nº 407 edição brasil

Click here to load reader

Post on 27-Mar-2016

251 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

- O futuro do Magazine Luiza - CERVEJAS A estratégia da Petrópolis para desbancar os estrangeiros e fi car com a vice-liderança

TRANSCRIPT

  • AmricaE

    cono

    mia

    BRASILBRASIL www.americaeconomiabrasil.com.br

    Crise O que o Brasil deve esperar do cenrio internacional em 2012

    MA

    GA

    ZIN

    E LU

    IZA

    , A H

    OR

    A D

    E A

    RR

    UM

    AR

    A C

    ASA

    N 4

    07

    Jan

    eiro

    /201

    2

    O futuro do Magazine Luiza

    NOVA FASE Com um p no governo, Luiza Trajano arruma a casadepois do IPOe das aquisies

    CERVEJASA estratgia da Petrpolis

    para desbancar os estrangeiros e fi car

    com a vice-liderana

    VERGONHACansados de

    falcatruas, brasileiros pressionam por

    mais punio no pas

    da corrupo

    No 4

    07

    JA

    N/2

    012

    R$

    10,0

    0IS

    SN 1

    414-

    2341

    CAPA 407_LUIZA_OK.indd 1 19/12/11 21:15

  • CLIENT: FedExPRODUCT: HALO: Teamwork - BrazilJOB#: P16591SPACE: Full Page 4/CBLEED: 210 mm x 276 mmTRIM: 200 mm x 266 mmSAFETY: 180 mm x 246 mmGUTTER: NonePUBS: America Economia - PortugueseISSUE: NoneTRAFFIC: Kimberly WigginsART BUYER: Betsy JablowACCOUNT: Michael BantigueRETOUCH: NonePRODUCTION: Rick JonesART DIRECTOR: NoneCOPYWRITER: None

    This advertisement was prepared by BBDO New York

    FontsUnivers (55 Roman, 59 Ultra Condensed)Graphic Name Color Space Eff. Res.FEDEX_TEAMWORK_CMYK Portuguese.tif (CMYK; 978 ppi)

    Filename: P16591_FX_HAL_V1.inddProof #: 1 Path: Studio:Volumes:Studio:MECHANIC..._Mechanicals:P16591_FX_HAL_V1.inddOperators: Robinson, David / Robinson, David

    Ink Names Cyan Magenta Yellow Black

    Created: 10-19-2011 4:39 PM Saved: 12-16-2011 5:37 PMPrinted: 11-16-2011 1:20 PMPrint Scale: 100%

    2

    011

    Fed

    Ex.

    All

    rig

    hts

    res

    erve

    d.

    Como voC entrega 8,5 milhes de remessas por dia? trabalho em equipe.o nosso conhecimento global provm de 290.000 especialistas locais. uma equipe altamente comprometida e dedicada em fornecer as solues certas para voc. seja qual for o tamanho do seu negcio e seja qual for a oportunidade.

