mybrainmagazine 6

Download MyBrainMagazine 6

Post on 16-Jan-2015

257 views

Category:

Documents

23 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 1. 1 MyBrain Magazine N.6ABR-MAI-JUN2013

2. 2 3. 3 N D I C E CAPA Vista de uma das praias de Bvaro. VISO 7 MEDITAO 8 ENTREVISTA 9 ROTEIRO DE VIAGEM 10 GEOGRAFIA: REPBLICA DOMINICANA 12 GEOGRAFIA: MEDINAS 14 GEOGRAFIA: EXCESSO DE CALOR 15 GEOGRAFIA: SALINAS 16 GEOGRAFIA: PARQUE NATURAL DA SERRA DA ESTRELA 20 GEOGRAFIA: GEODES 21 GEOGRAFIA: DUNAS 22 GEOGRAFIA: UNIVERSIDADE DE COIMBRA, ALTA E SOFIA 23 BIOLOGIA: CAVALOS 25S 22 BIOLOGIA: LQUENES 26 BIOLOGIA: CAMUFLAGEM 27 BIOLOGIA: PIRANHAS 28 BIOLOGIA: O PEQUENO E O GRANDE 26 BIOLOGIA: SAPOS E RS 27 HISTRIA: FENCIOS, GREGOS E CARTAGINESES 26 HISTRIA: ARMADURAS MEDIEVAIS 27 4. 4 BIOLOGIA: FORMIGAS 29 BIOLOGIA: HAMSTERS 30 BIOLOGIA: CES 31 BIOLOGIA: CARACTERSTICAS DAS AVES 32 BIOLOGIA: FETOS 33 BIOLOGIA: AS FASES DA LUA E O COMPORTAMENTO DAS PLANTAS 34 BIOLOGIA: OVELHAS E CABRAS 35 BIOLOGIA: JOANINHAS 36 BIOLOGIA: MARACUJS 37 BIOLOGIA: 25 CURIOSIDADES FRUTCOLAS 38 HISTRIA: O TEMPO DOS DINOSSAUROS 39 HISTRIA: FEIRAS MEDIEVAIS 41 HISTRIA: HINDENBURG 40 HISTRIA: MOUROS 41 HISTRIA: TORRE DE MIGUELETE 43 HISTRIA: NEFERTITI 44 HISTRIA: AS 7 MARAVILHAS DO MUNDO ANTIGO 45 HISTRIA: A ESCRITA HIEROGLFICA 47 HISTRIA: NO RASTO DE AMONITES 48 HISTRIA: A DESCOBERTA DA AMRICA 49 ASTRONOMIA: PERIGO DE COLISO 50 ASTRONOMIA: NEVE METLICA DE VNUS 51 ARTE: PONTE VASCO DA GAMA 52 ARTE: O FABRICO DO VIDRO 53 5. 5 ARTE: COMO FAZER REBUADOS 54 ARTE: PORCELANA CHINESA 55 ARTE: VITRAIS 56 ARTE: GAITAS DE FOLES 57 CULTURA: POPULAO NORUEGUESA 58 VECULOS: ENDURO E MOTOCROSS 60 VECULOS: MERCEDES CLASSE CLA 61 VECULOS: MERCEDES CLASSE A 62 VECULOS: O PRIMEIRO OPEN-CAR DA HISTRIA 63 CINCIA: TURBINAS ELICAS 64 CINCIA: O OLHO 65 CINCIA: O SISTEMA ENDCRINO 66 CINCIA: DESENVOLVIMENTO DO EMBRIO E DO FETO 67 RELIGIO: AS TRS RELIGIES MONOTESTAS 68 PRXIMA EDIO 70 6. 6 GIS Este local, perto de Coimbra, um stio perfeito para fazer um piquenique e para fugir da confuso das cidades. 7. 7 O MESTRE E O BOLO DELICIOSO H muito tempo atrs, um velho mestre zen aguardava os seus ltimos momentos de vida. O seu ltimo dia chegara e ele declarou que naquela noite no estaria mais ali. Nesse momento, os seus seguidores, discpulos e amigos comearam a vir. Havia muitas pessoas que o amavam, todas elas comearam a chegar de todos os lugares do mundo. Um dos seus discpulos mais antigos, quando ouviu que o Mestre ia morrer, correu para o mercado. Ento, algum perguntou: O Mestre est a morrer na sua cabana e tu vais ao mercado? Sim, eu sei que o Mestre adora um determinado bolo respondeu o discpulo. Ento vou l comprar o bolo. Foi difcil encontrar o bolo. Mas noite, quando finalmente conseguiu, ele correu para a cabana do Mestre. Todos estavam preocupados era como se o Mestre estivesse espera de algum. Ele abria os olhos, olhava sua volta e fechava-os novamente. Quando o discpulo chegou, ele disse: Bem, finalmente chegaste! Onde est o bolo? O discpulo mostrou o bolo, muito contente com a pergunta do Mestre. beira da morte, o mestre pegou o bolo na mo... mas a mo no tremia... Ele era muito velho, mas a mo dele no tremia. Ento algum perguntou: O senhor muito idoso e est beira da morte, mas sua mo no treme. Eu nunca tremo respondeu o Mestre , porque no tenho medo. O meu corpo ficou velho, mas eu ainda sou jovem, e permaneo jovem mesmo quando o meu corpo est a morrer. O Mestre deu uma mordida no bolo e comeou a mastigar ruidosamente. Ento algum perguntou: Qual a sua ltima mensagem, Mestre? O senhor deixar-nos- em breve. O que gostaria que ns recordssemos de si? O Mestre sorriu e disse: Ah, este bolo est uma delcia! 