normas de estágio e tcc

Download Normas de Estágio e TCC

Post on 30-Dec-2016

223 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLNDIA (UFU)

    INSTITUTO DE CINICAS BIOMDICAS (ICBIM)

    CURSO DE GRADUAO EM BIOMEDICINA

    ESTGIO SUPERVISIONADO E TRABALHO DE CONCLUSO DE

    CURSO (TCC)

    Uberlndia MG

    2015

  • 2

    ndice Geral

    Pgina

    1- Sobre a profisso 03

    2- Regulamentao da profisso 07

    3- Curso de Graduao em Biomedicina da Universidade Federal de

    Uberlndia (UFU)

    09

    4- Estgio Supervisionado 14

    5- Normas internas para desenvolvimento do trabalho de concluso de

    curso (TCC) vinculado ou no ao estgio supervisionado

    18

    Anexo I - Ficha de comunicao 31

    Anexo II - Ficha de avaliao do TCC 32 Anexo III - Ficha de avaliao do estagirio pelo supervisor 33 Anexo IV - Modelo do relatrio de atividades do estgio supervisionado 34 Anexo V - Cronograma de atividades (2015) 35

  • 3

    1- Profisso

    ____________________________________ Atuao do Biomdico

  • 4

    De acordo com os Conselhos Federal e Regionais de Biomedicina, o biomdico pode

    desempenhar uma srie de funes, entre elas:

    Ensino formando e preparando acadmicos para o exerccio da carreira.

    Pesquisa desenvolvendo e implantando novas tecnologias nas universidades e

    laboratrios.

    Laboratrios testando a eficcia de substncias j existentes no mercado.

    Indstrias desenvolvendo soros, vacinas, reagentes etc.

    Comrcio assumindo a responsabilidade tcnica de empresas que comercializam

    insumos e equipamentos para laboratrios de pesquisa, de ensino e de anlises clnicas.

    Anlises Clnicas realizando exames de anlises clnicas, assumindo a

    responsabilidade tcnica e firmando os respectivos laudos, assumindo e executando o

    processamento de sangue, suas sorologias e exames pr-transfussionais, assumindo

    chefias tcnicas, assessorias e direo destas atividades;

    Anlises Ambientais realizando anlises fsico-qumicas e microbiolgicas para o

    saneamento do meio ambiente.

    Anlises Bromatolgicas realizando anlises para aferio de qualidade dos

    alimentos.

    Biologia Molecular realizando coleta de materiais, anlise, interpretao, emisso e

    assinatura de laudos e de pareceres tcnicos.

    Gentica participando de pesquisas em todas as reas da gentica, como coordenador

    ou membro da equipe; realizando exames de Citogentica Humana e Gentica Humana

    Molecular (DNA), bem como as culturas, preparaes citolgicas e anlises; assumindo a

    responsabilidade tcnica, elaborando e firmando os respectivos laudos e transmitindo os

    resultados dos exames laboratoriais a outros profissionais, como consultor, ou

    diretamente aos pacientes, como aconselhador gentico.

    Reproduo Humana atuando em Identificao e Classificao Oocitria;

    Processamento Seminal; Espermograma; Criopreservao Seminal; Classificao

    embrionria; Criopreservao Embrionria; Bipsia Embrionria e Hatching; atuando em

    Embriologia; realizando a manipulao de gametas (ocitos e espermatozides) e pr-

    embries.

    Citologia Onctica realizando a coleta de material crvico vaginal e leitura da

    respectiva lmina, exceto a coleta de material atravs da tcnica de Puno Bipsia

  • 5

    Aspirativa por Agulha Fina (PAAF); realizando a leitura de citologia de raspados e

    aspirados de leses e cavidades corpreas, atravs da metodologia de Papanicolaou;

    atuando no setor de imunohistoqumica e imunocitoqumica, referente ao diagnstico

    citolgico; assumindo responsabilidade tcnica, firmando os respectivos laudos.

    Banco de Sangue executando o processamento de sangue e sua sorologia; realizando

    exames pr e ps transfusionais; assumindo chefias tcnicas, assessorias e direo de

    unidades; manuseando equipamentos de auto-transfuso. O profissional legalmente

    habilitado nesta rea poder exercer todas as atividades inerentes a este campo, com

    exceo do ato transfusional. A responsabilidade tcnica deve ficar a cargo de um mdico

    especialista em Hemoterapia e / ou Hematologia.

    Acupuntura realizando atendimento em consultrio voltado atividade e

    procedimentos de Acupuntura; aplicando o diagnstico energtico (complementar ao

    diagnstico clnico nosolgico); aplicando procedimentos tcnicos para promoo do

    equilbrio energtico - orgnico; exercendo atividades ligadas docncia e pesquisa.

