O Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe ... ? Web viewO Conselho Regional de Medicina do…

Download O Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe ... ? Web viewO Conselho Regional de Medicina do…

Post on 17-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe, rgo dotado de personalidade jurdica de direito provado, no uso de sua

PAGE

22

Edital CREMESE n. 01/2004

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe - CREMESE, autarquia federal de Direito Pblico, conforme a Lei 3.268 de 30/09/57, no uso de suas atribuies legais, torna pblico para conhecimento de todos os interessados o Edital do Concurso Pblico de Provas e Provas e Ttulos para preenchimento em carter permanente das vagas existentes e formao de cadastro de reserva nos cargos descritos no Quadro 01 deste Edital.

1. Das Disposies Preliminares

1.1 O concurso pblico a ser realizado em datas fixadas no calendrio constante do Anexo IV deste Edital ser executado pela Fundao de Apoio Pesquisa e Extenso de Sergipe FAPESE e regido por este Edital.

1.2 O concurso pblico destina-se ao preenchimento dos cargos abaixo discriminados, nas vagas existentes ou que forem criadas em funo do cadastro de reserva, dentro do prazo de sua validade, conforme o item 7 deste Edital, para a regio que compreende a jurisdio do CREMESE.

1.3 Os cargos, cdigos, vencimentos, carga horria, nmero de vagas e requisitos mnimos exigidos so os estabelecidos na tabela abaixo:

Quadro 1 Cargos em Concurso

CARGO

CDIGO

SALRIO

R$

CARGA HORRIA

N DE VAGAS

REQUISITOS MNIMOS EXIGIDOS PARA NOMEAO E EXERCCIO DO CARGO

Analista de sistema

201

900,00

6 horas

01

Nvel Superior completo em Cincias da Computao, Informtica, Anlise de Sistemas.

Advogado

202

900,00

4 horas

01 *

Nvel Superior completo em Direito e registro na OAB- SE

Auxiliar de Administrao

101

300,00

8 horas

02

Nvel Mdio Completo

Bibliotecrio Documentalista

203

500,00

8 horas

01 *

Nvel Superior Completo em Biblioteconomia e registro em rgo regional da classe

Mdico Fiscal

204

900,00

4 horas

01 *

Nvel Superior Completo em Medicina e registro no CREMESE.

Motorista

102

280,00

6 horas

01 *

Nvel Mdio Completo Carteira de Habilitao Cat. D

Secretario Executivo

205

500,00

8 horas

01 *

Nvel Superior completo e registro na DRT

Tcnico em Contabilidade

103

480,00

4 horas

01

Nvel Mdio em Tcnico de Contabilidade e Registro em rgo regional da classe.

Observao: Os cargos marcados com asterisco (*) referem-se composio de cadastro de reserva, portanto no estaro sujeitos a admisso imediata.

1.4-Das vagas existentes, ou que vierem a existir durante o prazo de validade deste Concurso, 10% sero destinadas a pessoas portadoras de necessidades especiais, de acordo com o inciso VIII do art. 37 da Constituio Federal, condicionadas, no entanto, apresentao de laudo mdico, estabelecendo a compatibilidade entre o cargo pretendido e a deficincia do candidato.

1.5-As atribuies do cargo encontram-se sumarizadas no Anexo I deste Edital.

1.6-Os candidatos aprovados em todas as fases e admitidos no Quadro sob o Regime Celetista estaro sujeitos Consolidao das Leis Trabalhistas e demais leis pertinentes.

1.7-As remuneraes dos cargos sero compostas pelos salrios respectivamente indicados no item 1.3 Quadro 1, vale transporte, auxilio alimentao (pecnia), conforme o Decreto 3887/2001 e Portaria n. 71/2004 do Ministrio do Planejamento, e assistncia mdica nos moldes estabelecidos pelo CREMESE.

1.8 Enquanto houver candidato aprovado, classificado e no convocado para investidura do cargo, no se publicar novo Edital de concurso para provimento do mesmo, salvo quando esgotado o prazo de validade do concurso que habilitou o candidato.

2- DAS INSCRIES

2.1 A inscrio dos candidatos implicar no conhecimento e na aceitao tcita das normas e condies definidas neste Edital, sobre as quais no podero alegar desconhecimento.

2.2 Os candidatos devero recolher a taxa de inscrio somente aps conhecimento de todos os requisitos exigidos para o concurso, evitando nus desnecessrio.

2.3- No sero aceitos pedidos de iseno de pagamento do valor da taxa de inscrio.

2.4 Pagamento da Taxa de Inscrio:

O pagamento da taxa de inscrio poder ser efetuada nas agncias e postos do BANCO DO BRASIL, conforme procedimentos especificados a seguir:

2.4.1 Perodo: de 29 de julho a 11 de agosto de 2004.

2.4.2 Conta corrente 14.388-X Agncia 0017-5 Favorecido: CRM de Sergipe/Concurso

2.4.3 Horrio: de atendimento bancrio

2.4.4 Taxas: Nvel Mdio Completo: R$ 25,00

Nvel Superior Completo: R$ 50,00

2.6- EFETIVAO DAS INSCRIES

2.6.1- Os candidatos devero entregar o formulrio de inscrio, devidamente preenchido e com a opo do cargo, comprovante de pagamento da taxa de inscrio e a documentao exigida no item 2.6.3 deste Edital, na sede da FAPESE, situada na Rua Lagarto, 952, Centro, nesta Capital, no perodo de 16 a 23 de agosto de 2004, das 8:00 s 16:00 horas.

2.6.2- Podero inscrever-se no referido concurso, todos os cidados que preencherem os requisitos abaixo especificados, alm dos constantes no Quadro 1 deste Edital, de acordo com o cargo:

a. Ser brasileiro;

b. Estar em dia com as obrigaes militares (sexo masculino) e eleitorais;

c. Estar em pleno gozo dos direitos civis e polticos;

d. Ter idade mnima de 18 (dezoito) anos completos, no ato da inscrio.

2.6.3- Documentos exigidos no ato da inscrio:

a. CPF (fotocpia legvel acompanhada de original para conferncia)

b. Cdula de identidade (fotocpia legvel acompanhada de original para conferncia);

c. Duas fotografias datadas, 3X4, com data do ano 2002 a 2004;

2.7- Sero tambm considerados documentos de identidade, carteira profissional, conforme o art. 40 da CLT, as carteiras e/ou cdulas de identidade expedidas pelas Foras Armadas, pelo Ministrio das Relaes Exteriores, passaporte, carteira nacional de habilitao com foto e carteiras expedidas por rgos e conselhos de classes.

2.8- No sero aceitos como documento de identidade, certido de nascimento, ttulo eleitoral ou carteira nacional de habilitao sem foto, carteira funcional sem valor de identidade, bem como documentos ilegveis, no identificveis ou danificados.

2.9- O simples fato de ter efetuado o pagamento da taxa no efetiva a inscrio do candidato, devendo o mesmo proceder entrega da ficha de inscrio, devidamente preenchida, acompanhada dos documentos solicitados, de acordo com este Edital.

2.10- A declarao falsa ou inexata de dados constantes da inscrio, bem como, a apresentao de documentos falsos, o preenchimento incompleto do formulrio de inscrio, a entrega incompleta da documentao exigida no item 2.6.1e 2.6.3, determinar o cancelamento da inscrio e a anulao de todos os atos decorrentes, em qualquer tempo.

2.11- A inscrio pode ser efetuada pessoalmente ou por procurao, com poderes especficos para tal e firma reconhecida. No ato da inscrio ser exigida a entrega da respectiva procurao, acompanhada de cpia autenticada do documento de identidade do candidato e a apresentao da identidade do procurador. Dever ser entregue uma procurao para cada candidato e esta ficar retida.

2.12- No sero aceitas inscries por via postal, fax, Internet, nem aps o perodo previsto neste Edital.

2.13- Na ocorrncia de pagamento da taxa de inscrio, atravs de cheque, este deve ser exclusivamente de emisso do prprio candidato e a inscrio s ser efetivada aps a compensao bancria do mesmo. Na ocorrncia de cheque sem proviso de fundos a inscrio ser automaticamente cancelada.

2.14- A inscrio vale para todo e qualquer efeito, como forma de expressa concordncia por parte do candidato, de todas as condies, normas e exigncias constantes do presente Edital.

