ministrio do comrcio - ministrio do comrcio regulamento interno da secretaria geral do ministrio...

Download MINISTRIO DO COMRCIO -   ministrio do comrcio regulamento interno da secretaria geral do ministrio do comrcio captulo i da natureza e atribuies artigo 1

Post on 06-May-2018

215 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1/21

    MINISTRIO DO COMRCIO

    REGULAMENTO INTERNO DA SECRETARIA GERAL DO MINISTRIO DOCOMRCIO

    CAPTULO IDA NATUREZA E ATRIBUIES

    Artigo 1(Natureza)

    A Secretaria Geral o servio ao qual compete tratar da generalidade dasquestes administrativas comuns todos os servios do Ministrio, bem como dosrecursos humanos, da gesto do oramento, do patrimnio, das relaes pblicas eprotocolo.

    Artigo 2(Atribuies)

    A Secretaria Geral compete nomeadamente:

    a) Dirigir, coordenar e apoiar as actividades administrativas, do Ministrio doComrcio;

    b) Colaborar na elaborao do projecto de oramento de acordo com o plano deactividades do Ministrio do Comrcio;

    c) Colaborar na elaborao do relatrio de execuo oramental do Ministrio doComrcio;

    d) Assegurar a aquisio e a manuteno dos bens e equipamentos necessriosao funcionamento corrente do Ministrio e gerir o seu patrimnio;

    e) Coordenar e controlar as actividades do sector nos domnios da seguranasocial, da proteco da sade e da higiene no trabalho;

    f) Assegurar a gesto integrada dos recursos humanos, promover e coordenar asaces da sua superao e formao profissional;

    g) Acompanhar a actividade dos centros de formao profissional tutelados peloMinistrio do Comrcio;

  • 2/21

    h) Estudar e propor normas, circuitos e modelos de funcionamento contabilstico efinanceiro de uso geral dos servios pblicos;

    i) Assegurar as actividades de Relaes Pblicas e Protocolo do Ministrio;

    j) Desempenhar as demais funes que lhe sejam acometidas por Lei ou pordeterminao superior.

    CAPTULO IIORGANIZAO

    Artigo 3(Estrutura Orgnica)

    1. A Secretaria Geral tem a seguinte estrutura orgnica:

    a) Gabinete do Secretrio Geral;b) Conselho de Direco;c) Departamento de Administrao, Gesto do Oramento e Patrimnio;d) Departamento de Recursos Humanos;e) Departamento de Formao;f) Repartio de Expediente Geral;g) Repartio de relaes Pblicas e Protocolo;h) Seco Administrativa.

    2. A Secretaria Geral dirigida por um Secretrio Geral com a categoria de DirectorNacional dependente directamente do Ministro.

    3. Durante os seus impedimentos, o Secretrio Geral designar por despacho ochefe de Departamento( o mais antigo) que o substituir.

    Artigo 4(Competncia do Secretrio Geral)

    1. A Secretaria Geral dirigida por um Secretrio Geral, com a categoria equivalentea de director nacional.

    2. Compete ao Secretrio Geral:

    a) Organizar e aperfeioar o sistema de funcionamento interno do Ministrio doComrcio;

  • 3/21

    b) Tratar de todos os assuntos de natureza administrativa que digam respeito aoMinistrio;

    c) Coordenar as actividades dos Departamentos e Reparties de modo a garantira correcta gesto dos recursos humanos, financeiros e materiais do Ministrio;

    d) Apresentar superiormente os relatrios trimestrais e anual das actividades daSecretaria Geral;

    e) Desempenhar as demais funes que lhe sejam superiormente atribudas;

    Artigo 5(Conselho de Direco)

    1. O Conselho de Direco o rgo de consulta do Secretario Geral ao qualcompete analisar e dar parecer sobre todos os assuntos de interesse para o SecretrioGeral e em especial:

    a) Os relatrios peridicos das estruturas integrantes;

    a) Parecer sobre assuntos relativos ao seu mbito de actividade;

    b) Discutir e propor as alteraes necessrias ao bom funcionamento da SecretariaGeral;

    c) Grau de cumprimento do plano de actividades.

    2. O Conselho de Direco reunir-se- trimestralmente e extraordinariamentesempre que o Secretrio Geral o convoque;

    3. Compem o Conselho de Direco:

    a) Secretrio Geral;

    b) Chefes de Departamento;

    c) Chefes de Repartio;

    d) Chefes de Seco.

    4. Podero igualmente participar no Conselho de Direco outras entidades que oSecretrio Geral entenda convocar, para tratamento de questes especificas.

  • 4/21

    Artigo 6(Departamento de Administrao, Gesto do Oramento e Patrimnio)

    1. Compete ao Departamento de Administrao, Gesto do oramento e Patrimnio,nomeadamente:

    a) Coordenar apoiar as actividades administrativas e financeiras dos diversosrgos centrais e locais dependentes do Ministrio;

    b) Organizar e controlar a elaborao e execuo do oramento;

    c) Elaborar o relatrio de contas de gerncias e do exerccio de contas deexactores responsveis, a submeter a apreciao das entidades competentes;

    d) Assegurar a aquisio de bens e equipamentos necessrios para ofuncionamento do Ministrio e suas dependncias;

    e) Desempenhar funes de utilidade comum aos diversos rgos do Ministrio,designadamente, no domnio das instalaes, servios sociais e economato;

    f) Assegurar a proteco e conservao dos bens e equipamentos que constituemo Patrimnio do Ministrio;

    g) Desempenhar as demais funes que lhe forem determinadas superiormente.

