numerologia pitag³rica

Download Numerologia Pitag³rica

Post on 03-Jan-2016

272 views

Category:

Documents

35 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 7Junho 2009Jos Coelho e Marisa Veiga58431269

  • O CURSO DE NUMEROLOGIA destina-se a:

    Aprender a Histria da Numerologia

    Reter conhecimentos relativos ao SIGNIFICADO DE CADA NMERO, seu comportamentoe respectivas caractersticas

    Explicar o SER HUMANO e a sua personalidade atravs do seu MAPA NUMEROLGICO

    Certificar para a Elaborao de Mapas Numerolgicos (clculos relativos ao nome e datade nascimento)

  • Unidade CurricularObjectivosN de HorasRESENHA HISTRICAEstudar os principais pontos histricos e a utilizao da numerologia ao longo dos tempos.INTRODUO NUMEROLOGIADefinir Numerologia e o Papel do Numerlogo.SIGNIFICADO DOS NMEROSAbordar os contedos relativos aos diversos nmeros (elementares, mestres, masculinos, femininos, pares e mpares) e seu significado.MAPA NUMEROLGICOElaborar o mapa numerolgico de um indivduo com o preenchimento da sua ficha de numerologia.TABELAS DE CORRELAOEfectuar correlaes entre o Mapa Numerolgico e compatibilidades relativas a: Profisso, Sexualidade, Tarot, Conjunes Numricas e Chakras.

  • Desde sempre que a numerologia acompanha o HomemJ na Pr-Histria acompanhava os homensCOMO???Sistemas de Contagem

    Estudos de fenmenos naturais

    Astronomia

    Astrologia

  • De acordo com RIBEIRO, Anna (1999):Por volta de 11,000 a.C. os homens primitivos j faziam smbolos nas cavernas. Usavam desenhos para indicar a quantidade. Por exemplo: 1 flor de 5 ptalas significava 5 esposas.

  • Em 3,000 a.C., na Sumria, foi criado um sistema numrico que viria a darorigem contagem de hora com 60 minutos e do minuto com 60 segundos.rabes, Egpcios, Babilnios, e outros povos pr-histricos criaramou aperfeioaram SISTEMAS NUMRICOS.

  • O significado atribudo aos nmeros, ligados ao universo de Sentimentos, caractersticas e tendncias humanas foi registado na Humanidade por diversos estudiosos, dentre os quais se destaca PITGORAS.Pitgoras no fazia registos escritos dos seus conhecimentos Eram todos transmitidos oralmente! Posteriormente foram escritos relatos pelos seus discpulos, aos quais no se atribuem grau de veracidade pela tradio de quem conta um conto, acrescenta um ponto.

  • Vida de PITGORAS Pitgoras nasce em meados do sc. VI a.C. na Fencia, passando no entanto a residir na ilha de Samos.

    O seu nome, em gals, teve origem no verbo phytagori, que se traduz em: explicao do universo.

    Desde criana foi dedicado aos estudos, tendo sempre como orientadores homens de culto da poca, como Thales de Mileto e Anaximandro.

  • Vida de PITGORAS Aos 18 anos voltou Fencia passando a viver em recluso num templo onde realizou estudos com hierofantes (sacerdotes) fencios.

    Mais tarde viveu no Egipto, onde sob a orientao de Thales de Mileto, teve contacto com os ensinamentos sagrados dos sacerdotes de Mnfis e Dicpolis.

  • Vida de PITGORAS Ao chegar ao Egipto, Pitgoras submeteu-se a severos testes, por parte dos sacerdotes locais. Enfrentou todos com muita pacincia e coragem. Na ocasio ouviu que a cincia dos nmeros e a arte do poder da vontade eram duas chaves da Magia que abririam as portas do Universo (MARIN, 1995)

  • Vida de PITGORAS Viveu 22 anos no Egipto, at invaso persa, onde foi obrigado a ir para a Babilnia, local este onde aprendeu msica e a matemtica dos magos persas.

    12 anos depois volta ilha de Samos para fundar a sua primeira escola, conhecida como Semicrculo de Pitgoras.

    Algum tempo depois mudou-se para a Magna Grcia (Itlia) e fundou a famosa Escola Pitagrica.

  • Vida de PITGORAS Para ser aceite nesta escola era necessrio atravessar diversos testes: Pitgoras executava testes vida emocional do aluno para se certificar que era uma pessoa equilibrada. Requeria um perodo de meditao de 5 dias para desenvolver a f. Eram executados exames de Matemtica, Astronomia e Msica.

  • Vida de PITGORASPitgoras dizia que os nmeros eram seres, tinham existncia e formavam a base e a criao da cincia.

    (RIBEIRO, 1999)

  • INTRODUO NUMEROLOGIA

  • INTRODUO NUMEROLOGIAUm dos principais objectivos do Homem no 3 Milnio reencontrar a Espiritualidade.Farto do materialismo e do domnio do TER, o Homem quer de novo perceber as noes deAMOR, ALEGRIA e SABEDORIA

  • INTRODUO NUMEROLOGIATal como a Astrologia estuda: Movimentos dos Planetas Harmonia dos Dias e das Noites Fases da Lua Estaes do Ano O Homem no seu Interior, e sua relao com o Universo (seja vida passada, presente ou futura)A NUMEROLOGIA ESTUDA:Interpretao do Ser Humano atravs da SIMBOLOGIA DOS NMEROS

  • INTRODUO NUMEROLOGIAOs nmeros como smbolos??? Como??? Porqu???Os nmeros so tudo, desde quantidades, formas, ideias, nossa perspectiva de smbolos.O HOMEM COMPREENDE O UNIVERSO A PARTIR DOS NMEROS QUE INVENTOU!

