ministrio do desenvolvimento social ministrio do desenvolvimento social conselho nacional de...

Download MINISTRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL   ministrio do desenvolvimento social conselho nacional de assistncia social composio cnas – gesto 2016/2018 presidente: fbio moassab bruni

Post on 06-Mar-2018

216 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 3

  • 4

  • 5

    MINISTRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIALCONSELHO NACIONAL DE ASSISTNCIA SOCIAL

    SUAS -

    SISTEMA UNICO DA ASSISTNCIA SOCIALMODO DE USAR

  • 6

    MINISTRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIALCONSELHO NACIONAL DE ASSISTNCIA SOCIAL

    COMPOSIO CNAS GESTO 2016/2018PRESIDENTE: Fbio Moassab BruniVICE-PRESIDENTE: Rosngela Maria Soares dos Santos REPRESENTANTES GOVERNAMENTAISTitulares:ALBERTO ALBINO DOS SANTOS - Ministrio do Desenvolvimento SocialMARIANA DE SOUZA MACHADO NERIS - Ministrio do Desenvolvimento SocialFBIO MOASSAB BRUNI - Ministrio do Desenvolvimento SocialLUIS OTVIO PIRES FARIAS - Ministrio do Desenvolvimento SocialMARIA IZABEL DE AMORIM - Ministrio do Desenvolvimento Social SOLANGE TEIXEIRA - Ministrio do Desenvolvimento SocialMARIA AMLIA SASAKI - Ministrio do Desenvolvimento SocialMAIRA LEILIANE OLIVEIRA ALMEIDA - Representantes dos Estados - FONSEASELCIMARA RANGEL LOUREIRO ALICIO - Representantes dos Municpios - CONGEMAS

    Suplentes:RENATA APARECIDA FERREIRA - Ministrio do Desenvolvimento SocialCAROLINE MIRANDA SAMPAIO - Ministrio do Desenvolvimento SocialTHEREZA DE LAMARE FRANCO NETTO - Ministrio da SadeRAQUEL DE FTIMA ANTUNES MARTINS - Ministrio do Desenvolvimento SocialNAYARA FRUTUOSO FURTADO - Ministrio do Desenvolvimento SocialLAS MARANHO SANTOS MENDONA - Ministrio do Desenvolvimento SocialMARILIA PAIVA DE CARVALHO - Ministrio do Desenvolvimento SocialLESE MENDES DE SOUSA - Representantes dos Estados - FONSEASMARISA RODRIGUES DA SILVA - Representantes dos Municpios - CONGEMAS

    REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVILTitulares:CLODOALDO JOS OLIVA MUCHINSKI - Fundao F e Alegria Do BrasilCARLOS NAMBU - Inspetoria So Joo Bosco - SalesianosNORMA SUELY DE SOUZA CARVALHO - Capemisa Insti tuto de Ao SocialMARIA JOS VASCONCELOS BARRETO CARVALHO - Frum Estadual de Usurios do

    Suas de Sergipe FEUSUAS/SEROSNGELA MARIA SOARES DOS SANTOS - Frum Nacional dos Usurios de Assistncia

  • 7

    Social FNUSUASCARMEN LCIA LOPES FOGAA - Organizao Nacional de Enti dades de Defi cientes

    Fsicos- ONEDEFLUZIANA CARVALHO DE ALBUQUERQUE MARANHO - Conselho Federal de

    Fisioterapia e Terapia Ocupacioanal COFFITO CLTIA REGINA VIEIRA - Federao Nacional dos Empregados em Insti tuies

    Benefi centes Religiosas e Filantrpicas - FENATIBREFBENEDITO AUGUSTO DE OLIVEIRA - Confederao Nacional dos Trabalhadores em

    Seguridade Social CNTSS

    Suplentes:MAURCIO JOS SILVA CUNHA - Centro de Assistncia e Desenvolvimento Inegral

