motores scania 11,12 e 16 litros

Download Motores Scania 11,12 e 16 litros

Post on 14-Jun-2015

2.620 views

Category:

Automotive

15 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Motores Scania 11,12 e 16 litros

TRANSCRIPT

  • 1. Scania CV AB 2009, Sweden1 711 131 01:03-01 Edio 5 br Motores de 11, 12 e 16 litros Descrio de funcionamento 123134

2. 2 Scania CV AB 2009, Sweden 01:03-01 ndice Gases de escape e combusto ..................................................................................3 Bloco de cilindros ..................................................................................8 Mecanismo da vlvula ................................................................................10 Mecanismo da rvore de manivelas ................................................................................12 Engrenagens de distribuio ................................................................................17 Transmisso por correia ................................................................................21 Amortecedor de torso ................................................................................22 Sistema de lubrificao ................................................................................23 Turbocompressor ................................................................................31 ndice 3. 01:03-01 Scania CV AB 2009, Sweden 3 A descrio da funo aplica-se a motores em que cada cilindro tem um cabeote separado. Gases de escape e combusto Quando o diesel queimado, formam-se gases de escape. O componente em maior volume o dixido de carbono, que no regulamentado por lei. Quando combustveis fsseis so usados, h um impacto no efeito estufa. Estes so os componentes dos gases de escape regulamentados por lei: xidos de nitrognio, substncias venenosas que contribuem para a neblina fotoqumica, alm de oznio troposfrico, eutroficao e acidificao. Hidrocarbonetos, que causam o odor caracterstico dos gases de escape de diesel e contribuem para a neblina fotoqumica e o oznio troposfrico. Partculas consideradas prejudiciais sade das pessoas. O venenoso monxido de carbono. O teor de monxido de carbono muito pequeno nos gases de escape de diesel, pois existe um grande excedente de ar no motor a diesel. Gases de escape e combusto 4. 4 Scania CV AB 2009, Sweden 01:03-01 xidos de nitrognio, NOx A atmosfera contm: 80% de nitrognio e 20% de oxignio. N = nitrognio O2 = oxignio NO + NO2 = NOx = xidos de nitrognio N O 2NO+ + 2 NO 115244 Quando o ar exposto a temperaturas altas, o nitrognio e o oxignio no ar reagem, formando xidos de nitrognio (NOx). Para reduzir a descarga de NOx, possvel: Reduzir a temperatura de combusto. Reduzir a quantidade de oxignio durante a combusto. A temperatura na combusto pode ser baixada mediante: Resfriamento do ar de admisso. Injeo de gua. Recirculao dos gases de escape. Atraso no sincronismo de injeo. A quantidade de oxignio na cmara de combusto pode ser reduzida mediante: Recirculao dos gases de escape. Reduo na rotao do ar na cmara de combusto. Uma presso de injeo elevada produz gotas de combustvel menores, permitindo uma concentrao mais alta de oxignio em torno de cada gota de combustvel, o que, por sua vez, leva a um aumento na produo de xidos de nitrognio. A maioria dos mtodos para reduzir os xidos de nitrognio tambm reduz a eficincia do motor, aumentando o consumo de combustvel e, por conseguinte, a produo de dixido de carbono. Gases de escape e combusto 5. 01:03-01 Scania CV AB 2009, Sweden 5 Hidrocarboneto, HC Os hidrocarbonetos so dejetos de combustvel, resultantes de combusto incompleta, e tambm contm substncias que do aos gases de escape de diesel um odor caracterstico. A descarga de hidrocarbonetos pode ser reduzida mediante: Aumento da temperatura na cmara de combusto. Aumento na rotao do ar na cmara de combusto. Maior atomizao do combustvel. Reduo no volume da cmara de presso no bico injetor. Aumento da presso de injeo. Tratamento posterior do catalisador. 1 Agulha do bico injetor 2 Orifcio do bico injetor 3 Volume da cmara de presso 4 Assento da agulha 5 Combustvel Gases de escape e combusto 6. 6 Scania CV AB 2009, Sweden 01:03-01 Partculas As partculas contm fuligem e hidrocarbonetos do combustvel, alm de leo lubrificante, cido sulfrico e cinzas. Elas tambm aumentam a fumaa e so formadas no caso de combusto incompleta do leo na cmara de combusto e do enxofre no combustvel. A descarga de partculas pode ser reduzida mediante: Mais ar na cmara de combusto. Aumento na rotao do ar na cmara de combusto. Maior presso de injeo, orifcios menores no bico injetor que, por sua vez, provocam temperaturas mais altas na cmara de combusto. Reduo no volume da cmara de presso no bico injetor. Menor quantidade de leo na cmara de combusto. Teor de enxofre mais baixo no combustvel. Com um filtro de partculas. 1 Agulha do bico injetor 2 Orifcio do bico injetor 3 Volume da cmara de presso 4 Assento da agulha 5 Combustvel Gases de escape e combusto 7. 