modelo pedagógico - secretaria de educação do governo ...· para responder à formação do jovem

Download Modelo Pedagógico - Secretaria de Educação do Governo ...· para responder à formação do jovem

Post on 11-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ModeloPedaggico

    Princpios Educativos

  • Propriedade de: Data:

    Anotaes:

  • ModeloPedaggico

    Princpios Educativos

  • 2

  • Neste Caderno voc conhecer as bases do Modelo Pedaggico da Escola da Escolha e seus princpios educativos. Iniciamos a conversa apresentando o que o Modelo Pedag-gico e detalhamos os seguintes temas:

    Protagonismo Os 4 Pilares da Educao Pedagogia da Presena Educao Interdimensional

    Bom estudo!

    Ol Educador

  • iStock.com/lilly3

  • TECNOLOGIA DE GESTO EDUCACIONAL (TGE)

    ESCOLA DA ESCOLHA

    MODELO PEDAGGICO

    FORMAO PARA A VIDA

    FORMAO DE COMPETNCIAS PARA O SCULO XXI

    O JOVEM E SEU PROJETO DE VIDA

    FORMAO ACADMICA DE

    EXCELNCIA

    O Caderno Introduo s Bases Tericas e Metodolgicas do Modelo da Escola da Escolha apresenta a sua matriz histrico-conceitual, o cenrio no qual foi concebi-do, sua motivao institucional, suas expectativas e compromissos para a quebra e a introduo de novos paradigmas na Educao Bsica brasileira.

    Aqui trataremos de duas estruturas - gesto e pedagogia - tecidas para operar este Modelo:

    A concepo do Modelo Pedaggico

    Introduo

    A CENTRALIDADE DO MODELO O JOVEM E O SEU PROJETO DE VIDA

  • 6

    Apesar de aqui serem consideradas nas suas particularidades em Cadernos especficos, essas duas estruturas, nomeadas como Modelo de Gesto e Modelo Pedaggico, guardam uma relao de interdependncia e se alimentam mu-tuamente por meio dos seus princpios, conceitos e mecanismos operacionais. So estruturas indissociveis e tornam possvel transformar o plano estratgico da escola em efetiva e cotidiana ao.

    Os dois Modelos do sustentao para a Escola da Escolha.

    O Modelo de Gesto, por meio da Tecnologia de Gesto Educacional TGE, a base na qual o Modelo Peda-ggico se alicera para gerar o trabalho que transformar a inteno educati-va em ao efetiva.

    O Modelo Pedaggico o sistema que opera um currculo integrado entre as diretrizes e os parmetros nacionais e/ou locais e as inovaes concebidas pelo ICE, fundamentadas na diversifi-cao e enriquecimento necessrios para apoiar o estudante na elaborao do seu Projeto de Vida, essncia do Modelo e no qual reside toda a centrali-dade do currculo desenvolvido.

    O sistema fundamentado em qua-tro Princpios Educativos: o Protago-nismo, os Quatro Pilares da Educao, a Pedagogia da Presena e a Educao Interdimensional.

    O Modelo da Escola da Escolha ope-ra essas estruturas por meio de uma estratgia fundamental que se carac-teriza pela ampliao do tempo de permanncia de toda a comunidade escolar, equipes de gesto, professores, corpo tcnico-administrativo e os estu-dantes. Mesmo sendo uma estratgia essencial, a modificao do tempo de permanncia de todos na escola no

    MODELO PEDAGGICO

    A concepo do Modelo Pedaggico

    AMPLIAO DA JORNADA ESCOLAR: REFERNCIA OU ESTRATGIA?

  • 7

    uma referncia para sua a concepo e, sim, um mecanismo para viabilizar o projeto escolar fundado nessas duas estruturas. Esse um aspecto impor-tante, pois se trata de compreender que o ponto de partida a concepo dos princpios e premissas do projeto escolar que se materializa na prtica pedaggica atravs do currculo e de estratgias definidas para a sua operacionalizao. Uma lgica inversa, e no adotada aqui, a que define pri-meiramente quanto tempo o estudan-te permanecer na escola para depois definir de que forma esse tempo serve ao currculo e como ele se articula ao projeto escolar.

    MODELO PEDAGGICO

    A concepo do Modelo Pedaggico

    AMPLIAO DA JORNADA ESCOLAR: REFERNCIA OU ESTRATGIA?

  • 8

    A materializao do currculo se realiza por meio de procedimentos terico-metodolgicos que favorecem a vivncia de atividades dinmicas, contextualizadas e significativas nos diversos campos das cincias, das artes, das linguagens e da cultura cor-poral e, exercendo o papel de agente articulador entre o mundo acadmico, as prticas sociais e a realizao dos Projetos de Vida dos estudantes. Para tanto, o Modelo da Escola da Escolha lana mo de inovaes pedaggicas (sua Parte Diversificada) que, integra-das ao desenvolvimento da Base Na-cional Comum do currculo, favorecem o pleno desenvolvimento do estudante.

    A estruturao da Parte Diversificada do currculo leva sempre em conside-rao a identidade local ilustrada em cada sistema educacional.

