motivação –recrutamento e seleção - igepp.com.br ?· recrutamento e seleção. •...

Download Motivação –Recrutamento e Seleção - igepp.com.br ?· Recrutamento e Seleção. • Distinguir…

Post on 16-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Motivao Recrutamento e Seleo

Prof. Carlos Xavier

www.facebook.com/professorcarlosxavier

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier1

Motivao. o processo que move algum em direo a algo,

mediante uma ao. Possui trs caractersticas intrnsecas:

Intensidade: qual o esforo despendido;

Direo: quais os objetivos a serem alcanados; Direo: quais os objetivos a serem alcanados;

Persistncia: por quanto tempo a pessoa consegue manter seu esforo.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier2

Motivao.Principais teorias da motivao:

Vamos estud-las!

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier3

Teoria de MaslowHierarquia das necessidades de Maslow: Existem necessidades mais bsicas do que outras, formando uma

pirmide;

Primeiro as necessidades mais bsicas devem ser atendidas para que necessidades mais avanadas apaream;

Quanto mais forte uma necessidade maior a motivao para Quanto mais forte uma necessidade maior a motivao para atend-la;

As necessidades no satisfeitas influenciam o comportamento, enquanto necessidades satisfeitas no motivam o comportamento;

As necessidades requerem um processo motivacional mais rpido medida que se desce na hierarquia, em direo as mais bsicas.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier4

Teoria de MaslowGrupos de necessidades, segundo Maslow:

Fisiolgicas: necessidades mais bsicas do ser humano.

De segurana: incluem a segurana e a proteo;

Sociais (ou afetivo-sociais): so as necessidades relativas sociabilidade do ser humano. relativas sociabilidade do ser humano.

De estima (ou de autoestima): referem-se a fatores de estima internos e externos pessoa.

Autorrealizao: trata-se do mpeto de tornar-se tudo aquilo que se deseja ser.

Esses grupos formam a famosa Pirmide de Maslow...

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier5

Teoria de Maslow

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier6

Teoria de MaslowGrupos de necessidades, segundo Maslow:

Necessidades de nvel inferior: fisiolgicas e de segurana.

Estas seriam satisfeitas por estmulos externos ao indivduo.

Necessidades de nvel superior: sociais, auto-estima e auto-realizao.

Estas seriam satisfeitas internamente no indivduo.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier7

Teoria ERC de Aldefer Construda a partir da Teoria de Maslow;

Para ela existem trs grupos de necessidades;

No h hierarquia rgida de necessidades;

Quando uma necessidade mais elevada for Quando uma necessidade mais elevada for reprimida, haver um maior desejo de satisfao de uma necessidade de nvel inferior. Trata-se do mecanismo chamado de frustrao-regresso.

Mas que necessidades so essas?Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier8

Teoria ERC de Aldefer Necessidades de existncia: incluem as necessidades de bem-

estar fsico: existncia, preservao e sobrevivncia. Incluem as necessidades bsicas de Maslow, ou seja, as fisiolgicas e as de segurana.

Necessidades de relacionamento: so as necessidades de relacionamentos interpessoais, ou seja, de sociabilidade e relacionamento social. Podem ser associadas s necessidades relacionamento social. Podem ser associadas s necessidades sociais e aos componentes externos da necessidade de estima de Maslow.

Necessidades de crescimento: so as necessidades que o ser humano tem de desenvolver seu potencial e crescer. Se relacionam com as necessidades de realizao de Maslow e com os componentes extrnsecos das necessidades de Estima.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier9

Teoria X e Y de McGregorRepresentam vises antagnicas do ser humano; Para a Teoria X, os funcionrios no gostam de trabalhar e

devem ter uma superviso muito prxima para orient-los, acompanh-los ou at coagi-los no sentido de executar o trabalho, pois no sentem uma motivao natural para o trabalho.trabalho.