  • INTRODUO NUMEROLOGIAEsta ligao ao Universo permite ao numerlogo interpret-lo a partir dos smbolosque so nmeros, descrevendo-o a si e aos ciclos da sua evoluo.Perdeu-se no tempo a utilizao de diversos mtodos como o I CHING, e outros executados pelos Egpcios, Hebreus, Caldeus e Assrios, Chineses, Hindus e Gregos, que eram ento usados em diversas situaes, quer para construir templos, fazer negcios, definir casamentos, etc.

  • INTRODUO NUMEROLOGIAA numerologia hoje seguida no Ocidente recebida de PITGORAS.PODEMOS ESTABELECER CORRESPONDNCIAS ENTRE:GeometriaAritmticaMsicaetc.

  • INTRODUO NUMEROLOGIAPapel do NumerlogoO numerlogo, ao executar as tabelas e mapa numerolgico de algum, assume uma responsabilidade.Este tem a competncia, ao executar os seus servios, de afinar a partitura, para que na sinfonia universal haja harmonias vibratrias individuais, familiares, de grupo, nacionais, universais em consonncia csmica.

  • OU SEJA:A ddiva do Divino em termos de conhecimentos na rea permite que, atravs do poder da numerologia, que trs a ela inerente uma diversidade de informaes, que cabe ao numerlogo interpretar de forma a informar o ser Humano dos seus prprios problemas pessoais.INTRODUO NUMEROLOGIAPapel do NumerlogoAssumindo assim um papel de orientao, cabe ao numerlogo ser srio e responsvel, e lidar com o ser de forma imparcial e sem misturar as suas preferncias ou idiossincrasias.

  • INTRODUO NUMEROLOGIAPapel do NumerlogoOs nmero possuem uma natureza dual, de dualidade.A unidade foi fraccionada para dar origem dualidade.Da dualidade nasceu a multiplicidade.Da multiplicidade compreende-se a UNICIDADE.

  • INTRODUO NUMEROLOGIAPapel do NumerlogoQual o papel do Numerlogo aqui? Entender o indivduo na sua UNICIDADE

    Respeitar o sigilo relativamente aos dados

    Encaminhar / Orientar o indivduo a resolver as questes ligadas aos seus nmeros

  • INTRODUO NUMEROLOGIAPapel do NumerlogoQuestes ligadas aos nmeros?

    Problemas???

    Questes a resolver????????Todos os nmeros como iremos abordar frente possuem um carcter de dualidade, de positivo (caractersticas das quais o indivduo pode e deve tirar partido na sua vida) e de negativo (caractersticas que o indivduo deve resolver nesta vida, para a sua evoluo pessoal).

  • INTRODUO NUMEROLOGIAPapel do NumerlogoEnto e pessoas com a mesmanumerologia tero as mesmascaractersticas???Sim e No. Todos os seres so nicos, tal e qual como no existem impresses digitais iguais, nem em gmeos verdadeiros. Apesar de terem caractersticas semelhantes com indivduo possui um kharma diferente e como tal diferentes questes para resolver.

  • INTRODUO NUMEROLOGIAQual o porqu do NOME e do DIA DE NASCIMENTO?Na anlise numerolgica vamos analisar o nome completo do indviduo e a sua data de nascimento. Estas caractersticas que so atrbuidas ao ser tero provavelmente a ver com a sua incluso na vida terrena, ou seja, nesta encarnao. Ou seja, a criana, geralmente escolhe o local, a famlia e poca onde deseja nascer, para que, antes de nascer efectivamente traga j um propsito a realizar na vida. O nome geralmente surge por intuio pessoa que o escolhe (usualmente os pais). Quando nascemos, esquecemo-nos desse propsito, que pode assim atravs da numerologia ser descoberto e trabalhado para ser de facto resolvido, e ainda o potencial que lhe inerente.

  • INTRODUO NUMEROLOGIALIVRE ARBTRIOTemos ainda que incluir nestas noes algo denominado de LIVRE ARBTRIO.O que ?To simples comoLIBERDADE DE ESCOLHAE onde que isto se enquadra???

  • INTRODUO NUMEROLOGIAO to ambicionado DESTINO, FUTURO ou outro nome que lhe queiram chamar, encontra-se de facto traado At um certo ponto Porqu?-nos atribudo o LIVRE ARBTRIO ao longo da vida para podermos escolher se pretendemos, ou no, evoluir de acordo com aquilo que tramos antes de encarnar. LIVRE ARBTRIO

  • INTRODUO NUMEROLOGIALIVRE ARBTRIOAo longo da vida temos ou tivemos hiptese de escolher SEMPRE um caminho entre vrios.

    Ex.: Devo sair ou ajudar os pais em casa?

    Devo subir na carreira em detrimento do bem estar de alguns colegas?

    Devo comprar um carro topo de gama ou proporcionar frias famlia?

  • INTRODUO NUMEROLOGIALIVRE ARBTRIOSo estas escolhas que fazem a nossa vida no quotidiano! Estas so to importantes quanto as decises de mudana de vida ou atitude perante algo ou algum!A encarnao serve assim para resolver, limar arestas, evoluir, etc., questes de vidas passadas, que vm marcadas em dados como a astrologia, a numerologia, etc.!!!A NUMEROLOGIA permite assim uma orientao, um recordar de algo que temos para fazer, que depender sempre, no entanto, das nossas escolhas e opes! Da o papel do numerlogo!

  • SIGNIFICADO DOS NMEROS

  • SIGNIFICADO DOS NMEROSAntes de abordar os nmeros propriamente ditos h necessidade de abordar alguns conceitos: No h nmeros bons nem nmeros maus.

    Todos os nmeros tm uma dualidade, ou seja, aspectos positivos e aspectos que o indivduo d