novas tecnologias e transformação da estrutura ?· • posicionamento aposta no investimento...

Download Novas tecnologias e transformação da estrutura ?· • Posicionamento Aposta no Investimento Aposta…

Post on 10-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Novas tecnologias e transformao da estrutura produtiva

    Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra19 de Novembro Paulo Barradas Rebelo

  • Apresentao do Grupo

    Enquadramento Inicial

    Fundada em 2001 por um grupo de investidores Portugueses, o Grupo Bluepharma afirmou-se como um grupo de farmacuticos, de capitais privados, localizado em Coimbra.

    Juntamente com a capital de risco PME Capital (detinha 30% da empresa), os Fundadores adquiriram as instalaes fabris da Bayerem Coimbra.

    Enquadramento poltico e econmico do projecto:

    Histrico da Indstria Farmacutica na Europa e em Portugal Agenda de Lisboa (2000) Relatrio da OCDE 2000 Sector Estratgico Nacional (2001 e 2003) Plano Tecnolgico (2005)

  • AGENDA

    A Indstria Farmacutica Multinacional

    Europeia

    Nacional

    Indstria Farmacutica Emergente M. Genricos e Biotecnolgicos O Sector do Medicamentos Genricos uma Indstria muita competitiva

    Os Medicamentos Biosimilares so uma oportunidade para a EU

    O Grupo Bluepharma Actividades, Posicionamento e Evoluo Indicadores Grupo Estratgia de Desenvolvimento Industrial e I&D

    As Novas Tecnologias e a transformao do Processo Produtivo

  • Mercado Farmacutico Mundial atinge em 2009,$ 800 bn

    A Indstria Farmacutica

  • Principais Companhias Farmacuticas

    IMS GIRP 2010

    A Indstria Farmacutica

  • Sectores agregados por Despesas em I&D

    A Indstria Farmacutica

  • Indicadores da IF na Europa -

    A Indstria Farmacutica Europeia

    5 Maior Sector Industrial

  • Indstria Farmacutica em Portugal

    N companhias: 137

    N companhias com instalaes industriais: 20

    N funcionrios: 10.581

    Turnover: 4 000 Mio

    Indicadores 2010:

  • Exportaes (2008): 410 MioCrescimento (2008) 38%110 pases

    Territrios - internacionalizao

    Indstria Farmacutica em Portugal

    Fonte: PharmaPortugal

  • Os Medicamentos Genricos na EU27 representam25 Bilies de poupana aos Governos todos os anos.

    Medicamentos Genricos - Um contributopara a sustentabilidade dos sistemas de sade

    Mkt Share em Volume (EU27)

    Mkt Share em Valor (EU27)

    50% medicamentos

    genricos

    18% medicamentos

    genricos

    Sector dos Medicamentos Genricos

  • Os Medicamentos Genericos mais acessiveiscobrem um largo espectro de tratamentos

    TOP 10 Genricos mais vendidos na UE (2008)

    Classe Terapeutica Moleculas

    ANALGESICOS PARACETAMOL

    ANTIDIABETICOS METFORMINA

    PREPARAES TIROIDE LEVOTIROXINA SODIO

    COLESTEROL SIMVASTATINA

    ANTIULCEROSOS OMEPRAZOLE

    ESTIMULANTS SALBUTAMOL

    ARTRITE ACIDO ACETILSALICILICO

    ANTI-HIPERTENSO AMLODIPINA

    ANALGESICOS CODEINA

    ANTIREUMATICOS IBUPROFENE

    Fonte: IMS Midas database 2008

    Sector dos Medicamentos Genricos

  • Mais de 1.000 companhias em 34 pases Europeus;

    130.000 empregos na EU em I&D, produo e vendas => 23% na Industria Farmacutica;

    10-30 companhias competem por um produto;

    Inovao incremental e investimentos nosmedicamentos biosimilares

    Sector dos Medicamentos Genricos

    Uma Indstria muito competitiva

    Fonte: EGA

  • Medicamentos Biosimilares: Nova oportunidade para EU

    Biosimilars offer new opportunities both for the growth of our generic industry and for the control of our national health expenditure.

    Gnter Verheugen, Vice-President EU Commission (April 2006)

    Sector dos Medicamentos Genricos

  • Despesas com a Sade aumentam com a idade

    Uma maior esperana de vida pode ser associada a mais despesacom a sade

    0

    100

    200

    300

    400

    500

    600

    700

    65 70 75 80 85

    Drug Use/Capita Euros

    Fonte: Life Expectancy; United Nations (average for the 2005-2010 period)Drug use per capita; IMS market prognosis, 2007, ex-manufacturing price

    Sector dos Medicamentos Genricos

  • Sector dos Medicamentos Genricos

    O ano de 2009 atingiu o nvel mais alto de exposio dosmedicamentos queda de patentes, apresentando este mercado, at2020, um valor superior a 89,2 Mil Milhes de euros e expostos competio dos medicamentos genricos.

  • Quota de mercado dos Medicamentos Genricos

    Sector dos Medicamentos Genricos

  • O Sector dos Medicamentos Genricos

    1 CAGR Compound Annual Growth Rate

    Espera-se um crescimento anual de 10% no mercado de medicamentosgenricos, para atingir em 2012 131bn de USD.

