numerologia apostila

Download numerologia apostila

Post on 25-Jun-2015

573 views

Category:

Documents

18 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Holstica 2006: Terapia dos Nmeros

Rosemi Fernnades Terapeuta Holstica - CRT 21001

Terapia dos Nmeros Como eles podem ajudar voc e as pessoas a sua volta Uma ferramenta para despertar potenciais presentes em todos os seres humanos Numerologia Em ocultismo, estudo do significado dos nmeros e da sua influncia no carter e destino dos homens. DICMaxi Michaelis Moderno Dicionrio da Lingua Portuguesa SUMRIO

RESUMO pg. 04

INTRODUO pg. 05

2.0MATERIAL E METODOLOGIA pg. 06

2.1 Nmero da Alma pg. 07 2.2 Nmero da Personalidade pg. 07 2.3 Nmero geral pg. 07

Pgina 1/28(c) 2008 SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS URL: http://www.holopedia.com.br/index.php?action=artikel&cat=47&id=38&artlang=pt-br

Holstica 2006: Terapia dos Nmeros3.0 RESULTADOS (preparando o Mapa) pg 08

3.1 Vogais Nmero da Alma - pg 08

3.1.2 Interpretao pg 08 3.2 Consoantes Nmeros da Personalidade pg . 09

3.2.1 Interpretao - pg. 01

3.2.2 Anlise Soma Geral Alma e Personalidade pg. 09 4.0 Nmero do Destino e Tendncias para vida pessoal e profissional pg. 10 4.1 O Que significa nmero do Destino ? pg. 10 4.2 Interpretao Nmeros do Destinos pgs. 10 11

5.0 Nmero Geral pg. 12

6.0 DISCUSSO 14

6.1 Tabela de Tendncias pg. 15 6.2 Exemplo prtico pg. 16

7.0 CONCLUSO pg. 17

Pgina 2/28(c) 2008 SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS URL: http://www.holopedia.com.br/index.php?action=artikel&cat=47&id=38&artlang=pt-br

Holstica 2006: Terapia dos NmerosBIBLIOGRAFIA pg. 18

ANEXOS COMPLEMENTARES pg. 19 -20

Resumo :

A Numerologia pode ser definida com uma tcnica de anlise da personalidade em seus potencias e sutilezas, atravs da transformao de letras em nmeros, como tambm a anlise da data de nascimento. O objetivo trazer a tona aspectos interiores no explorados utilizando para isso o estmulo a intuio . De posse da anlise do mapa numerolgico, leva-se em conta mudanas em vrias reas, sendo as mais comuns: comportamento, vida social , relacionamentos , relaes familiares, alm de conhecimento e habilidade para tomada de decises, inclusive profissionais.

O nome e a data de nascimento de uma pessoa, esto em evidncia por toda a vida , vibrando no inconsciente , como se fosse um cdigo de presena. As letras do alfabeto , como tambm as datas importantes, so chaves que abrem uma porta, para um territrio pouco explorado.

Segundo a numerologia , cada nmero ou valor numrico possui uma vibrao particular , sendo que a soma correta das letras, correspondem ao interior e exterior do indivduo ,e indicaria tendncias de acontecimentos ou melhorias em qualquer setor , quer sejam profissionais ou pessoais.

A numerologia uma tcnica pertencente a Sincronicidade , conforme consta no Manual Oficial do Terapeuta Holstico 'pg. 133 e 135 NTSV- TS 001, 2 e 3,

Terapia em Sincronicidade pg 135 5.1.10: teoria Junguiana da possibilidade de relao significativa, mas no causal, entre eventos; termo criado C. G. Jung para descrever a ocorrncia quase simultnea de dois eventos, um interior e o outro, exterior, que parecem ter uma relao em comum, que no seja a de "causa e efeito".

Pgina 3/28(c) 2008 SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS URL: http://www.holopedia.com.br/index.php?action=artikel&cat=47&id=38&artlang=pt-br

Holstica 2006: Terapia dos NmerosArquetipo pg. 135 e 136 : 5.1.13 so padres ou motivos universais que emanam do Inconsciente Coletivo (ou, como preferia Jung, Psique Objetiva), que foram incorporados por experincias reiteradas, coletivas e significativas da humanidade. Irrepresentveis em si mesmos, contatamos seus efeitos quando se manifestam na concincia como imagens e idias arquetpicas, ou seja, os Smbolos (melhor expresso possvel para algo essencialmente desconhecido). ......Assim sendo, os arqutipos representam a dinmica de nosso inconsciente e os smbolos so as referncias de nossa conscincia. As estruturas arquetpicas podem ser comparadas ao eixo, ao "molde-informao" de um cristal: este, ao formar-se, obedece a um padro de forma pr-determinado por um eixo axial, o qual no possui, entretanto, existncia prpria, sendo, pois, pura forma. Mesmo assim, ele pr-determina a estrutura geomtrica do cristal, no impedindo, porm que surjam particularidades que os diferenciem uns dos outros. Igualmente, as estruturas arquetpicas so pura forma, que do estrutura aos smbolos.... O universo dos arqutipos nosso passado vivo e nosso futuro possvel, coordenadores de nossas energias, moldes comportamentais aos quais recorremos e incorporamos inconscientemente ou no, atrados que somos pela ressonncia entre nossa situao e a que eles representam.