    Imagenologia atuando em Tomografia computadorizada (TC), Ressonncia

    Magntica (RM), Medicina nuclear (MN), Radioterapia (RT), ultra-sonografia (USG) e

    radiologia mdica, excluda a interpretao de laudos. No que se refere Tomografia

    Computadorizada e Ressonncia Magntica, as reas mais significativas so: operao

    de equipamentos; desenvolvimento de protocolos de estudo e examinao;

    desenvolvimento de novas tcnicas; coordenao de grupos de colaboradores,

    administrao e gesto de contedo e contingente dos setores. Atuando em exame de

    ultra-sonografia. Por ser um exame praticamente mdico dependente (o laudo ser

    elaborado pelo executante do exame) tem poucos Biomdicos atuando neste seguimento

    quando comparado a TC e RM; atuando no campo da Informtica Mdica, exercendo

    atividades no produto final dos exames, seja o contedo de dados ou armazenamento das

    imagens adquiridas. Os sistemas HIS (Hospital Information System), RIS (Radiology

    Information System) e PACS (Picture Archiving in Communication System) esto sendo

    implantados nos centros de diagnsticos e necessitam de profissionais Biomdicos para

    atuar neste seguimento.

    Coleta de materiais realizando toda e qualquer coleta de amostras biolgicas para

    realizao dos mais diversos exames, como tambm supervisionar os respectivos setores

    de coleta de materiais biolgicos de qualquer estabelecimento que a isso se destine.

  • 6

    Excetuam-se as bipsias, coleta de lquido, cefalorraquidiano (liquor) e puno para

    obteno de lquidos cavitrios em qualquer situao.

    ** No exerccio das atribuies acima indicadas, poder o Biomdico assumir a

    responsabilidade tcnica, quer de Laboratrios, quer de indstrias, firmando os

    respectivos laudos ou pareceres.

    ** Para a realizao dessas atividades o biomdico dever ter o reconhecimento de

    habilitao na rea especfica.

    ** Para o exerccio de quaisquer das atividades referidas, torna-se indispensvel prvia

    inscrio do Biomdico no Conselho da sua regio.

    Atuando ainda nos campos de anlise ambiental, microbiologia, parasitologia,

    imunologia, hematologia, bioqumica, biofsica, virologia, fisiologia (geral e humana),

    sade pblica, radiologia, microbiologia de alimentos, histologia, patologia,

    farmacologia, psicobiologia, biologia molecular, informtica de sade, anatomia

    patolgica, sanitarista, toxicologia e perfuso extracorprea.

  • 7

    2 - Regulamentao da Profisso

    ______________________________________________ A profisso de Biomdico se encontra regulamentada pela Lei Federal n 6.684, de 3 de

    setembro de 1979 e Decreto Federal n. 88.439, de 28 de junho de 1983. A mesma lei federal criou o

    Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) e os Conselhos Regionais de Biomedicina (CRBMs), com o

  • 8

    objetivo de orientar, disciplinar e fiscalizar o exerccio da profisso de Biomdico. As atividades dos

    Biomdicos esto regulamentadas nas Resolues n 78 e n 83, de 29/4/02, n 135, de 3/4/07, n 140,

    de 4/4/07 e n 145, de 30/8/07, do CFBM, que dispem sobre o Ato Profissional Biomdico, fixam o

    campo de atividades e criam normas de responsabilidade tcnica.

    O Biomdico oficialmente reconhecido como profissional da rea da sade, conforme Resoluo n

    287, de 8/10/98, do Conselho Nacional de Sade/CNS e integra a CBO do Ministrio do Trabalho,

    grupo 2212-05.

    Para obter as habilitaes, o Biomdico tem que comprovar currculo, alm de estgio com

    durao mnima de 500 horas realizado em instituies (oficial ou particular) reconhecidas por rgo

    competente do Ministrio da Educao; ou em laboratrio conveniado com instituies de nvel

    superior; ou ter sido aprovado em cursos de ps-graduao reconhecidos pelo MEC. O exerccio de

    determinada habilitao implica a necessria especializao do titular na rea especfica de atuao,

    devidamente comprovada e registrada no CRBM de sua jurisdio. Caso contrrio, ser caracterizado

    exerccio ilegal da profisso, crime previsto na Legislao Penal.

  • 9

    3- Curso de Graduao em Biomedicina da Universidade Federal de Uberlndia (UFU)

    A) Dados de identificao

    Denominao do Curso: Curso de Graduao em Biomedicina

    Modalidade oferecida: Bacharelado

  • 1 0

    Titulao conferida: Bacharel em Biomedicina

    Ano de incio de funcionamento do Curso: 1 semestre 2007

    Durao do Curso: 04 anos

    o Prazo mnimo: 04 anos

    o Prazo mdio: 04 anos

    o Prazo mximo: 06 anos

    Documento de autorizao do curso: Resoluo CONSUN n12/2006

    Regime Acadmico: semestral

    Entrada: anual

    Turno de oferta: integral

    Nmero de vagas oferecidas: 25

    Carga Horria Total do Curso: 4205 h

    O Curso de Biomedicina da Universidade Federal de Uberlndia visa formar profissionais

    capacitados a desenvolver atividades de pesquisa e docncia, bem como prestao de servios na rea de

    sade, relacionados a sua formao especfica, de acordo com as diretrizes constantes no Conselho

    Federal de Biomedicina.

    Como profissional da rea das Cincias da Sade, o biomdico formado pela UFU dever:

    ser capaz de estabele