01:03-01 Scania CV AB 2009, Sweden 7 Concluso As medidas que podem ser tomadas para reduzir a produo de um componente nos gases de escape podem levar a um aumento simultneo de outro componente. A tendncia hoje : Atrasar o sincronismo de injeo a fim de reduzir a temperatura de combusto, o que reduz a produo de xidos de nitrognio. A desvantagem que a eficincia do motor reduzida, o que leva ao aumento do consumo de combustvel. Reduzir a quantidade de oxignio na combusto, o que reduz a produo de xidos de nitrognio. Aumentar a presso injeo, o que reduz a produo de partculas. A relao entre xidos de nitrognio, NOx e hidrocarbonetos, HC A = Antecipar o momento de injeo B = Atrasar o momento de injeo A B NOx HC 115241 E (g/kWh) NO HCx A relao entre xidos de nitrognio, NOx e consumo de combustvel 1 = Antecipar o momento de injeo 2 = Atrasar o momento de injeo A = Motor com turbocompressor B = Motor com turbocompressor e radiador de ar NOx (g/Kwh) Fuel comsumption A B 1 2 115243 Gases de escape e combusto 8. 8 Scania CV AB 2009, Sweden 01:03-01 Bloco de cilindros O bloco de cilindros fundido em um pedao e cada cilindro tem um cabeote do cilindro individual. Os dimetros internos do cilindro tm camisas midas. Motores de 11 e 12 litros 01_1403 Motor de 16 litros 115262 Bloco de cilindros 9. 01:03-01 Scania CV AB 2009, Sweden 9 Camisa de cilindro As camisas de cilindro podem ser substitudas. Uma junta de ao com vedaes de borracha vulcanizada fornece vedao entre a camisa e o cabeote do cilindro. Uma junta por cilindro. A camisa de cilindro projeta-se um pouco acima da superfcie do bloco de cilindros e pressiona a junta contra o cabeote, fornecendo assim uma vedao. Alguns motores martimos e industriais tm um anel raspador solto no topo das camisas de cilindro, que remove o resduo de carbono da coroa do pisto e, consequentemente, reduz o desgaste. As vedaes de borracha vulcanizada vedam os canais de lquido de arrefecimento e leo de lubrificao. Anel raspador solto A temperatura na cmara de combusto e em sua volta muito alta. As camisas de cilindro tm uma fixao baixa que possibilita a refrigerao at o cabeote do cilindro. Isso reduz a temperatura dos anis de pisto, o que prolonga a vida til desses anis e das camisas de cilindro. A fixao baixa da camisa reduz o risco de a camisa afundar, visto que a temperatura mais baixa reduz a fadiga do material. No espao entre a prateleira da camisa e o anel de vedao no bloco h um orifcio de alvio que faz a descarga no lado do bloco de cilindros sob as tampas laterais. Um vazamento em qualquer uma das superfcies de vedao far com que o leo ou lquido de arrefecimento escape do orifcio. 011410 Bloco de cilindros 10. 10 Scania CV AB 2009, Sweden 01:03-01 Mecanismo da vlvula A finalidade do mecanismo da vlvula abrir e fechar as vlvulas no momento certo, de acordo com a posio do pisto. O eixo de comando acionado pelas engrenagens de distribuio e gira metade da velocidade da rvore de manivelas. H dois designs de eixo de comando para os motores de 11 e 12 litros. O eixo de comando tem dois cames por cilindro nos motores com uma bomba injetora e trs cames por cilindro em motores com unidade de injeo, pois o eixo de comando tambm aciona a unidade de injeo. O motor de 16 litros tem eixos de comando duplos, um para cada camisa de cilindro. Os eixos de comando tm trs cames por cilindro. O motor de 16 litros est disponvel somente com uma unidade de injeo. Uma ponta da haste do tucho repousa sobre o tucho e a outra atua sobre o balancim. H um parafuso de ajuste em uma extremidade do balancim. A extremidade esfrica inferior do parafuso repousa sobre a haste do tucho para que o tucho se ajuste ao movimento do eixo de comando. A folga correta pode ser ajustada com o parafuso de ajuste para garantir que a vlvula feche apropriadamente. Mecanismo da vlvula 11. 01:03-01 Scania CV AB 2009, Sweden 11 As placas de insero dos assentos das vlvulas so firmemente pressionadas em um encaixe de presso no cabeote do cilindro. O material das placas de insero dos assentos bastante resistente para que os assentos das vlvulas tenham alta durabilidade. Se necessrio, as placas de insero dos assentos das vlvulas podem ser substitudas. 100160 Com quatro vlvulas por cilindro, a rea da vlvula maior, o que facilita o enchimento do cilindro com ar. Ao mesmo tempo, preciso ter menos fora para extrair os gases de escape. O esforo necessrio para o fluxo de gs reduzido e a eficincia do motor melhorada. Isso, por sua vez, causa uma reduo no consumo de combustvel. O injetor pode ser posicionado no meio, o que melhora a combusto e resulta em emisses mais baixas e menos consumo de combustvel. 011408 Mecanismo da vlvula 12. 12 Scania CV AB 2009, Sweden 01:03-01 Mecanismo da rvore de manivelas Pistes H dois tipos diferentes de pistes. Pistes totalmente compostos por alumnio fundido e pistes bipartidos. Os pistes bipartidos so divididos e tm uma saia de alumnio e uma coroa de ao. Uma das vantagens dos pistes bipartidos que eles suportam mais tenso do que os convencionais. Isso permite maior potncia do motor. Pisto de alumnio Pisto articulado 100162 Mecanismo d