2.15- Uma vez efetivada a inscrio, no sero aceitos pedidos para alterao de cargo e no haver restituio, em nenhuma hiptese, do valor correspondente taxa de inscrio paga.

2.16- Os candidatos recebero o Carto de Identificao no perodo de 13 a 17 de setembro de 2004, na FAPESE, na rua Lagarto, 952, no horrio de 08:00 s 16:00 horas. Constaro, deste carto, a data, horrio e local de realizao das provas escritas.

2.17- Na ocasio do recebimento do Carto de Identificao o candidato ou procurador devidamente constitudo dever:

a. Apresentar documento original de identidade com o qual se inscreveu, bem como recibo comprobatrio da inscrio. Se a procurao for especfica para a retirada do Carto de Identificao, o procurador dever apresent-la conjuntamente com o comprovante de inscrio e cpia autenticada da carteira de identidade do candidato, ficando a procurao retida. Ser exigido ainda o documento de identidade do procurador.

b.Conferir, com o mximo cuidado, todos os dados constantes do carto. Se constatado erro, o candidato dever registrar imediatamente a ocorrncia em formulrio prprio para posterior correo.

3- DAS INSCRIES PARA CANDIDATOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

3.1- s pessoas portadoras de necessidades especiais, que pretenderem fazer uso das prerrogativas que lhes so facultadas no inciso VIII do art. 37 da Constituio Federal, assegurado o direito de inscrio no presente Concurso Pblico, desde que a necessidade especial apresentada seja compatvel com as atribuies e responsabilidades do cargo ou emprego.

3.2- Consideram-se pessoas portadoras de necessidades especiais aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas no art. 4 do Decreto n 3.298 de 20/12/1999.

3.3- As pessoas portadoras de necessidades especiais, resguardadas as condies especiais previstas no Decreto n 3.298/99, particularmente em seu art. 40, participaro do concurso em igualdade de condies com os demais candidatos, no que se refere s provas, quanto aos contedos, avaliao, aos critrios de aprovao, ao horrio, ao local de aplicao das provas e nota mnima exigida para todos os demais candidatos.

3.4- Nos termos estabelecidos pelo Decreto n 3.298/99, os candidatos inscritos como portadores de necessidades especiais alm de entregar no ato da inscrio, os documentos explicitados no item 2.6.3, devero comunicar a sua necessidade especificando-a na Ficha de Inscrio . Neste mesmo momento, dever ser entregue ainda Laudo Mdico atestando a espcie e o grau ou nvel da deficincia, com expressa referncia ao cdigo correspondente da Classificao Internacional de Doena CID-10.

3.5- Os candidatos devero ainda entregar no ato da inscrio, requerimento solicitando as condies necessrias realizao do concurso, conforme sua necessidade especial, para que a FAPESE providencie os meios de realizao da prova.

3.6- No caso das pessoas portadoras de deficincia visual (cegos) sero oferecidas provas no sistema Braille. Estes candidatos devero levar, para este fim, no dia da aplicao da prova, reglete e puno. Aos portadores de deficincia visual (amblopes) sero oferecidas provas ampliadas, com fonte correspondente a corpo 24 (vinte e quatro).

3.7- Os candidatos portadores de necessidades especiais que, no ato da inscrio no efetiv-la de acordo com as instrues contidas neste Edital e, inclusive, no declararem sua condio, sero considerados como no portadores de necessidades especiais, no podendo fazer reclamaes ou argir em favor de sua situao.

3.8- Aps a publicao da lista de classificao os candidatos aprovados como portadores de necessidades especiais sero convocados pelo CREMESE, de acordo com o nmero de vagas previsto neste Edital, para submeter-se Percia Mdica a fim de comprov-las, conforme indicado no ato da inscrio, bem como a verificao de compatibilidade com o exerccio das atribuies do cargo ou emprego. No caber recurso da deciso da Percia Mdica.

4- DO CONCURSO

O concurso pblico previsto neste Edital constar de provas escritas e de prova de ttulos.

4.1- Das Provas Escritas

4.1.1- As provas escritas explicitadas no Quadro 2, a seguir, sero realizadas nas datas e horrios citados no Anexo IV deste Edital, de acordo com o cargo.

4.1.2- As provas escritas limitar-se-o, em contedo, aos programas descritos no Anexo II deste Edital.

4.1.3- Os candidatos tero 04 (quatro) horas para responder s questes e fazer as marcaes na folha de respostas.

4.1.4- As provas constaro de questes objetivas de mltipla escolha, com 05 (cinco) alternativas de respostas (A, B, C, D e E ), das quais somente uma estar correta. O valor de cada questo ser de 01 (um) ponto.

4.1.5 Os(as) candidatos(as) vaga de Secretrio executivo devero submeter-se tambm prova de Redao, a ser realizada no mesmo horrio previsto para a realizao das provas objetivas.

4.1.6- Sero atribudos pesos em cada prova, na forma discriminada no Quadro 2, a seguir, de acordo com o cargo:

Quadro 2 Provas Escritas por Cargo:

Cargo

Prova Escrita

N Questes

Peso

Analista de Sistema

Portugus (Nvel superior)

15

01

Conhecimentos Especficos em Anlise de Sistemas

30

03

Advogado Assessor Jurdico

Portugus Nvel Superior

15

01

Conhecimentos Especficos em Direito

30

03

Auxiliar Administrativo

Portugus (Nvel mdio completo)

15

01

Conhecimentos Gerais (nvel mdio completo)

30

02

Informtica Bsica

15

01

Bibliotecrio Documentalista

Portugus (Nvel superior)

15

01

Conhecimentos Especficos em Biblioteconomia

30

02

Informtica Bsica

15

01

Mdico Fiscal

Portugus (Nvel superior)

15

01

Conhecimentos Especficos em fiscalizao do exerccio profissional da Medicina

30

03

Motorista

Portugus (Nvel mdio completo)

15

01

Conhecimentos gerais (Nvel mdio completo)

30

02

Secretrio Executivo

Portugus (Nvel Superior)

15

02

Informtica Bsica

15

01

Redao

-

02

Tcnico em Contabilidade

Portugus (Nvel mdio completo)

15

01

Matemtica (Nvel mdio completo)

15

01

Conhecimentos Especficos em Contabilidade

20

03

Informtica Bsica

15

01

4.1.7- As provas escritas sero realizadas em Aracaju (SE), em local, data e horrio indicados no Carto de Identificao dos candidatos. Estes dados estaro tambm disponveis, aps a entrega do Carto de Identificao, nos quadros de avisos da FAPESE, Rua Lagarto, 952, Centro, Aracaju (SE) e do Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe CREMESE, situado na Avenida Rio Branco, 186, edf. Ovido Teixeira, 3o andar, salas 307/312, Centro, Aracaju (SE) bem como nos endereos eletrnicos: http://www.fapese.org.br e http://www.cremese.cfm.org.br

4.1.8- Da Aplicao das Provas Escritas

4.1.8.1- No ser permitido aos candidatos prestarem prova sem o documento oficial de identidade, original e em bom estado ou os substitutivos constantes do item 2.7.

4.1.8.2- No sero admitidos na sala de provas os candidatos que se apresentarem aps o horrio estabelecido no carto de identificao.

4.1.8.3- No haver aplicao de provas fora do local preestabelecido.

4.1.8.4- Os candidatos devero comparecer ao local designado para a realizao das provas escritas, com um prazo mnimo de antecedncia de 30 (trinta) minutos, considerado o horrio de incio das provas, munidos de caneta esferogrfica de tinta azul ou preta, que utilizaro para marcar suas respostas,

4.1.8.5- No sero computadas as questes no assinaladas na Folha de Respostas ou assinaladas sem preencher o espao totalmente e questes que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legvel.

4.1.8.6- Durante a realizao das provas no ser permitida qualquer espcie de consulta, nem o uso de mquina calculadora, aparelho celular, pager, relgio com calculadora ou qualquer outro equipamento eletrnico.

4.1.8.7- Ao terminarem as provas, os candidatos entregaro a Folha de Respostas devidamente preenchida e devolvero o caderno de questes, que ser disponibilizado em meio eletrnico, conforme subitem 8.8 Das prescries diversas, deste Edital.

4.1.8.8- Os candidatos s podero deixar a sala de realizao das provas aps duas horas do incio das mesmas.

