nr 18 segurança na industria da construção

Download Nr 18 Segurança na Industria da Construção

Post on 05-Dec-2014

3.812 views

Category:

Services

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Segurança na construção civil é fundamental.

TRANSCRIPT

  • 1. NR 18 PCMAT PROGRAMA DE CONDIES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDSTRIA DA CONSTRUO 3
  • 2. A NR 18 estabelece diretrizes de ordem administrativa, de planejamento de organizao, que objetivam a implementao de medidas de controle e sistemas preventivos de segurana nos processos, nas Condies e no Meio Ambiente de Trabalho na Indstria da Construo. 4
  • 3. PRINCIPAIS OBJETIVOS DO PCMAT - Garantir a sade e a integridade dos trabalhadores; - Definir atribuies e responsabilidades s pessoas que administram; - Fazer previso dos riscos que derivam do processo de execuo das obras; 5
  • 4. - Determinar medidas de proteo e preveno que evitem aes e situaes de risco; - Aplicar tcnicas de execuo que reduzam ao mximo os riscos de acidentes e doenas.
  • 5. O PCMAT obrigatrio nos estabelecimentos com 20 (vinte) trabalhadores ou mais e deve observar as exigncias contidas na NR 9 (PPRA); 7
  • 6. O PCMAT dever ser mantido no estabelecimento disposio do rgo regional do Ministrio do Trabalho e deve ser elaborado e executado por profissional legalmente habilitado na rea de segurana do trabalho e tem como responsveis o empregador ou condomnio a sua implementao nos estabelecimentos. 8
  • 7. A elaborao do PCMAT dever conter: Planejamento anual com estabelecimento de metas, prioridades e cronograma; Estratgia e metodologia de ao; Forma de registro, manuteno e divulgao dos dados; Seu acompanhamento e avaliao devero ser feitos pelo SESMT 9
  • 8. DOCUMENTOS QUE INTEGRAM O PCMAT a) memorial sobre condies e meio ambiente de trabalho nas atividades e operaes, levando-se em considerao riscos de acidentes e de doenas do trabalho e suas respectivas medidas preventivas; b) projeto de execuo das protees coletivas em conformidade com as etapas de execuo da obra; c) especificao tcnica das protees coletivas e individuais a serem utilizadas; 10
  • 9. d) cronograma de implantao das medidas preventivas definidas no PCMAT; e) layout inicial do canteiro de obras, contemplando, inclusive, previso de dimensionamento das reas de vivncia; f) programa educativo contemplando a temtica de preveno de acidentes e doenas do trabalho, com sua carga horria. 11
  • 10. INDSTRIA DA CONSTRUO CIVIL RISCOS DE ACIDENTES 12 Representam as principais causas de acidentes fatais e no fatais no setor da construo civil: QUEDAS; CHOQUE ELTRICO; SOTERRAMENTO
  • 11. QUEDAS REGRAS GERAIS DE SEGURANA Realizar inspeo no local do servio antes do incio da obra; Inspecionar os dispositivos de proteo, verificando se esto em bom estado; Preparar e montar todo equipamento necessrio para preveno de acidentes; 13
  • 12. CHOQUE ELTRICO Riscos de Acidente As leses provocadas pelo choque eltrico podem ser de 4 naturezas: I. eletrocuo (fatal) II. choque eltrico III. queimaduras e IV. quedas provocadas pelo choque 14
  • 13. PREVENO DE ACIDENTES Para evitar acidentes possvel adotar: Isolamento ou proteo dos cabos com materiais especiais; Evitar ligaes improvisadas ou gambiarras; Manter a fiao longe do contato com a gua; A amarrao dos fios no deve ser feita nas ferragens ou partes metlicas; Evitar deixar os fios eltricos espalhados pelo cho e sem proteo; Evitar a utilizao de andaimes, escadas, barras 15
  • 14. Tipos de Proteo Fusveis e disjuntores; Aterramentos; Materiais isolantes; Uso de EPI 16
  • 15. SOTERRAMENTO (item 18.6 NR 18) A rea de trabalho deve ser previamente limpa, devendo ser retirados ou escorados solidamente rvores, rochas, equipamentos, materiais e objetos de qualquer natureza, quando houver risco de comprometimento de sua estabilidade durante a execuo de servios; Muros, edificaes vizinhas e todas as estruturas que possam ser afetadas pela escavao devem ser escorados; Os servios de escavao, fundao e desmonte de rochas devem ter responsvel tcnico legalmente habilitado; 17
  • 16. PREVENO Para prevenir a ocorrncia de desmoronamentos deve-se ter em ateno a colocao do entulho e outras sobrecargas ao longo da escavao, bem como as vibraes produzidas por mquinas e outros veculos na sua proximidade. 18
  • 17. FATORES DE SEGURANA Grau de conhecimento das solicitaes e materiais a serem utilizados; Caractersticas do solo; Complexidade das condies geotcnicas; Complexidade da execuo do projeto; Confiabilidade dos mtodos adotados, clculos e execuo; Tempo de existncia da escavao; Potencial de gerar acidentes. 19
  • 18. CARTAZES Devem ser colocados, em lugar visvel para os trabalhadores, cartazes alusivos preveno de acidentes e doenas de trabalho. 20
  • 19. GUA obrigatrio o fornecimento de gua potvel, filtrada e fresca para os trabalhadores por meio de bebedouros de jato inclinado ou equipamento similar que garanta as mesmas condies, na proporo de 1 (um) para cada grupo de 25 (vinte e cinco) trabalhadores ou frao. 21
  • 20. O deslocamento no poder ser superior a 100 (cem) metros, no plano horizontal e 15 (quinze) metros no plano vertical (item 18.37.2.1 da NR 18) Em regies do pas ou estaes do ano de clima quente deve ser garantido o fornecimento de gua refrigerada.
  • 21. No sendo possvel a instalao de bebedouro as empresas devem garantir, nos postos de trabalho, suprimento de gua potvel, filtrada e fresca fornecida em recipientes portteis hermeticamente fechados, confeccionados em material apropriado, sendo proibido o uso de copos coletivos. 23
  • 22. A rea do canteiro de obra deve ser dotada de iluminao externa adequada. Nos canteiros de obras, inclusive nas reas de vivncia, deve ser previsto escoamento de guas pluviais. Nas reas de vivncia dotadas de alojamento, deve ser solicitada concessionria local a instalao de um telefone comunitrio ou pblico. obrigatrio o fornecimento gratuito pelo empregador de vestimenta de trabalho e sua reposio, quando danificada. 24
  • 23. Para fins da aplicao da NR 18, so considerados trabalhadores qualificados aqueles que comprovem perante o empregador e a inspeo do trabalho uma das seguintes condies: a) capacitao mediante treinamento na empresa; b) capacitao mediante curso ministrado por instituies privadas ou pblicas, desde que conduzido por profissional habilitado; c) ter experincia comprovada em CTPS de pelo menos 6 (seis) meses na funo. 25
  • 24. No PCMAT devem ser inseridas as precaues que devem ser tomadas na montagem, desmontagem e movimentao de andaimes prximos s redes eltricas. Os empregadores que optarem pelo Sistema de Proteo Limitador de Quedas em Altura devem providenciar projeto que atenda s especificaes de dimensionamento previstas na NR 18, integrado ao - PCMAT 26