nr-37 seguranأ‡a e saأڑde em plataformas de petrأ“leo ... nr-37 seguranأ‡a e saأڑde em...

Download NR-37 SEGURANأ‡A E SAأڑDE EM PLATAFORMAS DE PETRأ“LEO ... NR-37 SEGURANأ‡A E SAأڑDE EM PLATAFORMAS DE

Post on 21-Jan-2020

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • NR-37 SEGURANÇA E SAÚDE EM PLATAFORMAS DE PETRÓLEO

    Publicação D.O.U. Portaria MTb n.º 1.186, de 20 de dezembro de 2018 21/12/18

    SUMÁRIO: 1. Objetivo e Campo de Aplicação 2. Obrigações Gerais - Responsabilidades e Competências 3. Responsabilidades da Contratante e da Contratada 4. Direitos dos Trabalhadores 5. Declaração da Instalação Marítima - DIM 6. Comissionamento, Ampliação, Modificação, Manutenção, Reparo, Descomissionamento e Desmonte 7. Documentação 8. Capacitação, Qualificação e Habilitação 9. Serviços Especializados em Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT 10. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes em Plataformas - CIPLAT 11. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA 12. Atenção à Saúde na Plataforma 13. Meios de Acesso à Plataforma 14. Condições de Vivência a Bordo 15. Alimentação a Bordo 16. Climatização 17. Sinalização de Segurança e Saúde 18. Instalações Elétricas 19. Armazenamento de Substâncias Perigosas 20. Movimentação e Transporte de Cargas 21. Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulações 22. Análises de Risco das Instalações e Processos 23. Inspeções de Segurança e Saúde a Bordo 24. Inspeções e Manutenções 25. Procedimentos Operacionais e da Organização do Trabalho 26. Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio e Gases 27. Prevenção e Controle de Vazamentos Derramamentos, Incêndios e Explosões 28. Proteção e Combate a Incêndios 29. Proteção Contra Radiações Ionizantes 30. Plano de Resposta a Emergências 31. Sistema de Drenagem, de Tratamento e de Disposição de Resíduos 32. Comunicação e Investigação de Acidentes 33. Glossário Anexo I - Declaração da Instalação Marítima - DIM Anexo II - Escala Beaufort Anexo III - Curso Básico para Manipuladores de Alimentos Anexo IV - Símbolos para sinalizar as fontes de radiação ionizante, locais de armazenamento de material radioativo e locais de trabalho com exposição à radiação ionizante industrial ou de origem natural Anexo V - Curso Complementar para Serviços em Instalações Elétricas em Alta Tensão Anexo VI - Curso Básico de Segurança em Operações de Movimentação de Cargas e Transporte de Pessoas Anexo VII - Curso Complementar para Operadores de Guindastes Anexo VIII - Curso para Indivíduos Ocupacionalmente Expostos - IOE à Radiação Ionizante Anexo IX - Comunicação de Incidente em Plataforma - CIP 37.1 Objetivo e Campo de Aplicação 37.1.1 Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece os requisitos mínimos de segurança, saúde e condições de vivência no trabalho a bordo de plataformas de petróleo em operação nas Águas Jurisdicionais Brasileiras - AJB. 37.1.2 A observância desta NR não desobriga as empresas do cumprimento de outras disposições legais com relação à matéria de segurança e saúde no trabalho e ainda daquelas oriundas de contratos de trabalho, acordos de trabalho e convenções coletivas de trabalho, conforme a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT. 37.1.3 Plataformas estrangeiras com previsão de operação temporária, de até seis meses, em AJB, e que não tenham suas instalações adequadas aos requisitos desta NR, devem atender às regras estabelecidas em convenções internacionais e ser certificadas e mantida em classe por sociedade classificadora, reconhecida pela Autoridade Marítima brasileira, com delegação de competência para tal.

  • 37.1.3.1 A operação temporária dessas plataformas não pode pôr em risco a segurança e a saúde dos trabalhadores, especialmente no que diz respeito aos riscos graves e iminentes, conforme estabelecidos na NR-03 (Embargo ou Interdição). 37.1.3.2 Os intervalos entre dois períodos consecutivos das operações temporárias destas plataformas devem ser superiores a 3 (três) meses. 37.2 Obrigações Gerais - Responsabilidades e Competências 37.2.1 Cabe à operadora da instalação:

    a) cumprir e fazer cumprir a presente NR, bem como, no que couber, as disposições contidas nas demais NRs, aprovadas pela Portaria MTb n.° 3.214, de 08 de junho de 1978 e alterações posteriores;

    b) interromper todo e qualquer tipo de atividade que exponha os trabalhadores a condições de risco grave e iminente;

    c) prestar as informações solicitadas pela Auditoria Fiscal do Trabalho;

    d) garantir que todos os trabalhadores sejam informados sobre os riscos e as medidas de controle que devem ser adotadas, associados às atividades realizadas a bordo, os riscos psicossociais e os demais riscos existentes nos locais de trabalho e nas áreas de vivência;

