m³dulo i – roteiro 3 a pedra angular eade - programa ii - religi£o...

Download M³dulo I – Roteiro 3 A pedra angular EADE - Programa II - Religi£o   Luz do Espiritismo Ensinos e Parbolas de Jesus – Parte 2

If you can't read please download the document

Post on 17-Apr-2015

107 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Mdulo I Roteiro 3 A pedra angular EADE - Programa II - Religio Luz do Espiritismo Ensinos e Parbolas de Jesus Parte 2
  • Slide 2
  • Havia um homem que plantou uma vinha, arrendou-a a uns lavradores e depois se ausentou do pas. Ao tempo da colheita, mandou seus servos aos lavradores, para receber os frutos da vinha, mas os lavradores os feriram, mataram um e apedrejaram outro. Outros servos foram enviados; e eles fizeram-lhes o mesmo.
  • Slide 3
  • E, por ltimo, enviou-lhes seu filho, dizendo:Tero respeito a meu filho. Mas os lavradores, vendo-o, para apoderarem-se de sua herana, o arrastaram para fora da vinha e o mataram. Quando, pois, vier o Senhor da vinha, que far queles lavradores? Dizem-lhes eles: Dar afrontosa morte aos maus e arrendar a vinha a outros lavradores, que, a seu tempo, lhe dem os frutos. Mateus, 21: 33-41
  • Slide 4
  • Diz-lhes Jesus: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra que os edificadores rejeitaram, essa foi posta por cabea do ngulo; pelo Senhor foi feito isso e maravilhoso aos nossos olhos? Mateus, 21: 42
  • Slide 5
  • Pedra angular Cada uma das pedras que forma o cunhal de um edifcio. Cunhal cada canto externo (ou quina) de uma edificao, formado por duas paredes. A pedra colocada como cabea de ngulo a mais importante porque sustenta e serve de base s demais.
  • Slide 6
  • Pedra angular A palavra pedra citada no texto evanglico traz o significado de verdade essencial que foi anunciada por meio de uma revelao. O Evangelho a pedra angular, o sustentculo para que se compreenda Deus e a criao divina.
  • Slide 7
  • Pedra angular A palavra de Jesus se tornou pedra angular, isto , a pedra de consolidao do novo edifcio da f, erguido sobre as runas do antigo. A Gnese, cap. 17, item 28 Os judeus, os prncipes dos sacerdotes e os fariseus rejeitaram essa pedra. A Gnese, cap. 17, item 28
  • Slide 8
  • Nas obras bsicas do Espiritismo a expresso utilizada de forma metafrica: [...] o que Jesus colocou por pedra angular do seu edifcio e como condio expressa da salvao: a caridade, a fraternidade e o amor do prximo [...] ESE, cap 23, item 15 Pedra angular
  • Slide 9
  • Nas obras bsicas do Espiritismo a expresso utilizada de forma metafrica: [...] sua doutrina [de Jesus] tem por base principal, por pedra angular, a lei de amor e de caridade. ESE, cap 14, item 6 Pedra angular
  • Slide 10
  • Nas obras bsicas do Espiritismo a expresso utilizada de forma metafrica: Nos dois textos, Kardec utiliza a expresso para deixar claro que a essncia do ensino de Jesus a caridade, o amor ao prximo, fundamento desrespeitado pelos que, dizendo-se cristos, armam-se contra seus semelhantes. Pedra angular
  • Slide 11
  • Nas obras bsicas do Espiritismo a expresso utilizada de forma metafrica: A parte mais importante da revelao do Cristo, no sentido de fonte primria, de pedra angular de toda a sua doutrina o ponto de vista inteiramente novo sob que considera ele a Divindade. A Gnese, cap. I, item 23 Pedra angular
  • Slide 12
  • Nas obras bsicas do Espiritismo a expresso utilizada de forma metafrica: O Codificador coloca por terra o conceito antigo de um Deus parcial, que abenoava um povo para que prevalecesse sobre o outro. Reformador, outubro 2006 Pedra angular
  • Slide 13
  • Portanto, eu vos digo que o Reino de Deus vos ser tirado e ser dado a uma nao que d os seus frutos. E quem cair sobre esta pedra despedaar-se-; e aquele sobre quem ela cair ficar reduzido a p. Mateus, 21: 43-44 E os prncipes dos sacerdotes e os fariseus, ouvindo essas palavras, entenderam que falava deles; e, pretendendo prend-lo, recearam o povo, porquanto o tinham por profeta. Mateus, 21: 45-46
  • Slide 14
  • O Reino de Deus Os judeus no aceitaram Jesus como o Messias aguardado. Desprezaram-no, perseguiram-no e o crucificaram. Verificou-se o mesmo com a doutrina moral do Cristo, muitos cristos, a exemplo dos antigos judeus, ainda valorizam as prticas exteriores em detrimento das morais. Essas consideraes levam compreenso do porqu da profecia do Cristo de que o Reino de Deus seria dado a uma nao que desse os seus frutos.
