ministério da agricultura, pecuária e conselheiros natos o ... ?· raça nelore: carlos viacava,...

Download Ministério da Agricultura, Pecuária e Conselheiros Natos o ... ?· raça Nelore: Carlos Viacava, Celso…

Post on 09-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Aos 27 dias do ms de julho de 2011, atendendo a convocao do Superintendente do SRGRZ feita atravs do ofcio circular SUT n 002-j/2011 de 31 de maio de 2011, reuniram-se no Salo Nobre da ABCZ, os seguintes membros do Conselho Deliberativo Tcnico, gesto 2010-2013: o representante do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento Joo Cruz Reis Filho; os Conselheiros Natos Manoel Eugnio Prata Vidal e Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges; o Superintendente do SRGRZ Luiz Antonio Josahkian; os Conselheiros da Comisso da raa Brahman: Gabriel Prata Rezende, Jos Otvio Lemos, Antonio Jos Prata Carvalho, Fabio Miziara, Wilson Roberto Rodrigues, Renata M. de Camargos Paranhos e representando, atravs de procurao protocolada na ABCZ, o conselheiro Jovelino Carvalho Mineiro Filho, o senhor Maurcio Hilrio Nabuco; os Conselheiros da raa Cangaian: Andr Luis Loureno Borges, Arlindo Jos Almeida Drumond, Ednira Gleida Marques, Marcos Cunha Resende, Simeo Machado Neto, Marcelo Ricardo de Toledo e Vanessa Barbosa; os Conselheiros da raa Gir: Carlos Henrique Cavallari Machado, Jos Luiz Junqueira Barros, Leonardo Machado Borges, Jos Sab Neto, Marcos Brando Dias Ferreira, Joo Machado Prata Jnior e Silvio Queiroz Pinheiro; os Conselheiros da raa Guzer: Antnio Pitangui de Salvo, Cludio Sabino Carvalho, Geraldo Jos da Cmara F. Melo Filho, Marcos Eduardo Figueiredo, Paulo Roberto Menicucci e Vnia Maldini Penna; os Conselheiros da raa Indubrasil: Roberto Fontes de Ges, Jos Henrique Fugazzola Barros, Mrio Mrcio Souza Costa Moura, Ivo Ferreira Leite, Mrcio Assis Cruz, Enilice Cadetti Garbellini e Renato Miranda Caetano Borges; os Conselheiros da raa Nelore: Carlos Viacava, Celso de Barros Correia Filho, Fausto Pereira Lima, Felipe Carneiro Monteiro Picciani, Jos Luiz Niemeyer dos Santos, Luiz Cludio de Souza Paranhos Ferreira e Jayme Santos Miranda; os Conselheiros da raa Sindi: Paulo Roberto Miranda Leite, Lauro Fraga Almeida, Carlos Eduardo Nassif, Eric Lus Marques da Costa, Evandro Ribeiro de Almeida, Adaldio Jos de Castilho Filho e Rogria Maria Alves da Silva Rubia; os Conselheiros da raa Tabapu: Fernando Jos Garcia de Carvalho, Lus Renato Tiveron, Nilo Muller Sampaio, Paulo Henrique Julio de Camargo, Luiz Martins Bonilha Neto, Svio Figueiredo, e representando, atravs de procurao protocolada na ABCZ, o conselheiro Raimundo Jezualdo Sales, o senhor Giorgio Lorenzo Giuseppe Angelo Arnaldi. Os trabalhos foram iniciados pelo Superintendente do SRGRZ, Luiz Antonio Josahkian, que deu as boas vindas a todos, agradecendo-lhes a presena. Informou, ainda, aos membros do CDT que, de acordo com o Regulamento do SRGRZ, em seu Pargrafo Primeiro do Artigo 11, o Superintendente do SRGRZ assume a funo de presidente da primeira reunio do CDT para efeito de convocao, organizao e conduo, devendo, ao final da mesma, ser eleito o Presidente deste Conselho. Cumprindo normas regimentais, procedeu a verificao de existncia de quorum para funcionamento das comisses especializadas das raas, que determinado por maioria absoluta e que, neste caso, requeria a presena de pelo menos 5 membros no total de oito em cada comisso. Seguindo este critrio, verificou-se a existncia do quorum mnimo em todas as raas. Constatada a existncia de quorum legal em todas as comisses, o presidente da mesa, Luiz Antonio Josahkian, declarou aberto oficialmente os trabalhos, convidando para compor a mesa o Presidente da ABCZ Eduardo Biagi e o representante do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento Joo Cruz Reis Filho. O Presidente Eduardo Biagi, fazendo uso da palavra, agradeceu a presena de todos e ressaltou que os membros do CDT so tambm membros da sua diretoria e tm a importante funo de discutir e

