Movimento Juvenil (Setembro 2015)

Download Movimento Juvenil (Setembro 2015)

Post on 24-Jul-2016

214 views

Category:

Documents

2 download

DESCRIPTION

O Movimento Juvenil de Massam (MJM) formado por jovens crismados, cheios de alegria e vontade de crescer na f, no seio da nossa comunidade da Parquia de So Bento de Massam.

TRANSCRIPT

  • No passado ms de Julho decorreu novamente

    mais um dos fantsticos eventos de vero do MJM,

    o Bentus Bar! verdade, nas noites de 17, 24 e

    31 desse mesmo ms, o bar da Igreja de Massam

    abriu portas e encheu-se de pessoas bem dispos-

    tas e muito animadas, homens e mulheres de to-

    das as idades, que tinham todos pelo menos uma

    coisa em comum: estavam l para se divertirem!

    Pois , estas foram noites fora do normal.

    Logo para comear, na primeira noite, contmos

    com a presena especial de uma banda nossa ami-

    ga, a Contentor Records, que deu um grande

    espetculo, digno de um brinde! E brindou-se com

    o qu, perguntam vocs que esto a ler? Ora bem,

    que para alm de serem bons ao nvel da msica,

    alguns dos membros desta banda so tambm,

    imaginem s, exmios produtores de cerveja arte-

    sanal! E assim que chega at vs, leitores, a cer-

    veja Digna.

    Foi uma noite em cheio, mas o Bentus Bar no

    se resume s a ir ver um concerto e beber umas

    cervejolas (das boas!) e muito menos se resume

    apenas a uma noite. O Bentus Bar , de facto, um

    espao de convvio, partilha, um espao original,

    para estar com os amigos, ouvir boa msica e soltar

    muitas e boas gargalhadas... E j agora, aconchegar o

    estmago, porque beber sem comer no bom.

    Ento, para alm da cerveja, dos cocktails, sumos,

    refrigerantes, caipirinhas (especialidade) ou ainda

    uma garrafinha de gua por causa do calor (tambm

    uma especialidade!), tivemos para si sandes e tos-

    tas, de queijo, fiambre ou mistas, pipocas e batatas

    fritas e ainda alguns bolos para terminar, acompa-

    nhando o cafezinho.

    Para alm de tudo isto, como animao e entre-

    tenimento nunca podem faltar num evento destes,

    contmos ainda com alguns jogos amigveis, entre

    eles de cartas, para acompanhar a boa msica.

    assim que ns, Movimento Juvenil de Massam,

    angariamos fundos para no prximo ano, 2016,

    irmos Polnia, mais precisamente a Cracvia, s

    Jornadas Mundiais da Juventude, onde iro estar, em

    comunho com o Papa Francisco, milhes de jo-

    vens! Ns gostvamos de ser alguns deles e por

    isso que a sua participao nestes eventos que orga-

    nizamos para a comunidade to importante! Ajude

    -nos a voar (ou pelo menos a apanhar o avio)!

    Tiago Carvalho

    O Movimento Juvenil de

    Massam formado por

    jovens crismados, cheios de

    alegria e vontade de crescer

    na f, no seio da nossa comu-

    nidade da Parquia de So

    Bento de Massam:

    www.facebook.com/movjm

    Jornada Mundial da

    Juventude

    em Cracvia, na Polnia 23 de

    julho a 2 de agosto de 2016

    Gostavas de ir

    Mas no sabes como?

    Reunio de Esclarecimento para

    toda a comunidade a partir dos

    16 anos que tenha interesse em

    participar na JMJ:

    2 de Outubro, Sexta-feira, s

    21h Salo Paroquial de Massam

    Inscries at 20 de outubro

    E-mail:

    mjmassama@gmail.com

    Bentus Bar, um espao para todos

    Movimento Juvenil de

    Massam S E T E M B R O 2 0 1 5 B O L E T I M N . 3 2

  • No dia 18 de Julho, alguns dos jovens do Movimento Juvenil de

    Massam encontraram-se na estao de comboios de Massam/

    Barcarena rumo baixa de Lisboa, para se encontrarem com jovens

    das duas margens do rio Tejo.