4.1.8.9 Aps a entrega da Folha de Respostas, fica expressamente proibida a permanncia do(s) candidato(s) nas dependncias do local de realizao das provas.

4.1.8.10- Reclamaes concernentes ao gabarito das provas s sero aceitas at 02 dias teis contados aps a divulgao do gabarito, devendo os candidatos utilizar o formulrio especfico e instrues constantes do item 6 do presente Edital.

4.1.9- Do Julgamento das Provas Escritas

4.1.9.1- Na avaliao de cada prova ser utilizado o ponto padronizado, com a finalidade de avaliar o desempenho do candidato em relao aos demais.

4.1.9.2- Para o clculo do Ponto Padronizado de cada prova desenvolvem-se as seguintes operaes:

a . Conta-se o total de acertos de cada candidato;

b. Calcula-se a mdia e o desvio padro dos acertos de todos os candidatos;

c. Transforma-se o total de acertos de cada candidato em ponto padronizado: para isso calcula-se a diferena entre o total de acertos do candidato na prova e a mdia de acertos da prova; divide-se essa diferena pelo desvio padro da prova, multiplica-se o resultado por 10 (dez), soma-se 50 (cinqenta) e finalmente multiplica-se o valor obtido pelo peso da prova:

__

PP = __A - X__ x 10 + 50 x p

S

PP pontos padronizados do candidato por prova

A nmero de acertos na prova

X mdia de pontos da prova

S desvio padro

p peso da prova

4.1.9.3- Somando-se os pontos padronizados do candidato em cada prova (PP), obtm-se o Total de Pontos Padronizados do candidato (TPP). Procedimento anlogo ser implementado para o clculo do ponto padronizado da redao, em que o nmero de acertos ser substitudo pela nota do candidato, e a mdia de pontos da prova pela mdia das notas dos candidatos.

4.1.9.4- Sero habilitados os candidatos que obtiverem, do total de questes objetivas do conjunto de provas escritas, um nmero de acertos igual ou superior a 50% (cinqenta por cento) e que no tenham resultado nulo em qualquer uma das provas escritas.

4.1.9.5- No caso do cargo de Secretrio Executivo, somente sero avaliadas as redaes dos candidatos que forem habilitados na forma do subitem 4.1.9.4. As redaes que obtiverem pontuao menor que 6 (seis) pontos, desclassificaro o candidato do processo de seleo.

4.1.9.6- O resultado das provas escritas ser divulgado por ordem alfabtica com a respectiva pontuao obtida pelos candidatos, habilitados na forma do item 4.1.9.4 e 4.1.9.5, conforme as datas expostas no Anexo IV Calendrio de Datas Limite, deste Edital.

4.2- Da Prova de Ttulos

4.2.1- Concorrero contagem de pontos dos ttulos somente os candidatos aos cargos de Analista de Sistemas, Advogado, Bibliotecrio Documentalista, Mdico Fiscal, Secretrio Executivo, habilitados na prova escrita e de redao, dependendo do cargo, na forma dos subitens 4.1.9.4 e 4.1.9.5 deste Edital.

4.2.2- A entrega dos ttulos ser realizada nas datas fixadas no Anexo IV, integrante deste Edital, no horrio das 8:00 s 16:00 horas, na sede da Fundao de Apoio Pesquisa e Extenso de Sergipe FAPESE, situada na rua Lagarto, n 952, Centro, Aracaju (SE).

4.2.3- No ser permitida a juntada ou substituio de quaisquer documentos aps o prazo determinado.

4.2.4- Somente sero avaliados os ttulos discriminados no Anexo III, deste Edital, de acordo com a especificao detalhada no referido anexo. O valor mximo da prova de ttulos de 100 (cem) pontos, sendo desconsiderados os demais.

4.2.5- Para a comprovao de ttulos, os candidatos devero apresent-los em cpias autenticadas em cartrio ou cpias acompanhadas do original, para serem conferidos pelo receptor, devidamente relacionados em modelo especfico, disponvel no site http://www.fapese.org.br ou na sede da FAPESE, na Rua Lagarto, 952, Centro, nesta Capital, das 8:00 s 12:00 e das 14:00 s 17:00 horas.

4.2.6- A comprovao de ttulos referentes experincia profissional dar-se- atravs de cpia autenticada da Carteira de Trabalho e Previdncia Social (CTPS), acompanhada da declarao do empregador, com firma reconhecida, ou Certido de Tempo de Contribuio do INSS, ambas especificando o cargo e o tempo de servio no cargo, ou cpia do Termo de Resciso Contratual, homologado pelo Ministrio do Trabalho. No caso de servidor pblico dever ser apresentado o documento legal de nomeao no cargo, bem como declarao do setor de pessoal da Instituio, especificando o tempo de servio, em desempenho ou desempenhado no cargo, pelo servidor.

4.2.7- Os certificados expedidos em lngua estrangeira devero vir acompanhados pela correspondente traduo, efetuada por tradutor juramentado. Em caso de diplomas de estudos realizados no exterior, alm da traduo juramentada, dever ser apresentada cpia autenticada do original em cujo verso conste a revalidao concedida pelo MEC Ministrio da Educao e Cultura, ou Instituio por este credenciada a esse fim.

4.2.8- No sero considerados para fins de pontuao, protocolos dos documentos ou documentos ilegveis e incompletos.

4.2.9- No sero computados, como experincia profissional, o tempo de estgio, monitoria e o tempo de servios paralelos, no mesmo cargo.

5- DA CLASSIFICAO DOS CANDIDATOS

5.1- Sero excludos do processo classificatrio os candidatos que:

a .Obtiverem resultado nulo em qualquer uma das provas escritas;

b. Obtiverem, do total de questes objetivas do conjunto de provas escritas, um nmero de acertos inferior a 50% (cinqenta por cento);

c. Obtiverem, no caso de candidatos(as) ao cargo de Secretrio Executivo, menos de 6 (seis) pontos na prova de Redao.

5.2- A Classificao dos candidatos aprovados far-se- por ordem decrescente do nmero de pontos obtido pelo somatrio das duas provas, ou seja, o total de pontos padronizados das provas escritas objetivas (TPP), mais o total de pontos obtidos na prova de ttulos, para os cargos de Analista de Sistema, Advogado, Bibliotecrio Documentalista e Mdico Fiscal.

5.3- A classificao dos candidatos aprovados ao cargo de Secretrio Executivo far-se- por ordem decrescente do nmero de pontos obtido pelo somatrio do total de pontos padronizados das provas escritas objetivas (TPP), acrescido do resultante dos pontos oriundos da prova de Redao, mais o total de pontos obtidos na prova de ttulos.

5.4- A classificao dos candidatos aprovados para o cargo de Auxiliar de Administrao, Motorista e Tcnico em Contabilidade far-se- por ordem decrescente do nmero de pontos padronizados obtidos mediante as provas escritas objetivas (TPP).

5.5- Para efeito de divulgao externa o resultado do concurso ser publicado, em duas listas, contendo a primeira, a classificao de todos os candidatos, por cargo, inclusive a dos portadores de necessidades especiais e a segunda, somente a classificao destes ltimos, indicando o total de pontos obtidos pelos candidatos.

5.6- Os casos de empate que venham a ocorrer na classificao dos candidatos sero resolvidos, dando-se prioridade, na ordem de classificao, ao candidato que:

a. Obtiver a maior nota na prova de Conhecimentos Especficos;

b. Obtiver maior pontuao na Prova de Ttulos;

c. Obtiver a maior nota na prova de Portugus;

d. Tiver a maior idade.

6- DOS RECURSOS

6.1- Aps a aplicao das provas escritas, os gabaritos oficiais sero afixados nos quadros de avisos da FAPESE e do CREMESE, conforme endereos citados no item 4.1.6, bem como estaro disponveis nos endereos eletrnicos: http: //www.fapese.org.br e http://www.cremese.cfm.org.br, no primeiro dia til subseqente realizao das provas.

6.2- Os candidatos que se julgarem prejudicados aps a publicao do gabarito da prova escrita objetiva, podero recorrer, atravs de requerimento dirigido Coordenao do Concurso da FAPESE, em formulrio especfico, cujo modelo encontra-se disposio dos interessados no site http: //www.fapese.org.br ou na sede da FAPESE, onde dever ser entregue o requerimento, no endereo j indicado anteriormente, nos horrios das 8:00 s 12:00 e das 14:00 s 17:00 horas, at dois dias teis aps a divulgao do gabarito.