8. 8 ENTREVISTA COM AARON CIECHANOVER Reprter (R) - Por que motivo foi honrado com o Prmio Nobel da Qumica de 2004? Aaron Ciechanover (AC) - Eu, juntamente com Avram Hershko e Irwin Rose descobri a degradao da protena ubiquitina mediada. Ou seja, a principal forma atravs da qual a clula degrada as protenas que j no fazem falta ou esto estragadas o sistema das ubiquitinas (protenas que servem para sinalizar aquelas que devem ser degradadas, ligando-se a elas) e do proteossoma, uma espcie de trituradora gigante que as destri. R - J ganhou mais algum prmio? AC - Sim, o Prmio Albert Lasker de Pesquisa Mdica Bsica, em 2000. R - De onde que veio o seu interesse para a Medicina? AC - Eu sempre fui obcecado pela cincia e s me dedicava a isso.nada. 9. 9 ANDALUZIA (5 DIAS) 1. Dia Viagem para Crdova EXE Conquistador (Calle Magistral Gonzlez Francs, 15-17) 2. Dia Crdova + Mesquita Alcazr de los Reyes Cristianos Judera Callejn de las Flores 3. Dia Crdova > Granada (200 km, 2h) Vincci Granada (Avenida de la Constitucin, 18) + Alhambra (NOTA: Os bilhetes esgotam rapidamente) 4. Dia Granada + Catedral de Granada 10. 10 El Albaicn, El Bauelo e Mirador de San Nicols 5. Dia Granada > Sevilha (247 km, 2h 27) > Viagem de regresso + Passeio de coche Real Alcazr Catedral e La Giralda 11. 11 A Repblica Dominicana possui paisagens fascinantes: desde a montanha mais alta das Carabas a belas praias paradisacas, vales luxuriantes, cascatas, desertos, grutas e edifcios histricos. O larimar uma Rocha que s se encontra neste pas. A 500 a.C., o povo taino chegou ilha depois de um sculo de migraes pelo mar das Carabas, desde o delta do Orenoco. Eram pescadores e agricultores e veneravam os deuses da natureza e a vida aps a morte. Faziam vrias pinturas rupestres nas gritada ilha, sendo eles que inventaram o barbecue, as casas retangulares Boho, as canoas, a farinha de cassava, a cama de rede, petrglifos, pictografias e o tabaco. Em 1492, Cristvo Colombo chega a Quisqueya, chamada assim pelos ndios taino, que pensa ser perto da China, d-lhe o nome de Hispaniola e funda a cidade de Santo Domingo em 1498, que deve o seu nome ao dia da semana que era e a Santo Domingo de Guzmn. Em 1586, o pirata ingls Francis Drake saqueia Santo Domingo. Em 1697, o tratado de Ryswick divide Hispaniola entre Saint Domingue francesa e Santo Domingo espanhola. Em 1804, aps 13 anos de guerra, ocorre a independncia do Haiti e vrios governantes haitianos trataram de unificar a ilha, o que fizeram no ano de 1822, algumas semanas depois de a Repblica Dominicana adquirir a independncia da Espanha. No ano de 1844, se inicia a gesto independentista, liderada por Juan Pablo Duarte e dirigida por Francisco del Rosario Snchez e Pedro Santana. A independncia aconteceu em 27 de fevereiro desse ano. Em 1861 anexaram-se outra vez a Espanha, pois a independncia no estava a resultar. Em 1916, a Repblica Dominicana ocupada pelos Estados Unidos at 1924. A partir de 1930 at 1961, o pas esteve sob a ditadura de Rafael Lenidas