natureza dos maciÇos rochosos - 2_mecanismos de ruptura em... · ruptura planar, em cunha ou...

Download NATUREZA DOS MACIÇOS ROCHOSOS - 2_mecanismos de ruptura em... · RUPTURA PLANAR, EM CUNHA OU COMBINADA

Post on 13-Dec-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

NATUREZA DOS MACIOS ROCHOSOS

Rocha intacta: material rochoso isento de

descontinuidades na escala de interesse.

Descontinuidades so planos de fraqueza no

macio rochoso, de origem geolgica e resistncia

trao nula.

Os macios rochosos so formados pela rocha e

descontinuidades que os compartimentam. So

meios heterogneos e descontnuos.

Talude em solo de filito dolomtico

Talude em rocha

Ruptura em talude de mina devido eroso

Rupturas em talude de gnaisse

Tipos de descontinuidades

Influncia do efeito escala na ruptura de um talude (Huallanca, 2004,

modificado de Patton e Deere).

RUPTURA PLANAR, EM CUNHA OU

COMBINADA

A ruptura pode ocorrer segundo superfcies de

descontinuidades em diversas combinaes de

geometrias.

A superfcie de ruptura pode ser planar ou em

degraus.

Descontinuidades pouco persistentes mas conectadas

podem formar uma superfcie de ruptura contnua.

Combinaes de descontinuidades formando superfcie de ruptura (Sjberg, 1999).

ESCORREGAMENTO (UNESP/IGLA)

ESCORREGAMENTO (Oliveira & Brito, 1998)

Ruptura Planar

Rupturas em Cunha

SUPERFCIES DE RUPTURA CURVAS

A superfcie de ruptura pode ser curva ao invs de planar.

Superfcies circulares podem ocorrer em rochas

alteradas, onde as descontinuidades no estejam

preservadas. Tpicas de material com comportamento

granular.

Superfcies de ruptura circulares e plano-circulares (Sjberg, 1999).

SUPERFCIES DE RUPTURA CURVAS

Superfcies de ruptura curvas esto presentes em taludes onde as descontinuidades no se encontram preservadas.

Ocorrem tambm em taludes de solo, pilhas de estril e barragens de rejeito.

Em taludes de grande porte a ruptura pode ocorrer pela rocha e pelas descontinuidades. A rotao e translao de blocos rochosos individuais tambm podem estar envolvidas no desenvolvimento da superfcie de ruptura.

Em taludes de grande porte tambm possvel a ocorrncia de rupturas combinadas do tipo plano-circular ou em degraus.

SUPERFCIES DE RUPTURA CURVAS

Apenas superfcies curvas bidimensionais foram

representadas, mas na realidade esse tipo de ruptura

tridimensional.

Antes da ruptura

Depois da ruptura - 1992

Mina a cu aberto com rea afetada pela ruptura em itabirito

RUPTURA POR TOMBAMENTO

Ocorre em taludes onde as descontinuidades mergulham

contra a face.

Caracteriza-se pela rotao de colunas de rocha formadas

por descontinuidades persistentes de forte mergulho.

Trs tipos principais de tombamento so conhecidos:

tombamento flexural,

tombamento de blocos,

tombamento bloco-flexural .

QUEDA DE BLOCOS (Oliveira & Brito, 1998)

RUPTURA POR TOMBAMENTO (Hoek & Bray, 1981).

TOMBAMENTO DE BLOCOS

TOMBAMENTO BLOCO-FLEXURAL

TIPOS DE TOMBAMENTO SECUNDRIO

RUPTURA POR TOMBAMENTO EM

TALUDES DE GRANDE PORTE

Em muitas minas a cu-aberto foram observadas

rupturas profundas por tombamento flexural.

Nesse caso foram observados a rotao e o cisalhamento

ao longo de descontinuidades de forte mergulho.

Uma superfcie de ruptura basal pode ser observada.

TOMBAMENTO FLEXURAL EM TALUDES DE GRANDE PORTE

Tombamento under-dip (Sjberg, 1999).

Talude em macio rochoso foliado (Adhikary et. al., 1996).

FLAMBAGEM DE PLACA FINA

FLAMBAGEM

MECANISMO DE RUPTURA POSSVEL EM TALUDE ALTO

REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS

Adhikary, D., Dyskin, A. V. & Jewell, R. J. (1996). Numerical modelling of the flexural deformation of foliated rock slopes. Int. J. Rock Mech. Min. Sci. 33 (6), pp. 595-606. Hoek E. & Bray J. W. (1981). Rock Slope Engineering. 3rd edition. Inst. of Mining and Metallurgy, London, UK. Hoek E., Read J., Karzulovic A. & Chen Z. Y. (2000). Rock slopes in Civil and Mining Engineering. International Conference on Geotechnical and Geological Engineering, GeoEng2000, Melbourne, pp. 1-16. Huallanca, R. E. Z. (2004). Mecanismos de ruptura em taludes altos de minerao a cu-aberto. Dissertao de mestrado. Escola de Engenharia de So Carlos, USP. 114p. Lopes M. C. (2006). Comportamento geotcnico e mecanismos de ruptura em rochas brandas Mina Crrego do Stio. Dissertao de mestrado. Universidade Federal de Ouro Preto. 94p. Sjberg J. (1999). Analysis of large scale rock slopes. Doctoral thesis. University of Technology, Lulea, Sweden. 682p.

Recommended

View more >