    Fonte: IMS Health, MIDAS

    +10%

    +12%

    +10%

    Resto do Mundo

    +10%

    +13%+11%

    +8%

  • Apresentao do Grupo Actividade

    70% 10% 20%

    Produo de medicamentos

    Produo de Medicamentos para empresas farmacuticas nacionais e internacionais (85%) e para Bluepharma Genricos (15%).

    Investigao e desenvolvimento

    Realizao de projectos de Investigao e Desenvolvimento em parceria com empresas farmacuticas multinacionais e centros de investigao de excelncia.

    Comercializao de Genricos

    Comercializao e marketing de 44 medicamentos genricos no mercado ambulatrio.

    (2009)

  • Apresentao do Grupo

    Posicionamento

    Aposta no Investimento

    Aposta na InternacionalizaoAposta na Inovao

    Aposta na Inovao e I&D Centro de Investigao de I&D prprio. Parcerias nacionais e internacionais com Centros de

    Investigao de Excelncia.

    Aposta no Investimento Entre 2001 a 2010 foi efectuado um investimento no

    valor de 20 milhes euros. Crescimento acentuado do Volume de Negcios de

    15% nos dois ltimos anos.

    Aposta na Internacionalizao 70% da sua facturao para exportao (Europa, EUA,

    sia, Amrica Latina e Austrlia).

  • Apresentao do Grupo

    Recursos Humanos

  • Apresentao do Grupo

    Criao daBluepharma;Monocliente

    (Bayer);

    Criao das reas de I&D e Comercializa

    o de MG

    Licenciamentode tecnologia a top players do

    sector

    2001 2003 2007

    1 CicloFase de

    Turnaround

    Incio dos grandesprojectos

    internacionaisde produo

    2005

    2 CicloFase de

    Consolidao

    Fim de contrato da

    Bayer

    Sada daPME Capital

    2009

    CertificaoFDA e

    Ampliao daFbrica BLPH

    Entrada daINOV

    Capital

    Evoluo

  • Da Produo para terceiros ao Desenvolvimento de tecnologia

    A rea de I&D da Bluepharma considerada crucial na estratgia decrescimento da empresa, porque permite a implementao de novastecnologias e processos, a endogeneizao de massa crtica e de culturacientfica, bem como o aparecimento de novos produtos.

    Laboratrio de I&D prprio

    15 % dos Recursos Humanos

    Investimento: 20% da Facturao

    Poltica de Parcerias/Cadeia de Valor

    Investigao Tecnolgica e Molecular

    Desenvolvimento de Medicamentos Genricos

    Apresentao do Grupo

  • Apresentao do Grupo

    Projecto Biostrat

    BluepharmaCoordenao

    Desenvolvimento de formulaes

    INETIModelo M. avium Univ. Barcelona

    Biotecnologia

    Universidade de CoimbraBD/PK

    Citotoxicidade

    OctoPlus, NLConsultoriaScale-up

    Escola Cincias Sade

    Univ. MinhoModelo M. tuberculosis

    Univ. of the Pacific, CA, USA

    Consultoria

    Unidade de produo de protenas recombinantes

    CNC AIBILI

    BLUEPHARMA

    Exemplos de projectos de I&D em que a Bluepharma est envolvida:

    Projecto X-PROT

    Targeted nano-carriers for drug delivery into prostate cancer cells

    Primeiro projecto de Doutoramento em ambiente empresarial na rea da sade em Portugal

    Projecto da Terapia Fotodinmica no Tratamento do Cancro

  • Apresentao do Grupo

    Designao: BLUEPHARMA - Indstria Farmacutica, S.A.

    Posio em 2008

    Valores de I&D

    Lista 1 Empresas e outras instituies com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente por volume de despesa (em Euros) 74 2.532.985

    Lista 2 Empresas e outras instituies com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente por intensidade de despesa (despesa em I&D sobre o volume de negcios) 15 -

    Lista 3.1 Empresas dos servios de informao, telecomunicaes, energia, gua, construo, servios financeiros e outros, com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente por volume de despesa (em Euros) - -

    Lista 3.2 Empresas das indstrias de equipamentos, metalomecnica, qumica, farmacutica, agro-alimentar e outras, com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente por volume de despesa (em Euros) 36 2.532.985

    Lista 4.1 Empresas dos servios de informao, telecomunicaes, energia, gua, construo, servios financeiros e outros, com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente por intensidade de despesa (despesa em I&D sobre o volume de negcios) - -

    Lista 4.2 Empresas das indstrias de equipamentos, metalomecnica, qumica, farmacutica, agro-alimentar e outras, com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente por intensidade de despesa (despesa em I&D sobre o volume de negcios) 5 -

    Lista 5 Empresas e outras instituies com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente do nmero de investigadores, medido em equivalente a tempo integral (ETI) 45 32,2

    Lista 6 Empresas e outras instituies com mais despesa em actividades de I&D em 2008, ordenao decrescente por nmero de Doutorados, medido em equivalente a tempo integral (ETI) - -

    Lista 7 Empresas e outras instituies com mais recursos humanos em actividades de I&D em 2008,