musicalização flauta

Download Musicalização Flauta

Post on 26-Dec-2015

21 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

musicalização iniciante

TRANSCRIPT

  • Governo do Estado do ParanSecretaria de Estado da Educao

    Caderno de Musicalizao: Canto e Flauta Doce

    CURITIBA2008

  • GOVERNO DO ESTADO DO PARAN

    Roberto Requio

    SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAO

    Yvelise Freitas de Souza Arco-Verde

    DIRETORIA GERAL

    Ricardo Fernandes Bezerra

    SUPERINTENDNCIA DA EDUCAO

    Alayde Maria Pinto Digiovanni

    DEPARTAMENTO DE EDUCAO BSICA

    Mary Lane Hutner

    EQUIPE TCNICO-PEDAGGICA

    Carlos Alberto de Paula

    Jackson Cesar de Lima

    Viviane Paduim

    AUTOR

    Walmir Marcelino Teixeira

  • Mensagem da Secretria

    princpio desta gesto a valorizao dos profissionais da educao, neste sentido

    consideramos o professor como um sujeito epistmico, aquele que pensa, reflete e

    transforma a sua prtica educativa. Este material didtico Caderno de Musicalizao:

    Canto e flauta doce mais uma ao concretizada neste princpio, resultado da pesquisa

    e elaborao fundamentada na teoria e na prtica pedaggica de um professor da rede

    estadual. Ao mesmo tempo, este material vem atender a Lei 11.769/08 que se refere

    obrigatoriedade do ensino dos contedos de msica na Educao Bsica.

    A escola constitui, para a maioria da populao brasileira, a alternativa concreta de

    acesso ao saber, entendido como conhecimento socializado e sistematizado na instituio

    escolar. Este acesso ao saber implica no resgate dos sentidos e do pensamento, na maioria

    das vezes alienados pelo sistema capitalista. A arte contribui significativamente para a

    superao da condio de alienao a qual os sentidos humanos foram submetidos, pois

    ela tem como caracterstica ser criao e esse um elemento fundamental para a educao

    e para a construo de novos conhecimentos, no qual imprescindvel o processo de

    criao.

    Este material pedaggico, oriundo das lies e das experincias do nosso professor

    PDE, se configura num trabalho que explicita, que convence por seus exemplos e segue

    fazendo nascer a razo e a sabedoria do aprender, pois com a prtica da msica, na sala de

    aula, contribui para humanizao dos sentidos, para ampliar a viso de mundo e aguar o

    esprito crtico.

    Yvelise Freitas de Souza Arco-Verde

    Secretria de Estado da Educao

  • Caros Professores

    Este Caderno de Musicalizao mais uma ao que o Departamento de Educao

    Bsica disponibiliza para voc, professora e professor, colega da Rede Estadual de Ensino.

    Na perspectiva da disciplina de Arte na Educao Bsica, contribui para o

    aprofundamento dos contedos de msica, tornando-se parte integrante das aes

    realizadas e em desenvolvimento por este departamento.

    O caderno prope a aprendizagem de um instrumento musical, com possibilidades

    de prosseguimento dos estudos, sem no entanto, perder a dimenso do ensino de Arte

    na escola pblica e das orientaes pedaggicas explicitadas nas Diretrizes Curriculares

    de Arte. A metodologia desta proposta de musicalizao inclui o trabalho artstico, tanto

    nos exerccios tcnicos como na execuo de msicas; da teoria com a explicitao dos

    contedos rtmicos e meldicos e do sentir e perceber com a audio de msicas e

    arranjos. Ao mesmo tempo, os contedos estruturantes de Arte so contemplados, com a

    centralidade do trabalho nos elementos de composio, relacionando-os aos elementos

    formais da msica e aos movimentos e perodos importantes para o desenvolvimento do

    canto e da flauta doce.

    Que este caderno o auxilie no seu trabalho em sala de aula, buscando a consolidao

    do ensino de Arte nas escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado do Paran.

    Mary Lane Hutner

    Chefe do Departamento de Educao Bsica

  • Prezados Colegas e Alunos

    Com o desenvolvimento do ensino formal da msica em todas as escolas que ofertam

    o ensino fundamental e ensino mdio cumpre-se a obrigatoriedade prevista na Lei Federal

    de Diretrizes e Bases da Educao n 9394/96. Assim, essa proposta de ao reflexiva

    baseada na questo dialtica entre a teoria e a prtica, prev a aplicao de metodologia

    de ensino de msica por meio do canto e da flauta doce.

    Composto por 20 temas especficos o material apresenta um dilogo entre Pan e Orfeu.