    - CadiSILVIA REGINA RAMIREZ - Fundao Projeto PescarEDNA APARECIDA ALEGRO - Federao Nacional das Associaes Pestalozzi -

    FENAPESTALOZZISAMUEL RODRIGUES - Frum Nacional de Populao de RuaTATHIANE AQUINO ARAJO - Rede Nacional de Pessoas Trans no Brasil Rede

    Trans/SEELISA MACIEL COSTA - Associao Internacional Mayl Sara KaliCLEONICE CAETANO SOUZA - Unio Geral dos Trabalhadores UGTLEOVANE GREGRIO - Conselho Federal de Psicologia - CFPJOSENIR TEIXEIRA - Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil OAB/DF

    SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTNCIA SOCIALSecretria Nacional de Assistncia SocialMaria do Carmo Brant de Carvalho

    Secretrio Nacional de Assistncia Social AdjuntoAntonio Jos Gonalves Henriques

    SECRETARIA EXECUTIVA DO CNAS Secretria Executi vaMaria das Mercs de Avelino Carvalho

    Coordenadora da Coordenao de Polti ca da Assistncia SocialMaria Auxiliadora Pereira

  • 8

    Coordenadora da Coordenao de Normas da Assistncia SocialMaria Celia Haggi Alves

    Coordenadora da Coordenao de Financiamento e Oramento da Assistncia Social

    Mirelle Campos da Silva Dantas

    Coordenadora da Coordenao de Acompanhamento aos Conselhos da Assistncia Social

    Maria Cristi na Abreu Marti ns de Lima

    Servio de Apoio ao GabineteMaria do Socorro CruzSilvani Souza Maria do Socorro CruzThais Pereira Braga

    ELABORAO/REVISO: Daniella Cristi na Jinkings Santana

    ILUSTRAO DA CAPAZiraldo

    DIAGRAMAO E ARTE FINALBruno Cared Tavares

    Ministrio do Desenvolvimento SocialConselho Nacional de Assistncia Social

    Braslia, dezembro de 2017

  • 9

    MINISTRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIALCONSELHO NACIONAL DE ASSISTNCIA SOCIAL

    SUAS -

    SISTEMA UNICO DA ASSISTNCIA SOCIALMODO DE USAR

  • 10

  • 11

    NDICE

    APRESENTAO

    INTRODUO

    1. VOC SABE O QUE O SUAS?2. QUEM O USURIO DO SUAS?3. QUAIS SO OS DIREITOS DOS USURIOS DO SUAS?4. EU POSSO CONTRIBUIR PARA A CONSTRUO DA POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL?

    5. QUAIS SO AS ORGANIZAES DAS QUAIS POSSO PARTICIPAR?

    6. POSSO PARTICIPAR DOS CONSELHOS DE ASSISTNCIA SOCIAL?

    7. SAIBA MAIS SOBRE A POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL?

    8. TENHO DIREITO A QUAIS BENEFCIOS?BENEFCIOS EVENTUAIS

    O QUE O CADASTRO UNICO

    QUAIS DOCUMENTOS EU PRECISO LEVAR?

    111213141516

    16

    17

    18

    1920

    2121

  • 12

  • 13

    APRESENTAO

    O CNAS APRESENTA A CARTILHA USURIOS DO SUAS, CONSTRUDA COMO UM DOS ESFOROS PARA FORTALECER A PARTICIPAO E O PROTAGONISMO DOS USURIOS NAS DECISES QUE GARANTAM A EXECUO E O EFETIVO CONTROLE DA POLTICA DA ASSISTNCIA SOCIAL, JUNTAMENTE COM O APOIO NA ORGANIZAO DO I ENCONTRO NACIONAL DOS USURIOS DO SUAS, REALIZADO EM BRASLIA/DF NOS DIAS 18 E 19 DE ABRIL DE 2017 E A CONSTRUO DA RESOLUO CNAS COMENTADA N 11/2015, QUE CARACTERIZA OS USURIOS, SEUS DIREITOS E SUA PARTICIPAO NA POLTICA PBLICA DE ASSISTNCIA SOCIAL E NO SISTEMA NICO DE ASSISTNCIA SOCIAL SUAS.

