modelo de orçamento doméstico

Download Modelo de Orçamento Doméstico

Post on 08-Sep-2015

220 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Planilha para fazer orçamento completo de seus gastos com projeção futura.

TRANSCRIPT

InstruesOramento DomsticoPor que elaborar um plano de oramento domstico ?O Idec elaborou esta ferramenta para auxiliar na administrao mais eficiente do seu oramento domstico, de forma a possibilitar:1) acompanhar a origem e destino das receitas (salrio e rendimento adicional);2) identificar o hbito de consumo e os bens e servios essenciais;3) controlar gastos para manter o equilbrio financeiro;4) prever os rendimentos para o ms frente;5) planejar e definir prioridadesA elaborao do oramento domstico exige dedicao, porm, necessria para quem tem planos e deseja ter mais tranquilidade para lidar com as contas e realizar projetos futuros. Estabelecer metas e envolver a famlia contribui para alcanar esse objetivo.Para o Idec, o combate ao superendividamento parte do acesso a educao financeira e da reflexo sobre o consumo consciente, assim como do respeito ao Cdigo de Defesa do Consumidor. Como utilizar a planilha de oramento domstico elaborada pelo Idec1 passo: Para mudar o ano nas pastas digite o novo perodo aqui 2015Identifique a pasta correspondente ao ms de consumo conforme o nome indicado no rodap da planilha.Ao iniciar o uso da planilha limpe as informaes inseridas como exemplos nos campos autorizados para ilustrar a funcionalidade da ferramenta.As pastas que NO necessitam de preenchimento esto protegidas por senhas para evitar que as frmulas sejam apagadas acidentalmente.2 passo: A planilha est configurada em: Pastas com nome dos meses de consumo; pasta "Real" consolida as informaes lanadas mensalmente; pasta "Previso" para lanamento antecipado dos gastos previstos para todo o ano seguinte; pasta "C.Crdito" para acompanhamento das compras parceladas; pasta "Aplicaes" para consolidar informaes sobre investimentos;pasta "Real x Previsto" para comparar os gastos realizados e previstos e auxiliar na reoganizao dos recursos; e pasta "Grfico" para avaliar o desempenho e identificar origem e destinodos recursos . importante antes de iniciar o ano, preencher a planilha de previso, no precisa ser valores exatos, basta acompanhar a mdia de receita e despesas do ano anterior. Para auxiliar a identificao de onde a conta deve ser lanada, entre em qualquer ms e localize o boto e localize onde esta conta deve ser lanada e preencha todos os meses. Esta planilha ser preenchida uma nica vez, voc gastar um tempinho a mais, porm, somente uma vez para preencher os campos, imagine como ser sua vida financeira durante o ano todo.No dia-a-dia o preenchimento da planilha ser mais rpido e fcil, aps selecionar o ms em curso, preencha apenas os campos com fundo branco, cada conta ocupar uma linha. Sero preenchidas cinco campos: Cdigo da conta, data, descritivo ou nome do fornecedor, valor e meio de pagamento. As informaes mais revelantes sobre receita/despesa sero preenchidas nas pastas mensais. As pastas: "Real" e "Grfico" sero preenchidas automaticamente, as pastas "C.Crdito" e "Aplicaes" apresentam campos que devem ser preenchidos conforme a orientao indicada nas pastas.3 passo:Nas pastas mensais, alm do lanamento da conta (receita ou despesa), haver um registro da movimentao financeira, atravs do saldo de pagamento das contas.A movimentao do saldo no ms, partir do saldo anterior, que dever ser preenchido ao iniciar o ms, o fluxo ser atualizado a cada novo lanamento de conta. Para essa condio, a movimentao seguir os meios de pagamento e respectivos canais (conta corrente, dinheiro e carto de crdito).Para que os campos da movimentao do saldo no ms reconhea qual canal de pagamento foi utilizado, realize a (entrada/sada) ao lado do valor de cada conta com o boto e registre no campo correspondente o cdigo do meio de pagamento.Preencha somente os campos vazios com fundo branco, cada despesa dever ocupar uma linha, para saber qual o cdigo correspondente.Antes de fazer o lanamento verifique o cdigo da despesa. Ex.: Grupo Educao - Subgrupo Matrcula/Mensalidade = E1. Ao digitar o cdigo o texto surgir no campo indicado basta lanar o nome do estabelecimento, o valor e o meio de pagamento utilizado.Digite nos campos correspondentes o saldo final do ms anterior e saldo parcelado do carto de crdito para prxima fatura4 passo: As informaes lanadas nos meses sero automaticamente transferedas para a pasta "Real" , nessa tabela ser possvel acompanhar tudo que foi recebido e gasto no ano.Logo abaixo da tabela com detalhamento das contas, est disponvel o consolidado e o resumo do fluxo dos meios de pagamentos (entradas/sadas). O acompanhamentodessas duas planilhas importante para a compreenso que no pagamos exatamente como recebemos e consumimos, portanto uma complementa a outra e auxilia na deciso de como consumir e administrar o risco de endividamento.5 passo: A pasta "Previsto Ano" deve ser preenchida com a mdia simples das receitas e despesas realizadas nos ltimos seis meses, mesmo que seja do ano anterior. Se no for possvel, estime com base nos valores do ms atual e faa ajustes durante os primeiros meses do ano e procure se manter dentro do oramento previsto.6 passo: A pasta "C.Credito" dever ser preenchida com os dados correspondentes aos lanamentos com parcelamento de compras no carto, e projeo dos valores para os prximos meses. 