Motivação - SOCIOLOGIA APLICADA A ADMINISTRAÇÃO

Download Motivação - SOCIOLOGIA APLICADA A ADMINISTRAÇÃO

Post on 07-Jul-2015

8.126 views

Category:

Business

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Trabalho apresentado na FAI - FACULDADE DO VALE DO ITAPECURU, por IVANILDO LEAL GUIMARES, SOCIOLOGIA APLICADA A ADMINISTRAO.

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. EQUIPE:FABIANA DOS SANTOSIVANILDO L. GUIMARESMARIA DO CARMOVERIDIANA</li></ul> <p> 2. MOTIVAO NAS ORGANIZAESINTRODUCOA motivao um aspecto intrnseco spessoas, pois ningum pode motivarningum.Portanto, motivao pessoal, mas pode ser influenciada por objetivos e interesses coletivos 3. Para compreender o comportamentohumano fundamental oconhecimento da motivaohumana. Motivo tudo aquilo queimpulsiona a pessoa a agir dedeterminada forma isto , tudoaquilo que d origem a algumapropenso a um comportamentoespecfico 4. diz que motivao o processode estimular um indivduo paraque tome aes que iropreencher uma necessidade ourealizar uma meta desejada. 5. Diante desta afirmativa, observa-se que amotivao o insight para a ao e apartir da o ser humano busca satisfazersuas necessidades. Pois, notrio que oestgio atual do ser humano conta comuma constante busca por tudo o quepossa servir de melhoria de vida emrelao a desempenho profissional,familiar, financeiro e tudo o que possaservir de melhoria contnua. 6. BREVE HISTRICO SOBRE AMOTIVAO:Antes da revoluo industrial a motivaotinha forma de medo, punio - fsicafinanceira ou social. 7. existe uma tendncia natural na qualo indivduo se torna conscientes decada uma delas? (atos desentimentos de proteo esegurana, atos de pertencer,estima, e no final auto-realizao),motivados por elas em ordemdecrescente. 8. Identifica-se que a motivao para arealizao de qualquer necessidade sed pelo fato de que o indivduo temconscincia de cada uma das tendnciasnaturais, isto , de todos os sentimentosrelativos s necessidades dos sereshumanos, atingindo seu grau demotivao conforme o momento de suavida. 9. Frederick Herzberg que tambm realizou umpostulado sobre a Teoria Motivao-Higiene,que tratava de comportamentos humanos eas atitudes no trabalho avaliando sobre oaumento da produtividade, em relao aofuncionrio motivado, diminuio doabsentesmo e melhores relaes noambiente da organizao, baseado nestesideais haveria a compreenso que elevam omoral trazendo a alegria com a auto-realizao. 10. Os administradores devem estar cientes destes fatores,e ter conhecimento das teorias que influenciam o serhumano. As organizaes para a sua funcionalidademais efetiva esto sistematizadas em hierarquias, e oscolaboradores devem estar cientes de seus papis ,assim como sempre um grande desafio para osgerentes, tentarem compreender os colaboradores aliesto alocados, enfocando sempre no contexto, asrazes de seus comportamentos, e qual a maneiramelhor para motiv-las para serem mais produtivas eatenderem os apelos da organizao. 11. SUGERE AS SEGUINTES MEDIDAS ASEREM USADAS PELAS EMPRESASPARA ATINGIREM A MOTIVAO DESEUS COLABORADORES NO QUE TANGE A TEORIA DE MASLOW: 12. 1. Auto-realizao; estimulo aocompleto comprometimento, otrabalho como dimensoimportante na vida doempregado; 13. 2. Auto-estima: cargos que permitam realizao, autonomia, e responsabilidade, trabalho que valoriza a identidade; 14. 3. Sociais: estmulos interaocom os colegas no trabalho,possibilidade de atividadessociais e esportivas, e reuniessociais que ocorram fora daorganizao; 15. 4. Segurana: seguro-sade eplanos de aposentadoria,segurana no trabalho,estabelecimento e divulgaodo plano de carreira; 16. 5. Fisiolgicos: salrio e benefcio; segurana e condies agradveis no trabalho. 17. TEORIAS MOTIVACIONAIS* Teoria da Hierarquia das Necessidades deMaslow:Teoria das Relaes Humanas no Trabalho:Teoria dos Fatores Higinicos e Motivacionais deHerzberg:- Teoria Contigencial da Motivao, Victor Vroom: 18. 2.1-TEORIA DA HIERARQUIA DAS NECESSIDADES DE MASLOW: a motivao um estado interior que induzuma pessoa a assumir determinados tiposde comportamentos.Spector (2002, p.198) 19. A motivao uma ferramenta das maisimportantes para o sucesso organizacional,pois afeta o desempenho funcional docolaborador, sendo a mola propulsora paraque o processo de produo que afuncionalidade da organizao seja oresponsvel pelo processo de transformao,isto , os processos de transformao soresponsveis pela gerao de bens (produtose servios), e para que saia a contento docliente necessrio que atinja seu grau deexcelncia. 20. TEORIAS MOTIVACIONAIS MAIOR VARIEDADE,SEMPRE EM BUSCA DE MAIOR SATISFAO NAVIDA.1.Auto-realizao;2.Auto-estima:3. Sociais:4. Segurana: 21. 