    Conecte o seu negcio a um mundo em transformao. connect.fedex.com

    X1A

    S:180 mmS:246 mm

    T:200 mmT:266 mm

    B:210 mmB:276 mm

  • Janeiro, 2012 AmricaEconomia 3

    Foto de Capa:Marcela Beltro

    SEES4 Portal6 Carta ao Leitor8 ndice de Empresas10 Pistas12 Negcio Fechado

    14 Movimentos35 Opinio Caio Megale39 Opinio Mac Margolis 78 Ibiz Bancos Mveis82 Opinio Luiz Fernando Furlan

    FinAnAS

    50 Monoplio ameaadoOs concorrentes da BM&FBovespa

    54 Entrevista Edemir PintoO impacto da crise na bolsa

    56 PremiaoAmricaEconomia homenageia os maiores bancos da Amrica Latina

    DEbAtES

    58 Riscos GlobaisO que a economia reserva para 2012

    64 CorrupoBrasileiros pedem punio mais rigorosa

    71 IndicadoresPobreza diminui na Amrica Latina

    72 Sade de ChvezRevoluo bolivariana em xeque

    74 Indstria petroleira na ColmbiaSetor ganha fora envolto em polmicas

    76 Disputas trabalhistas Consultoria ajuda a reduzir problemas

    nEgcioS

    18 Mercado cervejeiroGrupo Petrpolis acelera crescimento

    26 CAPA Magazine LuizaO ano de arrumar a casa

    32 Rumo Amrica Latina Os planos da Hering fora do Brasil

    36 Papel e celulose Otimistas, brasileiras investem em aumento de capacidade

    40 Aviao low-cost Peru planeja nova companhia estatal

    42 Especial Empreendedorismo As histrias que deram certo

    48 Especial EmpreendedorismoCuba ganha curso voltado aos negcios

    26

    Foto

    : Mar

    cela

    Bel

    tro

    NESTA EDIO

    64

    Foto

    : ABr

    NESTA EDIAO.indd 3 19/12/11 16:58

  • PORTAL

    4 AmricaEconomia Janeiro, 2012

    www.americaeconomiabrasil.com.br

    Custo socialA expanso das despesas primrias da Unio, nos l-timos dez anos, tem sido provocada pelo aumento dos gastos com transferncia de renda e com repasses para estados e municpios. Resultados de um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econmica Aplicada), publicado no site de AmricaEconomia, mostram que a redistribui-o de renda por meio de gastos sociais foi a principal causa do crescimento dos custos federais no perodo. A

    PIB encolhidoO Brasil teve o pior resultado entre os Brics para a evoluo do PIB (Produto Interno Bruto) no ter-ceiro trimestre de 2011, ante o mesmo perodo de 2010, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Ge-ografi a e Estatstica). Enquanto a economia brasi-leira registrou 2,1%, a China teve alta de 9,1%, a ndia, de 6,9%, a Rssia cresceu 4,8% e a frica do Sul, 3,1%. Na comparao com o trimestre ante-rior, o PIB do Brasil teve expanso nula no perodo (0,0%), fi cando atrs de Japo (1,5%), Noruega (1,4%), Mxico (1,3%), Coreia do Sul (0,7%), Chile (0,6%), Alemanha (0,5%), Estados Unidos (0,5%), Reino Unido (0,5%), Frana (0,4%) e Unio Euro-peia (0,2%).

    Contra a misria infantilO governo do presidente da Venezuela, Hugo Chvez, lanou, em dezembro, o programa Misso Filhos da Venezuela, que prev a transferncia de 430 bolvares cerca de R$ 180 por ms para crianas e adoles-centes menores de 18 anos que vivem em situao de extrema pobreza no pas. Dependentes com defi cin-cia podero receber 600 bolvares aproximadamen-te R$ 250. Segundo dados do governo, a pobreza na Venezuela caiu de 49% para 27,4% entre 1998 e o primeiro semestre de 2011. J a pobreza extrema pas-sou de 21% para 7,3% no mesmo perodo. No entan-to, o pas ainda tem cerca de 2,5 milhes de pessoas em condio de extrema pobreza, entre elas 800 mil crianas com at 9 anos.

    Leia no PortalSiga o site da AmricaEconomia no Twitter: twitter.com/AEBrasil

    Foto

    : Shu

    tter

    stoc

    k

    Nem a crise internacional deve conter o aumento da demanda mun-dial por energia. A edio 2011 do anurio World Energy Outlook, divulgado em dezembro pela AIE (Agncia Internacional de Energia), aponta que haver um acrscimo de um tero entre 2010 e 2035. A China continuar sendo o maior consumidor mundial, usando 70% a mais de energia do que os Estados Unidos, o segundo colocado. Para a diretora executiva da AIE, Maria van der Hoeven, o Brasil tem avanado signifi cativamente no conhecimento e no desenvolvimento de tecnologias. Apesar de no ser um pas membro, o Brasil tem parcerias bastante positivas com nossa agncia, lembrou a diretora, citando, entre as tecnologias, a de veculos bicombustveis. No entan-to, a demanda primria por energia crescer 78% entre 2009 e 2035 no pas. o segundo maior aumento, atrs apenas da ndia.