Introduo Ao longo da minha vida profissional, ouvi uma quantidade enorme de perguntas relacionadas Terapia Holstica em especial a Terapia em Sincronicidade utilizando a Numerologia . No importando o grau de instruo, idade, sexo, condio social ou profissional, as questes levantadas quase sempre estavam relacionadas ao nome e se este poderia ou no trazer sorte a pessoa.

Na verdade desde a antiguidade, a humanidade procura respostas para todas as coisas, principalmente na existncia do mundo, alguns buscam suas repostas na religio, na histria, outros na cincia, a verdade o que podemos afirmar com clareza que existe o livre arbtrio e deste todos fazem suas escolhas, e usam suas crenas como meio de vida, ou como justificativa de que sempre existe algo mais.

Pgina 4/28(c) 2008 SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS URL: http://www.holopedia.com.br/index.php?action=artikel&cat=47&id=38&artlang=pt-br

Holstica 2006: Terapia dos NmerosA minha proposta apresentar esta tcnica , conhecida como numerologia, respeitando a individualidade de cada pessoa, acrescentando mais um degrau na evoluo pessoal. Segundo o filsofo grego Pitgoras considerado por alguns numerlogos o pai da numerologia, apesar de no haver qualquer relao entre o mapa numerolgico atual e o filsofo grego, acreditava-se que tudo no universo tinha relao com os nmeros. Apesar de tantos estudiosos envolvidos, na verdade a numerologia nunca precisou de grandes prticas, tampouco foi ligada a religio, mediunidade ou magias. Qualquer pessoacom conhecimento matemtico e interesse pode utilizar a tcnica . A prtica pode ser realizada por Terapeutas Holsticos,neste caso a tcnica pode ser facilmente adaptada na sesso de aconselhamento , que pode ocorrer nas primeiras consultas, a vantagem que a numerologia vem ganhando cada vez mais espao no mundo, como tambm gerado bastante influncia na sociedade j que um assunto comum na midia escrita e televisiva, por isso grande parte dos clientes j ouviram falar ou leram algo sobre a numerologia. A influncia dos nmeros em nossas vidas , nada mais , do que a necessidade dos seres humanos em recorrer aos smbolos para se conhecerem , mas o que se evidencia a real necessidade de encontrar um caminho melhor , de encontrar a chamada felicidade . Muitos acreditam que a mudana do nome acrescentando ou retirando alguma letra , a pessoa encontrar um novo amor, plano de carreira , sade , enfim tudo que o ser humano quer conseguir na tragetria de vida. Na verdade tudo esta em nossas mentes, e para concretizar nossos objetivos necessrio se conhecer , por isso a numerologia pode ser um dos caminhos para a descoberta .

MATERIAL E METODOLOGIA

No se sabe o perodo da descoberta da Numerologia, mas vrias civilizaes j faziam uso dos mapas numerolgicos, desde fencios, babilnios, egpcios, gregos, romanos, chineses e rabes . Entretanto meu estudo se fundamentou nos Caldeus (novos babilnicos) reconstruram a Babilnia, mas sua dominao durou pouco: em 539 a.C. foram vencidos pelos persas de Ciro, o Grande, quePgina 5/28(c) 2008 SINTE SINDICATO DOS TERAPEUTAS URL: http://www.holopedia.com.br/index.php?action=artikel&cat=47&id=38&artlang=pt-br

Holstica 2006: Terapia dos Nmeroslibertou os judeus do cativeiro da Babilnia. (ver anexos) As idias e crenas dos caldeus resistiram ao tempo, s perseguies religiosas que aconteceram na Europa durante a Inquisio, e chegariam at os nossos dias. Na verdade pouco se sabe sobre as prticas do povo Celta , contudo existiram e por no possuirem nenhum elemento de estudo para enender a numerologia , eles acreditavam como explicavam a organizao do universo atravs das reaes climticas e dos movimentos da natureza. Pitgoras na sua poca apesar de no ter participado da estrutura da numerologia moderna, teve um papel fundamental estabelecendo a ligao da metafsica do nmero como arqutipo(*), smbolo essencial da Vida. A diferena fundamental entre os dois mtodos esta nos primeiros estudos , enquanto os Caldeus se inspiram na natureza , filsosos dentre eles Pitagoras iniciaram suas pesquisas em uma lei quantitativa, atravs de pesquisas com a msica. Estudaram a relao entre os tons musicais de uma corda vibrante e seu tamanho, revelando sons gerados nos intervalos de oitava, quarta e quinta notas expressos em termos de razes numricas. Estudaram tambm os sons gerados em jarros com diferentes nveis de gua. Alm do filsofo Pitgoras podemos citar Plato (a quem devemos a maioria dos dados sobre os ensinamentos pitgoricos, j que o mestre nada deixou por escrito), Aristteles, Nicmaco, Fludd, Hermes Trimesgistus, Nostradamus, Cornelius Agrippa, Cagliostro, Eliphas Levi.Para os filsofos que se interessaram por esta tcnica, conhecer as leis da natureza seria conhecer a alma do universo, construdo segundo leis da harmonia e do equilibrio. Esta alma, qual o corpo do universo obedece e uma estrutura interna regida por certa idia numeral, ou seja ,percebia-se que tudo no planeta era regido por nmeros. Com o desenvolvimento dos mapas, os numerlogos realizavam seu trabalho obedecendo as leis da matemtica ou a natureza , e para os mais desafiadores era possvel trabalhar com as duas vertentes. Por isso que podemos explicar