nativa e pastagem na regiÃo de manicorÉ, ?· nativa e pastagem na regiÃo de manicorÉ, amazonas...

Download NATIVA E PASTAGEM NA REGIÃO DE MANICORÉ, ?· NATIVA E PASTAGEM NA REGIÃO DE MANICORÉ, AMAZONAS Revista…

Post on 11-Jan-2019

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Revista Brasileira de Cincia do Solo

ISSN: 0100-0683

revista@sbcs.org.br

Sociedade Brasileira de Cincia do Solo

Brasil

Eleotrio de Aquino, Renato; Costa Campos, Milton Csar; Marques Jnior, Jos; Amorim de Oliveira,

Ivanildo; Campos Mantovaneli, Bruno; Rodrigues Soares, Marcelo Dayron

GEOESTATSTICA NA AVALIAO DOS ATRIBUTOS FSICOS EM LATOSSOLO SOB FLORESTA

NATIVA E PASTAGEM NA REGIO DE MANICOR, AMAZONAS

Revista Brasileira de Cincia do Solo, vol. 38, nm. 2, 2014, pp. 397-406

Sociedade Brasileira de Cincia do Solo

Viosa, Brasil

Disponvel em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=180231134004

Como citar este artigo

Nmero completo

Mais artigos

Home da revista no Redalyc

Sistema de Informao Cientfica

Rede de Revistas Cientficas da Amrica Latina, Caribe , Espanha e Portugal

Projeto acadmico sem fins lucrativos desenvolvido no mbito da iniciativa Acesso Aberto

http://www.redalyc.org/revista.oa?id=1802http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=180231134004http://www.redalyc.org/comocitar.oa?id=180231134004http://www.redalyc.org/fasciculo.oa?id=1802&numero=31134http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=180231134004http://www.redalyc.org/revista.oa?id=1802http://www.redalyc.org

GEOESTATSTICA NA AVALIAO DOS ATRIBUTOS FSICOS EM LATOSSOLO SOB FLORESTA... 397

R. Bras. Ci. Solo, 38:397-406, 2014

GEOESTATSTICA NA AVALIAO DOS ATRIBUTOS FSICOS

EM LATOSSOLO SOB FLORESTA NATIVA E PASTAGEM NA

REGIO DE MANICOR, AMAZONAS(1)

Renato Eleotrio de Aquino(2), Milton Csar Costa Campos(3), Jos Marques Jnior(4) Ivanildo

Amorim de Oliveira(2), Bruno Campos Mantovaneli(5) & Marcelo Dayron Rodrigues Soares(6)

RESUMO

A utilizao das tcnicas geoestatsticas permite detectar a existncia dadependncia e distribuio espacial dos atributos do solo, constituindo importanteferramenta na anlise e descrio detalhada do comportamento dos atributosfsicos do solo. Este trabalho teve como objetivo o uso da geoestatstica na avaliaodos atributos fsicos em Latossolo sob floresta nativa e pastagem na regio deManicor no Amazonas. Nas reas de floresta nativa e pastagem, foramestabelecidas malhas com dimenso 70 70 m e demarcados pontos nessas malhasespaados a cada 10 m, totalizando 64 pontos. Esses pontos foram georreferenciadose, em seguida, foram feitas as coletadas de solo em cada ponto da malha nas camadasde 0,00-0,20 e 0,40-0,60 m para determinao dos atributos fsicos, totalizando 128amostras de solo em cada malha. Essas malhas encontram-se paralelas com umadistncia uma da outra de 100 m e o solo nessas reas classificado como Latossolo.Determinaram-se textura, densidade do solo e de partculas, macroporosidade,microporosidade, porosidade total e estabilidade dos agregados em gua. Aps atabulao dos dados, foram realizadas anlises estatsticas descritivas egeoestatstica. A pastagem apresentou leve variao nos seus atributos fsicos emrelao floresta nativa, com coeficiente de variao alto e dependncia espacialfraca. Os semivariogramas escalonados conseguiram reproduzir de formasatisfatria o comportamento espacial dos atributos no mesmo padro dossemivariogramas individuais, e o uso do parmetro alcance do semivariogramamostrou-se eficiente para determinar a densidade amostral ideal para os ambientes

(1) Projeto de Pesquisa financiado pela FAPEAM e SECT-AM. Recebido para publicao em 16 de julho de 2013 e aprovado em 20de novembro de 2013.

(2) Doutorandos da Faculdade de Cincias Agrrias e Veterinrias, UNESP. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane. CEP14870-900, Jaboticabal (SP), Brasil. E-mail: aquino.rea@gmail.com, ivanildoufam@gmail.com

(3) Prof. Adjunto II, Instituto de Educao, Agricultura e Ambiente, UFAM. Rua 29 de Agosto, 786, Centro. CEP 69800-000Humait (AM), Brasil. E-mail: mcesarsolos@gmail.com

(4) Prof. do Departamento de Solos e Adubos, FCAV/UNESP, Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane. CEP 14870-900Jaboticabal (SP), Brasil. E-mail: marques@fcav.unesp.br

(5) Acadmico de Agronomia do Instituto de Educao, Agricultura e Ambiente - IEAA-UFAM. E-mail: brunomantovanelli21@gmail.com(6) Mestrando da Universidade Federal do Acre - UFAC, Programa de Ps-graduao em Cincia, Inovao e Tecnologia para a

Amaznia - CITA. Rod. 364, Km 04, B, Distrito Industrial. CEP 69915-900 Rio Branco (AC), Brasil. E-mail: marcelo.dayron@gmail.com

Renato Eleotrio de Aquino et al.