    e) garantir aos trabalhadores o acesso às normas de segurança e saúde no trabalho vigentes, publicações e material instrucional em matéria de segurança, saúde e bem-estar a bordo, em meio físico ou digital;

    f) disponibilizar ao Ministério do Trabalho e às respectivas representações de trabalhadores, quando solicitado, as estatísticas anuais de acidentes e doenças relacionadas aos trabalhos de empregados a bordo, previstas nos Quadros III, IV e VI da NR-04 (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT), dos últimos 5 (cinco) anos;

    g) garantir, pelos meios usuais de transporte e sem ônus para o Ministério do Trabalho, o acesso à plataforma dos Auditores Fiscais do Trabalho - AFTs em serviço, onde não houver transporte público;

    h) garantir, pelos meios usuais de transporte e sem ônus para os representantes dos trabalhadores da categoria operadora da instalação ou da categoria preponderante, o acesso à plataforma para acompanhar a fiscalização do trabalho, onde não houver transporte público.

    37.2.2 Cabe à operadora do contrato:

    a) cumprir e fazer cumprir a presente NR, bem como, no que couber, as disposições contidas nas demais NRs, aprovadas pela Portaria MTb n.° 3.214, de 08 de junho de 1978 e alterações posteriores;

    b) auditar, na forma prevista em sistema de gestão, a operadora da instalação quanto ao cumprimento desta NR e daquelas aprovadas pela Portaria MTb n.° 3.214, de 08 de junho de 1978 e alterações posteriores, naquilo que couber;

    c) prestar as informações solicitadas pela Auditoria Fiscal do Trabalho. 37.2.3 Cabe aos trabalhadores:

    a) colaborar com a operadora da instalação para o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive dos procedimentos internos sobre segurança e saúde no trabalho e de bem-estar a bordo;

    b) comunicar imediatamente ao seu superior hierárquico as situações que considerarem representar risco para a sua segurança e saúde ou para a de terceiros, e registrar em meio físico ou digital;

    I. o seu superior hierárquico deverá informar ao SESMT e à CIPLAT ou, na sua ausência, ao responsável designado pelo cumprimento das obrigações da CIPLAT, quando couber;

    c) portar a quantidade adequada de medicamentos de uso contínuo próprio, acompanhada da prescrição médica e dentro do prazo de validade.

    37.3 Responsabilidades da Contratante e da Contratada 37.3.1 A operadora da instalação é responsável pelo cumprimento das medidas de segurança, saúde e bem- estar no trabalho desta NR e das demais Normas Regulamentadoras - NRs aplicáveis às empresas contratadas que prestam serviço a bordo da plataforma. 37.3.1.1 A operadora da instalação é responsável pelo controle de acesso, permanência e desembarque da plataforma de trabalhadores próprios, da concessionária ou empresas terceirizadas prestadoras de serviço a

  • bordo, devendo arquivar estas informações, em meio físico ou digital, por pelo menos 12 (doze) meses. 37.3.1.2 É proibido o acesso de trabalhador à plataforma sem que a cópia, em meio físico ou digital, do seu Atestado de Saúde Ocupacional - ASO esteja disponível a bordo ou cuja validade esteja vencida ou a vencer dentro do período de embarque. 37.3.1.2.1 Para o acesso à plataforma desabitada deve ser observado o subitem 37.7.1.2 desta NR. 37.3.2 A operadora da instalação deve assegurar que os trabalhadores da empresa prestadora de serviço participem dos treinamentos de segurança e saúde previstos no subitem 37.8.10.1. 37.3.3 A operadora da instalação deve prestar as informações disponíveis em matéria de segurança e saúde, segundo a legislação vigente, relacionadas aos serviços realizados pela empresa contratada e ao meio ambiente de trabalho, que esta venha requerer antes, durante ou após a prestação dos seus serviços, de acordo com os prazos previstos na legislação. 37.3.4 A empresa contratada deve cumprir os requisitos de segurança e saúde especificados pela contratante, por esta NR e pelas demais NRs, naquilo que couber. 37.3.5 A operadora da instalação, visando atender ao previsto nesta NR, deve verificar e avaliar o cumprimento da legislação em matéria de segurança e saúde no trabalho nos serviços realizados pelas contratadas a bordo. 37.3.6 A operadora da instalação deve garantir que os requisitos de segurança e saúde e as condições de acesso à plataforma, higiene e condições de vivência dos empregados terceirizados a bordo sejam, no mínimo, os mesmos assegurados aos empregados da operadora da instalação ou concessionária. 37.3.7 A operadora da instalação deverá aprovar previamente as ordens de serviço, as permissões de trabalho e as permissões de entrada de trabalho em espaços confinados dos serviços a serem executados pelos empregados das empresas contratadas. 37.4 Direitos dos Trabalhadores 37.4.1 São direitos do trabalhador:

    a) interromper a sua tarefa, com base em s

Recommended

View more >