  • Slide 15
  • O Esprito Humberto de Campos (Irmo X) informa que o Brasil: Jesus transplantou da Palestina para a regio do Cruzeiro a rvore magnnima do seu Evangelho a fim de que os seus rebentos delicados florescessem de novo frutificando em obras de amor para todas as criaturas. Brasil, corao do mundo, ptria do evangelho. Que nao teria condies de fazer cumprir essa profecia de Jesus?
  • Slide 16
  • Entretanto: Brasileiros apresentam ndole pacfica; Provas e expiaes desde os tempos coloniais moldaram-lhes o carter; Acentuada religiosidade, nem sempre encontrada nos demais povos; Intensa miscigenao racial e cultural favorecem integrao; Povos imigrantes no so discriminados. As dificuldades vivenciadas pelos brasileiros, levantam algumas dvidas a respeito de ser o Brasil a Ptria do Evangelho.
  • Slide 17
  • O Brasil no est somente destinado a suprir as necessidades materiais dos povos mais pobres do planeta, mas, tambm, a facultar ao mundo inteiro uma expresso consoladora de crena e de f raciocinada e a ser o maior celeiro de claridades espirituais do orbe inteiro. Brasil, corao do mundo, ptria do evangelho. Emmanuel endossa as palavras de Humberto de Campos e acrescenta:
  • Slide 18
  • O Cu e a terra passaro, mas as minhas palavras no ho de passar. Mateus, 24:35
  • Slide 19
  • Discpulos diretos A pedra angular, o marco estruturador da religio e da moralidade humana. As palavras de Jesus no passaro porque sero verdadeiras em todos os tempos. Os dois textos evanglicos nos informam sobre a perenidade da mensagem crist:
  • Slide 20
  • AtividadeAtividade Grupo 1 Leitura do texto Pedra Angular, de autoria de Juvanir Borges de Souza. Grupo 2 Leitura do texto Pedra Angular, de autoria de Dalva Silva Souza. Grupo 3 Leitura do texto evanglico Mt 24:35, pginas 24 e 25 da apostila.
  • Slide 21
  • AtividadeAtividade Grupo 1 Destaque os pontos do texto que o grupo considerou importantes para serem transmitidos aos demais participantes. Na opinio do grupo, por que ainda no conseguimos vivenciar a mensagem crist, a despeito de toda a cincia e tecnologia existentes na atualidade?
  • Slide 22
  • AtividadeAtividade Grupo 2 Destaque os pontos do texto que o grupo considerou importantes para serem transmitidos aos demais participantes. Para que a Humanidade se transforme para melhor necessrio iniciarmos por ns mesmos. O que o grupo identifica que j temos efetivamente feito para atingir esse objetivo, apesar dos desafios que a vida moderna nos impem?
  • Slide 23
  • AtividadeAtividade Grupo 3 Qual o significado das palavras de Jesus: O cu e a terra passaro, mas as minhas palavras no ho de passar ? Destaque os pontos do texto que o grupo considerou importantes para serem transmitidos aos demais participantes.
  • Slide 24
  • O cu e a terra passaro, mas as minhas palavras no ho de passar Entenda-se que, para os espritos a serem exilados em planos distantes do infinito, a Terra e o cu que se conhecem no mais sero vistos, porque o firmamento de outro planeta mostrar diferentes constelaes, estranhas s que compem o cu deste mundo. Por isto Jesus recorda que o cu e a Terra passariam, enquanto sua palavras permaneceriam.
  • Slide 25
  • O cu e a terra passaro, mas as minhas palavras no ho de passar No entanto, no curso de novos milnios e em situaes adversas, no encalo da legtima felicidade, os espritos que forem exilados em planetas distantes anotaro a necessidade de resgatar e vivenciar a palavra do Cristo que aqui menosprezaram.
  • Slide 26
  • O cu e a terra passaro, mas as minhas palavras no ho de passar Convm, pois, admitir o Evangelho por constituio universal, embora a atual gerao o qualifique de ultrapassado. O desapreo do homem ao Evangelho definir os acontecimentos que iro assinalar a nova era, o reinado de Jesus e a restaurao do reino simblico de Israel para os seres obedientes e bons, descrevendo, no entanto para os espritos a serem exilados, nova saga do paraso perdido e os smbolos de que trata o Gnesis, o primeiro livro do Pentateuco moisaico. Fonte:Notcias do reino, Joo Moutinho, cap. 30.
  • Slide 27
  • O cu e a terra passaro, mas as minhas palavras no ho de passar.