R. Bras. Ci. Solo, 38:397-406, 2014

398

em estudo. Os resultados geoestatsticos indicaram que a retirada da floresta nativapara a implantao da pastagem alterou a variabilidade natural dos atributos fsicos.

Termos de indexao: geoestatstica, dependencia espacial, densidade amostral,sul do Amazonas.

SUMMARY: GEOSTATISTICS IN ASSESSMENT OF PHYSICAL PROPERTIESIN A LATOSSOLO (OXISOL) UNDER NATIVE FOREST ANDGRASSLAND IN MANICOR, AMAZONAS, BRAZIL

The use of geostatistical techniques allows detection of the existence of dependence and thespatial distribution of soil properties, thus constituting an important tool in the analysis anddetailed description of the behavior of soil physical properties. The aim of the present study wasto use geostatistics in assessment of physical properties in a Latossolo (Oxisol) dystrophic undernative forest and pasture in the Amazon region of Manicore. Grids with of 70 x 70 m wereestablished in native forest and pasture, and points were marked in these grids spaced at every10 m, for a total of 64 points. These points were then georeferenced and in each one, soil samples(128) were collected at the depths of 0.00-0.20 and 0.40-0.60 m for a survey of their physicalproperties. These grids are parallel at a distance of 100 m from one another. The followingdeterminations were made: texture, bulk density and particle density, macroporosity,microporosity, total porosity and aggregate stability in water. After tabulating the data, descriptivestatistical analysis and geostatistical analysis were performed. The pasture had a slight variationin its physical properties in relation to native forest, with a high coefficient of variation and weakspatial dependence. The scaled semivariograms were able to satisfactorily reproduce the spatialbehavior of the properties in the same pattern as the individual semivariograms, and the use ofthe parameter range of the semivariogram was efficient for determining the optimal samplingdensity for the environments under study. The geostatistical results indicate that the removal ofnative forest for establishing pasture altered the natural variability of the physical properties.

Index terms: geostatistics, spatial dependence, sampling density, southern Amazon.

INTRODUO

Historicamente, as reas de maior concentrao dedesmatamento na Amaznia esto localizadas ao longodo arco do desmatamento, que faz parte a regio sul doAmazonas (Becker, 2005). O desmatamento nessaregio um fenmeno atribudo a diversos fatores, comoexplorao agrcola, pecuria e principalmente florestal(Alencar et al., 2004). Na medida em que o uso e aocupao ocorrem sem a preocupao com um manejoadequado dessas reas, verifica-se crescente degradaodos recursos naturais (Lima et al., 2009).

Nesse contexto, os solos da regio amaznica, ondepredominam os Latossolos e Argissolos, apresentamfertilidade natural muito baixa (Cardoso et al., 2009).Esses ambientes amaznicos vm sofrendo alteraesdos ecossistemas naturais por meio da retirada dacobertura vegetal, o que tem promovido o rompimentodo equilbrio entre solo e o meio, modificando seusatributos qumicos, fsicos e biolgicos, limitando suautilizao sustentvel (Lima et al., 2009).

Assim, o conhecimento da distribuio espacial dosatributos do solo em uma rea que teve converso defloresta para pastagem de extrema importncia, poisos processos de formao que imprimiram, ao longodo tempo, variabilidade e essa, somada ao manejorealizado pelo homem, acentuam a variao dos

atributos do solo (Cavalcante et al., 2007); seuentendimento fundamental para o refinamento dasprticas de manejo e avaliao dos efeitos sobre oambiente (Cambardella et al., 1994).

O estudo da variabilidade espacial por meio dageoestatstica possibilita a interpretao dos resultadoscom base na estrutura da variabilidade natural dosatributos avaliados, considerando a dependnciaespacial dentro do intervalo de amostragem (Souza etal., 2009), permitindo indicar alternativas de uso, almde possibilitar melhor compreenso da variabilidadedos atributos e sua influncia no ambiente (Silva Netoet al., 2012).

Uma das grandes dificuldades encontradas nosestudos de variabilidade espacial dos atributos do solotem sido a determinao do espaamento ideal deamostragem, o que, em algumas situaes, inviabilizaa adoo das tcnicas da agricultura de preciso(Montanari et al., 2005; Souza et al., 2006a,b). O estudodos aspectos da amostragem do solo, a fim de subsidiardefinies sobre a utilizao e recomendao dessastcnicas em ambientes distintos, tem sido preocupaoconstante de pesquisadores (Lark, 2000; Montanariet al., 2005; Souza et al., 2006a,b; Coelho et al., 2009).

Em relao aos atributos fsicos do solo, a maioriados estudos tem demonstrado ampla diversidade deresultados, com variao entre os locais estudados com

GEOESTATSTICA NA AVALIAO DOS ATRIBUTOS FSICOS EM LATOSSOLO SOB FLORESTA... 399

R. Bras. Ci. Solo, 38:397-406, 2014

ou sem continuidade espacial, provavelmenteassociada ao sistema de manejo e s caractersticasintrnsecas dos solos (Grego & Vieira, 2005). Osatributos fsicos do solo so bons indicadores dequalidade e permitem o monitoramento de reas quesofreram algum tipo de interferncia.

Estudos na regio sul do Amazonas, feitos porCampos et al. (2012; 2013a,b) e Oliveira et al. (2013),sobre a