    A mitologia grega conta que Deus Pan, ao caminhar pela floresta, ouviu algo maravilhoso

    que vinha de um bambu oco e seco. Com a fora do vento ecoava um lindo som. Ento,

    Pan pegou o pedao de bambu e saiu experimentando as possibilidades sonoras do

    primeiro instrumento musical que se tem notcia. A mitologia grega tambm relata que,

    na cidade de Trcia, Deus Orfeu teria civilizado os homens por meio do canto e do som

    de sua lira. Nesse sentido, o contedo do dilogo apresentado em texto, representa o

    interesse de Orfeu em aprender a tocar flauta com Pan.

    O dilogo sinaliza proposta metodolgica de iniciao musical cuja abordagem

    pretende despertar o interesse do leitor em seguir as orientaes didticas contidas na

    conversa, nas imagens e nos exemplos demonstrados. O dilogo entre Pan e Orfeu d

    conta de quatro temas e os dezesseis temas restantes se referem ao repertrio de canes

    proposto para a explorao metodolgica de contedos prticos e tericos da iniciao

    musical. Portanto, cantar e tocar, mesmo que requeiram conhecimentos e estratgias

    especficas de apreenso e expresso, so componentes da mesma proposta musical.

    Desde o primeiro momento o aluno manuseia partituras musicais. A familiarizao com

    os signos musicais tende a favorecer posterior aprendizado da notao musical. As msicas

    escolhidas para comporem este material foram selecionadas a partir de caractersticas

    estticas, formais e estruturais com o intuito de auxiliar o ensino e o aprendizado musical

    de maneira gradativa e recorrente. A extenso adequada para a tessitura vocal infanto-

    juvenil e instrumental (flauta doce) tambm foram consideradas nessa seleo.

    Esse material como recurso didtico necessita da mediao do professor para pr

    em prtica atividades musicais que ajudaro os alunos a perceberem a msica como

    expresso humana, social e reveladora da identidade cultural, pessoal e comunitria. Na

    perspectiva inclusiva o material possibilita o trabalho pedaggico que atenda diferentes

    ritmos de aprendizagem e de aprofundamentos cognitivo.

    Nesse sentido, a abordagem adotada procura incluir diferentes formas de expresso

    musical e estilos musicais conectados com as realidades e contextos locais. A abordagem

    inicial leva em conta a experincia antes da notao terica musical. Sendo assim, termos

    e expresses especficas da msica so includos de forma gradativa no decorrer das

    atividades propostas.

  • Esse material, alm de ter sido utilizado em Sala de Recurso da Educao Especial,

    tambm contribuiu para o melhor aproveitamento de alunos com necessidades

    educacionais especiais, que participaram das oficinas de musicalizao, realizadas em

    eventos do Festival de Arte da Rede Estudantil/Fera, do Com Cincia e de eventos do

    Departamento de Educao Especial e Incluso Educacional, da Secretaria de Estado da

    Educao.

    A participao de inmeros cursos de formao continuada de professores e/ou

    alunos nos quais foram ministradas oficinas de musicalizao, contaram com o apoio do

    Departamento de Educao Especial e Incluso Educacional DEEIN/SEED, cujas aes

    contriburam para intensificar a perspectiva inclusiva que se mostra evidente na proposta

    terico-metodolgica do caderno de musicalizao.

    A organizao desse material ocorreu durante o Programa de Desenvolvimento

    Educacional/PDE da Secretaria de Estado da Educao em convnio com a Universidade

    Federal do Paran, cuja orientao da Professora Valria Lders foi fundamental para a sua

    concretizao. Agradecimentos tambm ao professor lvaro Carlini na condio de co-

    orientador pelos questionamentos e envolvimento nos trabalhos e ao Professor Indioney

    Rodrigues cujas orientaes iniciais foram fundamentais para o desenvolvimento do

    projeto. Ao Waldir e Iraci, meus pais. A Rosanny, Lara e Bruna: famlia.

    Walmir Marcelino Teixeira

  • Sumrio

    PARTE I: O ENCONTRO DE PAN E ORFEU ........................................................................11

    Tema 1 reconhecendo a flauta .........................................................................................................................11

    Tema 2 reconhecendo a partitura ...................................................................................................................29

    Tema 3 cantando: do folclore ao universal ...............................................................................................32

    Tema 4 apreciando: histria e pesquisa ......................................................................................................36

    A flauta e o pentagrama ...........................................................................................................................................39

    Quadro sntese ................................................................................................................................................................46

    PARTE II: PARTITURAS COMENTADAS E SITUAES DE APRENDIZAGEM ...............47

    Tema 5: Fera Pantera ..................................................................................................................................................47

    Tema 6: Samba de uma nota s .......................................................................................................