    MODELO PEDAGGICO

    A concepo do Modelo Pedaggico

  • 9

    INOVAES EM CONTEDO, MTODO E GESTO

    MODELO PEDAGGICO

    A concepo do Modelo Pedaggico

  • 10

    O Modelo Pedaggico foi concebido para responder formao do jovem no Sculo XXI, a fim de que ao final da Edu-cao Bsica, ele rena as condies para executar o seu Projeto de Vida, ide-alizado e gestado ao longo dos Ensinos Fundamental e Mdio.

    luz das questes trazidas e refletidas no contexto da sua concepo, o Modelo da Escola da Escolha tem como foco:

    Esse foco ntido porque se assume uma sentena:

    Na perspectiva dessa formao e na modelagem dessa concepo, tem-se claro que a Escola da Escolha: fundamenta-se em quatro princ-pios e se estrutura em duas bases

    claras: um modelo pedaggico eficaz e um modelo de gesto comprometi-do com resultados; dispe de um conjunto de metodo-logias que operam esses princpios; aciona estratgias para viabilizar o desenvolvimento das metodologias; demanda instrumentos cuja aplica-o avalia a sua efetividade.

    Tendo o JOVEM como foco do pro-jeto escolar ao final da Educao Bsi-ca e a construo do seu PROJETO DE VIDA, o Modelo se efetiva na medida em que a escola prov, tanto no Ensino Fundamental quanto no Ensino Mdio, trs eixos formativos essenciais e considera o estudante e suas circuns-tncias como sendo o alvo a partir do qual e para o qual o Projeto Escolar se constri e se estabelece sob a forma das relaes, do currculo, das prticas pedaggicas e da gesto. O foco dos profissionais da escola e, consequente-mente, de suas prticas, tem que pos-suir nome e sobrenome. No pode ser abstrato, tem que ser, tem que exis-tir, tem que ocupar espao. E isso s mesmo o estudante e sua forma de interagir com o mundo podem oferecer. Nesse caso, o foco deve ser o estudante a quem os educadores servem com sua dedicao, suas competncias tcni-cas, seu tempo, seu talento e seu exem-plo. Para atingir tal objetivo, o Modelo proposto pelo ICE define trs eixos por meio dos quais a prtica pedaggica se realiza. Eles no concorrem entre si, mas coexistem, um no se sobrepe ao outro porque os trs so imprescind-veis para a formao do jovem idealiza-do na Escola da Escolha.

    Apenas um jovem que desenvolve uma viso do seu prprio futuro e capaz de transform-la em realida-de reunir as condies para atuar nas trs dimenses da vida humana pessoal, social e produtiva dotado da capacidade de iniciativa (ao), liberdade (opo) e compromisso (responsabilidade) para fazer esco-lhas, atuando de maneira autnoma, solidria e competente sobre os contextos e desafios, limites e possi-bilidades advindos deste sculo.

    O jovem e o seu Projeto de Vida

    MODELO PEDAGGICO

    A concepo do Modelo Pedaggico

  • FORMAO PARA A VIDA

    FORMAO DE COMPETNCIAS PARA O SCULO XXI

    O JOVEM E SEU PROJETO DE VIDA

    FORMAO ACADMICA DE

    EXCELNCIA

    11

    FORMAO ACADMICA DE EX-CELNCIA A formao que se pro-cessa por meio de prticas eficazes de ensino e de processos verificveis de aprendizagem e que asseguram o pleno domnio, por parte do estudante, do co-nhecimento a ser desenvolvido durante a Educao Bsica. No se fala de es-tudos para alm desse nvel de ensino, mas daqueles que devem ser assegura-

    OS TRS EIXOS FORMATIVOS DO ESTUDANTE

    dos na intensidade, no tempo e na quali-dade durante os Ensinos Fundamental e Mdio. No apenas um currculo configura-do pela Base Nacional Comum e pelos documentos institucionais, mas, tam-bm, valorizado por uma Parte Diversifi-cada que no seja considerada apndice do currculo, e sim parte integrada e vital para assegurar o seu enriquecimento, aprofundamento e diversificao.

    MODELO PEDAGGICO

    A concepo do Modelo Pedaggico

  • 12

    FORMAO PARA A VIDA A for-mao que busca ampliar as referncias do estudante com relao aos valores e princpios que ele constitui ao longo de sua vida nos diversos meios com os quais interage: famlias, amigos, igrejas, templos, clubes, centros de convivncia e que contribuiro para a constituio de uma base slida em sua formao. Uma base consolidada de conhecimentos e de valores dever apoiar o estudante no processo de tomada de decises e de escolhas que o acompanhar ao longo da construo e da execuo do seu Projeto de Vida.

    FORMAO PARA O DESENVOL-VIMENTO DAS COMPETNCIAS DO SCULO XXI A formao integral se d no apenas pela presena de um currculo pleno de competncias cog-nitivas, mas tambm pela presena de um conjunto de outras competncias essenciais nos domnios da emoo e da natureza social. O desenvolvimento do estudante, no conjunto dos outros do-mnios dever contribuir para a forma-o de competncias que impactam os diversos domnios da vida humana, no mbito pessoal, social ou profissional.

    Nessa perspectiva, o Modelo de Gesto oferece ao Modelo Pedaggico diretrizes objetivas de ao para que a equipe escolar possa tomar as decises mais assertivas e articular a Base Nacio-nal Comum e a Parte Diversificada do currculo (sempre costurada pelos prin-cpios pedaggicos), para garantir que a formao de excelncia, a formao para a vida e a formao para as compe-tncias para o sculo XXI aconteam no dia a dia da escola, da sala de aula aos espaos para o exerccio do Protagonis-mo de seus estudantes.

    A articulao entre Modelo de Gesto

    e Modelo Pedaggico possibilita ainda que uma nova cultura se instale em cada unidade escolar, baseada em valores, princpios e premissas comuns a