natural ambiente ar difuso e aquicultura - aeração ?· p15 = difusor plano de 15 cm de...

Download NATURAL AMBIENTE Ar Difuso e Aquicultura - Aeração ?· P15 = Difusor plano de 15 cm de diâmetro;…

Post on 08-Nov-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    NATURAL AMBIENTE

    Ar Difuso e Aquicultura - Aerao

    1) Desestratificao e Aerao de Lagos e Tanques pg 4. 2) Aerao em Viveiros de Camares e Piscicultura e

    Aerao de Tanques pequenos em Srie pg 8.

    3) Aerao em Tanques Rede pg 12. 4) Aerao e Despoluio de Rios pg 14.

    snatural@snatural.com.br www.snatural.com.br - Fones: (11) 5072-5452/5562-1669/5565-3254

  • 2

    NATURAL AMBIENTE

    Ar Difuso e aplicaes em Aquicultura - Aerao

    Aerao por Ar Difuso

    Tamanho de Bolha do

    Difusor e do Aerador de P

    O sistema de ar difuso por membrana uma evoluo do sistema mecnico, se destaca pelo baixo consumo de energia (reduo de 40%), o sistema de escolha para tratamento de efluentes industriais e esgoto domstico por ser mais eficiente devido ao tamanho de bolha que produz e devido profundidade em que injetado.

    Sistema de soprador com difusores de ar para circulao de guas e aerao de viveiros de engorda de camares foi quantificado material para instalao de uma rea de 01 hectare com difusores de ar ARMAX 50 e soprador radial de mltiplo estgio de 4 CV. A rede principal de ar ser de 2 ou 1 polegada, em polietileno comum ou polietileno de alta densidade. Para um cultivo intensivo de peixes a relao pode ser facilmente diminuda para 1 CV/Ha.

    Modelos de difusores

    Tubular: T60, T90 e T120 Autoafundante M1 Autoafundante P15, Autoafundante P20 e P20 Normal

    snatural@snatural.com.br www.snatural.com.br - Fones: (11) 5072-5452/5562-1669/5565-3254

  • 3

    NATURAL AMBIENTE

    Aerao com ar Difuso e com Aeradores de P - Perodo de 10 min

    Rendimentos de aerao (Ar Difuso e Aeradores Mecnicos):

    Aerador T* E** Mecnico de Superfcie Baixa/Mdia/Alta Velocidade 14 18 0,4 - 0,8

    Microbolha-Difusores Colocao no Fundo/Lateral 15 32 0,2 - 0,6

    Bolha Grossa 8 - 16 0,5 - 0,7

    T* - Transferncia de O2 em gua limpa Quantidade de O2 transferido/Quantidade total de O2 fornecido;

    E** - Energia Necessria para atingir a mesma aerao/KWA

    (Fonte: EPA - Environmental Protetion Agency USA 1982)

    Sistemas de Aerao

    Aerador Difusores Prato Difusor Tipo Tubular Difusores Auto-Afundantes

    Compressores

    Soprador Radial Compressor de Membrana Compressor Mltiplo Estgio

    snatural@snatural.com.br www.snatural.com.br - Fones: (11) 5072-5452/5562-1669/5565-3254

  • 4

    NATURAL AMBIENTE

    Aplicaes da Aerao por Ar Difuso em Aquicultura:

    1) Aerao e Desestratificao de Lagos e Tanques

    A matria orgnica, folhas, fezes dos peixes, rao, animais mortos, etc., se concentram no fundo dos tanques e lagos para se decompor. As condies de decomposio so normalmente anaerbias (ausncia de oxignio) e cidas, produzem amnia e outros gases txicos que se acumulam no fundo do tanque (lodo) tornando-o inabitvel para organismos aerbios como o peixe e camaro.

    Lagos com equilibrada presena de algas (cianofceas unicelulares e outras), produzem oxignio

    naturalmente durante o dia, mas durante a noite, estas mesmas plantas, consomem todo o oxignio

    produzido podendo deixar os animais com carncia perigosa. Por este motivo os peixes costumam

    aparecer na superfcie da gua logo que o dia nasce quando as condies de oxignio so as piores.

    Um lago natural apresenta vrios habitats ao longo de seu perfil onde a gua se caracteriza por temperatura, nvel de oxidao, pH e penetrao e luz que propicia ou no o desenvolvimento dos habitantes aquticos.

    snatural@snatural.com.br www.snatural.com.br - Fones: (11) 5072-5452/5562-1669/5565-3254

  • 5

    NATURAL AMBIENTE A aerao deve suprir as necessidades dos organismos existentes camaro, peixes, bentons e microorganismos proporcionando um nvel de oxignio dissolvido na gua acima de 5 mg/l (miligramas por litro) pois concentraes mais baixa podem lhes comprometer a produtividade ou mesmo letal.

    Em relao sua disponibilidade na gua, o oxignio pode se classificar:

    a) Independncia de oxignio - o animal tem O2 suficiente para

    realizar satisfatoriamente todas as suas atividades metablicas:

    (> 5 mg/l ).

    b) Dependncia alimentar - o animal no dispe de O2 suficiente

    para metabolizar os alimentos ingeridos (Entre 3 5 mg/l) ;

    c) Dependncia fisiolgica - o animal fica estressado e doente (Entre 2 -3 mg/l)

    d) Mortalidade - O animal morre por hipxia (Entre 0 1

    mg/l) . Outra caracterstica benfica da aerao que tambm oxida o material orgnico reduzindo a demanda biolgica de oxignio (DBO).