    Mais energia

    transferncia de renda s famlias respondeu por 71,1% das despesas federais de 2001 a 2011. Esse aumento, no entanto, no resultado de transferncia pelo Programa Bolsa Famlia, mas por aposentadorias, auxlios e pen-ses pagos pela Previdncia Social. Os benefcios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) responderam por 33,1% do crescimento das transferncias s famlias em relao ao PIB, entre 2004 e 2010.

    POTAL 407.indd 4 19/12/11 17:01

  • 0

    5

    25

    75

    95

    100

    SPRING-200x260mm-Itapemirim

    segunda-feira, 19 de dezembro de 2011 11:40:05

  • 6 AmricaEconomia Janeiro, 2012

    CARTA AO LEITOR

    PUBLISHERJos Roberto Maluf

    CONTEDODiretora de Redao: Tatiana EngelbrechtEditora Executiva: Paula PachecoDiretor de Arte/Projeto Grfico: Luiz Fernando MachadoReprteres: Graziele Dal-B e Srgio SiscaroEditora do Site: Adriana ChavesReviso: Jos Genulino Moura RibeiroColaborador: Vrtice Translate (traduo)

    COMERCIALIZAO Diretor Comercial: Maurcio Castro [email protected] de Contas: Dora Magalhes [email protected] Hidalgo [email protected]

    MARKETINGMarcia Leonardi e Elisangela Goto

    ADMINISTRATIVO/FINANCEIROGerente Financeiro: Edison Arduino

    CIRCULAOGerente: Fatima Oliveira

    Pr-impresso: First PressPeriodicidade: Mensal (Janeiro de 2012)CTP, impresso e acabamento: IBEP Grfica

    Circulao auditada por:

    SPRING EDITORA-PRODUTORARua Ferreira de Arajo, 202, 7o andar CEP: 05428-000 So Paulo/SP Tel.: 11 3097-7666Site: www.springcom.com.brE-mail: [email protected]

    AMRICAECONOMA INTERNACIONALDiretor: Elias Selman CarranzaVice-presidente Executiva: Gloria Landabur C.Diretor Editorial: Felipe Aldunate M.Editores: Fernando Chevarra (Lima), Juan Pablo Rioseco e Carlos Tromben (Santiago), Karen Correa e Pamela Velasco (Guaiaquil)Diretor de Arte: lvaro Araya Urquiza Editor de Fotografia: Miguel CandiaChefe de Operaes: Matas Agurto

    AMRICAECONOMA INTELLIGENCE(Estudos e Projetos Especiais)Diretor: Jaime Contreras SoriaPesquisador Snior: Andrs AlmeidaAnalista: Catherine Lacourt e Rodrigo Dorn Pesquisador Especial de Cidades: Marco Ceballos

    AMRICAECONOMIA.COMDiretor de Estratgia Digital: Rodrigo GuaiquilEditor: Lino Solis de Ovando

    ESCRITRIOSBuenos Aires: +5411 4383-8410 Cidade do Mxico: +5255 5254-2400 Costa Rica: +506 225-6861Lima: +511 610-7272 Miami: +305 648-9071 Panam: +507 271-5327Santiago: +562 290-9400 Uruguai: +5982 901-9052

    Chairman: Robert R. Paradise

    BRASILwww.americaeconomiabrasil.com.br

    Como se inspirar em 2012?No encontro de fim de ano com a imprensa, Dilma Rousseff fez um balano sobre os primeiros 12 meses de governo, marcados pela demisso de sete mi-nistros seis deles envolvidos em escndalos de corrupo. Muito cobrada pela opi-nio pblica e pela mdia, sob a ameaa de dar adeus a mais um ministro (Fernando Pimentel, do Desenvolvimento), a presidente trombeteou que no sero admitidas irregularidades em sua gesto. No tem nenhum compromisso com qualquer pr-tica inadequada de corrupo dentro do governo. nenhum, zero. Tolerncia zero, disse. Uma presidente que no compactua com irregularidades no governo pode ser o apoio necessrio para que as regras do jogo mudem e