  • deliberar sobre os rumos da seleo das raas zebunas. Desejou a todos um bom trabalho e reafirmou seu agradecimento pessoal a cada membro do conselho por terem aceito o convite de compor sua diretoria. Em seguida, o Presidente da Mesa passou a palavra ao representante do MAPA, Joo Cruz Reis Filho, que cumprimentou a todos e manifestou sua satisfao em integrar, como representante do MAPA, este Conselho, em especial, pelo fato de ser criador e scio da ABCZ e entender a importncia das raas zebunas para a pecuria nacional e, por conseguinte, a importncia de existirem regras claras e alinhadas com a evoluo da cincia e tecnologia dentro do SRGRZ. Desejou bom trabalho a todos e se colocou disposio de todos os Conselheiros caso pudesse esclarecer eventuais dvidas. O Presidente da Mesa, retomando a palavra, informou a todos sobre os procedimentos que seriam adotados nesta reunio do CDT. Foi dado conhecimento da pauta da reunio pelo presidente da mesa, tendo sido colocado em votao a incluso da proposta da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embries, enviada fora do prazo estipulado no ofcio de convocao, que foi aprovada pelo plenrio. Dando continuidade aos trabalhos, as Comisses Especializadas das Raas trabalharam individualmente durante todo o dia 27 de julho para analisarem as propostas e elaborarem as respectivas atas de suas comisses. As 8h da manh do dia 28 de julho, a plenria foi instalada novamente e tendo sido constada a presena de 56 (cinqenta e seis) conselheiros aptos para votar, os assuntos foram apresentados e colocados em votao, conforme determina o regimento interno do CDT. Inicialmente o presidente da mesa convidou o conselheiro Mrio Mrcio de Souza da Costa Moura, na qualidade de relator designado para analisar e dar seu parecer, juntamente com outros dois Conselheiros Carlos Eduardo Nassif e Carlos Henrique Cavallari Machado, sobre os recursos interpostos junto Superintendncia do SRGRZ referente ao processo administrativo n 001-2010 Proposta n 13 da pauta, cujos contedos apresentados so transcritos a seguir: Recurso no Processo Administrativo Interno n. 0001/2010

    Representante: ABCZ/SUT De ofcio

    Recorrente: Denise de Abreu Ribeiro e Outras Condomnio

    Interessados: Central Paulista Agropecuria Com. Ltda, Joo Batista Haro de

    Almeida, Jairo Andrade Esplio, Jorge S. Atalla Junior e Outros Condomnio e

    Paulo Emlio Almeida Carneiro

    RELATRIO

    Adoto como meu relatrio aquele j constante da deciso singular de f.280-288,

    ao qual acrescento ter havido o recurso em exame, onde o condomnio recorrente

    argumenta:

    a) que a deciso singular ofende o artigo 5, XXIX, da CF, e o artigo 129, da Lei

    n. 9.279/96;

    b) que o elemento JA marca registrada;

    c) que a deciso singular despreza a anterioridade dos registros genealgicos

    realizados perante a ABCZ;

    d) que a marca JA patrimnio da recorrente desde 1895;

    Para justificar seus argumentos o condomnio recorrente comentou,

    pormenorizadamente, todas as passagens da deciso singular das quais discorda, o que

    desnecessrio, por ora, trazer colao, ficando o registro de que foram lidas com a

    devida ateno.

    o relatrio.

  • VOTO JULGADOR

    A deciso singular, a meu sentir, no afrontou a Constituio Federal e nem a

    Lei n. 9.279/96.

    O Regulamento do SRGRZ soberano no que diz respeito aos Registros

    Pblicos de genealogia zebuna, e no cumpre entidade executora do SRGRZ

    fiscalizar se determinado uso de pretensa marca ou no indevido.

    Os registros do SRGRZ devem atender ao Regulamento e, estando em

    consonncia com ele, a ABCZ no pode neg-los, a no ser que haja ordem judicial que

    impea a realizao.

    Se o elemento JA marca, como delineou o recorrente, cabe a ele buscar

    ordem judicial para obstaculizar novos registros ou mesmo a cassao de quaisquer

    deles, que estejam ou venham a afrontar o seu pretenso direito de exclusividade.

    A deciso singular, por fim, no desprezou a anterioridade dos registros

    genealgicos e nem a realidade acerca da existncia do elemento JA desde 1895.

    Antes disso, aquela deciso fez questo de salientar que no negava o fato de

    que tanto Denise de Abreu Ribeiro e Outras Condomnio quanto o Sr. Paulo Emilio

    Almeida Carneiro, tenham sido sucessores, em parte, na propriedade do rebanho

    originrio, que pertenceu a Joo de Abreu Jnior.

    A passagem em destaque na deciso singular foi apenas para registrar que o uso

    concomitante do elemento JA, pela recorrente e por um dos demais interessados, tinha

    raiz comum, pelo menos em relao s duas partes mencionadas.

    Todos os pontos debatidos pela recorrente foram exaustivamente afastados pela

    deciso singular, e de maneira clara.

    Pelos argumentos que aqui colecionei e pelas por todas aquelas razes j

    contidas na deciso singular, com as quais concordo integralmente e reitero como

    minhas prprias razes de decidir, no vejo outra soluo para o recurso interposto, a

    no ser o desprovimento.

    Nego, pois, provimento ao recurso interposto, e mantenho ntegra a deciso

    singular.

    como voto.

    (a) Mrio Mrcio de Souza da Costa Moura

    Uberaba, 22 de julho de 2011.

    Demais Componentes da Turma Julgadora:

    De acordo:

    (a) Carlos Eduardo Nassif (a) Carlos Henrique Cavallari Machado Aps a leitura e manifestao de voto pelo relator Mrio Mrcio de Souza da Costa Moura e tendo sido prestadas todas as informaes solicitadas pelos conselheiros, os trabalhos foram continuados com a votao da proposta 13. Antes do processo de votao, o Superintendente do SRGRZ Luiz Antonio Josahkian, fez alguns esclarecimentos aos membros do CDT, informando os, adicionalmente que, embora fosse desnecessrio dizer, deveriam se sentir totalmente livres para interpretar o relato do Conselheiro e votar segundo a interpretao que julgasse a mais justa, mesmo que contrria ao seu parecer e ao daquela comisso. Proposta 13: Apreciao e deliberao sobre posicionamento do relator Mrio Mrcio de Souza da Costa Moura que trata d