6.3- As reclamaes sero respondidas exclusivamente pela FAPESE.

6.4- No sero aceitas reclamaes fora do prazo estipulado no item 6.2 e ainda, mesmo no prazo, aquelas enviadas por via postal, via fax e/ou via correio eletrnico, bem como reviso de recursos e recurso de gabarito oficial definitivo.

6.5- Os candidatos devero entregar dois conjuntos idnticos de reclamaes (original e cpia), sendo que cada conjunto dever ter todas as reclamaes e apenas uma capa.

6.6- Cada conjunto de reclamaes dever ser apresentado com as seguintes especificaes:

a. Folhas separadas para questes diferentes;

b. Em cada folha, indicao do nmero da questo, da resposta marcada pelo candidato e da resposta divulgada pela FAPESE;

c. Argumentao lgica e consistente, para cada questo;

d. Capa nica constando o nome, o nmero de inscrio e assinatura do candidato;

e. No identificar o candidato no corpo das reclamaes;

f. Reclamaes datilografadas ou digitadas em formulrio prprio, de acordo com os modelos disponibilizados no site http://www.fapese.org.br ou na sede da FAPESE, no endereo anteriormente especificado, no horrio das 8:00 s 12:00 horas e das 14:00 s 17:00 horas.

6.7- Reclamaes inconsistentes, em formulrios diferentes do exigido e/ou fora das especificaes estabelecidas, neste Edital, sero indeferidas.

6.8- Se do exame das reclamaes resultar anulao de questo (es), a pontuao correspondente a essa (s) questo (es) ser (o) atribuda (s) a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido. Se houver alterao do gabarito oficial, por fora de impugnaes, as provas sero corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo. Em hiptese alguma o quantitativo de cada uma das provas objetivas sofrer alterao.

7- DA VALIDADE DO CONCURSO

7.1- O prazo de validade do concurso, para efeito de nomeao ser de 02 (dois) anos contados da data de sua homologao, podendo antes de esgotado, ser prorrogado uma vez, por igual perodo, a critrio do Presidente do CREMESE, conforme o disposto pelo artigo 37, pargrafo 3, da Constituio Federal.

8- DAS PRESCRIES DIVERSAS

8.1- Em qualquer fase do concurso ser excludo o candidato que:

a. Atentar contra a disciplina, adotar procedimentos que contrariem o explicitado neste Edital, ou que venha a desacatar quem esteja investido de autoridade para dirigir, coordenar, orientar ou auxiliar na realizao do concurso;

b. Faltar ou chegar atrasado s provas escritas;

c. No estar de posse de documento oficial de identificao no momento de submeter-se prova escrita.

d. For encontrado utilizando-se de meios ilcitos, visando obter resultado favorvel para si ou para outrem.

8.2- Os candidatos devero observar atentamente os horrios, datas e locais das provas, procurando tomar conhecimento junto a FAPESE, de quaisquer alteraes que porventura venham a acontecer.

8.3- Os candidatos devero comparecer ao local designado para a realizao das provas escritas com antecedncia mnima de 30 (trinta) minutos.

8.4- Os candidatos podero obter informaes referentes ao Concurso Pblico na FAPESE, situada na Rua Lagarto, n 952, Centro Aracaju (SE), ou ainda, nos endereos eletrnicos http://www.fapese.org.br e http://www.cremese.org.br

8.5- Nenhuma informao constante nesse edital ser fornecida por telefone

8.6- de responsabilidade exclusiva dos candidatos a identificao correta do seu local de provas e o comparecimento na data e horrio determinados.

8.7- A inscrio dos candidatos implicar na aceitao das normas para o Concurso Pblico contidas neste Edital, sendo de sua inteira responsabilidade acompanhar a publicao de todas as informaes referentes a este processo seletivo, atravs dos meios indicados no subitem 8.4.

8.7- Acarretar a eliminao dos candidatos do Concurso Pblico, sem prejuzo das sanes penais cabveis, a burla ou a tentativa de burla, a quaisquer dos dispositivos definidos neste Edital e nas instrues constantes de cada prova.

8.8 O Caderno de questes relativo s provas escritas objetivas ser divulgado no site http://www.fapese.org.br concomitantemente divulgao do gabarito.

8.9- O resultado final do Concurso Pblico ser homologado pelo CREMESE afixado nos quadros de avisos da FAPESE e do CREMESE, nos endereos citados no item 4.1.6. Sero divulgados ainda nos endereos eletrnicos http://www.fapese.org.br e http://www.cremese.cfm.org.br e publicados no Dirio Oficial da Unio.

8.10- Cabe ao CREMESE o direito de aproveitar os candidatos classificados, em nmero estritamente necessrio para o provimento das vagas existentes, as vagas previstas pelo cadastro de reserva e as que vierem a existir durante o prazo de validade do concurso, no havendo, portanto, obrigatoriedade de aproveitamento total dos candidatos, mesmo que aprovados no concurso.

8.11- No ser fornecido aos candidatos documento comprobatrio de classificao em qualquer etapa do presente Concurso Pblico, valendo, para esse fim, a homologao divulgada.

8.12- Os candidatos devero manter atualizado o seu endereo na FAPESE, enquanto estiverem participando do Concurso Pblico e, posteriormente no CREMESE, caso tenham sido aprovados, por todo o perodo da validade do concurso. Em caso de no alterao dos endereos, a FAPESE e o CREMESE daro como entregues quaisquer correspondncias enviadas no endereo constante do cadastro, sendo assim de inteira responsabilidade dos candidatos os prejuzos eventualmente decorrentes da no atualizao de seus endereos.

8.13- A inexatido ou irregularidades constatadas no decorrer do processo, ainda que verificadas posteriormente, eliminar o candidato do concurso, anulando-se todos os atos decorrentes de sua inscrio.

8.14- O candidato que recusar a nomeao ou consultado e nomeado deixar de entrar em exerccio, ou ainda deixar de se apresentar nos 30 (trinta) dias subseqentes convocao, perder os direitos de sua classificao.

9- DO PROVIMENTO DO CARGO

9.1- O provimento do cargo obedecer rigorosamente ordem de classificao especfica dos candidatos habilitados, dentro da validade do concurso e de acordo com as necessidades do CREMESE.

9.2- So condies para a nomeao:

a) - Ser brasileiro.

b) Ter no mnimo 18 (dezoito) anos de idade, completos;

c) Ter votado nas ltimas eleies ou justificado a ausncia;

d) Gozar de boa sade fsica e mental, comprovada atravs de exame mdico realizado pelo CREMESE, por ocasio da nomeao/admisso;

e) Estar quite com o servio militar, quando do sexo masculino;

f) Possuir escolaridade mnima exigida para o cargo, conforme este Edital;

g) No ter sofrido sanes de natureza administrativa, civil ou penal, em exerccio de cargo ou funo pblica, devendo apresentar certides correspondentes, caso seja servidor pblico;

h) Estar registrado no Conselho Regional ou rgo representativo da respectiva classe, como explicitado no Quadro 01 deste Edital, a saber: Advogado, Bibliotecrio documentalista, Mdico Fiscal, Secretrio Executivo e Tcnico em Contabilidade.

i) Estar desimpedido no exerccio profissional e em dia com as obrigaes relativas aos respectivos conselhos de classe;

j) Apresentar os documentos comprobatrios do atendimento aos requisitos mnimos do cargo, ou seja, diploma ou certificado, devidamente registrado, de concluso de curso na rea especfica do cargo em concurso, fornecido por instituio de ensino reconhecida pelo Ministrio da Educao. Para os cargos de Advogado, Bibliotecrio documentalista, Mdico Fiscal, Secretrio Executivo e Tcnico em Contabilidade dever ser apresentado comprovante de registro no respectivo Conselho Regional de Classe.

k) Apresentar os documentos que o CREMESE julgar necessrios. No sero aceitos protocolos de documentos.

l) A no comprovao dos requisitos acima exigidos, no ato da convocao, importar na desclassificao do candidato habilitado e na perda dos direitos decorrentes.