Para a Teoria Y, os funcionrios acham o trabalho algo to natural quanto descansar ou se divertir. Sob esta viso, uma pessoa mediana pode aprender a aceitar responsabilidades ou at busc-las. A superviso dos funcionrios, conforme visto pela Teoria Y, poderia ser mais branda, j que eles sentiriam uma motivao natural para o trabalho.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier10

Teoria dos Dois FatoresTeoria dos Dois Fatores de Herzberg, tambm

conhecida como Higiene Motivao; Fatores Higinicos: referentes ao ambiente de trabalho, tambm

chamados de fatores extrnsecos ou profilticos. Eles evitam a insatisfao caso estejam presentes. Incluem aspectos como qualidade da superviso, remunerao, polticas da empresa, qualidade da superviso, remunerao, polticas da empresa, condies fsicas de trabalho, relacionamento com colegas e segurana no emprego;

Fatores Motivacionais: referentes ao prprio trabalho, sendo tambm chamados de fatores intrnsecos. So responsveis pela existncia de satisfao dos funcionrios. Incluem aspectos como chances de promoo, oportunidades de crescimento pessoal, reconhecimento, responsabilidades e realizao.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier11

Teoria dos Dois Fatores

Satisfao o oposto de no-satisfao;

Insatisfao o oposto de no-insatisfao.

Enquanto os fatores higinicos so a base, gerando a no-insatisfao, os fatores

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier12

gerando a no-insatisfao, os fatores motivacionais geram a satisfao.

Teoria das Necessidades Adquiridas de McClelland

So trs as necessidades que servem de base para o comportamento:

Necessidade de realizao: trata-se da busca da excelncia, da realizao em relao a determinados padres e do mpeto pelo sucesso. Tambm conhecida pelo nome em ingls need for achievement ou sua sigla nAch.achievement ou sua sigla nAch.

Necessidade de poder: trata-se da necessidade de possuir poder para fazer com que os outros se comportem de um modo que no o fariam naturalmente. Tambm conhecida pelo nome em ingls need for power ou simplesmente nPow.

Necessidade de afiliao: trata-se da vontade de possuir relacionamentos interpessoais prximos e amigveis. Tambm conhecida em ingls por need for affiliation, ou simplesmente nAff.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier13

Teoria das Necessidades Adquiridas de McClelland

Principais concluses da teoria de McClelland:

As pessoas se sentem muito motivadas quando o trabalho tem bastante responsabilidade, grau mdio de riscos e bastante feedback;

Uma grande necessidade de realizao no faz, Uma grande necessidade de realizao no faz, necessariamente, um bom gestor. Geralmente, os bons gerentes no possuem alta necessidade de realizao eles se preocupam mais em influenciar os outros do que em realizar!

O sucesso gerencial est ligado a uma alta necessidade de poder e baixa necessidade de afiliao.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier14

Teoria do Estabelecimento de Objetivos

O desempenho melhorado por objetivos especficos, e no metas genricas;

Objetivos difceis podem melhorar mais o desempenho do que objetivos fceis;

O feedback importante;

O comprometimento fundamental;

tarefas simples (e no complexas), conhecidas (e no novas) e independentes (e no interdependentes) favorecem o desempenho.

Culturas nacionais voltadas ao desempenho individual tambm favorecem o desempenho, ao contrrio de culturas coletivistas.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier15

Teoria da equidade

As pessoas percebem sua situao de trabalho e buscam um senso de justia.

Elas avaliam os benefcios recebidos (resultados) em relao aos esforos (investimentos)

Elas podem se perceber em uma das seguintes Elas podem se perceber em uma das seguintes situaes:

Injustia por ser sub-recompensado:

Equidade ou justia:

Injustia por ser sobrerrecompensado:

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier16

Teoria da equidade

A referncia de comparao pode ser: Prprio-interno: o ponto de comparao, nesse caso, o

prprio funcionrio, quando ocupava outra posio dentro da mesma organizao;

Prprio-externo: o ponto de comparao, nesse caso, o prprio funcionrio quando ocupava uma posio dentro de prprio funcionrio quando ocupava uma posio dentro de outra organizao;

Outro-interno: o ponto de comparao, nesse caso, outro funcionrio que ocupa uma funo dentro da mesma organizao;

Outro-externo: o ponto de comparao, nesse caso, outro funcionrio que ocupa uma funo em outra organizao.

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier17

Teoria da equidade

A percepo de injustia pode levar a uma das seguintes consequncias:

Modificar os insumos

Modificar as recompensas

Rever sua autoimagem Rever sua autoimagem

Rever a percepo que possui de terceiros

Buscar outra referncia

Abandonar a situao

Prof. Carlos Xavier

facebook.com/professorcarlosxavier18

Teoria da equidade

Temos que entender as quatro dimenses de justia:

Justia atributiva (ou distributiva): refere-se percepo de que o resultado obtido foi justo. o conceito clssico enfocado pela Teoria da Equidade.

Justia processual: trata da percepo de justi