Movimento Juvenil (Fevereiro 2014)

Download Movimento Juvenil (Fevereiro 2014)

Post on 28-Mar-2016

218 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Movimento Juvenil de Massam (MJM) formado por jovens crismados, cheios de alegria e vontade de crescer na f, no seio da nossa comunidade da Parquia de So Bento de Massam.

TRANSCRIPT

<ul><li><p> Parquia So Bento MassamParquia So Bento MassamParquia So Bento MassamParquia So Bento Massam </p><p>No dia-a-dia muitas vezes nos </p><p>questionamos: O que devo fazer? </p><p>Tenho tantos testes e tantos </p><p>trabalhos para fazer tanta coisa e </p><p>no tenho tempo para tudo. </p><p>Normalmente esta apenas a tpica </p><p>desculpa dada por um aluno </p><p>preguioso, mas tambm assim se </p><p>desculpam todas as pessoas, no </p><p>geral. Ora pela falta de tempo (ou </p><p>ser vontade), ora por no poderem </p><p>ou no conseguirem. </p><p>No entanto, existem, de facto, </p><p>situaes, tal como experiencimos </p><p>no Retiro do Oeste, em que se </p><p>torna impossvel fazer tudo num </p><p>curto espao de tempo e nesses </p><p>casos as perguntas surgem de novo: </p><p>Como agir? O que fazer? </p><p>Antes deste retiro, muito </p><p>provavelmente, eu no saberia bem </p><p>o que dizer para ajudar uma pessoa </p><p>que se encontrasse em tal situao; </p><p>mas, agora, agora posso </p><p>seguramente afirmar que o que </p><p>deves fazer o que te faz, ou far </p><p>futuramente, mais feliz! </p><p>Na nossa vida somos obrigados, </p><p>frequentemente, a estabelecer </p><p>prioridades, mas, muitas vezes, no </p><p>o fazemos bem, dando mais </p><p>primazia a jogar playstation do que </p><p>a estudar, ou a surfar na net do </p><p>que a fazer algo importante como </p><p>ajudar os outros. </p><p>Neste retiro eu pude experienciar </p><p>e refletir, e acho que todos o </p><p>pudemos um bocadinho, sobre </p><p>quais so as nossas verdadeiras </p><p>prioridades. No estaremos ns </p><p>muitas vezes a escolher </p><p>erradamente e a falhar para com os </p><p>nossos compromissos? E por falar </p><p>em compromissos, ser que no </p><p>est na altura de parar um pouco e </p><p>comprometermo-nos com quem </p><p>verdadeiramente interessa Deus? </p><p>Pois, sabendo ns, por experincia </p><p>prpria, que em Deus e com Deus </p><p>encontramos a felicidade, porque </p><p>ser que tantas vezes Lhe fechamos </p><p>a porta e nos recusamos a ser </p><p>felizes? </p><p>Que agora, depois deste retiro, </p><p>possamos abrir os braos e acolher </p><p>Deus, para com Ele nos </p><p>comprometermos e fazermos dele </p><p>a prioridade, e nele encontrarmos a </p><p>verdadeira alegria de sermos </p><p>Cristos. </p><p>Tiago Carvalho </p><p>Compromete-te com Ele </p><p>"No podemos ser cristos a meias. Se Cristo ocupar o centro da nossa </p><p>vida, ento est presente em tudo o que fizermos" Papa Francisco </p><p>PROCRASTINAR Desde pequeno que oio dizer: </p><p>"No deixes para amanh o que </p><p>podes fazer hoje". Este um grande </p><p>exemplo de sabedoria popular ao </p><p>qual todos ns deveramos dar </p><p>ouvidos. Diariamente somos </p><p>subtilmente convidados a </p><p>procrastinar, seja na escola, no </p><p>emprego, em nossa casa ou at </p><p>mesmo na prpria f. Mas afinal, o </p><p>que significa aquela estranha </p><p>palavra comeada por "P"? </p><p>Procrastinar significa adiar uma </p><p>ao. Tantas e tantas vezes que </p><p>camos na tentao de adiar algo </p><p>porque simplesmente no d </p><p>jeito ou porque temos alguma </p><p>coisa que parece mais interessante </p><p>de se fazer, ainda que isso </p><p>signifique deixar para trs as nossas </p><p>obrigaes. Mais grave do que isso, </p><p>quando deixamos de estar com Ele </p><p>para dar espao aos nossos </p><p>caprichos. Como o Papa Francisco </p><p>disse: "Cada vez que seguimos o </p><p>nosso egosmo e dizemos no a </p><p>Deus, arruinamos a sua histria de </p><p>amor connosco." Trabalhamos para </p><p>uma relao melhor a cada </p><p>instante, tentamos levar avante </p><p>aquilo que com Ele aprendemos e </p><p>contradizemo-nos a ns mesmos? </p><p>Este foi um dos temas tratados pelo </p><p>Movimento Juvenil de Massam no </p><p>Retiro do Oeste e que levou a uma </p><p>profunda reflexo acerca de quais </p><p>so as nossas prioridades. O local </p><p>onde aconteceu o retiro tem </p><p>como padroeiro