outros acessrios, usando a tese do valor agregado e uma campanha de marketing ousada. D para perceber um grande avano e a certeza de que esto querendo crescer e aumentar o seu faturamento em todas as regies do pas. Este o lado bom da histria. Por outro lado, sugiro s pequenas fbricas, principalmente de jeans, que busquem alternativas rpidas sua manuteno, especialmente as marcas que focam em clientes de classes C e D. O gigante Brs passa a ser uma ameaa aos pequenos, na maioria sem recursos fi-nanceiros e sem planejamento de mercado. Ganha o cliente final deste mercado fascinante da moda. Vamos refletir. E agir!!!

    No Ponto de Encontro das Tendncias Polticas, o presidente da Comisso de Finanas da ALESC, deputado Gilmar Knaesel, PSDB, avalia o relatrio apresentado pela Coordnadoria do Oramento Regionalizado, que informa sobre a incluso das prioridades regionais de interesse popular no Oramento do Estado. Knaesel tambm defende a adoo do Oramento Regionalizado Impositivo por fora de emenda constitucional em Santa Catarina, como uma das prioridades da Comisso de Finanas, que preside na ALESC.

    O projeto de Lei que tramitava na Cmara de Vereadores Laguna que trata da regulamentao e trfego de Jet-ski no canal do molhes da barra, foi retirado de pauta pelo autor do projeto vereador Rodrigo Moraes (PR). Segundo ele, a deciso foi tomada para ouvir a populao e rgos ambi-entais sobre tema.Diante das vrias manifestaes nas redes sociais, e perce-bendo um grande envolvimento popular na causa, o vereador Vilsinho Vieira (PSDB), resolveu se interar mais do assunto.Na ultima semana Vilsinho Vieira, o prefeito Everaldo dos Santos e Fabrcio Vieira (Blog Critica Laguna) estiveram reunidos com presidente da Assemblia Legislativa, deputado Joares Ponticelli.Na ocasio, Ponticceli declarou apoio em defesa da preservao dos botos e se comprometeu em elaborar um projeto que declara a cidade de Laguna como capital estadual do boto pescador, tornando todo o local onde os botos so encontrados em santurio. A lei deve atender as prerrogativas ambientais, regularizar o acesso de embarcaes e tambm tornar mais rigorosa a fiscalizao pelos rgos de proteo ambiental.Segundo Vilsinho Viera, o prefeito Everaldo dos Santos se comprometeu em enviar nos prximos dias para cmara, o projeto de lei que cria o Plano de Gerenciamento Costeiro. Este plano vai regulamentar toda a navegao do complexo lagunar, tanto para navegao como tambm para prticas esportivas.Sabemos que temos respeitar o espao de um dos maiores patrimnios que temos que so os botos. Temos que preser-var o habitat deles, no permitindo principalmente a prtica esportiva de Jet-skis no canal dos molhes da barra. Temos uma extensa faixa litornea que pode servir para a prtica. Se no preservarmos hoje esta cumplicidade de botos e pescador, possvel que percamos nossos botos e por con-seqncia nos pescadores. Por isso sou a favor de que este plano de gerenciamento tramite o mais rpido possvel aqui

  • O CORREIO P. 03

    As boas do Fernandinho

    SALGADOS TPICOSGRAA RODRIGUES

    Salgados tpicos aorianos de La-guna, Casquinha de Siri, Camares Recheados . Tratar: Av. Joo Pinho, 756 Mar Grosso Fones: 3647-1710 e 9986-1141.

    Aceitamos pedidos

    para pronta-entrega

    Fone: 3644-3959

    Leia e assine

    Texto e fotos DALMO FASCA

    LAGUNA/SC 02/10/2013

    BarbadaVende-se esteira ergomtrica em perfeitas condies de funciona-mento. Interessados ligar (48) 8408-8460 Valor R$ 600,00.

    O CRESCIMENTO DO LIVRO DIGITAL NO BRASILPor Luiz Carlos Amorim