7 passo: A pasta "Aplicaes" tem o objetivo de estimular o consumidor a refletir o consumo e programar recursos para realizar gastos emergenciais ou projetos futuros. A estrutura da da pasta possibilita a incluso de outros campos de acordo com as aplicaes que cada usurio possui em funo da grande variedade de investimentos existentes. O objetivo da tabela estimular a formao de uma reserva, partindo da caderneta de poupana, acessvel ao perfil de toda a populao e de baixo risco. A planilha no realiza o clculo de remunerao, mas a consolidao dos investimentos a partir dos registros obtidos em extratos para acompanhar ao longo do ano a composio do saldo. extratos dos bancos, o acompanhamento consolidado das contas. Juntamente com a tabela de aplicaes financeiras foi projetada uma tabela bem simples identificada como "Projetos Futuros - quanto guardar para realizar..." a proposta registrarprojetos e planos futuros, muitos sem data determinada, mas que possvel projetar hoje o investimento necessrio e programar a formao do saldo necessrio para realiz-lo emalgum momento futuro.8 passo: A pasta "Real x Previsto" apresenta a comparao entre o real x previsto mensal e a participao percentual de cada grupo de despesa sobre a receita no ms. Esta tabela e tambm a pasta contendo os grficos so preenchidas automaticmente, conforme a incluso dos dados mensalmente.Natureza das despesas e o fluxo de caixa 1. Receita lquida: Correspondentes a todo o recurso financeiro que disponibilizado na conta corrente como: salrio lquido, 1/3 de frias, dcimo terceiro salrio, mesada, recebimento de aluguel, aposentadoria, restituio de IR, ou salrio recebido durante o ms. 2. Detalhamento de Despesas: Foram criados nove grupos com as despesas mais frequentes , classificadas como fixas e variveis, que envolvem as necessidades essenciais para a sobrevivncia das pessoas e que fazem parte de seu cotidiano da maioria das famliasAs despesas fixas so contas regulares, ou seja, ocorrem todos os meses e garantem a prestao de servios contnuos e essenciais, como: fornecimento de energia eltrica, gua, aluguel, prestao da casa, alimentao. Despesas que no podem ser interrompidas e possuem menor flexibilidade para administrar. As despesas variveis so despesas de ocorrncia eventual e consideradas no essenciais, ou seja, podem ter o seu consumo suspenso, reduzido, substituido e interrompido como: Gastos com lazer(cinema, teatro, restaurantes), gasolina, estacionamento, seguros, emprstimo. 3. Meio de pagamento utilizado: Corresponde aos canais utilizados para efetuar o pagamento das contas. Nesse caso, passa-se a observar a disponibilidade de dinheiro em conta para realizar os compromisso assumidos no ms, de acordo como a receita disponvel e os gastos realizados.Ateno para os lanamento das despesas pagas com CARTES DE CRDITO.O uso do carto de crdito possui algumas particularidades em funo do uso no presente e o pagamento no futuro, com variaes como compras parceladas e possibilidade de pagamento mnimo. Nesses casos, lance cada valor efetivamente pago nos meses correspondentes. Para fazer o lanamento no campo "Detalhamento de despesas" considere a forma de pagamento. Veja os exemplos:a. Compra sem parcelamento no carto de crdito: Exemplo: Compras no supermercado, lance o valor pago com carto direto no grupo Alimentao/supermercado.b. Compra parcelada no carto de crdito: Exemplo: Uma geladeira que custa R$ 960,00 e foi adquirida em 10 parcelas sem juros, lance o valor equivalente a 1 parcela no campo Moradia/reforma casa/aquisio de bens, nos meses seguintes lance a parcela na pasta "C.Crdito" Parcelas no carto de meses anteriores". 4. Fluxo de Caixa: Esse quadro no precisa ser preenchido composto por frmulas com os resultados dos lanamento realizados e resume toda a movimentao financeira do ms e indica as condies de saldo disponvel ou a situao de uso do cheque especial. O fluxo considera o saldo do ms anterior juntamente com a receita lquida do ms e indica o saldo em caixa para os pagamentos a serem realizados (Receita - Despesa). DESAFIO DA POUPANA: Constituir uma reserva para emergncias ou formar uma poupana para a realizao de um projeto futuro, exemplo: (Viagem, compra de uma TV nova, reformar a casa) requer um dedicao e disciplina com os gastos e deve ser considerado como uma despesa, um compromisso permanente. A partir desse ponto, ser possvel juntar um pouco de dinheiro. 8. Comparativo no ms: Esta pasta permite acompanhar a relao entre as previses estimadas e a situao real entre receita e despesa. Os grficos so aliment