    Reuniram-se na Igreja de S. Domin-

    gos para uma pequena introduo

    ao dia e durante a mesma podia

    sentir-se a emoo e a f de todos

    os jovens presentes de corpo e

    alma. Foi com muita msica, energia

    e alegria que nos dirigimos ao bar-

    co, prontos para fazer a travessia e

    estar um passo mais perto do nosso

    destino final: o Cristo Rei.

    Chegados outra margem fomos em procisso at ao Cristo Rei

    fazendo uma paragem na Igreja de Almada onde ouvimos alguns

    testemunhos, palavras de encorajamento e cantmos algumas msi-

    cas todos juntos. Ao chegar ao nosso destino, notou-se orgulho,

    alegria e estranhamente muito mais energia do que no incio do dia.

    Houve tempo para fotografias, para conversas sentidas e at para

    danas organizadas por um

    dos grupos de jovens presen-

    tes.

    Finalmente chegara o

    momento de celebrar a

    eucaristia. Numa palavra:

    mgico. O momento foi

    simplesmente mgico. Os

    jovens atentos ao Sr. Patriar-

    ca, a mensagem entrava em cada um de ns e os cnticos iluminavam

    -nos. No final da celebrao oferecemos uma t-shirt do nosso MJM a

    D. Manuel Clemente.

    Depois, ao jantar, o Movimento Juvenil de Massam foi para uma

    varanda apreciar o pr-do-sol e trocar alegrias e conversas anima-

    das. Assistiram-se a vdeos e fotos do dia, escutaram-se msicas e

    partilharam-se vivncias.

    No regresso, os autocarros eram partilhados entre grupos e, por

    isso, os momentos de partilha, alegria e conversa mantinham-se,

    assim como no barco. Foi um dia que permanecer nas nossas men-

    tes enquanto grupo e enquanto cristos.

    Patrcia Almeida

    RIOnidos

    Na semana de 8 a 16 de Agosto, o Movimento Juvenil de Massam realizou uma viagem at Taiz, Frana.

    Esta semana foi uma experincia que quero repetir! Foi a primeira vez que fui a

    Taiz e fiquei surpreendida, fascinada, alegre, e muitos outros sentimentos que no d

    mesmo para descrever, s mesmo quem j foi l que consegue perceber o que ainda

    estou a sentir. Taiz para mim, nesta semana foi um stio onde me pude re-

    encontrar com Deus. Ao longo desta semana pude aumentar o conhecimento sobre

    a minha religio, o meu amor por Deus e ter confiana nele e tambm mais f, pude

    saber como e porqu o irmo Roger criou esta comunidade.

    Nesta semana, todas as pessoas que l estavam tinham um trabalho. Havia desde

    limpar casas de banho, servir as refeies, quem estivesse a dar e a recolher o livro dos cnticos, a orao do dia, havia

    quem, antes de cada orao, fosse acender as velas da igreja Muitos trabalhos, portanto. O meu em particular era pegar

    numa placa a dizer Silence e andar pela igreja toda, a pedir s pessoas que deixassem de fazer barulho. Todos os dias parti-

    lhvamos as refeies, da forma mais simples, apenas com uma colher, e convivamos de perto com o nosso patriarca, D.

    Manuel Clemente.

    Havia muitos atelis, mas aquele que me ficou mais na memria foi o filme do irmo Roger. Fui assistir ao novo filme de-

    le: Momentos na vida do irmo Roger, que contava a vida do irmo e como ele formou a comunidade. Includo no filme

    estavam entrevistas do irmo a falar da sua comunidade. Foi um momento de que gostei imenso, chamou-me a ateno, por

    causa do esforo, da dedicao e da f que o irmo Roger tinha, e com isso conseguiu construir uma comunidade, a qual

    muito visitada, tanto por quem religioso como

    por quem no . noite era o momento de to-

    dos relaxarem. No Oyake havia sempre festa,

    onde tocavam guitarra, viola, fartavam-se de can-

    tar e cantar e danavam e era tudo uma festa e

    uma alegria - muito contagiosa! Como j mencio-

    nei no incio deste texto, Taiz uma experincia

    para repetir, e aposto que quando l voltar, vai

    ser muito, mas muito melhor que a primeira vez.

    Vanessa Teixeira

    Taiz