10- DAS DISPOSIES FINAIS

10.1- A publicao e divulgao deste Edital ficaro a cargo da FAPESE e do CREMESE.

10.2- A coordenao do Concurso ficar sob a responsabilidade da FAPESE e os casos omissos sero resolvidos conjuntamente pela FAPESE e pela Comisso de concurso indicada pelo CREMESE.

Aracaju (SE), 22 de julho de 2004.

Josilvio de Almeida Arajo

Presidente CREMESE

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DE SERGIPE CREMESE

CONCURSO PBLICO EDITAL 01/2004

ANEXO I

PRINCIPAIS ATRIBUIES DOS CARGOS EM CONCURSO

Advogado (Assessor jurdico): Postula, em nome do cliente, em juzo, propondo ou contestando aes, solicitando providncias junto ao magistrado ou ministrio pblico, avaliando provas documentais e orais, realizando audincias trabalhistas, penais comuns e cveis, instruindo a parte e atuando no tribunal de jri, e extrajudicialmente, mediando questes, contribuindo na elaborao de projetos de lei, analisando legislao para atualizao e implementao, assistindo empresas, pessoas e entidades, assessorando negociaes internacionais e nacionais; zela pelos interesses do cliente na manuteno e integridade de seus bens, facilitando negcios, preservando interesses individuais e coletivos, dentro dos princpios ticos e de forma a fortalecer o estado democrtico de direito.

Analista de sistemas: Desenvolve e implanta sistemas informatizados dimensionando requisitos e funcionalidade do sistema, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramenta de desenvolvimentos, especificando programas, codificando aplicativos. Administra ambiente informatizado, presta suporte tcnico a clientes internos e externos, treinando-os; elaboram documentao tcnica, estabelece padres e coordena projetos, oferece solues para ambientes informatizados e pesquisa tecnologias em informtica.

Auxiliar administrativo: Executa servios de apoio nas reas de recursos humanos, administrao, finanas e logstica; atende fornecedores e clientes internos e externos, fornecendo e recebendo informaes sobre produtos, servios e procedimentos administrativos; trata de documentos variados, cumprindo todo o procedimento necessrio referentes aos mesmos; prepara relatrios e planilhas eletrnicas; executa servios gerais de escritrio.

Bibliotecrio documentalista: Disponibiliza informao em qualquer suporte; gerencia unidades como bibliotecas, centros de documentao, centros de informao e correlatos, alm de redes e sistemas de informao. Trata tecnicamente e desenvolve recursos informacionais; dissemina informao com o objetivo de facilitar o acesso e gerao do conhecimento;

Mdico Fiscal: Realiza inspees peridicas destinadas verificao de inscries no Conselho Regional, correta regularizao dos organismos de Assistncia Mdica junto aos rgos competentes; verifica a habilitao especfica dos profissionais auxiliares de mdicos; implementa aes cujo objetivo a verificao da lei ou de dispositivos ticos vigentes, efetua percias, auditorias e sindicncias mdicas; elabora documentos e difunde conhecimentos na rea mdica.

Motorista: Dirige e manobra veculos e transporta pessoas, cargas ou valores. Realiza verificaes e manutenes bsicas do veculo e utiliza equipamentos e dispositivos especiais, tais como sinalizao sonora e luminosa, software de navegao e outros. Efetua pagamentos e recebimentos e, no desempenho de suas atividades, utiliza-se de capacidades comunicativas. Trabalha seguindo normas de segurana, higiene, qualidade e proteo ao meio ambiente.

Secretrio Executivo: Assessora os executivos no desempenho de suas funes, gerenciando informaes, auxiliando na execuo de suas tarefas administrativas e em reunies, marcando e cancelando compromissos. Coordena e controla equipes (pessoas que prestam servios secretaria: auxiliares, office-boys, copeiras, motoristas) e atividades. Controla correspondncias e documentos; atende clientes internos e externos; organiza eventos e viagens e pode cuidar da agenda pessoal dos executivos.

Tcnico em contabilidade: Realiza atividades inerentes contabilidade da instituio. Conhece os procedimentos de constituio e regularizao de empresas, identifica documentos e informaes e atende fiscalizao. Executa contabilidade geral, operacionaliza contabilidade de custos e efetua contabilidade gerencial. Administra o departamento pessoal e realiza controle patrimonial.

ANEXO II

CONTEDO PROGRAMTICO

1) Portugus (nvel mdio completo) INTERPRETAO DE TEXTO E COMUNICAO: Identificar as idias principais de um texto; Identificar os elementos essenciais da comunicao; Distinguir descrio, narrao e dissertao; Distinguir as funes da linguagem. ORTOGRAFIA - FONTICA - MORFOLOGIA: Grafar de modo correto as palavras; Separar corretamente as slabas das palavras; Aplicar as regras de acentuao grfica; Identificar a estrutura e a formao das palavras; Distinguir as classes das palavras; Flexionar as palavras variveis em gnero, nmero e grau; Flexionar as formas verbais (modo, tempo, nmero, pessoa e voz). SINTAXE: Empregar os pronomes oblquos tonos nas frases; Aplicar convenientemente as regras de concordncia e regncia nominal e verbal; Aplicar adequadamente a crase; Identificar os termos essenciais, integrantes e acessrios da orao; Classificar as oraes de um perodo. SEMNTICA: Diferenciar, sinnimo, antnimo, homnimo e parnimo. ESTILSTICA: Caracterizar as figuras de linguagem: comparao, metfora, metonmia, prosopopia, catacrese, pleonasmo, ironia, eufemismo, hiprbole, anttese; Distinguir a linguagem conotativa da linguagem denotativa. PONTUAO E EXPRESSO ESCRITA: Utilizar convenientemente os sinais de pontuao.

2) Portugus (nvel superior) Textualidade: Texto, contexto, interlocuo; Semntica: significao e contexto; adequao vocabular; denotao e conotao; Compreenso e interpretao de texto: assunto, finalidade e intenes; idia principal e secundria; ponto de vista defendido e argumentos usados para sustent-lo; idias ou argumentos implcitos; ordenao e hierarquia de idias. Intertextualidade e produo de sentidos: aluso e citao; sntese de textos ou de pargrafos; Coerncia e coeso textuais; Relaes semntico-sintticas de explicao, oposio, concluso, alternncia, causa, conseqncia, tempo, finalidade, condio, comparao; Processos coesivos de referncia; Tpicos de reflexo lingstica; Representao e emprego das palavras; Pontuao; Variao lingstica: adequao/ inadequao de determinados registros em diferentes situaes de uso da lngua.

3) Conhecimentos gerais (nvel mdio completo) Noes de Direito Constitucional: Ttulo I - dos Princpios Fundamentais da Constituio Federal. Ttulo II - dos Direitos e Garantias Fundamentais: dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos. Ttulo III - da Organizao do Estado: dos Municpios. Ttulo VIII - da Ordem Social: Da educao, da Cultura e do Desporto; da Cincia e Tecnologia; do Meio Ambiente; Princpios de cidadania, autonomia e gesto democrtica; tica e relaes humanas no trabalho; Preservao do patrimnio pblico e do meio ambiente (Estado de Sergipe); Atualidades; Aspectos histricos; Geografia; Aspectos culturais; Ecologia e Meio Ambiente.