    Um dos principais problemas em aqicultura, piscicultura e criao de camares deriva de uma migrao deste lodo para as camadas mais superficiais da gua, podendo matar os peixes. A amnia entra no

    sangue (hemoglobina) envenenando os animais. No caso do camaro mais grave pois este j habita o

    fundo do tanque. Tempestades fortes que produzam grandes entradas de gua ou mesmo s o vento, so capazes de revolver o fundo de tanques, lago ou represas trazendo superfcie o lodo, com forte

    impacto no bem estar dos peixes que so envenenados por esta gua podre.

    A oxigenao natural de lagos pelas microalgas cianofceas e vento ocorre apenas na superfcie entre 1 e 2 metros de profundidade caindo a praticamente zero aps os 3 metros de profundidade. Condies anxicas (sem oxignio) impedem o metabolismo dos peixes matando-os. A falta de oxignio tambm reduz a resistncia a doenas e impede que o animal se alimente. Peixes comem 1-2% ao dia de seu peso produzindo fezes que geram amnia (NH3), gs sulfdrico (H2S), cido carbnico (CO2) e outros produtos txicos na gua. A presena de oxignio evita estes problemas e permite aumento de lotao (biomassa).

    A aerao de tanques permite uma maior produo de peixe e camaro, melhora a aparncia dos lagos

    para prtica de esportes e, a aerao, aumenta a transparncia da gua, acaba com os odores e reduz a probabilidade de ocorrncia de pragas e doenas relacionadas gua como a Dengue e Leptospirose. O tipo de aerao determinado pelo tamanho do tanque/lago, pela quantidade de peixes (biomassa) e pela profundidade do tanque.

    A SNatural, especialista em aerao, trabalha com equipamentos de baixa manuteno e alta eficincia com aerao por microlhas e difusores e ar difuso.

    snatural@snatural.com.br www.snatural.com.br - Fones: (11) 5072-5452/5562-1669/5565-3254

  • 6

    NATURAL AMBIENTE Para aerao e desestratificao de tanques ou lagos profundos se utilizam compressores de alta presso e difusores auto-afundantes/submersveis.

    O sistema de aerao no deixa acumular o lodo

    no fundo mantendo-o sob agitao oxidando- o rapidamente pelo oxignio dissolvido. Todo o perfil

    de gua passa a ser oxigenado aumentando o

    volume til de criao para os peixes. Tambm

    evita as condies cidas de fundo e morte de peixes associada com inverses trmicas do lago

    ou inverses de camadas da gua.

    Se utilizada uma bomba de gua colocada na superfcie, a aerao se faz com o Venturi

    conectado mangueira de circulao de gua

    vinda da bomba. O sistema de aerao com

    venturi pode ser usado com distribuio para vrios tanques de criao.

    A aerao dobra a capacidade de criao de um tanque de 4 tons/ha para 8 tons/ha, entretanto, se houver acumulao de lodo no fundo e este vier tona por qualquer motivo poder haver mortandade total do lote. Nas represas onde se pratica a criao em tanque rede tem-se observado em determinadas pocas do ano mortandades de peixe de uma hora para a outra sem grandes explicaes. Acreditamos que a origem do problema se encontra na inverso das camadas do fundo conforme comentado. A tcnica acima de remoo ou movimentao de lodo minimiza estas possveis perdas.

    Sistemas de Aerao e Difusores:

    Compressores:

    100-200l/min 1000-2000litros/min- 50-200 litros/min--

    100-200 litros/mim-

    1000-50 000 l/min- at 2 metros 12 Volts

    para 20-50 metros 3-4 metros at 2,5 metros at 30 metros

    Aspecto Geral

    snatural@snatural.com.br www.snatural.com.br - Fones: (11) 5072-5452/5562-1669/5565-3254

  • 7

    NATURAL AMBIENTE Equipamentos/Aeradores de Ar Difuso

    Dados relativos a um consumo de oxignio para manuteno de Tilpia de 50 mg de O2/hora/kg de peixe vivo e uma capacidade de dissoluo de O2 de 0,80 kg de O2 /kwhora

    Potencia Biomassa

    Difusores Colocao Vazo

    Modelo/Compressor e difusores (Litros (KWH) (tons peixe)

    Modelo (Profundidade - m) ar/min)

    Aeromax 35 At 0,5 t 1 P15 At 1,5 m

    50 l

    ar/min

    AeroMax 2,0 t

    2 P15 ou At 1,5 m

    100 l

    70 1 P20 ar/min

    AeroMax 2,5 T

    3 P15 ou Ate 2,0 m

    140 l

    350 2 P20 ar/min

    AeroMax 5,5 t

    10 P15 ou At 0,5 m

    500 l

    350 S 5 P20 ar/min

    AeroMax 11,0 t

    24 P15 ou At 1,0 m

    700 l

    750 12 P20 ar/min

    AeroMax 25,0 t

    At 1,3 m

    1800

    Aeromax 45,0 t

    At 3,0 m

    3500

    Aeromax 75,0 t

    At 2,5 m

    5600

    Obs1.: P15 = Difusor plano de 15 cm de dimetro; P20 = Difusor Plano com 20 cm de diametro Obs2.: os dados de biomassa indicados para cada equipamento acrescentam-se s condies j existentes; cada tanque ou lago apresenta uma dada capacidade de lotao relativa prpria capacidade de gerar oxignio, via bactrias e algas fotossintticas. (Fotossntese)

    A instalao dos compressores 003 e 007 com 01 ou 2 difusores P