    ESTA CARTILHA TEM COMO OBJETIVO INFORMAR, MOBILIZAR E INCENTIVAR A PARTICIPAO DOS USURIOS NA POLTICA PBLICA DE ASSISTNCIA SOCIAL E NO SUAS. ELA FOCA NO EMPODERAMENTO DOS USURIOS PARA UMA PARTICIPAO E INTERVENO NA POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL, SEJA NOS ESPAOS DE ATENDIMENTO NOS EQUIPAMENTOS PBLICOS (CRAS, CREAS, CENTROS POP) E NAS ENTIDADES DE ASSISTNCIA SOCIAL, SEJA NA PARTICIPAO EM PROCESSOS ELEITORAIS DOS CONSELHOS DE ASSISTNCIA SOCIAL E EM EVENTOS QUE TRATEM DOS PROGRAMAS, PROJETOS, BENEFCIOS E SERVIOS SOCIOASSISTENCIAIS OU NAS CONFERNCIAS MUNICIPAIS, ESTADUAIS, DO DISTRITO FEDERAL E NA NACIONAL.

    ESTA CARTILHA VEM ENFATIZAR QUEM SO OS USURIOS, QUAIS SO SEUS DIREITOS E AS FORMAS DE PARTICIPAO NAS INSTNCIAS DO SUAS NO APENAS COMO DEMANDATRIOS DOS DIREITOS SOCIOASSISTENCIAIS, MAS COMO AVALIADORES E PROPOSITORES DE AES QUE GARANTAM SEUS DIREITOS CONSIGNADOS NA CONSTITUIO FEDERAL E NA LOAS.

    O CNAS E OS USURIOS PARTICIPANTES DO I ENCONTRO NACIONAL DOS USURIOS DO SUAS EM SUA CARTA DE BRASLIA DEFENDEMOS UMA POLTICA DE ESTADO E NO UMA POLTICA DE GOVERNO; O FORTALECIMENTO DO CONTROLE SOCIAL NA DEFESA DA PLENA INTEGRALIDADE DA POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL; UM SUAS QUE PROTEJA A POPULAO MAIS VULNERVEL, POR ESTAREM COM SEUS DIREITOS NEGADOS E VIOLADOS; A PROFISSIONALIZAO DOS TRABALHADORES/AS POR MEIO DE CONCURSOS PBLICOS; AES DE FORMAES E DE CAPACITAO; ORAMENTO ROBUSTO E CRESCENTE, COM A EFETIVAO DA POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL E DO SEU CONTROLE SOCIAL, COM GESTO COMPARTILHADA; SERVIOS SOCIOASSISTENCIAIS DE QUALIDADE QUE SE INTEGREM COM OS DEMAIS SERVIOS E NO DISCRIMINEM OS USURIOS/AS DO SUAS.

    FBIO MOASSAB BRUNIPRESIDENTE DO CNAS

  • 14

    INTRODUO

    ESTA CARTILHA FOI ESPECIALMENTE FEITA PARA VOC, USURIO DO SISTEMA NICO DE ASSISTNCIA SOCIAL (SUAS). AQUI VOC ENCONTRAR INFORMAES SOBRE OS SEUS DIREITOS E COMO VOC PODE PARTICIPAR DA CONSTRUO DA POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL NO PAS, DE ACORDO COM A RESOLUO DO CONSELHO NACIONAL DE ASSISTNCIA SOCIAL (CNAS) N 11, DE 23 DE SETEMBRO DE 2015.