    2. O Departamento de Administrao, Gesto do Oramento e Patrimnio dirigidopor um Chefe de Departamento.

    3. Integram o Departamento de Administrao, Gesto do Oramento e Patrimnioas seguintes Reparties:

    a) Repartio de Finanas e Contabilidade;

    b) Repartio do Patrimnio e Manuteno.

    Artigo 7(Repartio de Finanas e Contabilidade)

    1. Compete a Repartio de Finanas e Contabilidade nomeadamente:

    a) Dirigir e coordenar a actuao dos rgos que o integram;

    b) Proceder a liquidao de toda despesa certa varivel que surja depois dosprocessos devidamente organizados;

  • 5/21

    c) Promover o controlo financeiro, elaborar os relatrios mensais e os mapastrimestrais de prestao de contas;

    d) Executar a escriturao de todos os livros regulamentares do oramento;

    e) Proceder a centralizao de todas operaes contabilisticas;

    f) Controlar o movimento de valores e comprovar o saldo das diversas contas:

    g) Desempenhar as demais funes que lhe forem determinadas superiormente.

    2. A Repartio de Finanas e Contabilidade dirigida por um Chefe de Repartio.

    3. A Repartio de Finanas e Contabilidade integra as seguintes Seces:

    a) Seco de Contabilidade e Finanas;

    b) Seco de Oramento e Contas.

    Artigo 8(Seco de Contabilidade e Finanas)

    1. Compete a Seco de Contabilidade e Finanas nomeadamente:

    a) Assegurar a actividade financeira do Minco;

    b) Assegurar a gesto correcta do oramento;

    c) Elaborar o relatrio de contas de gerncias e de exerccio de contas dos autoresresponsveis a submete a apreciao das entidade competente;

    d) Assegurar e executar a escriturao dos livro contabilisticos;

    e) Assegurar a gesto integral as Representaes Comerciais no Exterior;

    f) Efectuar recebimentos e pagamentos em face das autorizaes existente:

    g) Desempenhar as demais funes que lhe forem determinadas superiormente;

    2. A Seco de Contabilidade e Finanas dirigida por um Chefe de Seco.

  • 6/21

    Artigo 9(Seco de Oramento e Contas)

    1. Compete a Seco de Oramento e Contas nomeadamente:

    b) Assegurar a gesto corrente do oramento por forma a garantir um eficientefuncionamento dos rgo do Ministrio;

    c) Assegurar a execuo da gesto financeira do Ministrio e dos rgosdependentes;

    d) Elaborar o relatrio de contas de gerncia e do exerccio de contas dos autoresresponsveis e submeter a apreciao das entidades competentes;

    e) Assegurar e executar a escriturao dos livros contabilisticos;

    f) Efectuar recebimentos e pagamentos em face das autorizaes existentes:

    g) Assegurar as ligaes com as instituies bancrias;

    h) Desempenha as demais funes que lhes forem determinadas superiormente;

    2. A Seco de Oramento e Contas dirigida por um Chefe de Seco.

    Artigo10(Repartio do Patrimnio Manuteno)

    1. Compete a Repartio de Patrimnio e Manuteno nomeadamente:

    a) Organizar inventariar e manter organizado o cadastro do Ministrio;

    b) Promover e efectuar a aquisio de material necessrio para os diversos rgosdo Ministrio;

    c) Promover o controlo e manuteno de todos os bens mveis imveis e semoventes do Ministrio;

    d) Proceder ao armazenamento de todo o material adquirido e velar pela suaconservao;

    e) Fornecer aos rgos do Ministrio o material solicitado;

    f) Coordenar os trabalhos que impliquem as obras de reparao, conservao ouconstruo relativas aos imveis do Ministrio;

  • 7/21

    g) Proceder aquisio de combustveis e lubrificantes para as viaturas doMinistrio;

    h) Propor o abate a carga e venda de viaturas e outros meios consideradosinoperantes e irrecuperveis;

    i) Organizar e controlar as oficinais de apoio e de manuteno das viaturas doMinistrio;

    k) Desempenhar as demais funes que lhe forem determinadas superiormente.

    2. A Repartio de Patrimnio e Manuteno dirigida por um Chefe de Repartio.

    3. A Repartio de Patrimnio e Manuteno integra as seguintes Seces:

    a) Seco de Patrimnio;

    b) Seco de Manuteno.

    Artigo 11(Seco de Patrimnio)

    1. Compete a Seco de Patrimnio:

    a) Inventariar e manter organizado o cadastro do Ministrio;

    b) Controlar e inventariar todos os bens mveis imveis e se moventes doMinistrio;

    c) Efectuar a aquisio do material necessrio para os diversos rgos doMinistrio;

    d) Proceder ao armazenamento de todo o material adquirido e velar pela suaconservao;

    e) Fornecer aos rgos do Ministrio o material solicitado;

    f) Proceder a aquisio de combustvel e lubrificantes para viaturas do Ministrio;

    g) Desempenhar as demais funes que lhe forem determinadas superiormente;

    2. A Seco de Patrimnio dirigida por um Chefe de Seco.

  • 8/21

    Artigo 12(Seco de Manuteno)

    1. Compete a Seco de Manuteno:

    a) Dirigir a execuo dos trabalhos de obras de conservao e sua manuteno,bem como coordenar as brigadas de manuteno a todos os nveis;

    b) Providenciar a manuteno dos aparelhos, cuidar pela operacionali

Recommended

View more >