4) Informtica bsica Introduo Microinformtica: Hardware e Software; Dispositivos de processamento de dados; Dispositivos de armazenamento de dados, Dispositivos de entrada e sada de dados; Disco rgido, memrias e drivers. Sistema Operacional Windows: Menu iniciar; Configurar data, hora, fontes, impressoras, modem, mouse, teclado e vdeo; A barra de tarefas; Meu computador; Organizar, copiar, colar, excluir e mover documentos no Windows Explorer; Criar pastas e diretrios; Copiar, mover e excluir documentos nos drives de disquete e CD; Manuteno dos menus; Propriedades de programas; Configurar pano de fundo, proteo de tela e aparncia do Windows; Criar, inserir e organizar cones, atalho; Localizar arquivos ou pastas atravs do menu Iniciar e do Windows Explorer; Executar Login e Logoff de rede; Executar compactao e descompactao de arquivos. Processador de Textos Word: Criar, salvar, abrir e fechar documentos; Configurar pgina; Visualizar e imprimir documentos, copiar, colar e recortar documentos e partes de documentos; Localizar e substituir elementos no Word; Exibir e ocultar barras de ferramentas; Formatar cabealho e rodap de documentos; Inserir nmeros de pgina, campo, smbolos, notas de rodap, ndices, figuras, caixas de texto, arquivos e objetos; Formatar fonte, pargrafo, marcadores, numerao, borda, sombreamento, colunas, tabulao e estilos de ttulos; Criar, inserir, excluir e formatar tabelas no Word; Processar e formatar figuras no Word; Criar, inserir e formatar textos no WordArt, Criar senhas de leitura e gravao em documentos do Word; Criar documentos no Word a partir de dados recolhidos em outros programas e na Internet. Planilha Eletrnica Excel: Elaborao de uma planilha e do grfico correspondente; Uso de tcnicas de insero de dados, de incrementao de seqncias e cpia, movimentao de clulas; Criao de uma planilha e do respectivo grfico, utilizando frmulas, funes lgicas e formatao personalizada; Parte IV: Seleo, classificao e organizao de dados em lista. Internet: A Importncia da Internet nas atividades profissionais; Abrir, configurar e administrar correio eletrnico; Acessar e pesquisar atravs de sites de busca, Localizar, copiar e salvar documentos na Internet; Localizar, copiar e salvar imagens; Download de documentos.

5) Matemtica (nvel mdio completo) Conjuntos numricos, nmeros naturais,divisores, mltiplos,nmeros racionais, sistema de numerao decimal, operaes fundamentais, sistema mtrico decimal, medidas de : comprimento, superfcie, volume, capacidade,massa tempo, nmeros inteiros e racionais, equaes, inequaces sistemas ( 1 e 2 grau ), razoes e propores, regra de trs, media, juros , porcentagem, nmeros reais, calculo algbrico, potencias e radicais, funes de 1 e 2 grau,funo exponencial e logartmica, PA e Pg, trigonometria, matrizes, determinantes, sistemas lineares, analise combinatria, nmeros binomiais e binmio de Newton, probabilidades, nmeros complexos, polinmios e geometrias.

6) Conhecimentos Especficos em Contabilidade: Sistema contbeis, planos de contas e escriturao contbil. Contabilizao de operaes tpicas envolvendo a receita e a despesa pblica; patrimnio pblico e inventrio: conceitos, tipos, aspectos qualitativos e quantitativos, representao grfica, expresso monetria, instrumentos para controle dos bens pblicos. Dvida pblica: conceito, classificaes contabilizaes, controle e limitaes legais. Demonstrativos contbeis e modelos de uso gerencial. Fundos especiais: definio legal, constituio, controle, prestao de contas e contabilizao. Lei de responsabilidade Fiscal: objetivos, princpios e algumas exigncias.Plano plurianual; Lei de diretrizes oramentrias; Lei oramentria anual; Anlise de balanos pblicos:consideraes e tcnicas. Princpios fundamentais de contabilidade. Normas Brasileiras de Contabilidade. Ativo, Passivo, Patrimnio Lquido, despesas e receitas. Escriturao e livros contbeis. Provises classificveis no passivo circulante ou no passivo exigvel a longo prazo. A contabilidade diante da inflao, no Brasil.

7) Conhecimentos Especficos em Anlise de Sistemas: Anlise de sistemas. Redes de Computadores, Banco de dados, Internet. Desenvolvimento de Aplicativos. Programao orientada a objetos. Sistemas distribudos, engenharia de softwares, desenvolvimento de sistemas de informao.

8) Conhecimentos Especficos em Direito: 1. DIREITO CONSTITUCIONAL: Constituio. Conceito. Tipos. Princpios fundamentais. Poder Constituinte. Inconstitucionalidade das leis e atos normativos. Sistemas de controle. Direitos e garantias fundamentais. Direitos e deveres individuais e coletivos. Direitos sociais. A nacionalidade. Os direitos polticos. Organizao do Estado. Forma de governo e de estado. A Federao. A Unio. Os Estados federados. Os Municpios. O Distrito Federal e os Territrios. Competncias. Interveno. Administrao Pblica. Poder Legislativo. Organizao e atribuies. Processo legislativo. Fiscalizao contbil, financeira e oramentria.