3. TEORIA DAS RELAES HUMANAS NO TRABALHO:Georges Elton Mayo foi um cientista socialaustraliano responsvel pelo ensaio tericoque se fundamentava na necessidade dedemocratizao e humanizao que tinhapor objetivo primordial analisar a rotao dopessoal (turnover), 22. 4 - TEORIA DOS FATORES HIGINICOS EMOTIVACIONAIS DE HERZBERG:A teoria dos dois fatores, ou seja, dosfatores higinicos e motivacionaisfoi desenvolvida por Herzbergafirmava que a motivao dosindivduos depende destes doisfatores que tem ligaes estritas. 23. A expresso higiene serve exatamente paraidentificar o seu carter preventivo e mostrarque se destinam simplesmente a evitar fontesde insatisfao. Ningum trabalha com maisesmero, porque uma empresa decide incluir,por exemplo, um plano odontolgico comobenefcio extra. Entretanto, h necessidade dese ter este plano, pois as pessoas precisamestar saudveis, a falta dele gera insatisfaopor parte dos colaboradores. 24. Sendo assim, os fatores motivacionais tm um aporte direto na influncia da qualidade de vida das pessoas, e conseqentemente na qualidade dos produtos e servios oferecidos pelas mesmas. 25. 5 - TEORIA CONTIGENCIAL DAMOTIVAO, VICTOR VROOM: considerada uma teoria de processo, e no simplesmente de contedo, pois identifica relaesentre variveis dinmicas, que explicam o comportamento das pessoas no trabalho. 26. OS FATORES DESSA TEORIA DE ACORDO COMVICTOR VROOM SO:VALNCIA,EXPECTATIVAE INSTRUMENTALIDADE. 27. Partindo-se da anlise da figura acima possvel afirmar que existem trs fatores que determinam em cada indivduo a motivao para produzir: os objetivos individuais, a relao que o indivduo percebe entre produtividade e alcance dos seus objetivos, bem como a capacidade de o indivduo influenciar seu prprio nvel de produtividade. 28. 7 TEORIAS MOTIVACIONAISDIFERENAS INDIVIDUAISO autor faz um comparativo das trs teorias, e o enfoque de cada terico no processo da motivao, Maslow fundamenta-se nas necessidades das pessoas, Herzberg condiciona dois fatores para que ela acontea, e Vroom direciona a fora da motivao na produtividade do homem. 29. TEORIA X E Y DE MCGREGOR:A teoria X, conhecida como visotradicional, vem representar o controleexistente sobre os recursos humanos daempresa. De acordo com esta teoria, aspessoas, em geral, no sentem vontadede trabalhar ou pretendem trabalhar onecessrio, e devido a isso, a grandeparte dos trabalhadores tm que sercoagidos, supervisionadosinsistentemente e ameaados compenalidades, pois somente dessa formaconseguem atender os objetivospropostos pela organizao. 30. A teoria Y mais otimista, e mostra o fato de quea ampliao dos recursos humanos muitomais otimizada e pode ser mais bemaproveitado. Nesta teoria o fundamento oseguinte, quando um ambiente favorvel aotrabalho, tudo flui naturalmente e pode serprazeroso. O colaborador direcionado pelaauto-orientao e autocontrole, desta forma elefaz parte dos objetivos da empresa, aliado atudo isso o funcionrio recebe recompensas esente-se mais motivado na realizao de suastarefas. 31. TIPOS DE MOTIVAO:Motivao Instrumentale Motivao Integrada 32. FATORES QUE INFLUENCIAM NAMOTIVAOa motivao o processo responsvel pela intensidade, direo e persistncia dos esforos de uma pessoa para o alcance de uma determinada meta. 33. OS FATORES QUE INTERFEREM NOSMECANISMOS DA MOTIVAO1. SLRIO2. AUTO-ESTIMA E RECONHECIMENTO3. RELACIONAMENTO ENTRE OS COLABORADORES4. PROMOO, TREINAMENTO E CAPACITAO5. BENEFCIOS6. SEGURANA7. CONDIES DE ESTRUTURA FSICA E FERRAMENTOS NOS LOCAIS DE TRABALHO 34. IMPORTNCIA DA MOTIVAO NAS ORGANIZAES:A teoria e a prtica da motivao h muitofaz parte de nossa vida. Indivduosaltamente motivados podem resultar emaumentos substancias na produtividade ena satisfao do trabalho, alm deconsidervel reduo do absentesmo, doatraso, queixas e assim por diante.(MONTANA 2003. p. 227) 35. 7-MOTIVAO NO AMBIENTE ORGANIZACIONALO trabalho em qualquer tipo deorganizao norteia-se pela procuraconstante dos objetivos da organizao,pertinente ao cargo que desenvolve,com suas tarefas, e com suasresponsabilidades empresariais, j osobjetivos de cada indivduo decorremdas necessidades pessoais doscolaboradores. 36. CONCLUSOConclui-se que as organizaes apresentam as suas propostas, e esperam no mnimo um bom desempenho dos colaboradores, est subtendido que conhecendo essas expectativas de seus funcionrios e fazendo com que entendam os objetivos empresarias, e em virtude desta harmonia ocorrer ligao psicolgica recproca. 37. Sendo assim, esta importncia damotivao no desempenho dosfuncionrios, est inserida no conjuntode fatores tais como: condies detrabalho, um bom clima organizacional,salrios favorveis, bonificaes,participao nas decises, capacitaes,reconhecimento e outros, que vo aferiro sucesso ou o fracasso da organizao.</p>