o Papa Joo XXIII </p><p>que nos deixou o sbio conselho: </p><p>Consulte no os seus medos, </p><p>mas as suas esperanas e sonhos. </p><p>Pense, no sobre as suas </p><p>frustraes, mas sobre seu </p><p>potencial no usado. Preocupe-</p><p>se, no com o que voc tentou e </p><p>falhou, mas com aquilo que ainda </p><p> possvel voc fazer. Seguindo </p><p>estas palavras, fcil perceber </p><p>que h muito para mudar. </p><p>Procrastinar? No, isso pode </p><p>ficar para amanh! </p><p>Hlio Freixo </p></li><li><p>O importante no o tempo, nem </p><p>sequer o que fazemos com o tempo </p><p>que temos, o verdadeiramente </p><p>importante o tempo que damos, </p><p>mesmo quando no o temos. </p><p>Filipe Noronha </p><p>A alegria cultiva-se. </p><p>A alegria sofre-se. </p><p>A alegria decide-se. </p><p>A alegria partilha-se. </p><p>A alegria leve. </p><p>A alegria memria. </p><p>A alegria pequena. </p><p>A alegria sexy. </p><p>A alegria inesgotvel. </p><p>A alegria agora. </p><p>Vais levar a srio esta alegria? </p><p>Se vivemos a f na vida </p><p>diria, o prprio trabalho </p><p>torna-se uma oportunidade </p><p>para transmitir a alegria de </p><p>sermos cristos. </p><p>Papa Francisco </p><p>Nos dias 7, 8 e 9 deste ms, fomos deparados com </p><p>um grande desafio, um retiro do MJM com um novo </p><p>grupo, os Bo tem f. </p><p>Este retiro foi realizado na Casa do Oeste, casa criada </p><p>e melhorada graas ao esforo voluntrio das pessoas </p><p>residentes na zona de Ribamar. </p><p>Iniciamos este retiro com uma formao de grupos </p><p>pouco ortodoxa, retiramos um papel no qual diria o </p><p>que tnhamos de fazer de olhos fechados, uns a </p><p>despentear, outros a tocar nas orelhas, fomos </p><p>formando a pouco e pouco 7 grupos. </p><p>Os grupos, durante o retiro, tiveram que enfrentar </p><p>provas de diversos tipos e refletir na sua f, reunindo </p><p>em cada atividade pontos que, no final, somados </p><p>determinaram o grupo vencedor. </p><p>Para a criao de novas amizades entre os diferentes </p><p>grupos, realizamos a atividade de amigo secreto, com </p><p>recurso a uma cartolina que permitia a escrita de </p><p>mensagens com pistas aos amigos secretos. </p><p>Quando a noite chegou, realizamos um peddy-paper, </p><p>com charadas e desafios que permitiram a entreajuda </p><p>do grupo, criando grandes laos e boas risadas. </p><p>Neste retiro, podemos contar com a presena do </p><p>padre Joaquim Batalha, residente na Casa, um senhor </p><p>que demonstrou um grande vontade com a presena </p><p>de jovens. Este proporciono-nos uma viglia na noite </p><p>de sbado na qual falou abertamente connosco lendo </p><p>algumas passagens da bblia e proporcionando-nos </p><p>uma boa reflexo. </p><p>No final do retiro foram entregues presentes aos </p><p>amigos secretos, revelando a sua identidade, </p><p>terminando o retiro com uma frase dita pelo padre </p><p>Joaquim: Comer metade, andar o dobro e rir o triplo. </p><p>Alexandre Dias </p><p>Vence o preconceito e s feliz </p><p>Durante o retiro do MJM em Ribamar, foi-nos permitido pensar no </p><p>que somos e no que os outros pensam de ns, da cheguei concluso </p><p>que, nos dias de hoje, existe muito preconceito, apenas porque no </p><p>somos normais (ou porque no somos como toda a gente ). </p><p> As pessoas julgam por nos vestirmos de uma maneira diferente, </p><p>por sermos de uma raa diferente, ou porque temos uma doena, </p><p>porque somos gordos, magros, altos, baixos... </p><p>O preconceito um dos maiores defeitos da sociedade e no existe </p><p>forma de o eliminar, mas podemos evit-lo. E a melhor forma de </p><p>vencer o preconceito criar objetivos de vida, para chegar </p><p>felicidade desejada, contornando todos os crticos da vida e </p><p>continuando a viver nossa maneira e no como os outros vivem, </p><p>porque Deus fez-nos a todos diferentes para nos mostrar que no </p><p>preciso ser perfeito para se ser feliz. Ele ama-nos exatamente como </p><p>ns somos, por isso, porqu que nos preocupamos com a opinio </p><p>dos outros? </p><p>Tiago Mendona </p><p>O Movimento Juvenil de Massam </p><p>formado por jovens crismados, cheios de </p><p>alegria e vontade de crescer na f, no </p><p>seio da nossa comunidade da Parquia </p><p>de So Bento de Massam. </p><p>www.facebook.com/movjm </p><p>Retiro do Oeste </p></li></ul>