Poder Executivo. Presidente e Vice-Presidente da Repblica. Os Ministros de Estado. Poder Judicirio. Garantias. Organizao. Atribuies. As finanas pblicas. Os oramentos. Noo de oramento. Oramento-programa. Receita e despesa. Crditos e suas espcies. Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar n 101, de 04 de abril de 2000). A ordem econmica e financeira. Princpios gerais da atividade econmica. DIREITO ADMINISTRATIVO: A Administrao Pblica e os poderes estatais. Funo administrativa. O modo de submisso da Administrao Pblica brasileira ao direito. O regime jurdico administrativo. Princpios do direito administrativo e da Administrao Pblica Brasileira. Poderes da Administrao Pblica: hierrquico; disciplinar; de polcia; regulamentar. Limites de sua atuao. Ato administrativo. Caracterizao. Conceito. Elementos e pressupostos. Atributos. Classificao. Atos administrativos em espcie. Revogao. Invalidao. Convalidao. Licitaes Pblicas. Conceito. Princpios. Competncia para legislar. Dispensa e inexigibilidade. Modalidades. Procedimentos. Recursos administrativos. A Lei Federal n 8.666 de 21/06/1993. Contratos administrativos. Teorias explicativas da sua natureza jurdica. Distino entre contrato administrativo e contrato de direito privado celebrado pela Administrao. Caractersticas. Resciso. Espcies: contrato de obra pblica e prestao de servios; contratos de fornecimento; concesso de servio e obras pblicas. Lei Federal n 8.987 de 13/02/1995. Agncias reguladoras. Contrato de gesto. Consrcios e convnios. Servios Pblicos. Evoluo. Conceito clssico e moderno. Princpios regedores. Classificao. Administrao centralizada. rgos pblicos. Conceito. Natureza jurdica. Classificao. Administrao descentralizada. Entidades: autarquias, fundaes de direito privado e pblico, empresas estatais. Agncias executivas. Entidades paraestatais. Servios sociais autnomos. Organizaes sociais. Organizao da sociedade civil de interesse pblico. Entidades de apoio. Controles da Administrao. Espcies: administrativo, legislativo e judicirio. Meios de controle. Processo administrativo. Processo e sindicncia. Princpios. Espcies: punitivo e no punitivo. Fases. O Cdigo de Processo tico-Profissional (Resoluo CFM n 1617/2001). DIREITO CIVIL: Lei. Espcies. Eficcia no tempo e no espao. Retroatividade e irretroatividade das leis. Revogao. Interpretao. Das pessoas. Conceito. Espcies. Capacidade. Domiclio. Desconsiderao da personalidade jurdica. Fatos jurdicos. Fatos jurdicos strictu senso e atos jurdicos. Negcios jurdicos. Disposies gerais. Modalidades. Formas de prova. Defeitos. Nulidade. Dos atos ilcitos. Da prescrio e da decadncia. Da posse e sua classificao. Aquisio, efeitos, perda e proteo da posse. Da propriedade imvel e sua aquisio. Da usucapio. Da propriedade mvel. Aquisio e perda. Da alienao fiduciria em garantia. Dos registros pblicos em geral. Retificao do registro imobilirio. Obrigaes. Modalidade, efeitos, extino. Pagamento. Dao. Novao. Compensao. Transao. Compromisso. Confisso e remisso. Das obrigaes por atos ilcitos. Da responsabilidade civil. Dos contratos. Disposies gerais. Arras. Clusula penal. Evico. Das vrias espcies de contrato. Da compra e venda. Da doao. Da locao. Do comodato. Do depsito. Do mandato. Da fiana. Da sociedade. Do "leasing". A disciplina do "software". "franchesing". Do contrato de adeso. Dos contratos de consumo. DIREITO DO TRABALHO: Fontes do Direito do Trabalho. Classificao. Fontes materiais e fontes formais. Hierarquia. Empregado e empregador. O Poder Pblico como empregador luz da EC 19/98. Diretor-Empregado. Sucesso de empregadores. Grupo empresarial. Responsabilidade solidria. Contrato individual de trabalho. Caracterizao. Celebrao. Execuo. Suspenso. Interrupo. Licena-paternidade. Alterao. Extino. Nulidade. Particularidades em relao ao Poder Pblico. A instituio do regime jurdico nico pela CF de 1988 e seus efeitos sobre os contratos ento vigentes. Remunerao. Salrio mnimo. Piso salarial. Salrio profissional. Proteo. Fixao e reajustamento no mbito do Poder Pblico. Dcimo-terceiro salrio. Adicionais. Irredutibilidade. Equiparao salarial. Durao do trabalho. Jornada de trabalho. Perodos de descanso. Remunerao do servio extraordinrio. Trabalho noturno. Repouso semanal remunerado. Normas especiais de proteo ao trabalho da mulher. Licena a gestante e estabilidade. Trabalho do menor. Hipteses de estabilidade no emprego. Fundo de garantia de tempo de servio. Aviso prvio. Natureza jurdica. Tempo de durao. Frias. Abono. rgos da Justia do Trabalho. Composio. Funcionamento. Competncia. Direito coletivo do trabalho. Organizao Sindical. Liberdade sindical e unicidade. A sindicalizao do servidor pblico. Conveno e acordo coletivo de trabalho. Limites. Dissdios individuais. Reclamao e inqurito para apurao de falta grave. Dissdios coletivos. Espcies. Pressupostos de admissibilidade. Ao de cumprimento. Processo trabalhista. Formao. Extino. Procedimento. Prazos. Prescrio e decadncia. Partes. Legitimao ordinria e extraordinria. Prova no processo trabalhista. Confisso. Testemunha. Documentos. Percia. Recursos: ordinrio; adesivo; revista; embargos; agravo de petio; agravo de instrumento; extraordinrio. Coisa julgada. Limites subjetivos e objetivos. Mandado de segurana e ao rescisria. Hipteses de cabimento. Prazo. Competncia. Execuo contra o particular e contra o Poder Pblico. Liquidao. Penhora. Avaliao. Embargos. Arrematao. Adjudicao. Remio. Recursos. Precatrio. DIREITO PENAL: Dos crimes contra a Administrao Pblica. Crimes praticados por funcionrio pblico. Conceito de funcionrio pblico (art. 327 CP). Noes gerais sobre peculato, emprego irregular de verbas ou rendas pblicas, concusso, corrupo passiva, prevaricao, condescendncia criminosa, advocacia administrativa, abandono de funo, exerccio funcional ilegal, violao de sigilo funcional. Dos crimes contra a Administrao Pblica: crimes praticados por particular. Noes gerais sobre usurpao de funo, resistncia, desobedincia e desacato, explorao de prestgio, corrupo ativa, inutilizao de livro ou documento. Improbidade Administrativa. Questes penais vinculadas aplicao da Lei 8.429 de 02.06.92. Legislao Penal Especial. Crimes pertinentes s licitaes e contrataes administrativas (Lei 8.666 de 22 de junho de l993). Crimes contra o sistema financeiro (Lei n 7.492, de 16 de junho de 1985). Crimes contra a ordem tributria, econmica e relaes de consumo (Lei n 8.137, de 27 de dezembro de 1990, e 8.176, de 8 de fevereiro de 1991). Crimes contra as finanas pblicas (Lei n 10.028 de 19 de outubro de 2000). DIREITO PROCESSUAL CIVIL: Da jurisdio civil. Conceito. Jurisdio contenciosa e jurisdio voluntria. Distines. Da competncia. Critrios determinativos da competncia. Competncia internacional e competncia interna. Competncia absoluta e relativa. Modificao da competncia. Conexo e continncia. Prorrogao e preveno. Do processo civil. Natureza jurdica do processo. Teorias. Do processo como relao jurdica. Noes gerais sobre esses temas Pressupostos processuais. Da ao civil. Natureza jurdica. Teorias. Classificao das aes.Elementos de ao. Condies da ao. Das partes e dos procuradores. Conceito de parte. Representao em juzo. Legitimidade ordinria e extraordinria. Do litisconsrcio e da assistncia. Interveno de terceiros. Da oposio, nomeao autoria, denunciao da lide e chamamento ao processo. Dos atos processuais. Atos das partes, atos do juiz e dos auxiliares. Do tempo e lugar dos atos processuais. Dos prazos. Precluso. Nulidade dos atos processuais. Da comunicao dos atos processuais. Citao. Intimao. Do procedimento. Procedimento comum ordinrio e sumrio. Dos procedimentos especiais. Procedimentos cautelares. Procedimentos executivos. Procedimentos de jurisdio voluntria. Da petio inicial. Inpcia da inicial. Pedido. Cumulao de pedidos. Da resposta do ru. Contestao. Exceo. Reconveno. Revelia. Da formao, suspenso e extino do processo. Julgamento conforme o estado do processo. Da revelia. Julgamento antecipado da lide. Da prova, objeto e fins. Prova lcita e ilcita. Meios de prova admitidos. nus da prova. Depoimento pessoal. Prova documental. Prova testemunhal. Prova pericial. Da sentena. Classificao. Requisitos formais e essenciais. Antecipao de tutela. Tutela especfica. Duplo grau de jurisdio. Recursos. Conceito. Princpios gerais. Do recurso adesivo. Da apelao, agravo de instrumento, embargos infringentes, embargos de declarao, recurso ordinrio, recurso especial, recurso extraordinrio. Da coisa julgada. Natureza jurdica. Limites objetivos e subjetivos. Ao rescisria. Processo de execuo. Requisitos e formas. Competncia. Ttulos executivos judiciais e extrajudiciais. Execuo Fiscal. Liquidao de sentena. Execuo para pagamento de coisa certa contra devedor solvente e contra devedor insolvente. O procedimento especial da ao monitria. Embargos do devedor. Processo cautelar. Requisitos - Procedimento cautelar comum. O poder geral de cautela do juiz. Liminares. Processos cautelares especficos. Mandado de segurana. Ao civil pblica. DIREITO PROCESSUAL PENAL: Atos de investigao criminal. Inqurito policial. Notcia do crime. Ao penal. Classificao. Condies gerais e especficas. Concurso de aes. Representao. Decadncia, renncia, perdo e perempo. Precluso. Dos sujeitos do processo. Substituio processual. Dos procedimentos. Noes gerais. Requisitos da denncia e da queixa-crime. Procedimentos especiais nos crimes contra a honra e contra a Administrao. Da sentena penal. Repercusso na rea cvel e administrativa. Medidas cautelares no processo penal. DIREITO TRIBUTRIO: Poder tributrio. Sistema tributrio. Discriminao das rendas tributrias. Limitaes constitucionais ao poder de tributar: princpios da legalidade e anterioridade. Imunidades. Espcies tributrias: impostos, Taxas, contribuio de melhoria e contribuies especiais. Preo pblico. Pedgio. Obrigao tributria. Espcies e elementos. Fato Gerador, sujeito ativo, sujeito passivo e objeto. Crdito tributrio. Constituio: lanamento. Suspenso, excluso e extino do crdito tributrio. Garantias e privilgios. Responsabilidade Fiscal. Tribunal de Contas da Unio.

9) Conhecimentos especficos em Fiscalizao na rea Mdica tica mdica, princpios e fundamentos. O Cdigo de tica Mdica. Os Conselhos de Medicina: objetivos, finalidades e constituio. Exerccio legal e ilegal da Medicina. Condies compatveis com o exerccio do ato mdico.Ato mdico e atendimento mdico compartilhado.Os Programas de Sade. O Sistema nico de Sade. A Agncia Nacional de Sade, A ANVISA. Modelos pblicos e privados da sade.O mdico e o Cdigo do Consumidor. O mdico e o novo Cdigo Civil. A Lei dos Transplantes. Princpios Constitucionais de sade. Delitos contra a sade pblica. Greve mdica. Direitos e deveres do paciente. Direitos e deveres do mdico. Papel do Estado na sade pblica.Administrao pblica:Autarquias. Fiscalizao de estabelecimentos de sade, sindicncias, processo tico-disciplinar. Bibliografia sugerida: A Constituio Federal. O Cdigo Civil. O Cdigo de Defesa do Consumidor. O Cdigo de tica Mdica. O Cdigo de Processo tico Disciplinar. Lei 3268/57 e Decreto 44.045/58. Leis 6839/80 , 8080/90, 8142/90 e 9434/97. Frana,GV- Direito Mdico. Fundo Editorial BYK Frana,GV- Comentrios ao Cdigo de tica Mdica. Editora Guanabara Koogan. Frana GV- Comentrios ao Cdigo de processo tico Profissional- Editora Unio. Pietro,MSZ- Direito Administrativo- Editora Atlas.