Trujillo. Foi a poca mais obscura da histria dominicana, com perseguies e assassinatos de opositores at que o assassinaram em 1961 no Malecn, em Santo Domingo ou Ciudad Trujillo, nome com que a cidade tinha ficado durante essa tremenda ditadura. Nos anos 70 foi desenvolvido o turismo e em 1996 foram feitas as primeiras eleies justas. Por baixo de Punta Cana aparece a ilha Saona, um paraso de vida animal, e logo a seguir La Romana e os Altos de Chavn, uma imitao da Toscana, em Itlia onde se localiza a I Praias de Bvaro (uma delas com lojas tpicas), esttua taino da deusa da Lua e lago na Gruta de los Tres Ojos. 12. 12 A costa do Coco, na zona de Punta Cana, possui praias de areia branca e com trs contrastes: desde os resorts, aos mercados dominicanos da praia e s praias desertas raramente atravessadas por humanos. Mesmo quase na fronteira com o Haiti, h o lago Enriquillo, o ponto mais baixo das Carabas, com uma paisagem rica em vida animal: desde aves aos temidos crocodilos. Um bocado mais em baixo h um parque natural constitudo por mangais. Por baixo de Punta Cana aparece a ilha Saona, um paraso de vida animal, e logo a seguir La Romana e os Altos de Chavn, uma imitao da Toscana, em Itlia onde se localiza a Casa de Campo, onde vrios autores e cantores vo passar frias, as plancies de cana de acar e o anfiteatro, inaugurado por Frank Sinatra em 1982. Logo por cima da costa do Coco ergue-se a Pennsula de Saman, com praias paradisacas e uma cascata de gua de 40 metros, o Salto del Limn. Puerto Plata, com a sua areia de cor dourada, possui alm de boas praias, o Pico Isabel de Torres, de 850 metros, com uma imitao do Cristo Redentor do Rio de Janeiro e a fortaleza de San Felipe, para deter o ataque de piratas no sculo XVI, o mais antigo do Novo Mundo. Santiago de los Caballeros a segunda cidade maior da Repblica Do iniciada e foi fundada em 1495 pelos 30 nobres espanhis. No interior do pas h a cordilheira mais alta das Carabas, os "Alpes Dominicanos", cujo pico mais alto o Pico Duarte, com 3087 metros. Los Tres Ojos um complexo de grutas ou cenotes com estalagmites e estalactites e com quatro lagos que na verdade so um nico lago. Era um local sagrado taino. A maioria das rochas so de pedra coral. Santo Domingo uma cidade cheia de contrastes. Desde a cidade moderna cidade colonial. Na cidade moderna h o Malecn, uma marginal; o Palcio Nacional, uma imitao da Casa Branca e o Farol de Colombo, inaugurado para comemorar o 500. aniversrio da chegada de Colombo. Na cidade colonial h a casa del Cordn, o primeiro edifcio de dois andares da Amrica; as runas do primeiro hospital das Amricas; as Casas Reais, onde a Real Audiencia ou Supremo Tribunal se situou, com um relgio de sol frente do edifcio para os juzes verem as horas; o Parque Coln, com uma esttua de Cristvo Colombo; o Panteo Nacional, outrora um mosteiro jesuta, agora uma homenagem aos heris independentistas do pas, com um soldado fardado porta guardando a chama interna que alimentada por azeite de coco; a Torre del Homenaje, construda como torre de vigia em 1503, usada para detetar a aproximao de piratas, mais tarde servindo de priso; a Catedral de Santa Mara la Menor, a primeira catedral das Amricas, com influncias gticas e clssicas data de 1540, possui vrias capelas no interior, foi a ltima morada de Cristvo Colombo e resistiu a terramo

Recommended

View more >