    ESSA RESOLUO GARANTE A VOC O DIREITO DE ACOMPANHAR E DE CONHECER A POLTICA MAIS DE PERTO, ALM DE CONTRIBUIR PARA A SUA MELHORIA. LEMBRE-SE, VOC O PROTAGONISTA DA POLTICA DE ASSISTNCIA SOCIAL E, POR ISSO, PRECISA CONHECER O SUAS E PARTICIPAR DAS DECISES QUE GARANTAM SERVIOS DE QUALIDADE PARA TODA A POPULAO.

    A ASSISTNCIA SOCIAL UM DIREITO SEU!

    A ASSISTNCIA SOCIAL UMA POLTICA PBLICA E UM DIREITODE TODO CIDADO QUE DELA NECESSITAR.

    1. VOC SABE O QUE O SUAS?

    O SISTEMA NICO DE ASSISTNCIA SOCIAL (SUAS) GARANTE APOIO A VOC, SUA FAMLIA E SUA COMUNIDADE NO ENFRENTAMENTO DE DIFICULDADES, POR MEIO DE SERVIOS, BENEFCIOS, PROGRAMAS E PROJETOS.

    A ASSISTNCIA SOCIAL TEM UMA REDE DE UNIDADES PBLICAS, QUE REALIZAM ATENDIMENTOS PARA PESSOAS OU GRUPOS DE CRIANAS, JOVENS, MULHERES, IDOSOS, PESSOAS COM DEFICINCIA, ENTRE OUTROS.

    O ATENDIMENTO FEITO POR PROFISSIONAIS COMO ASSISTENTES SOCIAIS, PSICLOGOS, EDUCADORES SOCIAIS, ADVOGADOS E PEDAGOGOS, QUE PROCURAM ENTENDER A SITUAO DE CADA PESSOA E ATUAM PARA MELHORAR AS CONDIES DE VIDA, DE RELACIONAMENTO E DE INCLUSO SOCIAL.

  • 15

    2. QUEM O USURIO DO SUAS?

    QUALQUER CIDADO QUE ESTEJA PASSANDO POR MOMENTOS DE DIFICULDADES OU POR ALGUMAS SITUAES QUE PODEM ESTAR RELACIONADAS POBREZA, FALTA DE ACESSO A SERVIOS PBLICOS, PROBLEMAS FAMILIARES E DISCRIMINAO.

    TAMBM PODEM ACESSAR O SUAS PESSOAS QUE DEPENDEM DE CUIDADOS ESPECIAIS, SE ENVOLVEM COM DROGAS OU LCOOL, PERDEM O EMPREGO OU AINDA QUANDO H ALGUM DESASTRE NATURAL NA COMUNIDADE. NA ASSISTNCIA SOCIAL, ESSAS SITUAES DE DESPROTEO SO CONHECIDAS PELO TERMO VULNERABILIDADE SOCIAL.

    TAMBM SO USURIOS DO SUAS AQUELAS PESSOAS QUE ESTO EM SITUAO DE RISCO, OU SEJA, PASSAM POR SITUAES DE VIOLNCIA FSICA, PSICOLGICA, SEXUAL, ENTRE OUTROS.

    E LEMBRE-SE, QUALQUER CIDADO, SEJA REFUGIADO, IMIGRANTE, INDGENA, QUILOMBOLA, CIGANO OU MEMBROS DE OUTROS POVOS E COMUNIDADES TRADICIONAIS, TM DIREITO ASSISTNCIA SOCIAL.

  • 16

    SOU BENEFICIRIO DO PROGRAMA BOLSA FAMLIA, TAMBM POSSO SER USURIO DA ASSISTNCIA SOCIAL?

    CLARO! OS BENEFICIRIOS DO PROGRAMA BOLSA FAMLIA FAZEM PARTE DO PBLICO PRIORITRIO DA ASSISTNCIA SOCIAL. PROCURE UM CENTRO DE REFERNCIA DA ASSISTNCIA SOCIAL (CRAS) OU OUTRA UNIDADE QUE FAA PARTE DO SUAS.

    3. QUAIS SO OS DIREITOS DOS USURIOS DO SUAS?

Recommended

View more >