10) Conhecimentos especficos em Biblioteconomia: Catalogao de material, convencional e no convencional, classificao decimal Dewey, normas sobre documentao, metodologia LILACS, disseminao da informao, conhecimentos bsicos sobre arte e literatura, familiaridade com indexao,noes sobre historia das artes, historia do livro e das bibliotecas, estudos scios, polticos e econmicos, comunicao, informao em biblioteconomia, mtodos e tcnicas de pesquisa, representao descritiva, representao temtica, editorao, controle bibliogrfico, administrao, organizao e mtodos bibliotecrios, seleo e avaliao de colees, reprografia, fontes de informao, indexao e resumos, aquisio e conservao de colees, sistemas de indexao pos coordenada, disseminao seletiva de informao, planejamento bibliotecrio, marketing bibliotecrio, assistncia ao usurio, automao de bibliotecas, organizao e tipos de bibliotecas e tcnicas de arquivo, conhecimentos de microinformtica

ANEXO III

TABELA DE PONTOS DA PROVA DE TTULOS

ESPECIFICAO DO TTULO

VALOR

UNITRIO

VALOR

MXIMO

COMPROVAO

a. Ttulo de doutor na rea de formao ou rea afim

18

18

Cpia autenticada de diploma ou certificado de concluso de curso, devidamente reconhecido pelo MEC.

b. Ttulo de mestre na rea de formao ou rea afim

14

14

c. Curso de ps-graduao na rea da especialidade, com carga horria mnima de 360 (trezentos e sessenta) horas ou residncia mdica ou especializao.

8

16

d. Curso de aperfeioamento na rea da especialidade, com carga horria de, no mnimo, 100 (cem) horas, nos ltimos 4 anos anteriores publicao deste Edital

03

09

Cpia autenticada do certificado de participao no curso, contendo as datas de incio e trmino, carga horria e contedos.

e. Curso de aperfeioamento na rea da especialidade, com carga horria de 40 (quarenta) a 99 (noventa e nove) horas, nos ltimos 4 anos anteriores publicao deste Edital

01

04

f. Livro publicado na rea de formao

04

04

Cpia autenticada da capa, folha de rosto e ficha catalogrfica da publicao, identificando a fonte editorial.

g. Captulo de livro ou artigo publicado em peridico cientfico especializado, com corpo editorial

02

04

h. Trabalho publicado em anais de Congressos e Eventos na rea especfica ou reas afins

02

04

Cpia autenticada da publicao e da parte que identifica a fonte e o corpo editorial, quando for o caso

i. Resumo de trabalhos na rea, publicado em anais de congresso ou em revista especializada, com corpo editorial

01

03

j. Trabalho na rea, apresentado em eventos de natureza cientfica

01

03

Cpia autenticada do certificado de apresentao do trabalho

k. Texto na rea afim ao cargo, publicado em jornais ou revistas.

0,5

01

Cpia autenticada da publicao e da parte que identifica a fonte e o corpo editorial, quando for o caso

l. Aprovao em concurso pblico

01

02

Cpia autenticada de jornal onde foi publicado o resultado do concurso

m. Exerccio da atividade profissional na sua rea de especialidade (para efeito de contagem no ser considerada a frao de ano trabalhada)

3 pontos por ano completo

18

Cpia autenticada da Carteira de Trabalho e Previdncia Social (CTPS), acompanhada de declarao do empregador, com firma reconhecida, ou certido de Tempo de Contribuio do INSS, ambas especificando o cargo e o tempo de servio no cargo; ou cpia do Termo de Resciso Contratual homologada pelo Ministrio do Trabalho. No caso de servidor pblico devero ser apresentados documento legal de nomeao no cargo, bem como declarao do setor de pessoal da Instituio, especificando o tempo de servio em desempenho ou desempenhado no cargo pelo servidor.

ANEXO IV

CALENDRIO DAS DATAS-LIMITE

Evento

Data

Pagamento da taxa de inscrio

29 de julho a 11 de agosto de 2004

Efetivao das inscries

16 a 23 de agosto 2004

Entrega dos cartes de identificao

13 a 17 de setembro de 2004

Provas escritas objetivas e redao

26 de setembro de 2004 (das 8:00 s 12:00 horas)

Divulgao do gabarito oficial

27 de setembro de 2004

Recursos contra o gabarito oficial

28 e 29 de setembro de 2004

Resultado das provas escritas e redao

25 de outubro 2004

Entrega dos ttulos para a Prova de ttulos (somente para os candidatos aos cargos indicados no Quadro 1)

01 a 05 de novembro de 2004

Resultado final do concurso

22 de novembro de 2004

MODELO DE FORMULRIO PARA A APESENTAO DE DOCUMENTOS RELACIONADOS AVALIAO DE TTULOS

NOME:__________________________________________________________________

IDENTIDADE: ______________________ CARGO: ____________________________

Instrues: preencher os campos em branco e anexar os comprovantes. O campo Total de pontos deve ser preenchido pela Equipe de Avaliao.

ESPECIFICAO DO TTULO

n. de anos

n. de ttulos

n. de cursos ou concursos

n. de livros ou trabalhos

Pontos por ttulo

Total do s pontos

a. Ttulo de doutor na rea de formao ou rea afim

18

b. Ttulo de mestre na rea de formao ou rea afim

14

c. Curso de ps-graduao na rea da especialidade, com carga horria mnima de 360 (trezentos e sessenta) horas, residncia mdica ou especializao

08

d. Curso de aperfeioamento na rea da especialidade, com carga horria de, no mnimo, 100 (cem) horas, nos ltimos 4 anos anteriores publicao deste Edital

03

e. Curso de aperfeioamento na rea da especialidade, com carga horria de 40 (quarenta) a 99 (noventa e nove) horas, nos ltimos 4 anos anteriores publicao deste Edital

01

f. Livro publicado na rea de formao

04

g. Captulo de livro ou artigo publicado em peridico cientfico especializado, com corpo editorial

02

h. Trabalho publicado em anais de Congressos e Eventos na rea especfica ou reas afins

02

i. Resumo de trabalhos na rea, publicado em anais de congresso ou em revista especializada, com corpo editorial

01

j. Trabalho na rea, apresentado em eventos de natureza cientfica

01

k. Texto na rea afim ao cargo, publicado em jornais ou revistas.

0,5

l. Aprovao em concurso pblico

01

m. Exerccio da atividade profissional na sua rea de especialidade (para efeito de contagem no ser considerada a frao de ano trabalhada)

03

Assinatura do Candidato

Quantidade de anexos:____________________

Pontuao: (____________________)

Equipe de avaliao: _____________________________________________

MODELO DE FORMULRIO PARA OS RECURSOS CONCERNENTES AO GABARITO DA PROVA ESCRITA

CAPA

SOLICITAO

Coordenao do concurso da FAPESE

Como candidato ao cargo de ___________________________________________

solicito reviso do gabarito da prova escrita, na(s) questo (es) indicada(s) na(s) folha(s) constantes a seguir.

__________________, ______ de ________________de 2004.

_____________________________________

Assinatura do Candidato

Nome: ____________________________________________________

N. de inscrio: _________________________

INSTRUES

O candidato dever:

1. entregar dois conjuntos idnticos de reclamaes (original e cpia), sendo que cada conjunto dever conter todas as reclamaes e apenas uma capa;

2. Datilografar ou digitar a reclamao e entreg-la de acordo com as especificaes estabelecidas neste Edital;

3. Usar formulrio de reclamao individual para cada questo;

4. Identificar-se apenas na capa de cada um dos conjuntos;

5. Apresentar argumentao lgica e consistente.

O desrespeito a qualquer uma das instrues acima resultar no indeferimento da reclamao.

MODELO DE FORMULRIO PARA O RECURSO

RECURSO/RECLAMAO

CONTRA GABARITO OFICIAL PRELIMNAR DAS PROVAS ESCRITAS

N. da questo:

Gabarito da FAPESE:

Resposta do candidato:

JUSTIFICATIVA DO CANDIDATO

(Se necessrio, use o verso)

Recommended

View more >