o correio - ed 1061

Download O Correio - Ed 1061

Post on 23-Mar-2016

225 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal de verdade

TRANSCRIPT

  • LAGUNA/SC - ANO IXX - EDIO 1061 - LAGUNA/SC 11/06/2014 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL O Senhor meu pastor, nada me faltar

    Laguna: 3646-5123 / 9926-6333Brao do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

    Fone: 3646-2488Fone: 3646-2488

    Dr. Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

    Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

    A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor TcnicoMauro Srgio Fernandes da Silva

    CRM 8789 - PediatraRQE 4329

    Prximo a Colnia de Pescadores

    Temos vacina contra gripeVacine-se - convnios AMPE, UNIPESCA PASS BRESCEL e SESCVisite o site: http://clinicavidalaguna.wix.com/vida

    Informa abertura de processo seletivo

    rea/ Requisito Cidade Inscries e informaes

    EDUCAO: Nvel superior completo em Pedagogia, com Especializao ou Habilitao em Orientao/Superviso Escolar; Experincia na coordenao de Educao Infantil

    LAGUMA

    Por meio do site at dia 15/06/2014

    Acompanhe os processos seletivos do SESC/SC atravs do site www.sesc-sc.com.br- cone Trabalhe Conosco

    Pavimentao da Joo Marronzinho: iniciam abertura das propostas

    A abertura das propostas de empresas interessadas em participar da licitao para pavimentao asfltica da avenida Joo Marronzinho comeou nesta tera-feira (10). O departamento de licitao tem at cinco dias teis para verificar a documentao das empresas inscritas e depois disso escolhida a proposta com menor valor global.Definida a empresa vencedora, o processo homologado e enviado para realizao do contrato. S ento ser marcada uma data para assinatura da ordem de servio. Da correm cinco dias teis para iniciar a obra.A obra tem apoio do governo do estado e est avaliada em R$13 milhes. Os recursos so do Fundo

    de Apoio aos Municpios - Fundam, atravs do BRDE.Detalhes do projeto:A avenida ter pista dupla dos dois lados, cada uma com 3,50 metros de largura e acostamento com 1,50 metros, tendo canteiro central medindo dois metros.O lado esquerdo da pista possuir uma faixa de passeio para pedestres com 2,50 metros. J o lado direito, ter ciclovia e faixa de passeio, am-bas com 2,50 metros de largura cada, separadas por um canteiro central de um metro.Atualmente a avenida possui proble-mas porque a estrada est com aden-samento e a drenagem insuficiente, no tendo sada de guas adequada.A drenagem proposta ser feita com caixas coletora bocas de lobo para o desague das guas pluviais da pista. Estas caixas iro desaguar em uma

    149 anos da batalha naval do Riachuelo

    O fato histrico ocorrido em 11 de junho de 1865 foi lembrado nesta manh pela Marinha do Brasil. Autoridades munici-pais e da Capitania dos Portos de Laguna partic-iparam da solenidade dos 149 anos da batalha naval do Riachuelo. A Batalha Naval do Ria-chuelo considerada, pelos historiadores, como uma batalha de-cisiva da Guerra da Tr-plice Aliana contra o Paraguai (1864-1870) - o maior conflito mili-tar na Amrica do Sul. A importncia da vitria nessa batalha est liga-da ao fato que, at aque-la data, o Paraguai tinha a iniciativa na guerra e ela inverteu a situao, garantiu o bloqueio e o uso pelo Brasil dos rios, que eram as principais artrias de operaes de guerra. O prefeito Everaldo dos Santos, o secretrio da Educao Luis Fernan-do Schiefler Lopes e Celso Fernandes, da Secretaria de Comu-nicao integraram as homenagens. O coral da Escola de Educao Almirante Lamego realizaram apresentaes no even-to.No dia de hoje, to corre-tamente designado como

    Foto: Marcos Boco

  • O CORREIO P. 02NOSSAS UTOPIAS

    Advocacia & Assessoria

    Dr. Victor Baio PereiraOAB/SC 15.896

    Atanazio Lameira lameira00@hotmail.com

    EXPEDIENTEFundado em 29.07.1995

    Direo Geral: PAULO SRGIO SILVAJORNAL O CORREIO. LTDA. ME.

    C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375

    Redao e Administrao:Rua Voluntrio Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC

    Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00

    Tiragem: 1.000 exemplaresOs artigos assinados so de

    responsabilidade de seus autores. Circulao quartas-feiras e aos sbados :

    Laguna, Pescaria Brava, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes e Imaru.

    E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net

    Este jornal filiado:

    Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

    LAGUNA/SC 11/06/2014

    Causas cveis: aes possessrias, indenizatrias e de famlia.

    Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882

    Hora do cafezinho

    Paulo Srgio Silva

    Reinventando o Profissionalartigo

    Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

    Remunerar pelo lucro!As novidades no mercado profissional chegam com uma velocidade espantosa. Enquanto muitas empresas ainda remuneram seus vendedores pelo volume de vendas, outras remuneram pelo lucro e algumas j formata-ram uma forma mais atraente: lucro, valores agregados, pagamentos em dia por parte do cliente, vendas com menor prazo. Acho isso tudo muito bom, mas colocar em prtica requer estudo e compreenso e a questo conceituar o que lucro e considerar como principal todas as vendas por este quesito. Conheci algumas frmulas utilizadas por empresas principalmente do varejo que procuram dar uma premiao pela venda fsica, outra para margem de contribuio e complementa pelas vendas adicionais. Muito interessante, porm, o que gera confuso que se o vendedor bater a meta fsica e da margem de contribuio abre-se mo das outras questes por serem secundrias. Acredito que quando se estabelece critrios de premiao devem ser cumpridos em todos os estgios tomando-se os cuidados para no desmotivar os vendedores por detalhes incompletos. Em resumo acredito que se deve remunerar com um foco determinado, neste caso margem de contribuio. Sendo assim a frmula acima dever ter todos os quesitos voltados para a MC. Abaixo uma sugesto de remunerao:TIPOS DE METAS OBJETIVOSMetas fsicas Volume de vendas pr-definidoMetas fsicas 2 Vendas acima da meta fsica

    Margem de contribuio Indicadores de LUCROVendas de produtos com Com maior valor agregado Produtos definidos com margem melhor de contribuio (meta diferenciada)Vendas com prazo de pagamentosReduzidos Abaixo da tabela ou condies de pagamento a prazoMenor ndice de inadimplncia No superar os indicadores de inadimplncias fixados como idealClaro que existem vrias formas de se fazer a re-munerao, cada caso um caso, cada segmento tm suas peculiaridades. O profissional de vendas precisa de outros desafios, vender todos sabem, vender com um novo conceito de resultados o diferencial. No estamos eliminando os desafios das vendas fsicas, estamos estimulando a vender com outros resultados. Muitos vendedores continuaro a contentar-se com os resultados tradicionais, mas outros querem novos desafios e por conseqncia melhorar seus rendimentos.A dica principal para que as empresas e profis-sionais tracem planos de aes visando melhorar resultados. bem notria a percepo das em-presas que volume de vendas nem sempre quer dizer lucro e do vendedor que vender por vender no traz a realizao profissional. Une-se o til ao agradvel. Para finalizar importante que empresa avalie como est hoje e onde deseja chegar e o profissional se est preparado para os novos desafios.

    Vamos refletir!

    Vento contaminado O homem que ameaa as pessoas. Sopra um vento contaminado com suas fraquezas. Seu eu enrustido. Seu mistrio que no poder revelar. Passa o tempo traman-do desavenas. Assim acredita que esconde seu verdadeiro querer. Ser que veste uma roupa querendo ser travestido de outra margem do rio? O condenado e o algoz O condenado pelo que no fez observa calado seu algoz na porta da priso imaginria. Prega-se um homem qualquer na cruz achando que assim tudo estar resolvido. O menino soli-trio cheio de sonho nada gesticula. Apenas permanece ao lado do prdio insalubre que abriga o condenado e seu algoz. Silncio Minha mgoa viaja entre prdios e antenas solitrias. A nuvem passageira no obedece a ningum. No h socialismo, nem anarquismo. H apenas um silncio sepulcral, entre minha imaginao e, o povo que pensa.

    Fome bestial A besta persiste em macular as ino-centes crianas. Aproxima-se delas com um monte de balas ou outro atrativo qualquer depois com uma fria insana sacia a fome bestial - deixando seqelas imprevisveis.

    Recebemos e registramos A Secretaria de Educao, Cultura, Desporto e Juventude, atravs da Coordenao do Programa Segundo Tempo / Navegar, convida voc para participar da 1 Regata do Programa Segundo Tempo / Navegar. Data: 14/06 - Sbado Horrio: 8:30h Local: Em frente a sede do Programa. Essa atividade encerra o 1 Mdulo do pro-jeto. Sero realizadas competies de Remo, Vela e Canoagem com todos os beneficirios do programa.

    O Centro de Educao Superior da Regio Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), promoveu a 1 Jornada de Engenharia de Pesca na tera-feira, 10, s 20h.Organizado pelo Centro Acadmico de Engenha-ria de Pesca (Caep), o evento ocorreu no Auditrio da Udesc Laguna, no Bairro Progresso, e abordou assuntos da rea, alm de divulgar o curso.

    Devido a falta de candidatos para contratao atravs de processo seletivo, a Secretaria de Sade abriu edital para credenciamento de m-dicos especialistas e clnicas nas seguintes reas: urologia, infectologia, cardiologia, reumatologia, endocrinologia, pneumologia, gastroenterologia, neurologia, otorrinolaringologia, pediatria e ci-rurgia em geral.O objetivo disponibilizar o acesso a essas espe-cialidades aos usurios do sistema nico de sade em Laguna. Atualmente, no h essas especiali-dades no municpio.Segundo o secretrio de sade, Felipe Remor, essa foi a alternativa encontrada para trazer os profissionais para atuar na rede pblica.

    Amanh o Brasil estria na Copa do Mundo. Vamos mostrar nosso valor verde e amarelo e acompanhar o verdade